Maringá, 21 de Novembro de 2018
GLOBAL BENEFÍCIOS Black Bull Steak House
 
Untitled Document
ADEMAR SCHIAVONE
Memórias de um bom sujeito
 

TODOS NÓS ESTAMOS MATRICULADOS NA ESCOLA DA VIDA ONDE O TEMPO É O MESTRE SUPREMO.

PEDINTES AUMENTAM NA CIDADE

É impressionante o número de pessoas que dorme pelas ruas da cidade, na porta de bancos, de estabelecimentos abandonados, em qualquer buraco onde uma pessoa possa se deitar.
São molambos que se amontoam.
Quando vejo que existem programas e mais programas para retirar essas pessoas do estado lastimável em que se encontram, fico pensando: onde está e o que faz uma Secretaria de Ação Social e Cidadania?
Ela não existe exatamente para cuidar de problemas como esse?
Não é hora de cuidar disso com mais profissionalismo?
Pedintes, esmolantes profissionais, crianças em sinaleiros e cruzamentos, sempre existiu.  Mas agora a coisa está preta.
O número aumenta a cada dia.  E a Ação Social desaparece.
Nesta semana um fato curioso que nunca tinha visto na cidade: uma mulher índia, vendendo um cesto artesanal e duas crianças, com no máximo seis anos pedindo esmola no cruzamento das avenidas XV de Novembro e Duque de Caxias, bem defronte à prefeitura. E o fato se repetiu em vários dias.
Nunca tinha visto índio pedindo esmola.
Nem sei de onde vieram e como chegaram.
Mas que é preciso fazer alguma coisa,  isso é.


IMPOSTOS DEMAIS

O brasileiro paga imposto demais.
Segundo a FGV todos trabalham cento e quarenta e seis dias por ano só para pagar impostos.  Diretos e indiretos.
O governo do Paraná anunciou no inicio do ano que aumentaria o ICMS sobre a tarifa de água, energia e telefone.  Em compensação baixaria o imposto sobre remédios e gêneros de primeira necessidade.
A conta da água, da luz e do telefone, aumentou mesmo.
De outro lado o preço dos remédios aumentou também. E muito.
O governo federal baixou o IPI sobre veículos e eletrodomésticos. Nunca se vendeu tanto.
Maringá sente os reflexos disso.
O número de veículos em circulação é assustador.
As largas ruas e avenidas não suportam mais tanto veículo.
E o governo continua batendo recordes de arrecadação em todos os cantos: o federal, o estadual e o municipal.
A crise acabou faz tempo.
Acho até que nem existiu mesmo.
O Luizinho tinha razão: tudo não passava de uma marolinha sem importância.
Tem tanto dinheiro o governo que até está emprestando para o FMI.
Quem diria?

O PORTEIRO

O cara trabalhou a vida inteira como porteiro de uma casa de tolerância.
Num dia apareceu um novo gerente, com novas idéias.
Chamou o José e foi enfático:
“Seu José: o senhor, a partir de hoje, vai fazer um relatório diário das pessoas que entram aqui, quem são, o que fazem, etc.”
José ficou apavorado. Entrou em pânico. Mas senhor: “eu não sei ler nem escrever. Como posso fazer um relatório?.”
- Olhe: sinto muito. Se não sabe está despedido.
José, aos cinqüenta anos, ficou desempregado.
Como não tivesse nenhum outro lugar para trabalhar, resolveu fazer consertos em geral.  Viajou para a cidade mais próxima, a cavalo e retornou em cinco dias com um martelo, um serrote e mais algum material de que necessitasse.
Nem bem chegou e o seu vizinho veio pedir-lhe o martelo e o serrote emprestados.  Cedeu, mas avisou de que necessitava deles para trabalhar.
O vizinho pediu ao José que vendesse as ferramentas para ele.  José resolveu ceder, ganhando um lucro razoável pela venda.
Foi de volta à capital para comprar de novo as ferramentas.
Na volta o fato se repetiu com outro vizinho.
Vendeu de novo com mais lucro.
Era um bom negocio comprar material e vender para quem precisava.
Abriu uma porta e montou uma casa de ferramentas.
O negocio prosperou e o José foi ganhando cada vez mais dinheiro.  Tornou-se o cidadão mais rico da cidade.
A câmara e o prefeito resolveram dar-lhe o titulo de cidadão benemérito.
A festa foi grande. Na hora de receber a comenda, pediram a ele que assinasse o titulo.
“não posso” respondeu. “Não sei ler nem  escrever”
O prefeito admirado afirma alto e em bom tom: “imagine se soubesse. Nem sei o que o senhor seria”.
“ O senhor pode não saber. Eu sei. Se soubesse ler e escrever,  seria o porteiro da casa de tolerância”.

