Maringá, 25 de Junho de 2018
GLOBAL BENEFÍCIOS Black Bull Steak House
 
Untitled Document
ADEMAR SCHIAVONE
Memórias de um bom sujeito
 

A AMIZADE É COMO O SOL, ÀS VEZES SE ESCONDE, MAS NUNCA SE APAGA.

MEMORIAS DE UM BOM SUJEITO
A gente se conheceu nos tempos de criança.

Estudamos na mesma classe em  parte do primário e no ginásio.

Ele era um sujeito diferente.

Grande de estatura, cabelo escovinha, alegre e brincalhão.

Morava lá no sítio do pai, que mais tarde se transformaria na primeira pedreira da cidade.

Morava tão longe da escola que para ela vinha sempre montado num cavalo enquanto que nós outros ou vínhamos a pé ou – os mais abastados – de bicicleta.

No Ginásio Gastão Vidigal – funcionava onde é hoje o Instituto de Educação – semi construído passamos parte da nossa juventude.

Tempos bons e alegres aqueles.

Quando terminamos o curso primário – da primeira a quarta serie – Carlos Alberto Borges, a exemplo de uma quantidade enorme de alunos, não pode, por falta de condição financeira, estudar fora da cidade como fizeram alguns.

Assim, quando  em 1953 o ginásio municipal foi instalado, uma grande parte dos alunos era de idade mais avançada que a maioria.

Enquanto a maioria jogava futebol no campo de terra dura que ali existia, ele com outros mais altos, como o Ubaldo, o Paulo Rubens, jogava basquete. Tornou-se um bom jogador a ponto de figurar na seleção de Maringá que venceu em meados da década de 50, os jogos abertos do interior, em Piracicaba, estado de São Paulo.

O Borges sempre foi diferente.

Um dia inventou de constituir uma entidade que representasse os estudantes.

Nasceu a UMES – União Maringaense de Estudantes Secundários – e ele foi seu primeiro presidente.

O objetivo principal era convencer os gerentes de cinema de que estudante tinha direito a pagar meio ingresso.

Foi uma luta que deu certo.

Depois inventou de construir a sede da UMES.

Com a ajuda indispensável do Alfredo Niefeller, conseguimos a doação de um terreno na Avenida Cerro Azul e, graças ao empenho diuturno do Borges, a sede foi construída.

Durante nossa permanência no Gastão Vidigal, aprendemos a dançar com as professoras Idalina e Nadir Allegretti e algumas alunas que já sabiam bem.

Modéstia às favas, o Borges, o Amâncio José Rodrigues e eu, nos tornamos nos melhores e mais disputados dançarinos da época.  Fazíamos sucesso nos bailes e brincadeiras dançantes do Aero Clube,  Grêmio dos Comerciários, no Grande Hotel e nos arraias e terreiros de café de sítios e fazendas vizinhas.

Por dançar bem, sempre éramos convidados prá tudo.

Em 1960 o Borges resolveu entrar na política.

Fundamos um partido: o Partido da Juventude e fizemos aliança com o PR.

Uma campanha cheia de entusiasmo, comandada pelos próprios fundadores do PJ.

Um sucesso: Carlos Alberto Borges foi o vereador mais votado naquela eleição.

Depois de tentar a reeleição e ficar na primeira suplência, desistiu de ser candidato novamente, embora, tenha assumido como primeiro suplente.

Ficou alguns anos sem participar de partidos, embora que, jamais deixasse de interferir na política local.

Quando da fundação do PDS ingressou nele e acabou assumindo a presidência do partido, sendo decisivo na indicação do meu nome para candidato do partido na eleição de 1988. Nunca deixou o PDS acompanhando as mudanças de siglas que se seguiram.

Durante muitos anos fizemos parte de um pequeno grupo que jogava cartas – tranca e canastra – em todos os sábados.  Do grupo fazia parte permanente o Antonio Facci, o Borges e eu. O quarto era o Landgraff, o José Pupim, o Walber, o Vermelho, o Allegretti.  O que estivesse disponível.

Ele gostava de ganhar e, muito mandão, ditava as regras de acordo com suas conveniências.  Mas, nunca brigamos.  Ao contrario, vivemos muitas horas alegres e felizes de convivência amiga e fraterna.

