Maringá, 06 de Agosto de 2020
OdontoAtual Della Pizza
 
Untitled Document
ADEMAR SCHIAVONE
Memórias de um bom sujeito
 

VOCÊ NÃO ENCONTRA A PAZ  EVITANDO A VIDA.

MEMÓRIAS DE UM BOM SUJEITO
Quando o Jornal Nacional divulgou a saída pelo telhado do presidente da Câmara de Vereadores de Maringá, em 1990, com destaque, foi um Deus nos acuda na cidade.
Nereu Vidal Cezar, que reinou durante anos como vereador dos mais influentes que a cidade já teve, era o presidente.
O prefeito Ricardo Barros elegeu dois vereadores pelo seu partido, em 1988.
Com a habilidade que lhe é peculiar, cooptou mais onze e formou o famoso grupo dos treze, que votava com ele em todas as matérias.
Era a demonstração de que não é preciso fazer maioria na eleição.  É mais barato e mais seguro formar o grupo depois.
Não lembro porque, a oposição queria cassar o mandato do prefeito de qualquer jeito. Muita onda e muita matéria na imprensa.
Na noite em que o pedido de cassação seria votado, o plenário da câmara ficou completamente lotado.  Imprensa, curiosos, defensores e opositores do prefeito lotavam o recinto e se aglomeravam nas calçadas próximas.
O comando dos opositores era do Humberto Crispim que liderava um grupo mais gritante e alvoroçado.
Claro que os treze votaram contra e o mandato do prefeito foi preservado.
Gritaria, algazarra, empurra-empurra e os vereadores meio ou inteiramente apavorados, procuravam se esconder.
Um grupo de pessoas se aglomerou nos fundos da câmara e falava bastante alto.
Nereu Vidal Cezar, alertado pelo motorista da casa de que havia gente exaltada nos fundos, resolveu subir numa escada - ninguém sabe por que estava lá dita escada - para ver o que acontecia de fato.
Subiu, olhou por cima da parede que separava a câmara do vizinho e aproveitou para ficar um tempo longe do burburinho geral.
A TV Cultura estava lá e filmou a operação toda.
Dia seguinte a manchete no Jornal Nacional: em Maringá presidente da câmara foge pelo telhado.
Na verdade ele retornou logo depois para o plenário.  A sessão estava terminada.
No entanto o que prevaleceu até hoje, é a fuga pelo telhado. Que na verdade não houve.  Não havia como descer do outro lado.
Um fato no folclore político da cidade.
O Nereu virou manchete no mais famoso informativo do país.

GAROTOS ESPERTOS
Dois garotos compram um cavalo por cem reais.  Era tudo o que tinham.  Como moravam em uma cidade pacata, o utilizariam para dar umas voltas.
No dia de buscar o animal, que era já bastante velho, uma surpresa: o bicho acabara de morrer.
O proprietário comunicou o fato e devolveu o dinheiro aos meninos.
Foram embora chateados.  Meia hora depois voltam e pedem:
- Olhe seu Manoel: mesmo morto nós queremos o cavalo.  Ele é nosso.
Seu Manoel concorda. Não cobra  nada.
Passado alguns dias, encontra novamente os dois garotos alegres e sadios.
- E daí: o que aconteceu com o cavalo? – pergunta.
- Nós fizemos uma rifa de cem números a dois reais e vendemos todos – respondem os garotos.
- Mas ninguém reclamou do cavalo estar morto?
- Claro que sim: o que ganhou.  Nós devolvemos os dois reais pra ele e está tudo certo.  Ficamos com cento e noventa e oito.

TEMPO PARA SER FELIZ
Arrume tempo para ser feliz.
É fundamental que você não só repare nas flores, mas tenha tempo para cheirar e apreciar suas cores...
E, principalmente, disponha de tempo para oferecê-las a alguém.

Arrume tempo para ter paz.
É fundamental que você ouça uma boa musica, mas é mais importante ainda, deixar que a música limpe sua alma...
Que ela penetre no seu ser e que você viva cada nota.

