Maringá, 23 de Outubro de 2018
GLOBAL BENEFÍCIOS Black Bull Steak House
 
Untitled Document
ADEMAR SCHIAVONE
Memórias de um bom sujeito
 

DEIXAR DE FUMAR, DE BEBER, DE COMER CARNE, DE PRATICAR BASTANTE SEXO, PODE FAZER VOCÊ MORRER MAIS TARDE, MAS JAMAIS VIVER MAIS!


MEMÓRIAS DE UM BOM SUJEITO
Na eleição municipal de 1960 quando João Paulino Vieira filho elegeu-se prefeito pela primeira vez, cinco dos vereadores foram reeleitos. Os outros dez foram novos.
A eleição de João Paulino foi sui-generis.  Paiçandu, Floresta e Ivatuba já eram municípios criados por lei estadual.  No entanto, por razões inexplicáveis, seus eleitores votaram na eleição de Maringá.  Essa votação deu a vitória a JP. Os votos só da cidade foram na maioria para Vanor Henriques. Concorreu ainda o combativo advogado Jorge Ferreira Duque Estrada, o mais brilhante intelectual da primeira câmara de vereadores.
O PSD partido do prefeito eleito elegeu a maioria: cinco vereadores.  Todos os candidatos novos.  Foram eles:  Kazumi Taguchi, o vereador com maior numero de mandatos até hoje, os advogados Arion Ribeiro de Campos e Mario Clapier Urbinati e os agricultores Olidio Augusto Barbosa e José Bendo.
O PDC reelegeu Alceu Hauare que era da UDN, o médico Ricardo Pleplis e o empresário Ermelindo Bolfer, que não assumiu o cargo que foi preenchido por Dirley Bernardi.
A UDN reelegeu Ulisses Bruder e Jorge Sato e o pioneiro aviador Carlos Bueno Neto.
O PST reelegeu Bonifácio Martins e o PR reelegeu Luiz Moreira de Carvalho.
O PTB elegeu Joaquim Ferreira Dias e o Partido da Vanguarda da Juventude fez o vereador mais votado daquela eleição: Carlos Alberto Borges.
Diga-se que foi a única vez em que os estudantes unidos elegeram um vereador, fazendo-o o mais votado.
Durante o mandato Arion Ribeiro de Campos faleceu e assumiu Sebastião Mariano dos Santos.
Mario Urbinati foi eleito, indiretamente, o primeiro vice-prefeito da historia da cidade e assumiu em seu lugar o médico Helenton Borba Cortes.
Bonifácio Martins no final do mandato, perseguido por ser taxado de comunista quando da revolução de 1964, sumiu do mapa e assumiu José Rodrigues dos Santos.
Nessa câmara Mario Urbinati – era uma espécie de José Sarney – não nas falcatruas, mas sim nas artimanhas – liderava sempre ao lado de Arion Ribeiro de Campos. Eram os mais brilhantes oradores. Falavam para a platéia. E para a cidade com a transmissão das sessões pelas emissoras de rádio.
Luiz Moreira de Carvalho era, ao lado de Jorge Sato e Ulisses Bruder, o ponto de equilíbrio da conduta dos nobres vereadores.
João Paulino nunca foi de paparicar ninguém.  Nem os vereadores.  Mesmo assim tinha maioria absoluta no legislativo.
A única voz discordante foi a de Helenton Borba Cortes, que mesmo sendo do seu partido, tinha prazer em fazer oposição.  E era contundente e extremamente mordaz em seus pronunciamentos.
Oposição mesmo, de verdade, continuava sendo feita por Bonifácio Martins. Ele era sempre contra tudo e contra todos.
Sua grande esperança era que Jango Goulart, quando assumiu a presidência da republica, implantasse as idéias esquerdistas vigentes no comunismo soviético.  Foi o único vereador a saudar alegremente a vitória de Fidel Castro na tomada do poder em Cuba.  Tomada que perdura até hoje mesmo depois de cinqüenta anos de ditadura e opressão.
Arion enquanto vereador manteve uma postura de independência em relação ao executivo.
Foi uma câmara bastante eficaz e coerente.