Brincalhão ao extremo uma vez tentou criar sacis lá no seu sitio.

Brincadeira, claro.  Mas, muitos acreditavam na historia.

O Facci ficava fulo da vida com a brincadeira.  Achava que com coisas do outro mundo não se brinca.

Como se saci existisse mesmo.

Carlos Alberto Borges foi um companheiro alegre, com excelente humor e ótima companhia para se conviver. Um excelente pai e um marido fiel e respeitoso.

Amava demais a Ana, sua mulher, desde os nossos tempos de juventude.

Seu filho Carlos Domingos – o CD – está à frente dos negócios da família, com grande sucesso e, isso, era motivo de orgulho para o Carlos.  Ele não se cansava de elogiar a conduta e a firmeza comercial do filho que recebeu o nome dos dois avôs: Carlos Borges e Domingos Salgueiro, mas que acabou virando só o CD.

Carlos Alberto Borges morreu nesta semana.

Deixa para todos nós que tivemos o privilegio de com ele conviver, a certeza de que ele é parte da historia da nossa cidade.

Um bom sujeito que sempre será lembrado por aqueles que com ele conviveram.

Um nome de respeito na historia da cidade.

DOM QUIXOTE...

Ciro Gomes o deputado federal do Ceará não tem papas na língua.

Em entrevista a emissora de TV do seu estado, afirmou que o PMDB é uma quadrilha e que Michel Temer, presidente do partido, é o chefe da gang.

E mais: a união PT/PMDB é uma super quadrilha arranjada para assaltar ainda mais os cofres públicos.

Depois disse que não há comparação: Serra é muito melhor que Dilma. Mais competente e mais capacitado intelectual e politicamente para governar o país.

Que o Montenegro, diretor do IBOPE, vende até a mãe dele quando mais pesquisas de opinião.

Ciro Gomes queria ser o candidato apoiado pelo Lula.

Depois em  uma entrevista no SBT reafirmou as declarações de julho.

Ele que sempre foi aliado do Lula passou a ser de extrema importância para a campanha do Serra.

E quem tem duas caras?

O Ciro assumiu a coordenação da campanha da Dilma depois do inesperado resultado do primeiro turno.  Virou tabua de salvação para a mesma quadrilha que ele denunciou.

As pessoas não podem mudar de rumo assim sem mais nem menos.

O eleitor não acredita.

APROPRIAÇÃO INDEBITA

O governo de Lula, que fez muita coisa boa para o país, sem duvida, foi uma seqüência das coisas boas que aconteceram antes no governo Itamar e FHC.

Isso qualquer pessoa bem informada sabe.

Agora que o Lula se apropriou indebitamente das coisas boas instaladas no governo anterior, isso não há duvida.

Foi Itamar Franco e  Fernando Henrique que acabaram com a inflação, a mais estapafúrdia do mundo e que se implantou no país com Sarney e Collor. E o PT era contra o plano real.

Foi com FHC que se implantou as ajudas financeiras às famílias de baixa renda, com o bolsa-escola, bolsa-gás, bolsa merenda, etc.  Lula juntou todas em uma só: o bolsa família e se arvora em pai da igualdade social.

Foi Serra no governo FHC que possibilitou a quebra das patentes que permitiram a fabricação dos genéricos, o maior programa de fabricação de remédios a custo muito mais baixo do mundo.

Foi FHC quem possibilitou com sua política fiscal e financeira o acumulo de dólares na cota corrente internacional.

Lula se apropriou indebitamente disso tudo e até do financiamento da casa própria que sempre foi feito pela Caixa.

Não pagou pela apropriação e ainda se arvora em intocável.

Uma pena.  Deveria ser o juiz do jogo.  Agir como presidente de todos os brasileiros e não só dos aliados do PT.

CORRUPÇÃO

O mar de lama instalado na Casa Civil da presidência da republica no governo Lula, é de assustar até o mais insólito dos mafiosos.

Nunca se viu tanta corrupção, tanto favorecimento a parentes e amigos.

Primeiro com Zé Dirceu, depois com Dilma e agora com a Erenice.

Isso nas barbas do presidente.  Na mesa ao lado da sua. E ele não sabia de nada.