Arrume tempo para uma viagem.
Pode ser uma viagem curta, ou longa, tudo depende de sua disposição e dinheiro...
Mas o mais importante é ter tempo para ler um livro e viajar com  os personagens, onde a emoção puder levá-lo.

Arrume tempo para a família.
É fundamental criar os filhos, namorar (sempre em qualquer idade) bater papo com os pais, os irmãos, com os amigos mais próximos...
Mas é importante que você não guarde magoas, por isso, a conversa ainda é a melhor resposta para as duvidas, dores, separações.

Arrume tempo para Deus.
É fundamental contar com Deus.  Seja qual for a sua crença, seja qual for a sua religião, sem Deus é impossível ser plenamente feliz.

Arrume tempo para o amor.
Ame-se de forma plena e vigorosa.
Quem não ama a si mesmo, jamais amará aos outros.

AS PODEROSAS
- Quero que o senhor vá pra PQP -
A frase dita alto e em bom tom, no meio de muita gente, chocou-me mais pelo senhor que o PQP.  Afinal eu não iria mesmo.
Ela foi dita por uma mulher de alto valor, lutadora, que sabe o que quer e porque quer alguma coisa.
Conheci Luiza Esteves quando jovem.  Ela virou Luiza Pupin, casando-se com o Roberto Pupin.
Tivemos alguma convivência ao tempo em que eles pertenceram ao Lions.
Fomos nos encontrar e conviver quando da eleição de 2004.
Pupin, por acertos políticos e por representar na cidade o partido do senador Osmar Dias – de quem é sócio em fazendas – acabou candidato a vice-prefeito na chapa de Silvio Barros.
Durante a campanha, Luiza demonstrou uma extraordinária liderança capaz de contagiar aos que participavam da busca da eleição.
Campanha vitoriosa, ela assumiu com desenvoltura a responsabilidade de participar da montagem da equipe do primeiro governo, trazendo sempre muito bem anotado, os nomes dos que haviam se comprometido e trabalhado muito na campanha. Os compromissos deveriam ser cumpridos.  Ela não se esquecia dos nomes e desses compromissos.
Por solicitação do prefeito – que ainda não era casado – assumiu a presidência do Provopar.
Fez um trabalho magnífico onde demonstrou toda a sua capacidade e liderança inconteste.
Mandava com autoridade e sabia o que queria.
Estávamos no inicio do governo e os problemas eram enormes.  Inclusive de espaço físico.
Para acomodar, acabou ocupando a sala de reunião do gabinete do vice- prefeito. As reuniões eram diárias e sempre com muita gente.  O Pupin vendo seu espaço invadido começou a dar broncas.  Era preciso arrumar espaço para instalar o Provopar longe dali.
O difícil era arrumar esse lugar.  Não havia nem tempo para procurar.
Num dia, no hall de entrada do gabinete do prefeito, ela pediu-me uma instalação apropriada porque não dava mais para fazer reunião sem espaço físico adequado.
Quando disse-lhe que estava procurando e que em mais algum tempo resolveria, ela saiu com a frase:  Quero que o senhor vá pra PQP.
Levei um susto, mas não me chateei. Entendia que o desabafo era apenas a vontade de servir melhor de uma mulher que fazia um trabalho extraordinário e extremamente necessário: auxiliar a comunidade mais necessitada.
Alguns meses depois, quando arrumamos a instalação da Secretaria de Ação Social, fizemos uma ala para o Provopar resolvendo o problema da Luiza.
Luiza Esteves Pupin é uma mulher poderosa, que tem influência e que influencia a vida política, social e empresarial de Maringá.  Além de ser, claro, uma mãe dedicada aos filhos.
O Pupin costuma dizer que sem a Luiza ele não seria a metade do que é.
Eles formam um lindo casal que, além de competentes, servem desinteressadamente à sua comunidade.

O BARQUEIRO
Num rio bastante largo, um barqueiro transportava as pessoas de um lado para o outro.  Num dia, iam com ele dois passageiros: um advogado e uma professora.
O advogado querendo puxar conversa pergunta:
- O senhor conhece leis?
- Não senhor – responde o barqueiro.
- Que pena: o senhor perdeu metade da sua vida.
A professora entra no papo e pergunta:
- O senhor sabe ler e escrever?
- Não senhora.
- Que pena: o senhor perdeu metade da sua vida.
Pouco depois uma grande tempestade desaba e provoca ondas enormes.
Todos caem no rio.
O barqueiro pergunta:
- Vocês sabem nadar?
-  Sabemos não.
- Que pena: acabam de perder toda a vida.