CAMPANHA EM ANDAMENTO

Leio na revista Isto É desta semana que o filme sobre a vida do presidente Lula está custando para os cofres da nação, a bagatela de dezesseis milhões de reais.
Um filme que conta a historia da vida do presidente desde a vinda do interior de Pernambuco para São Paulo até a morte de sua mãe.
Segundo a revista, o filme tem um forte chamativo para a emoção.
Vai ser mais um mote para a campanha presidencial do ano que vem.
E nós pagamos a conta.  Como sempre.


MEMÓRIAS DE UM BOM SUJEITO

Dia 15 passado foi o Dia do Professor.  Deveria acontecer muita comemoração.  Afinal, é o dia dedicado a alguém que nos dá ensinamentos e ajuda na formação do nosso caráter.
Em homenagem aos professores - heróis anônimos que estoicamente se dedicam a formar um novo país - vou escrever hoje sobre um dos homens mais importantes na formação do meu caráter e na de milhares de jovens que, como eu, tive o privilégio de ser seu aluno. 
O professor Geraldo Altoé.
Fui seu aluno pela primeira vez no Ginásio Gastão Vidigal.
Ensinava de tudo: história e geografia principalmente.  Mas, sobretudo, ensinava civilidade, respeito aos mais velhos, compreensão com os mais novos, obediência aos pais e autoridades.
O professor Geraldo sempre foi bonachão, alegre, cordato, compreensivo, resoluto.  Tinha consciência da sua importância na vida de seus alunos.
E não se omitia nunca.
Do ginásio fui para a Escola Técnica de Comércio e lá estava ele a continuar nos ensinando.
Com  a implantação da Faculdade de Economia, já a partir do vestibular, ele foi importantíssimo.
Naquele tempo história e geografia fazia parte do conhecimento exigido do pretendente a ingressar no ensino superior.  Era a primeira faculdade que se instalava na cidade.
Algumas pérolas de respostas oferecidas pelos vestibulandos, contei em Memórias de Um Bom Sujeito I.
Três  delas.
O Shinitiro Shima, perguntado por que os portugueses preferiram escravizar os índios, respondeu solenemente: “Eeles estavam dando sopa por ai”.
O Ronaldo Borba - o mesmo Borba Filho treinador de futebol no Paraná - respondendo a pergunta de qual era o principal afluente do rio Amazonas, respondeu: “Rio Gravata,  professor”.
O professor Geraldo querendo ajudá-lo na resposta que não sabia, alisava sua gravata preta dando a entender rio Negro.
Quando chegou minha vez, ele perguntou onde havia sido encontrada a carta que Pero Vaz de Caminha escreveu ao rei de Portugal para relatar o descobrimento.
A resposta foi na hora:  “Eu nem sabia que haviam perdido a tal carta...”.
Aprendi ali que foi encontrada na Torre de Tomba, que até hoje, nem sei onde fica.
Geraldo Altoé, um dos professores mais respeitado da história da nossa cidade.
Cidadão dedicado e compreensivo para com os alunos.
Interessado sempre em formar homens e mulheres que pudessem ajudar essa cidade a crescer.
Lecionou muito além do tempo em que poderia se aposentar.  Só se aposentou obrigado.
Professor Geraldo Altoé, um bom sujeito. Desses que jamais se pode esquecer.