O POLÊMICO REQUIÃO
Não há nenhuma dúvida: Roberto Requião é um dos homens mais polêmicos do Brasil inteiro.  Sua carreira política sempre foi marcada pela fanfarronice. Elegeu-se governador pela primeira vez inventando a história do Ferreirinha e, com isso, massacrou seu adversário.
Já criou inúmeros casos e se impõe onde quer que vá pelo terror e temor que inspira a seus adversários.
Daqui a quinze dias deixa o governo para ser candidato a senador.
Antes de sair, no entanto, está atirando para todos os lados. 
Não importa em quem os tiros acertem.
Fez uma acusação gravíssima contra o ministro Paulo Bernardo. O objetivo é atingir sua mulher, Gleisi Hofmann, que pode ser candidata ao mesmo cargo.
Requião sai atirando contra o marido.  Atirar em mulher é covardia.  Até para um cara como ele.
Agora atira pesado contra os policiais militares que querem aumento de salário.  Ameaça prisão e demissão a todos os possíveis grevistas.
Tenho um amigo que é policial militar.  Para ele, se Requião demitir os irmãos, a mulher, os sobrinhos, os afilhados dos cargos em comissão que ocupam no seu governo, poderá com os salários deles, dar o aumento que pretendem sem onerar a folha de pagamento do estado.
É de se pensar no assunto.

COISA DE PUXA SACO
A conduta dos deputados fiéis ao governo Requião em querer dar a ele e, por conseqüência, a todos os futuros ex-governadores, proteção armada de quatro policiais militares pelo espaço de três anos após deixar o governo, é coisa de bajulador sem caráter.
E como tem puxa saco esse governo.
Ainda bem que o Requião não quer guarda costa armado.
Em não querendo dá o sinal para que a proposta seja arquivada. Tomara!

DOIS PESOS...
A manifestação desastrada do presidente Lula com respeito aos presos políticos de Cuba, foi estapafúrdia e fora de propósito. Além disso, uma contradição da sua posição no episodio Haiti/Zelaia.
Apoiou o governo deposto regularmente, deu a ele abrigo na embaixada brasileira, defendeu sua volta ao poder.
Agora defende o tirano Fidel Castro no episódio da morte de um preso político por fazer greve de fome.
Que coisa mais sem pé nem cabeça.

VAI DAR O QUE FALAR
A posição do vereador Evandro Junior em apresentar um projeto de lei acabando com a norma que proíbe a venda de bebida alcoólica no entorno da UEM vai dar o que falar.
Na verdade o vereador tem razão quando afirma que os jovens bebem nas ruas e se abastecem nos estabelecimentos longe da universidade.
A lei foi criada para dar guarida aos reclamos dos moradores da Zona Sete, que não mais suportavam a bagunça dos universitários.
Só que, a bagunça jamais terminou.
Mudou de lugar ou está em todo lugar.
A meninada bebe à vontade nas ruas e avenidas.  Fazem um barulho danado. Os carros com som altíssimo incomodam todas as pessoas que moram, principalmente, na zona central.
Nos finais de semana, um inferno verdadeiro.
O poder público é ineficiente para fiscalizar quem vende bebidas, quem faz barulho, quem desobedece a lei, quem liga seu som em volume altíssimo.
Como não tem competência para fiscalizar e fazer com que a lei seja respeitada, a revogação só vai beneficiar os estabelecimentos menores e que estão próximos às universidades.

CORRE-CORRE FINAL
Os partidos se apressam em conseguir preencher as vagas para a disputa eleitoral deste ano.
Os detentores de mandato e candidatos a reeleição fazem a maior força para que todas sejam preenchidas e os candidatos se tornem grandes cabos eleitorais deles.
Em mais duas semanas o quadro deve se definir.
Maringá vai ter muitos candidatos.  Alguns com muita possibilidade de eleição.  Outros só figurativos.
Vamos aguardar.