APOIOS DECISIVOS

Diga-me com quem andas e direi quem és  - o ditado é antigo, mas serve e muito bem para a atual fase da campanha eleitoral.

Quem está ao lado de Dilma?

Sarney, Renan, Collor, Maluf, Genoino, Valdomiro Dinis, Erenice, João Paulo para citar só os mais conhecidos.

Quem está ao lado de Serra?

Aécio Neves, Itamar, Beto Richa, Colombo, Ciro, Joelmir Beting, o Estadão, a Folha de São Paulo, a igreja católica, a maioria das igrejas evangélicas.

Só isso basta para se possa tomar uma posição adulta no dias 31.

VITORIA DE SERRA

Não tenho nenhuma duvida: José Serra será o presidente do Brasil.

Vai ganhar as eleições do dia 31.

A massa de apoio que recebe é fundamental para isso.

O AMOR VERDADEIRO É O PRIMEIRO A AMAR!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 
  
Os artigos, conceitos e opiniões pessoais são de inteira responsabilidade do autor.
14.02.2016
Memórias de um bom sujeito
10.02.2016
Memórias de um bom sujeito
31.01.2016
Memórias de um bom sujeito
24.01.2016
Memórias de um bom sujeito
07.12.2015
Memórias de um bom sujeito
29.11.2015
Memórias de um bom sujeito
23.11.2015
Memórias de um bom sujeito
15.11.2015
Memórias de um bom sujeito
08.11.2015
Memórias de um bom sujeito
01.11.2015
Memórias de um bom sujeito
26.10.2015
Memórias de um bom sujeito
17.10.2015
Memórias de um bom sujeito
12.10.2015
Memórias de um bom sujeito
05.10.2015
Memórias de um bom sujeito
28.09.2015
Memórias de um bom sujeito
21.09.2015
Memórias de um bom sujeito
13.09.2015
Memórias de um bom sujeito
08.09.2015
Memórias de um bom sujeito
23.08.2015
Memórias de um bom sujeito
31.05.2015
Memórias de um bom sujeito
24.05.2015
Memórias de um sujeito
10.05.2015
Memórias de um bom sujeito
03.05.2015
Memórias de um bom sujeito
18.04.2015
Memórias de um bom sujeito
12.04.2015
Memórias de um bom sujeito
30.03.2015
Memórias de um bom sujeito
30.03.2015
Memórias de um bom sujeito
22.03.2015
Memórias de um bom sujeito
15.03.2015
Memórias de um bom sujeito
08.03.2015
Memórias de um bom sujeito
01.03.2015
Memórias de um bom sujeito
12.01.2015
Memórias de um bom sujeito
03.01.2015
Memórias de um bom sujeito
21.12.2014
Memórias de um bom sujeito
14.12.2014
Memórias de um bom sujeito
07.12.2014
Memórias de um bom sujeito
30.11.2014
Memórias de um bom sujeito
23.11.2014
Memórias de um bom sujeito
16.11.2014
Memórias de um bom sujeito
09.11.2014
Memórias de um bom sujeito
02.11.2014
Memórias de um bom sujeito
19.10.2014
Memórias de um bom sujeito
14.10.2014
Memórias de um bom sujeito
05.10.2014
Memórias de um bom sujeito
29.09.2014
Memórias de um bom sujeito
14.09.2014
Memórias de um bom sujeito
07.09.2014
Memórias de um bom sujeito
31.08.2014
Memórias de um bom sujeito
26.08.2014
Memórias de um bom sujeito
17.08.2014
Memórias de um bom sujeito
11.08.2014
Memórias de um bom sujeito
03.08.2014
Memórias de um bom sujeito
20.07.2014
Memórias de um bom sujeito
12.07.2014
Memórias de um bom sujeito
06.07.2014
Memórias de um bom sujeito
30.06.2014
Memórias de um bom sujeito
22.06.2014
Memórias de um bom sujeito
17.06.2014
Memórias de um bom sujeito
10.06.2014
Memórias de um bom sujeito
01.06.2014
Memórias de um bom sujeito
25.05.2014
Memórias de um bom sujeito
14.05.2014
