Maringá, 24 de Setembro de 2018
GLOBAL BENEFÍCIOS Black Bull Steak House
 
Untitled Document
ADEMAR SCHIAVONE
Memórias de um bom sujeito
 

TODA AÇÃO TEM SEU PRAZER E SEU PREÇO!


MEMORIAS DE UM BOM SUJEITO

Sempre fui um apaixonado por futebol.  Desde criança acompanho o futebol brasileiro e mundial.  Lembro com alguns detalhes da copa de 1950 – eu só tinha onze anos – quando o Brasil perdeu a final para o Uruguai, num jogo em que todos sabiam ganho por antecipação.
Mas, no futebol, não tem jogo ganho antes do apito final.
Vamos ao que senti ao longo destes anos da participação do nosso time nos mundiais.
Os mundiais de 34 e 38 só li no pouco do que se publicou.
Itália e Uruguai foram os vencedores.
Em após a guerra mundial, o Brasil sediou os jogos da copa de 1950.
Tínhamos um grande time que jogava bonito e dava espetáculo.
Foram vitórias e goleadas seguidas.
O time era muito bom, embora houvesse uma predominância de atletas cariocas nem sempre melhores que os paulistas.
Barbosa, Augusto e Juvenal.  Bauer, Danilo e Bigode.  Friaça, Zizinho, Ademir, Jair e Chico, o time brasileiro.
Craques em todas as posições.
Com o Maracanã superlotado fomos para a final.
De salto alto ao invés de chuteiras todos, inclusive os jogadores, acreditavam no titulo por antecipação.
Foi a maior frustração da história do futebol brasileiro.
Em 1954 fomos disputar na Suíça.
Seleção renovada que ficou nas oitavas de final sem a decepção anterior.
Veio a primeira conquista, o titulo de 1958 na Suécia.
Um super time que foi modificado após o terceiro jogo e deu certo.
Começamos com: Gilmar, De Sordi, Belini, Orlando e Nilton Santos. Dino e Didi. Joel, Mazola, Dida e Zagalo.
No quarto jogo, entrou Zito no lugar de Dino Sani, Garrincha no de Joel, Vavá no de Mazola e Pelé no de Dida.
A partir daquele dois a zero na Rússia, foi uma sucessão de vitórias e, um menino de só dezessete anos encantava o mundo. Continua ainda.
No ultimo jogo contra a Suécia, Djalma Santos entrou no lugar de De Sordi.
Foi o nosso primeiro titulo.
Em 1962 com  o mesmo time da final, fomos para o campeonato no Chile.
Mesmo com a contusão gravíssima de Pelé no segundo jogo, o Brasil foi imbatível.  Amarildo entrou no lugar do Negão e Garrincha assumiu a condição de líder no ataque. Veio o bicampeonato.
Gilmar, Djalma Santos, Mauro, Zózimo e Nilton Santos.  Zito e Didi. Garrincha, Vavá, Pelé (Amarildo) e Zagalo, o time principal.
Em 1966 na Inglaterra, uma sucessão de erros, por vaidade e por excesso de bairrismo, a seleção naufragou e foi eliminada por Portugal que revelou para o mundo o africano Euzébio, um craque fora de série.
Veio a copa de 70 no México.
A conquista da vaga nas eliminatórias foi dramática e só aconteceu graças ao jornalista João Saldanha que assumiu o comando da seleção e, graças a ele, nasceram as feras do Saldanha.
Mesmo classificado, o time perdeu o treinador que era um brilhante jornalista, mas egocêntrico, acabou por sair antes da hora.
Zagalo assumiu o comando, modificou poucas peças e a seleção encantou o mundo ganhando todos os jogos e conquistando o tri.
Felix, Carlos Alberto, Brito, Piazza e Marco Antonio.  Clodoaldo, Gerson e Rivelino.  Jairzinho, Tostão e Pelé, o time principal.
Esse foi o melhor time montado pelo Brasil e que se sagrou campeão.
Em 1974 as vaidades superaram as verdades e o Brasil fracassou.
Em 1978 com Claudio Coutinho como treinador o Brasil venceu todos os jogos e foi eliminado no saldo de gols pela campeã, a Argentina, que ganhou um jogo do Chile estranhamente por seis a zero.
Em 1982 e em 1986 Telê Santana – para mim  o melhor treinador de futebol que o país já teve – montou super times. Em ambos, com o que tínhamos de melhor, fomos eliminados pela Itália e pela França.
Realmente uma pena.  Os times eram ótimos e jogavam o fino da bola.
Em 1990 um fracasso redundante. O Brasil de Lazaroni – técnico escolhido por razões políticas – fracassou.
Finalmente, depois de vinte e quatro anos, veio o titulo conquistado no campeonato disputado nos Estados Unidos.
Carlos Alberto Parreira, o mais culto dos treinadores brasileiros, montou um time com poucos craques – Zinho, Romário e nada mais -  e ganhou o tetra.  Uma conquista de um futebol feio, mas eficiente.
Dunga era o capitão da equipe, que tinha Tafarel, Jorginho, Mazinho, Cesar Sampaio,  Bebeto, Branco, Marcio Santos,  Leonardo, Ray e os craques  Zinho e Romário.
Mesmo jogando feijão-com-arroz, mas fieis ao esquema defensivo, ganhamos.
Em 1998 sob o comando do Zagalo, o time brasileiro acabou eliminado na semifinal.
Foi aquela celebre partida em que Ronaldo o nosso maior ídolo, teria amarelado.
Na verdade ninguém sabe até hoje o que houve.  De certo mesmo é que ele não jogou nada e o time dependente dos seus gols, fracassou na semifinal.
Veio o campeonato de 2002.
A classificação só aconteceu na última partida das eliminatórias.
Credita-se essa classificação a Luiz Felipe Scolari que assumiu o comando nos últimos jogos.
A seleção foi para a Coréia/Japão bastante desacreditada.
A imprensa fazia pressão para a convocação de Romário, que não veio.
A família Scolari foi, jogou e venceu, conquistando o pentacampeonato.
Marcos, Cafu, Lucio, Roque Junior e Roberto Carlos. Edmilson,  Gilberto Silva, Cleberson e.  Ronaldinho Gaucho, Ronaldo e Rivaldo, o time base.
Scolari formou mesmo uma família.  Todos os jogadores convocados e que foram ao mundial, entraram durante as partidas.  Somente o goleiro Marcos não foi substituído uma única vez.
Como em 1970 o Brasil ganhou todos os jogos que disputou.
A copa de 2006 foi um novo fracasso.  De novo fomos eliminados pela França num jogo em que éramos os favoritos.
Agora o técnico Dunga – um homem determinado e que sabe o que quer – comanda a nossa seleção em busca do hexa.
Pessoalmente tenho algumas reservas quanto aos convocados.
Afinal, somos cento e noventa milhões de técnicos. Eu também.
Todos têm a pretensão de saber a quem escalar.
Paulo Henrique Ganso, Neymar, Hermanes, para não falar de outros que jogam no Brasil, são nomes que deveriam compor a nossa seleção.
De qualquer forma, o Brasil é sempre favorito.
Se ninguém exporta mais jogadores para todo o mundo, se os melhores times do mundo têm brasileiros, é sinal de que somos superiores a todos os outros.
Vamos torcer juntos.
A nossa festa começa na terça-feira.