QUEM SENTE PENA DE SI MESMO É UM FRACASSADO E JAMAIS SERÁ UM VENCEDOR.  ACREDITAR EM SI MESMO É O SEGREDO DO SUCESSO PERMANENTE.

 
  
Os artigos, conceitos e opiniões pessoais são de inteira responsabilidade do autor.
14.02.2016
Memórias de um bom sujeito
10.02.2016
Memórias de um bom sujeito
31.01.2016
Memórias de um bom sujeito
24.01.2016
Memórias de um bom sujeito
07.12.2015
Memórias de um bom sujeito
29.11.2015
Memórias de um bom sujeito
23.11.2015
Memórias de um bom sujeito
15.11.2015
Memórias de um bom sujeito
08.11.2015
Memórias de um bom sujeito
01.11.2015
Memórias de um bom sujeito
26.10.2015
Memórias de um bom sujeito
17.10.2015
Memórias de um bom sujeito
12.10.2015
Memórias de um bom sujeito
05.10.2015
Memórias de um bom sujeito
28.09.2015
Memórias de um bom sujeito
21.09.2015
Memórias de um bom sujeito
13.09.2015
Memórias de um bom sujeito
08.09.2015
Memórias de um bom sujeito
23.08.2015
Memórias de um bom sujeito
31.05.2015
Memórias de um bom sujeito
24.05.2015
Memórias de um sujeito
10.05.2015
Memórias de um bom sujeito
03.05.2015
Memórias de um bom sujeito
18.04.2015
Memórias de um bom sujeito
12.04.2015
Memórias de um bom sujeito
30.03.2015
Memórias de um bom sujeito
30.03.2015
Memórias de um bom sujeito
22.03.2015
Memórias de um bom sujeito
15.03.2015
Memórias de um bom sujeito
08.03.2015
Memórias de um bom sujeito
01.03.2015
Memórias de um bom sujeito
12.01.2015
Memórias de um bom sujeito
03.01.2015
Memórias de um bom sujeito
21.12.2014
Memórias de um bom sujeito
14.12.2014
Memórias de um bom sujeito
07.12.2014
Memórias de um bom sujeito
30.11.2014
Memórias de um bom sujeito
23.11.2014
Memórias de um bom sujeito
16.11.2014
Memórias de um bom sujeito
09.11.2014
Memórias de um bom sujeito
02.11.2014
Memórias de um bom sujeito
19.10.2014
Memórias de um bom sujeito
14.10.2014
Memórias de um bom sujeito
05.10.2014
Memórias de um bom sujeito
29.09.2014
Memórias de um bom sujeito
14.09.2014
Memórias de um bom sujeito
07.09.2014
Memórias de um bom sujeito
31.08.2014
Memórias de um bom sujeito
26.08.2014
Memórias de um bom sujeito
17.08.2014
Memórias de um bom sujeito
11.08.2014
Memórias de um bom sujeito
03.08.2014
Memórias de um bom sujeito
20.07.2014
Memórias de um bom sujeito
12.07.2014
Memórias de um bom sujeito
06.07.2014
Memórias de um bom sujeito
30.06.2014
Memórias de um bom sujeito
22.06.2014
Memórias de um bom sujeito
17.06.2014
Memórias de um bom sujeito
10.06.2014
Memórias de um bom sujeito
01.06.2014
Memórias de um bom sujeito
25.05.2014
Memórias de um bom sujeito
14.05.2014
Memórias de um bom sujeito
04.05.2014
Memórias de um bom sujeito
27.04.2014
Memórias de um bom sujeito
20.04.2014
Memórias de um bom sujeito
13.04.2014
Memórias de um bom sujeito
06.04.2014
Memórias de um bom sujeito
30.03.2014
Memórias de um bom sujeito
25.03.2014
Memórias de um bom sujeito
20.03.2014
Memórias de um bom sujeito
17.02.2013
Memórias de um bom sujeito
30.12.2012
Memórias de um bom sujeito
18.11.2012
Memórias de um bom sujeito