Memórias de um bom sujeito
04.05.2014
Memórias de um bom sujeito
27.04.2014
Memórias de um bom sujeito
20.04.2014
Memórias de um bom sujeito
13.04.2014
Memórias de um bom sujeito
06.04.2014
Memórias de um bom sujeito
30.03.2014
Memórias de um bom sujeito
25.03.2014
Memórias de um bom sujeito
20.03.2014
Memórias de um bom sujeito
17.02.2013
Memórias de um bom sujeito
30.12.2012
Memórias de um bom sujeito
18.11.2012
Memórias de um bom sujeito
11.11.2012
Memórias de um bom sujeito
06.11.2012
Memórias de um bom sujeito
28.10.2012
Memórias de um bom sujeito
23.10.2012
Memórias de um bom sujeito
14.10.2012
Memórias de um bom sujeito
30.09.2012
Memórias de um bom sujeito
25.09.2012
Memórias de um bom sujeito
16.09.2012
Memórias de um bom sujeito
09.09.2012
Memórias de um bom sujeito
02.09.2012
Memórias de um bom sujeito
26.08.2012
Memórias de um bom sujeito
19.08.2012
Memórias de um bom sujeito
12.08.2012
Memórias de um bom sujeito
06.08.2012
Memórias de um sujeito
29.07.2012
Memórias de um bom sujeito
22.07.2012
Memórias de um bom sujeito
15.07.2012
Memórias de um bom sujeito
08.07.2012
Memórias de um bom sujeito
01.07.2012
Memórias de um bom sujeito
24.06.2012
Memórias de um bom sujeito
17.06.2012
Memórias de um bom sujeito
03.06.2012
Memórias de um bom sujeito
26.05.2012
Memórias de um bom sujeito
29.04.2012
Memórias de um bom sujeito
22.04.2012
Memórias de um bom sujeito
24.03.2012
Memórias de um bom sujeito
18.03.2012
Memórias de um bom sujeito
13.03.2012
Memórias de um bom sujeito
04.03.2012
Memórias de um bom sujeito
25.12.2011
Memórias de um bom sujeito
14.12.2011
Memórias de um bom sujeito
13.11.2011
Memórias de um bom sujeito
05.11.2011
Memórias de um bom sujeito
01.11.2011
Memórias de um sujeito
18.10.2011
Memórias de um bom sujeito
11.10.2011
Memórias de um bom sujeito
25.09.2011
Memórias de um bom sujeito
03.09.2011
Memórias de um bom sujeito
20.08.2011
Memórias de um bom sujeito
06.08.2011
Memórias de um bom sujeito
01.08.2011
Memórias de um bom sujeito
24.07.2011
Memórias de um bom sujeito
16.07.2011
Memórias de um bom sujeito
12.07.2011
Memórias de um bom sujeito
02.07.2011
Memórias de um bom sujeito
19.06.2011
Memórias de um bom sujeito
12.06.2011
Memórias de um bom sujeito
04.06.2011
Memórias de um bom sujeito
28.05.2011
Memórias de um bom sujeito
03.04.2011
Memórias de um bom sujeito
27.03.2011
Memórias de um bom sujeito
20.03.2011
Memórias de um bom sujeito
13.03.2011
Memórias de um bom sujeito
06.03.2011
Memórias de um bom sujeito
20.02.2011
Memórias de um bom sujeito
13.02.2011
Memórias de um bom sujeito
06.02.2011
Memórias de um bom sujeito
04.01.2011
Memórias de um bom sujeito
12.12.2010
Memórias de um bom sujeito
05.12.2010
Memórias de um bom sujeito
28.11.2010
Memórias de um bom sujeito
21.11.2010
Memórias de um bom sujeito
14.11.2010
Memórias de um bom sujeito
07.11.2010
Memórias de um bom sujeito
31.10.2010
Memórias de um bom sujeito
24.10.2010
Memórias de um bom sujeito
10.10.2010
Memórias de um bom sujeito
03.10.2010
Memórias de um bom sujeito
19.09.2010
Memórias de um bom sujeito
12.09.2010
Memórias de um bom sujeito
29.08.2010
Memórias de um bom sujeito
15.08.2010
Memórias de um bom sujeito
08.08.2010
Memórias de um bom sujeito
25.07.2010