SABEDORIA

A descoberta de todos os séculos foi o homem saber que pode mudar quando desejar;

DEFINIÇÃO

Ainda não foi nesta semana que se definiu o quadro sucessório estadual.
De uma coisa estamos cientes: Beto Richa, cada vez mais forte, vai enfrentar Orlando Pessuti, que, de mero participante passaria a ser adversário de respeito e, o nosso Ricardo Barros – o mais jeitoso e influente político do Paraná no momento – vai ser senador da republica.
A sua condição de candidato de Beto lhe dá a certeza de que está no caminho certo.  Se Osmar Dias confirmar a desistência de concorrer ao governo e ser  candidato a reeleição, ajuda ainda mais a posição do Ricardo.
Ele sabe jogar e sabe se posicionar.


SABEDORIA II

Se você se conhece e conhece a seu adversário, em cem batalhas vencerá todas.
Se você se conhece e não conhece a seu adversário vencerá a metade.
Mas, se você não se conhece, perderá todas.


MARINA DA SILVA

A candidata do PV à presidência da república está no auge.
Ganha manchetes nos jornais, capas de revistas, destaque nos noticiários de TV.
A senadora que como ministra do meio ambiente foi combativa e polemica, faz a sua parte para tentar viabilizar a sua chegada ao poder maior.
Agora uma coisa, pense bem: nem o Fernando Collor que chegou ao poder graças a ineficiência dos outros conseguiu manter-se no poder sem a ajuda dos demais meios de política, como é que uma senadora do Acre pode conseguir?
É difícil. E ela sabe disso.
No entanto, como nem Dilma nem Serra empolgam a platéia, pode fazer uma figura bonita na eleição com uma votação expressiva.
Está mesmo faltando um líder capaz de empolgar o eleitorado brasileiro.
Dilma não tem carisma e é uma teleguiada do Lula.  Sua única qualidade é ser subserviente ao presidente, que tem a popularidade cada vez mais em alta.  Sua única chance também é essa.  Conquistar os eleitores do Lula.
Serra com uma excelente posição em São Paulo deveria estar em posição superior no conceito do eleitorado.
Pode até dar zebra na eleição desse ano.
É só um desses nanicos – como a Marina – emplacar uma mensagem capaz de mexer com a gente brasileira.  Gente, aliás, ávida para ter um líder capaz de empolgar. Mesmo mentindo.
Isso aconteceu recentemente com Collor e com Lula.
Vamos aguardar até o fim do mês para que o quadro seja definido.


UM GUERREIRO AGE, UM TOLO REAGE!

 
  