11.11.2012
Memórias de um bom sujeito
06.11.2012
Memórias de um bom sujeito
28.10.2012
Memórias de um bom sujeito
23.10.2012
Memórias de um bom sujeito
14.10.2012
Memórias de um bom sujeito
30.09.2012
Memórias de um bom sujeito
25.09.2012
Memórias de um bom sujeito
16.09.2012
Memórias de um bom sujeito
09.09.2012
Memórias de um bom sujeito
02.09.2012
Memórias de um bom sujeito
26.08.2012
Memórias de um bom sujeito
19.08.2012
Memórias de um bom sujeito
12.08.2012
Memórias de um bom sujeito
06.08.2012
Memórias de um sujeito
29.07.2012
Memórias de um bom sujeito
22.07.2012
Memórias de um bom sujeito
15.07.2012
Memórias de um bom sujeito
08.07.2012
Memórias de um bom sujeito
01.07.2012
Memórias de um bom sujeito
24.06.2012
Memórias de um bom sujeito
17.06.2012
Memórias de um bom sujeito
03.06.2012
Memórias de um bom sujeito
26.05.2012
Memórias de um bom sujeito
29.04.2012
Memórias de um bom sujeito
22.04.2012
Memórias de um bom sujeito
24.03.2012
Memórias de um bom sujeito
18.03.2012
Memórias de um bom sujeito
13.03.2012
Memórias de um bom sujeito
04.03.2012
Memórias de um bom sujeito
25.12.2011
Memórias de um bom sujeito
14.12.2011
Memórias de um bom sujeito
13.11.2011
Memórias de um bom sujeito
05.11.2011
Memórias de um bom sujeito
01.11.2011
Memórias de um sujeito
18.10.2011
Memórias de um bom sujeito
11.10.2011
Memórias de um bom sujeito
25.09.2011
Memórias de um bom sujeito
03.09.2011
Memórias de um bom sujeito
20.08.2011
Memórias de um bom sujeito
06.08.2011
Memórias de um bom sujeito
01.08.2011
Memórias de um bom sujeito
24.07.2011
Memórias de um bom sujeito
16.07.2011
Memórias de um bom sujeito
12.07.2011
Memórias de um bom sujeito
02.07.2011
Memórias de um bom sujeito
19.06.2011
Memórias de um bom sujeito
12.06.2011
Memórias de um bom sujeito
04.06.2011
Memórias de um bom sujeito
28.05.2011
Memórias de um bom sujeito
03.04.2011
Memórias de um bom sujeito
27.03.2011
Memórias de um bom sujeito
20.03.2011
Memórias de um bom sujeito
13.03.2011
Memórias de um bom sujeito
06.03.2011
Memórias de um bom sujeito
20.02.2011
Memórias de um bom sujeito
13.02.2011
Memórias de um bom sujeito
06.02.2011
Memórias de um bom sujeito
04.01.2011
Memórias de um bom sujeito
12.12.2010
Memórias de um bom sujeito
05.12.2010
Memórias de um bom sujeito
28.11.2010
Memórias de um bom sujeito
21.11.2010
Memórias de um bom sujeito
14.11.2010
Memórias de um bom sujeito
07.11.2010
Memórias de um bom sujeito
31.10.2010
Memórias de um bom sujeito
24.10.2010
Memórias de um bom sujeito
17.10.2010
Memórias de um bom sujeito
10.10.2010
Memórias de um bom sujeito
03.10.2010
Memórias de um bom sujeito
19.09.2010
Memórias de um bom sujeito
12.09.2010
Memórias de um bom sujeito
29.08.2010
Memórias de um bom sujeito
15.08.2010
Memórias de um bom sujeito
08.08.2010
Memórias de um bom sujeito
25.07.2010
Memórias de um bom sujeito
18.07.2010
Memórias de um bom sujeito
11.07.2010
Memórias de um bom sujeito
04.07.2010
Memórias de um bom sujeito
27.06.2010
Memórias de um bom sujeito