Não há saber maior ou menor.
Há saberes diferente.

 
  
Os artigos, conceitos e opiniões pessoais são de inteira responsabilidade do autor.
14.02.2016
Memórias de um bom sujeito
10.02.2016
Memórias de um bom sujeito
31.01.2016
Memórias de um bom sujeito
24.01.2016
Memórias de um bom sujeito
07.12.2015
Memórias de um bom sujeito
29.11.2015
Memórias de um bom sujeito
23.11.2015
Memórias de um bom sujeito
15.11.2015
Memórias de um bom sujeito
08.11.2015
Memórias de um bom sujeito
01.11.2015
Memórias de um bom sujeito
26.10.2015
Memórias de um bom sujeito
17.10.2015
Memórias de um bom sujeito
12.10.2015
Memórias de um bom sujeito
05.10.2015
Memórias de um bom sujeito
28.09.2015
Memórias de um bom sujeito
21.09.2015
Memórias de um bom sujeito
13.09.2015
Memórias de um bom sujeito
08.09.2015
Memórias de um bom sujeito
23.08.2015
Memórias de um bom sujeito
31.05.2015
Memórias de um bom sujeito
24.05.2015
Memórias de um sujeito
10.05.2015
Memórias de um bom sujeito
03.05.2015
Memórias de um bom sujeito
18.04.2015
Memórias de um bom sujeito
12.04.2015
Memórias de um bom sujeito
30.03.2015
Memórias de um bom sujeito
30.03.2015
Memórias de um bom sujeito
22.03.2015
Memórias de um bom sujeito
15.03.2015
Memórias de um bom sujeito
08.03.2015
Memórias de um bom sujeito
01.03.2015
Memórias de um bom sujeito
12.01.2015
Memórias de um bom sujeito
03.01.2015
Memórias de um bom sujeito
21.12.2014
Memórias de um bom sujeito
14.12.2014
Memórias de um bom sujeito
07.12.2014
Memórias de um bom sujeito
30.11.2014
Memórias de um bom sujeito
23.11.2014
Memórias de um bom sujeito
16.11.2014
Memórias de um bom sujeito
09.11.2014
Memórias de um bom sujeito
02.11.2014
Memórias de um bom sujeito
19.10.2014
Memórias de um bom sujeito
14.10.2014
Memórias de um bom sujeito
05.10.2014
Memórias de um bom sujeito
29.09.2014
Memórias de um bom sujeito
14.09.2014
Memórias de um bom sujeito
07.09.2014
Memórias de um bom sujeito
31.08.2014
Memórias de um bom sujeito
26.08.2014
Memórias de um bom sujeito
17.08.2014
Memórias de um bom sujeito
11.08.2014
Memórias de um bom sujeito
03.08.2014
Memórias de um bom sujeito
20.07.2014
Memórias de um bom sujeito
12.07.2014
Memórias de um bom sujeito
06.07.2014
Memórias de um bom sujeito
30.06.2014
Memórias de um bom sujeito
22.06.2014
Memórias de um bom sujeito
17.06.2014
Memórias de um bom sujeito
10.06.2014
Memórias de um bom sujeito
01.06.2014
Memórias de um bom sujeito
25.05.2014
Memórias de um bom sujeito
14.05.2014
Memórias de um bom sujeito
04.05.2014
Memórias de um bom sujeito
27.04.2014
Memórias de um bom sujeito
20.04.2014
Memórias de um bom sujeito
13.04.2014
Memórias de um bom sujeito
06.04.2014
Memórias de um bom sujeito
30.03.2014
Memórias de um bom sujeito
25.03.2014
Memórias de um bom sujeito
20.03.2014
Memórias de um bom sujeito
17.02.2013
Memórias de um bom sujeito
30.12.2012
Memórias de um bom sujeito
18.11.2012
Memórias de um bom sujeito
11.11.2012
Memórias de um bom sujeito
06.11.2012
Memórias de um bom sujeito