Os artigos, conceitos e opiniões pessoais são de inteira responsabilidade do autor.
14.02.2016
Memórias de um bom sujeito
10.02.2016
Memórias de um bom sujeito
31.01.2016
Memórias de um bom sujeito
24.01.2016
Memórias de um bom sujeito
07.12.2015
Memórias de um bom sujeito
29.11.2015
Memórias de um bom sujeito
23.11.2015
Memórias de um bom sujeito
15.11.2015
Memórias de um bom sujeito
08.11.2015
Memórias de um bom sujeito
01.11.2015
Memórias de um bom sujeito
26.10.2015
Memórias de um bom sujeito
17.10.2015
Memórias de um bom sujeito
12.10.2015
Memórias de um bom sujeito
05.10.2015
Memórias de um bom sujeito
28.09.2015
Memórias de um bom sujeito
21.09.2015
Memórias de um bom sujeito
13.09.2015
Memórias de um bom sujeito
08.09.2015
Memórias de um bom sujeito
23.08.2015
Memórias de um bom sujeito
31.05.2015
Memórias de um bom sujeito
24.05.2015
Memórias de um sujeito
10.05.2015
Memórias de um bom sujeito
03.05.2015
Memórias de um bom sujeito
18.04.2015
Memórias de um bom sujeito
12.04.2015
Memórias de um bom sujeito
30.03.2015
Memórias de um bom sujeito
30.03.2015
Memórias de um bom sujeito
22.03.2015
Memórias de um bom sujeito
15.03.2015
Memórias de um bom sujeito
08.03.2015
Memórias de um bom sujeito
01.03.2015
Memórias de um bom sujeito
12.01.2015
Memórias de um bom sujeito
03.01.2015
Memórias de um bom sujeito
21.12.2014
Memórias de um bom sujeito
14.12.2014
Memórias de um bom sujeito
07.12.2014
Memórias de um bom sujeito
30.11.2014
Memórias de um bom sujeito
23.11.2014
Memórias de um bom sujeito
16.11.2014
Memórias de um bom sujeito
09.11.2014
Memórias de um bom sujeito
02.11.2014
Memórias de um bom sujeito
19.10.2014
Memórias de um bom sujeito
14.10.2014
Memórias de um bom sujeito
05.10.2014
Memórias de um bom sujeito
29.09.2014
Memórias de um bom sujeito
14.09.2014
Memórias de um bom sujeito
07.09.2014
Memórias de um bom sujeito
31.08.2014
Memórias de um bom sujeito
26.08.2014
Memórias de um bom sujeito
17.08.2014
Memórias de um bom sujeito
11.08.2014
Memórias de um bom sujeito
03.08.2014
Memórias de um bom sujeito
20.07.2014
Memórias de um bom sujeito
12.07.2014
Memórias de um bom sujeito
06.07.2014
Memórias de um bom sujeito
30.06.2014
Memórias de um bom sujeito
22.06.2014
Memórias de um bom sujeito
17.06.2014
Memórias de um bom sujeito
10.06.2014
Memórias de um bom sujeito
01.06.2014
Memórias de um bom sujeito
25.05.2014
Memórias de um bom sujeito
14.05.2014
Memórias de um bom sujeito
04.05.2014
Memórias de um bom sujeito
27.04.2014
Memórias de um bom sujeito
20.04.2014
Memórias de um bom sujeito
13.04.2014
Memórias de um bom sujeito
06.04.2014
Memórias de um bom sujeito
30.03.2014
Memórias de um bom sujeito
25.03.2014
Memórias de um bom sujeito
20.03.2014
Memórias de um bom sujeito
17.02.2013
Memórias de um bom sujeito
30.12.2012
Memórias de um bom sujeito
18.11.2012
Memórias de um bom sujeito
11.11.2012
Memórias de um bom sujeito
06.11.2012
Memórias de um bom sujeito
28.10.2012