OS HOMENS SÃO COMO O VINHO: A IDADE ESTRAGA OS RUINS, MAS APRIMORA OS BONS.

 
  
Os artigos, conceitos e opiniões pessoais são de inteira responsabilidade do autor.
14.02.2016
Memórias de um bom sujeito
10.02.2016
Memórias de um bom sujeito
31.01.2016
Memórias de um bom sujeito
24.01.2016
Memórias de um bom sujeito
07.12.2015
Memórias de um bom sujeito
29.11.2015
Memórias de um bom sujeito
23.11.2015
Memórias de um bom sujeito
15.11.2015
Memórias de um bom sujeito
08.11.2015
Memórias de um bom sujeito
01.11.2015
Memórias de um bom sujeito
26.10.2015
Memórias de um bom sujeito
17.10.2015
Memórias de um bom sujeito
12.10.2015
Memórias de um bom sujeito
05.10.2015
Memórias de um bom sujeito
28.09.2015
Memórias de um bom sujeito
21.09.2015
Memórias de um bom sujeito
13.09.2015
Memórias de um bom sujeito
08.09.2015
Memórias de um bom sujeito
23.08.2015
Memórias de um bom sujeito
31.05.2015
Memórias de um bom sujeito
24.05.2015
Memórias de um sujeito
10.05.2015
Memórias de um bom sujeito
03.05.2015
Memórias de um bom sujeito
18.04.2015
Memórias de um bom sujeito
12.04.2015
Memórias de um bom sujeito
30.03.2015
Memórias de um bom sujeito
30.03.2015
Memórias de um bom sujeito
22.03.2015
Memórias de um bom sujeito
15.03.2015
Memórias de um bom sujeito
08.03.2015
Memórias de um bom sujeito
01.03.2015
Memórias de um bom sujeito
12.01.2015
Memórias de um bom sujeito
03.01.2015
Memórias de um bom sujeito
21.12.2014
Memórias de um bom sujeito
14.12.2014
Memórias de um bom sujeito
07.12.2014
Memórias de um bom sujeito
30.11.2014
Memórias de um bom sujeito
23.11.2014
Memórias de um bom sujeito
16.11.2014
Memórias de um bom sujeito
09.11.2014
Memórias de um bom sujeito
02.11.2014
Memórias de um bom sujeito
19.10.2014
Memórias de um bom sujeito
14.10.2014
Memórias de um bom sujeito
05.10.2014
Memórias de um bom sujeito
29.09.2014
Memórias de um bom sujeito
14.09.2014
Memórias de um bom sujeito
07.09.2014
Memórias de um bom sujeito
31.08.2014
Memórias de um bom sujeito
26.08.2014
Memórias de um bom sujeito
17.08.2014
Memórias de um bom sujeito
11.08.2014
Memórias de um bom sujeito
03.08.2014
Memórias de um bom sujeito
20.07.2014
Memórias de um bom sujeito
12.07.2014
Memórias de um bom sujeito
06.07.2014
Memórias de um bom sujeito
30.06.2014
Memórias de um bom sujeito
22.06.2014
Memórias de um bom sujeito
17.06.2014
Memórias de um bom sujeito
10.06.2014
Memórias de um bom sujeito
01.06.2014
Memórias de um bom sujeito
25.05.2014
Memórias de um bom sujeito
14.05.2014
Memórias de um bom sujeito
04.05.2014
Memórias de um bom sujeito
27.04.2014
Memórias de um bom sujeito
20.04.2014
Memórias de um bom sujeito
13.04.2014
Memórias de um bom sujeito
06.04.2014
Memórias de um bom sujeito
30.03.2014
Memórias de um bom sujeito
25.03.2014
Memórias de um bom sujeito
20.03.2014
Memórias de um bom sujeito
17.02.2013
Memórias de um bom sujeito
30.12.2012
Memórias de um bom sujeito
18.11.2012
Memórias de um bom sujeito
11.11.2012
Memórias de um bom sujeito