28.10.2012
Memórias de um bom sujeito
23.10.2012
Memórias de um bom sujeito
14.10.2012
Memórias de um bom sujeito
30.09.2012
Memórias de um bom sujeito
25.09.2012
Memórias de um bom sujeito
16.09.2012
Memórias de um bom sujeito
09.09.2012
Memórias de um bom sujeito
02.09.2012
Memórias de um bom sujeito
26.08.2012
Memórias de um bom sujeito
19.08.2012
Memórias de um bom sujeito
12.08.2012
Memórias de um bom sujeito
06.08.2012
Memórias de um sujeito
29.07.2012
Memórias de um bom sujeito
22.07.2012
Memórias de um bom sujeito
15.07.2012
Memórias de um bom sujeito
08.07.2012
Memórias de um bom sujeito
01.07.2012
Memórias de um bom sujeito
24.06.2012
Memórias de um bom sujeito
17.06.2012
Memórias de um bom sujeito
03.06.2012
Memórias de um bom sujeito
26.05.2012
Memórias de um bom sujeito
29.04.2012
Memórias de um bom sujeito
22.04.2012
Memórias de um bom sujeito
24.03.2012
Memórias de um bom sujeito
18.03.2012
Memórias de um bom sujeito
13.03.2012
Memórias de um bom sujeito
04.03.2012
Memórias de um bom sujeito
25.12.2011
Memórias de um bom sujeito
14.12.2011
Memórias de um bom sujeito
13.11.2011
Memórias de um bom sujeito
05.11.2011
Memórias de um bom sujeito
01.11.2011
Memórias de um sujeito
18.10.2011
Memórias de um bom sujeito
11.10.2011
Memórias de um bom sujeito
25.09.2011
Memórias de um bom sujeito
03.09.2011
Memórias de um bom sujeito
20.08.2011
Memórias de um bom sujeito
06.08.2011
Memórias de um bom sujeito
01.08.2011
Memórias de um bom sujeito
24.07.2011
Memórias de um bom sujeito
16.07.2011
Memórias de um bom sujeito
12.07.2011
Memórias de um bom sujeito
02.07.2011
Memórias de um bom sujeito
19.06.2011
Memórias de um bom sujeito
12.06.2011
Memórias de um bom sujeito
04.06.2011
Memórias de um bom sujeito
28.05.2011
Memórias de um bom sujeito
03.04.2011
Memórias de um bom sujeito
27.03.2011
Memórias de um bom sujeito
20.03.2011
Memórias de um bom sujeito
13.03.2011
Memórias de um bom sujeito
06.03.2011
Memórias de um bom sujeito
20.02.2011
Memórias de um bom sujeito
13.02.2011
Memórias de um bom sujeito
06.02.2011
Memórias de um bom sujeito
04.01.2011
Memórias de um bom sujeito
12.12.2010
Memórias de um bom sujeito
05.12.2010
Memórias de um bom sujeito
28.11.2010
Memórias de um bom sujeito
21.11.2010
Memórias de um bom sujeito
14.11.2010
Memórias de um bom sujeito
07.11.2010
Memórias de um bom sujeito
31.10.2010
Memórias de um bom sujeito
24.10.2010
Memórias de um bom sujeito
17.10.2010
Memórias de um bom sujeito
10.10.2010
Memórias de um bom sujeito
03.10.2010
Memórias de um bom sujeito
19.09.2010
Memórias de um bom sujeito
12.09.2010
Memórias de um bom sujeito
29.08.2010
Memórias de um bom sujeito
15.08.2010
Memórias de um bom sujeito
08.08.2010
Memórias de um bom sujeito
25.07.2010
Memórias de um bom sujeito
18.07.2010
Memórias de um bom sujeito
11.07.2010
Memórias de um bom sujeito
04.07.2010
Memórias de um bom sujeito
27.06.2010
Memórias de um bom sujeito
20.06.2010
Memórias de um bom sujeito
13.06.2010