Memórias de um bom sujeito
18.07.2010
Memórias de um bom sujeito
11.07.2010
Memórias de um bom sujeito
04.07.2010
Memórias de um bom sujeito
27.06.2010
Memórias de um bom sujeito
20.06.2010
Memórias de um bom sujeito
13.06.2010
Memórias de um bom sujeito
06.06.2010
Memórias de um bom sujeito
30.05.2010
Memórias de um bom sujeito
23.05.2010
Memórias de um bom sujeito
16.05.2010
Memórias de um bom sujeito
09.05.2010
Memórias de um bom sujeito
25.04.2010
Memórias de um bom sujeito
18.04.2010
Memórias de um bom sujeito
11.04.2010
Memórias de um bom sujeito
04.04.2010
Memórias de um bom sujeito
28.03.2010
Memórias de um bom sujeito
21.03.2010
Memórias de um bom sujeito
14.03.2010
Memórias de um bom sujeito
07.03.2010
Memórias de um bom sujeito
27.02.2010
Memórias de um bom sujeito
21.02.2010
Memórias de um bom sujeito
16.02.2010
Memórias de um bom sujeito
14.02.2010
Memórias de um bom sujeito
20.12.2009
Memórias de um bom sujeito
13.12.2009
Memórias de um bom sujeito
06.12.2009
Memórias de um bom sujeito
29.11.2009
Memórias de um bom sujeito
22.11.2009
Memórias de um bom sujeito
15.11.2009
Memórias de um bom sujeito
08.11.2009
Memórias de um bom sujeito
18.10.2009
Memórias de um bom sujeito
11.10.2009
Memórias de um bom sujeito
04.10.2009
Memórias de um bom sujeito
06.09.2009
Memórias de um bom sujeito
30.08.2009
Memórias de um bom sujeito
23.08.2009
Memórias de um bom sujeito
15.08.2009
Memórias de um bom sujeito
09.08.2009
Memórias de um bom sujeito
02.08.2009
Memórias de um bom sujeito
26.07.2009
Memórias de um bom sujeito
12.07.2009
Memórias de um bom sujeito
05.07.2009
Memórias de um bom sujeito
28.06.2009
Memórias de um bom sujeito
21.06.2009
Memórias de um bom sujeito
07.06.2009
Memórias de um bom sujeito
31.05.2009
Memórias de um bom sujeito
17.05.2009
Memórias de um bom sujeito
10.05.2009
Memórias de um bom sujeito
03.05.2009
Memórias de um bom sujeito
26.04.2009
Memórias de um bom sujeito
19.04.2009
Memórias de um bom sujeito
12.04.2009
Memórias de um bom sujeito
05.04.2009
Memórias de um bom sujeito
29.03.2009
Memórias de um bom sujeito
22.03.2009
Memórias de um bom sujeito
08.03.2009
Memórias de um bom sujeito
01.03.2009
Memórias de um bom sujeito
22.02.2009
Memórias de um bom sujeito
15.02.2009
Memórias de um bom sujeito
28.12.2008
Memórias de um bom sujeito
25.12.2008
Memórias de um bom sujeito
21.12.2008
Memórias de um bom sujeito
07.12.2008
Memórias de um bom sujeito
30.11.2008
Memórias de um bom sujeito
23.11.2008
Memórias de um bom sujeito


PADRE EDUARDO BELOTTI
Momento de Espiritualidade
WALTER POPPI
Trimestralidade. Não é somente isso
WALDEMAR ALLEGRETTI
Já passou da hora
COLUNISMO SOCIAL
Eventos e Personalidades
DOM ANUAR BATTISTI
Arquidiocese de Maringá
EM DEFESA DO CONSUMIDOR
Confira seus direitos
TIAGO VALENCIANO
Política e Sociedade
OSWALDO FREIRE
Capital Federal
FRANCISCO JOSÉ DE SOUZA
A Lógica do Espiritismo
TATTÁ CABRAL
Ensaio
HENRI JEAN VIANA
Francês Press
ROSE LEONEL
Notícia e Cia.
ORLANDO GONZALEZ
Dois Toques
CARMEM RIBEIRO
Colunista Social
JUAREZ FIRMINO
Balanço Geral
ADEMAR SCHIAVONE
Memórias de um bom sujeito
VERDELÍRIO BARBOSA
Fatos Políticos
Clicompre
Aroma Ingá
Agropecuária Hélio
Rima Seguros
MaringáMais
Click do Gato