06.11.2012
Memórias de um bom sujeito
28.10.2012
Memórias de um bom sujeito
23.10.2012
Memórias de um bom sujeito
14.10.2012
Memórias de um bom sujeito
30.09.2012
Memórias de um bom sujeito
25.09.2012
Memórias de um bom sujeito
16.09.2012
Memórias de um bom sujeito
09.09.2012
Memórias de um bom sujeito
02.09.2012
Memórias de um bom sujeito
26.08.2012
Memórias de um bom sujeito
19.08.2012
Memórias de um bom sujeito
12.08.2012
Memórias de um bom sujeito
06.08.2012
Memórias de um sujeito
29.07.2012
Memórias de um bom sujeito
22.07.2012
Memórias de um bom sujeito
15.07.2012
Memórias de um bom sujeito
08.07.2012
Memórias de um bom sujeito
01.07.2012
Memórias de um bom sujeito
24.06.2012
Memórias de um bom sujeito
17.06.2012
Memórias de um bom sujeito
03.06.2012
Memórias de um bom sujeito
26.05.2012
Memórias de um bom sujeito
29.04.2012
Memórias de um bom sujeito
22.04.2012
Memórias de um bom sujeito
24.03.2012
Memórias de um bom sujeito
18.03.2012
Memórias de um bom sujeito
13.03.2012
Memórias de um bom sujeito
04.03.2012
Memórias de um bom sujeito
25.12.2011
Memórias de um bom sujeito
14.12.2011
Memórias de um bom sujeito
13.11.2011
Memórias de um bom sujeito
05.11.2011
Memórias de um bom sujeito
01.11.2011
Memórias de um sujeito
18.10.2011
Memórias de um bom sujeito
11.10.2011
Memórias de um bom sujeito
25.09.2011
Memórias de um bom sujeito
03.09.2011
Memórias de um bom sujeito
20.08.2011
Memórias de um bom sujeito
06.08.2011
Memórias de um bom sujeito
01.08.2011
Memórias de um bom sujeito
24.07.2011
Memórias de um bom sujeito
16.07.2011
Memórias de um bom sujeito
12.07.2011
Memórias de um bom sujeito
02.07.2011
Memórias de um bom sujeito
19.06.2011
Memórias de um bom sujeito
12.06.2011
Memórias de um bom sujeito
04.06.2011
Memórias de um bom sujeito
28.05.2011
Memórias de um bom sujeito
03.04.2011
Memórias de um bom sujeito
27.03.2011
Memórias de um bom sujeito
20.03.2011
Memórias de um bom sujeito
13.03.2011
Memórias de um bom sujeito
06.03.2011
Memórias de um bom sujeito
20.02.2011
Memórias de um bom sujeito
13.02.2011
Memórias de um bom sujeito
06.02.2011
Memórias de um bom sujeito
04.01.2011
Memórias de um bom sujeito
12.12.2010
Memórias de um bom sujeito
05.12.2010
Memórias de um bom sujeito
28.11.2010
Memórias de um bom sujeito
21.11.2010
Memórias de um bom sujeito
14.11.2010
Memórias de um bom sujeito
07.11.2010
Memórias de um bom sujeito
31.10.2010
Memórias de um bom sujeito
24.10.2010
Memórias de um bom sujeito
17.10.2010
Memórias de um bom sujeito
10.10.2010
Memórias de um bom sujeito
03.10.2010
Memórias de um bom sujeito
19.09.2010
Memórias de um bom sujeito
12.09.2010
Memórias de um bom sujeito
29.08.2010
Memórias de um bom sujeito
15.08.2010
Memórias de um bom sujeito
08.08.2010
Memórias de um bom sujeito
25.07.2010
Memórias de um bom sujeito
18.07.2010
Memórias de um bom sujeito
11.07.2010
Memórias de um bom sujeito
04.07.2010
Memórias de um bom sujeito
27.06.2010
Memórias de um bom sujeito
20.06.2010