Memórias de um bom sujeito
23.10.2012
Memórias de um bom sujeito
14.10.2012
Memórias de um bom sujeito
30.09.2012
Memórias de um bom sujeito
25.09.2012
Memórias de um bom sujeito
16.09.2012
Memórias de um bom sujeito
09.09.2012
Memórias de um bom sujeito
02.09.2012
Memórias de um bom sujeito
26.08.2012
Memórias de um bom sujeito
19.08.2012
Memórias de um bom sujeito
12.08.2012
Memórias de um bom sujeito
06.08.2012
Memórias de um sujeito
29.07.2012
Memórias de um bom sujeito
22.07.2012
Memórias de um bom sujeito
15.07.2012
Memórias de um bom sujeito
08.07.2012
Memórias de um bom sujeito
01.07.2012
Memórias de um bom sujeito
24.06.2012
Memórias de um bom sujeito
17.06.2012
Memórias de um bom sujeito
03.06.2012
Memórias de um bom sujeito
26.05.2012
Memórias de um bom sujeito
29.04.2012
Memórias de um bom sujeito
22.04.2012
Memórias de um bom sujeito
24.03.2012
Memórias de um bom sujeito
18.03.2012
Memórias de um bom sujeito
13.03.2012
Memórias de um bom sujeito
04.03.2012
Memórias de um bom sujeito
25.12.2011
Memórias de um bom sujeito
14.12.2011
Memórias de um bom sujeito
13.11.2011
Memórias de um bom sujeito
05.11.2011
Memórias de um bom sujeito
01.11.2011
Memórias de um sujeito
18.10.2011
Memórias de um bom sujeito
11.10.2011
Memórias de um bom sujeito
25.09.2011
Memórias de um bom sujeito
03.09.2011
Memórias de um bom sujeito
20.08.2011
Memórias de um bom sujeito
06.08.2011
Memórias de um bom sujeito
01.08.2011
Memórias de um bom sujeito
24.07.2011
Memórias de um bom sujeito
16.07.2011
Memórias de um bom sujeito
12.07.2011
Memórias de um bom sujeito
02.07.2011
Memórias de um bom sujeito
19.06.2011
Memórias de um bom sujeito
12.06.2011
Memórias de um bom sujeito
04.06.2011
Memórias de um bom sujeito
28.05.2011
Memórias de um bom sujeito
03.04.2011
Memórias de um bom sujeito
27.03.2011
Memórias de um bom sujeito
20.03.2011
Memórias de um bom sujeito
13.03.2011
Memórias de um bom sujeito
06.03.2011
Memórias de um bom sujeito
20.02.2011
Memórias de um bom sujeito
13.02.2011
Memórias de um bom sujeito
06.02.2011
Memórias de um bom sujeito
04.01.2011
Memórias de um bom sujeito
12.12.2010
Memórias de um bom sujeito
05.12.2010
Memórias de um bom sujeito
28.11.2010
Memórias de um bom sujeito
21.11.2010
Memórias de um bom sujeito
14.11.2010
Memórias de um bom sujeito
07.11.2010
Memórias de um bom sujeito
31.10.2010
Memórias de um bom sujeito
24.10.2010
Memórias de um bom sujeito
17.10.2010
Memórias de um bom sujeito
10.10.2010
Memórias de um bom sujeito
03.10.2010
Memórias de um bom sujeito
19.09.2010
Memórias de um bom sujeito
12.09.2010
Memórias de um bom sujeito
29.08.2010
Memórias de um bom sujeito
15.08.2010
Memórias de um bom sujeito
08.08.2010
Memórias de um bom sujeito
25.07.2010
Memórias de um bom sujeito
18.07.2010
Memórias de um bom sujeito
11.07.2010
Memórias de um bom sujeito
04.07.2010
Memórias de um bom sujeito
27.06.2010
Memórias de um bom sujeito
20.06.2010
Memórias de um bom sujeito
06.06.2010