Memórias de um bom sujeito
06.06.2010
Memórias de um bom sujeito
30.05.2010
Memórias de um bom sujeito
23.05.2010
Memórias de um bom sujeito
16.05.2010
Memórias de um bom sujeito
09.05.2010
Memórias de um bom sujeito
25.04.2010
Memórias de um bom sujeito
18.04.2010
Memórias de um bom sujeito
11.04.2010
Memórias de um bom sujeito
04.04.2010
Memórias de um bom sujeito
28.03.2010
Memórias de um bom sujeito
21.03.2010
Memórias de um bom sujeito
14.03.2010
Memórias de um bom sujeito
07.03.2010
Memórias de um bom sujeito
27.02.2010
Memórias de um bom sujeito
21.02.2010
Memórias de um bom sujeito
16.02.2010
Memórias de um bom sujeito
14.02.2010
Memórias de um bom sujeito
20.12.2009
Memórias de um bom sujeito
13.12.2009
Memórias de um bom sujeito
06.12.2009
Memórias de um bom sujeito
29.11.2009
Memórias de um bom sujeito
22.11.2009
Memórias de um bom sujeito
15.11.2009
Memórias de um bom sujeito
08.11.2009
Memórias de um bom sujeito
18.10.2009
Memórias de um bom sujeito
11.10.2009
Memórias de um bom sujeito
04.10.2009
Memórias de um bom sujeito
06.09.2009
Memórias de um bom sujeito
30.08.2009
Memórias de um bom sujeito
23.08.2009
Memórias de um bom sujeito
15.08.2009
Memórias de um bom sujeito
09.08.2009
Memórias de um bom sujeito
26.07.2009
Memórias de um bom sujeito
12.07.2009
Memórias de um bom sujeito
05.07.2009
Memórias de um bom sujeito
28.06.2009
Memórias de um bom sujeito
21.06.2009
Memórias de um bom sujeito
07.06.2009
Memórias de um bom sujeito
31.05.2009
Memórias de um bom sujeito
17.05.2009
Memórias de um bom sujeito
10.05.2009
Memórias de um bom sujeito
03.05.2009
Memórias de um bom sujeito
26.04.2009
Memórias de um bom sujeito
19.04.2009
Memórias de um bom sujeito
12.04.2009
Memórias de um bom sujeito
05.04.2009
Memórias de um bom sujeito
29.03.2009
Memórias de um bom sujeito
22.03.2009
Memórias de um bom sujeito
08.03.2009
Memórias de um bom sujeito
01.03.2009
Memórias de um bom sujeito
22.02.2009
Memórias de um bom sujeito
15.02.2009
Memórias de um bom sujeito
28.12.2008
Memórias de um bom sujeito
25.12.2008
Memórias de um bom sujeito
21.12.2008
Memórias de um bom sujeito
07.12.2008
Memórias de um bom sujeito
30.11.2008
Memórias de um bom sujeito
23.11.2008
Memórias de um bom sujeito


Rebote - Cláudio Viola
Rebote - Cláudio Viola
PADRE EDUARDO BELOTTI
Momento de Espiritualidade
WALTER POPPI
Trimestralidade. Não é somente isso
WALDEMAR ALLEGRETTI
Já passou da hora
COLUNISMO SOCIAL
Eventos e Personalidades
DOM ANUAR BATTISTI
Arquidiocese de Maringá
EM DEFESA DO CONSUMIDOR
Confira seus direitos
TIAGO VALENCIANO
Política e Sociedade
OSWALDO FREIRE
Capital Federal
FRANCISCO JOSÉ DE SOUZA
A Lógica do Espiritismo
TATTÁ CABRAL
Ensaio
HENRI JEAN VIANA
Francês Press
ROSE LEONEL
Notícia e Cia.
ORLANDO GONZALEZ
Dois Toques
CARMEM RIBEIRO
Colunista Social
JUAREZ FIRMINO
Balanço Geral
ADEMAR SCHIAVONE
Memórias de um bom sujeito
VERDELÍRIO BARBOSA
Fatos Políticos
Clicompre
Aroma Ingá
Agropecuária Hélio
Rima Seguros
MaringáMais
Click do Gato