20.06.2010
Memórias de um bom sujeito
13.06.2010
Memórias de um bom sujeito
06.06.2010
Memórias de um bom sujeito
30.05.2010
Memórias de um bom sujeito
23.05.2010
Memórias de um bom sujeito
16.05.2010
Memórias de um bom sujeito
09.05.2010
Memórias de um bom sujeito
25.04.2010
Memórias de um bom sujeito
18.04.2010
Memórias de um bom sujeito
11.04.2010
Memórias de um bom sujeito
04.04.2010
Memórias de um bom sujeito
28.03.2010
Memórias de um bom sujeito
21.03.2010
Memórias de um bom sujeito
07.03.2010
Memórias de um bom sujeito
27.02.2010
Memórias de um bom sujeito
21.02.2010
Memórias de um bom sujeito
16.02.2010
Memórias de um bom sujeito
14.02.2010
Memórias de um bom sujeito
20.12.2009
Memórias de um bom sujeito
13.12.2009
Memórias de um bom sujeito
06.12.2009
Memórias de um bom sujeito
29.11.2009
Memórias de um bom sujeito
22.11.2009
Memórias de um bom sujeito
15.11.2009
Memórias de um bom sujeito
08.11.2009
Memórias de um bom sujeito
18.10.2009
Memórias de um bom sujeito
11.10.2009
Memórias de um bom sujeito
04.10.2009
Memórias de um bom sujeito
06.09.2009
Memórias de um bom sujeito
30.08.2009
Memórias de um bom sujeito
23.08.2009
Memórias de um bom sujeito
15.08.2009
Memórias de um bom sujeito
09.08.2009
Memórias de um bom sujeito
02.08.2009
Memórias de um bom sujeito
26.07.2009
Memórias de um bom sujeito
12.07.2009
Memórias de um bom sujeito
05.07.2009
Memórias de um bom sujeito
28.06.2009
Memórias de um bom sujeito
21.06.2009
Memórias de um bom sujeito
07.06.2009
Memórias de um bom sujeito
31.05.2009
Memórias de um bom sujeito
17.05.2009
Memórias de um bom sujeito
10.05.2009
Memórias de um bom sujeito
03.05.2009
Memórias de um bom sujeito
26.04.2009
Memórias de um bom sujeito
19.04.2009
Memórias de um bom sujeito
12.04.2009
Memórias de um bom sujeito
05.04.2009
Memórias de um bom sujeito
29.03.2009
Memórias de um bom sujeito
22.03.2009
Memórias de um bom sujeito
08.03.2009
Memórias de um bom sujeito
01.03.2009
Memórias de um bom sujeito
22.02.2009
Memórias de um bom sujeito
15.02.2009
Memórias de um bom sujeito
28.12.2008
Memórias de um bom sujeito
25.12.2008
Memórias de um bom sujeito
21.12.2008
Memórias de um bom sujeito
07.12.2008
Memórias de um bom sujeito
30.11.2008
Memórias de um bom sujeito
23.11.2008
Memórias de um bom sujeito


PADRE EDUARDO BELOTTI
Momento de Espiritualidade
WALTER POPPI
Trimestralidade. Não é somente isso
WALDEMAR ALLEGRETTI
Já passou da hora
COLUNISMO SOCIAL
Eventos e Personalidades
DOM ANUAR BATTISTI
Arquidiocese de Maringá
EM DEFESA DO CONSUMIDOR
Confira seus direitos
TIAGO VALENCIANO
Política e Sociedade
OSWALDO FREIRE
Capital Federal
FRANCISCO JOSÉ DE SOUZA
A Lógica do Espiritismo
TATTÁ CABRAL
Ensaio
HENRI JEAN VIANA
Francês Press
ROSE LEONEL
Notícia e Cia.
ORLANDO GONZALEZ
Dois Toques
CARMEM RIBEIRO
Colunista Social
JUAREZ FIRMINO
Balanço Geral
ADEMAR SCHIAVONE
Memórias de um bom sujeito
VERDELÍRIO BARBOSA
Fatos Políticos
Clicompre
Aroma Ingá
Agropecuária Hélio
Rima Seguros
MaringáMais
Click do Gato