Memórias de um bom sujeito
13.06.2010
Memórias de um bom sujeito
06.06.2010
Memórias de um bom sujeito
30.05.2010
Memórias de um bom sujeito
23.05.2010
Memórias de um bom sujeito
16.05.2010
Memórias de um bom sujeito
09.05.2010
Memórias de um bom sujeito
25.04.2010
Memórias de um bom sujeito
18.04.2010
Memórias de um bom sujeito
11.04.2010
Memórias de um bom sujeito
04.04.2010
Memórias de um bom sujeito
28.03.2010
Memórias de um bom sujeito
21.03.2010
Memórias de um bom sujeito
14.03.2010
Memórias de um bom sujeito
07.03.2010
Memórias de um bom sujeito
27.02.2010
Memórias de um bom sujeito
21.02.2010
Memórias de um bom sujeito
16.02.2010
Memórias de um bom sujeito
14.02.2010
Memórias de um bom sujeito
20.12.2009
Memórias de um bom sujeito
13.12.2009
Memórias de um bom sujeito
06.12.2009
Memórias de um bom sujeito
29.11.2009
Memórias de um bom sujeito
22.11.2009
Memórias de um bom sujeito
15.11.2009
Memórias de um bom sujeito
08.11.2009
Memórias de um bom sujeito
11.10.2009
Memórias de um bom sujeito
04.10.2009
Memórias de um bom sujeito
06.09.2009
Memórias de um bom sujeito
30.08.2009
Memórias de um bom sujeito
23.08.2009
Memórias de um bom sujeito
15.08.2009
Memórias de um bom sujeito
09.08.2009
Memórias de um bom sujeito
02.08.2009
Memórias de um bom sujeito
26.07.2009
Memórias de um bom sujeito
12.07.2009
Memórias de um bom sujeito
05.07.2009
Memórias de um bom sujeito
28.06.2009
Memórias de um bom sujeito
21.06.2009
Memórias de um bom sujeito
07.06.2009
Memórias de um bom sujeito
31.05.2009
Memórias de um bom sujeito
17.05.2009
Memórias de um bom sujeito
10.05.2009
Memórias de um bom sujeito
03.05.2009
Memórias de um bom sujeito
26.04.2009
Memórias de um bom sujeito
19.04.2009
Memórias de um bom sujeito
12.04.2009
Memórias de um bom sujeito
05.04.2009
Memórias de um bom sujeito
29.03.2009
Memórias de um bom sujeito
22.03.2009
Memórias de um bom sujeito
08.03.2009
Memórias de um bom sujeito
01.03.2009
Memórias de um bom sujeito
22.02.2009
Memórias de um bom sujeito
15.02.2009
Memórias de um bom sujeito
28.12.2008
Memórias de um bom sujeito
25.12.2008
Memórias de um bom sujeito
21.12.2008
Memórias de um bom sujeito
07.12.2008
Memórias de um bom sujeito
30.11.2008
Memórias de um bom sujeito
23.11.2008
Memórias de um bom sujeito


PADRE EDUARDO BELOTTI
Momento de Espiritualidade
WALTER POPPI
Trimestralidade. Não é somente isso
WALDEMAR ALLEGRETTI
Já passou da hora
COLUNISMO SOCIAL
Eventos e Personalidades
DOM ANUAR BATTISTI
Arquidiocese de Maringá
EM DEFESA DO CONSUMIDOR
Confira seus direitos
TIAGO VALENCIANO
Política e Sociedade
OSWALDO FREIRE
Capital Federal
FRANCISCO JOSÉ DE SOUZA
A Lógica do Espiritismo
TATTÁ CABRAL
Ensaio
HENRI JEAN VIANA
Francês Press
ROSE LEONEL
Notícia e Cia.
ORLANDO GONZALEZ
Dois Toques
CARMEM RIBEIRO
Colunista Social
JUAREZ FIRMINO
Balanço Geral
ADEMAR SCHIAVONE
Memórias de um bom sujeito
VERDELÍRIO BARBOSA
Fatos Políticos
Clicompre
Aroma Ingá
Agropecuária Hélio
Rima Seguros
MaringáMais
Click do Gato