Memórias de um bom sujeito
30.05.2010
Memórias de um bom sujeito
23.05.2010
Memórias de um bom sujeito
16.05.2010
Memórias de um bom sujeito
09.05.2010
Memórias de um bom sujeito
25.04.2010
Memórias de um bom sujeito
18.04.2010
Memórias de um bom sujeito
11.04.2010
Memórias de um bom sujeito
04.04.2010
Memórias de um bom sujeito
28.03.2010
Memórias de um bom sujeito
21.03.2010
Memórias de um bom sujeito
14.03.2010
Memórias de um bom sujeito
07.03.2010
Memórias de um bom sujeito
27.02.2010
Memórias de um bom sujeito
21.02.2010
Memórias de um bom sujeito
16.02.2010
Memórias de um bom sujeito
14.02.2010
Memórias de um bom sujeito
20.12.2009
Memórias de um bom sujeito
13.12.2009
Memórias de um bom sujeito
06.12.2009
Memórias de um bom sujeito
29.11.2009
Memórias de um bom sujeito
22.11.2009
Memórias de um bom sujeito
15.11.2009
Memórias de um bom sujeito
08.11.2009
Memórias de um bom sujeito
18.10.2009
Memórias de um bom sujeito
11.10.2009
Memórias de um bom sujeito
04.10.2009
Memórias de um bom sujeito
06.09.2009
Memórias de um bom sujeito
30.08.2009
Memórias de um bom sujeito
23.08.2009
Memórias de um bom sujeito
15.08.2009
Memórias de um bom sujeito
09.08.2009
Memórias de um bom sujeito
02.08.2009
Memórias de um bom sujeito
26.07.2009
Memórias de um bom sujeito
12.07.2009
Memórias de um bom sujeito
05.07.2009
Memórias de um bom sujeito
28.06.2009
Memórias de um bom sujeito
21.06.2009
Memórias de um bom sujeito
07.06.2009
Memórias de um bom sujeito
31.05.2009
Memórias de um bom sujeito
17.05.2009
Memórias de um bom sujeito
10.05.2009
Memórias de um bom sujeito
03.05.2009
Memórias de um bom sujeito
26.04.2009
Memórias de um bom sujeito
19.04.2009
Memórias de um bom sujeito
12.04.2009
Memórias de um bom sujeito
05.04.2009
Memórias de um bom sujeito
29.03.2009
Memórias de um bom sujeito
22.03.2009
Memórias de um bom sujeito
08.03.2009
Memórias de um bom sujeito
01.03.2009
Memórias de um bom sujeito
22.02.2009
Memórias de um bom sujeito
15.02.2009
Memórias de um bom sujeito
28.12.2008
Memórias de um bom sujeito
25.12.2008
Memórias de um bom sujeito
21.12.2008
Memórias de um bom sujeito
07.12.2008
Memórias de um bom sujeito
30.11.2008
Memórias de um bom sujeito
23.11.2008
Memórias de um bom sujeito


PADRE EDUARDO BELOTTI
Momento de Espiritualidade
WALTER POPPI
Trimestralidade. Não é somente isso
WALDEMAR ALLEGRETTI
Já passou da hora
COLUNISMO SOCIAL
Eventos e Personalidades
DOM ANUAR BATTISTI
Arquidiocese de Maringá
EM DEFESA DO CONSUMIDOR
Confira seus direitos
TIAGO VALENCIANO
Política e Sociedade
OSWALDO FREIRE
Capital Federal
FRANCISCO JOSÉ DE SOUZA
A Lógica do Espiritismo
TATTÁ CABRAL
Ensaio
HENRI JEAN VIANA
Francês Press
ROSE LEONEL
Notícia e Cia.
ORLANDO GONZALEZ
Dois Toques
CARMEM RIBEIRO
Colunista Social
JUAREZ FIRMINO
Balanço Geral
ADEMAR SCHIAVONE
Memórias de um bom sujeito
VERDELÍRIO BARBOSA
Fatos Políticos
Clicompre
Aroma Ingá
Agropecuária Hélio
Rima Seguros
MaringáMais
Click do Gato