Maringá, 23 de Outubro de 2018
GLOBAL BENEFÍCIOS Black Bull Steak House
 
Untitled Document
ADEMAR SCHIAVONE
Memórias de um bom sujeito
 

A FELICIDADE NÃO VEM PRONTA. VOCE É QUEM FAZ!

 

MEMORIAS DE UM BOM SUJEITO

A vila operária começou a ser desbravada em 1948 quando os primeiros moradores ali se instalaram.

A primeira casa na Avenida Brasil foi meu pai quem construiu prá gente morar.

Em pouco tempo a então Vila São José estava bastante habitada.

Que tempo bom e diferente.

A gente estudava no Grupo Escolar do Maringá Novo – depois Osvaldo Cruz – bem defronte a casa do Otavio Perioto, pioneiro dos bons e com uma família numerosa e, também, generosa.

Mas, o melhor daquele tempo de criança em que não havia luz, nenhum calçamento e ninguém possuía geladeira,  era a diversão da garotada.

Ir à escola era obrigação. À missa aos domingos, também.

O resto do tempo a gente divida nas tarefas domesticas e indispensáveis, como caçar passarinhos armando arapucas ou usando estilingues – a caça além de diversão era, também, um meio de sustentar a família com proteína animal.

Urus, nhambus, pombas, jacus, caçados diariamente faziam parte da alimentação diária de toda família pioneira.

Além da caça, a gente saia à procura de cambuquira, pontas das ramas de aboboras que nasciam em meio à quiçaça existente e a serralha, outra verdura nativa que dava ótima salada e o jaracatiá que era transformado em doce apetitoso e saboroso. Mormente com adição de coco ralado.

Quando estava seco, a poeira era infernal, chegava a cobrir a visão das pessoas.

Se chovia,  o barro era um tormento.

A gente se divertia fazendo tanques na enxurrada para tentar nadar na água suja.

Mas, também, todos os meninos tinham como obrigação, buscar pó de serra na serraria do Werneck ou na do Vilanova.

A gente fazia carrinho para facilitar o trabalho de manter o estoque sempre alto para que se chovesse, houvesse pó suficiente para espalhar nas entradas da casa e, assim, diminuir a sujeira da lama.

Alguns, como o Aredis, vendiam o pó de serra.

Outra obrigação semanal era limpar o quintal.

Carpir o mato, rastelar e queimar todo o entulho e lixo existentes.

Toda criança daquele tempo brincava na rua.

Para jogar bola, era um sacrifício.

A gente fazia bola de meia. Você vai enchendo uma meia de panos, bem socado, virando a meia sobre si mesma, até ficar num tamanho que se pudesse parecer uma bola.

E a festa era diária.  Todo menino do meu tempo jogava bola no meio da rua ou nos quintais das nossas casas.

Quando alguém aparecia com  uma bola de verdade, era uma festa. A gente cuidava dela com muito carinho.  Passava sebo e depois encerava com muito jeito para que durasse muito.

Outra brincadeira que todos praticavam, até as meninas, era o jogo de betis.

Quando a noite caia, como não havia luz, todos iam prá casa. E, quando era noite de lua cheia, brincava também.  Ou sentava no chão vendo os pais tocarem violão e cantar bastante.

 

Daquele meu tempo de criança ainda tenho muitos amigos vivos.

O Walter e o Waldemar Guiomar, o Iraci, o Plinio e o Nelson Mochi, o Irineu Robles Ortega, o outro Irineu e os irmãos Mariani, e tantos outros.

Um em especial: o Irivaldo Joaquim de Souza.

O Vadinho, como era chamado em família e por todos nós, foi um companheiro especial de infância.

Juntos éramos engraxates.  Aos sábados saiamos com nossas caixas para ganhar uns trocados pela cidade.  O melhor ponto era o Bar Central, na Avenida Brasil, onde é hoje a Loja Riachuelo.

Ali se reunia gente que não acabava mais.  Só homens, claro.  Era o ponto ideal para os engraxates.  A gente faturava o cinema das matinês de domingo e sobrava para o sorvete da semana inteira.

E tinha mais: o pai do Irivaldo era o único morador da Vila Operária que possuía um gerador de energia em sua casa.  À noite enquanto todos ficavam curtindo a luz da lua, ele esbanjava luz prá todo lado, do anoitecer até às dez horas quando apagava o motor.

O motor era a gasolina e a cidade só tinha dois postos de abastecimento: o posto do Urizzi no Maringá Velho e o do Maluf onde é até hoje.

No campo de aviação – ainda não se chamava aeroporto – também se vendia gasolina.

Era lá que o pai do Irivaldo se abastecia.

Como tudo era capoeira, muita gente tinha carroças e cavalos, que ficavam soltos nos terrenos baldios.

Para buscar gasolina no campo de aviação, eu ia junto com o Irivaldo. A gente pegava os cavalos soltos, fazia uma focinheira com uma corda e iramos buscar o combustível necessário para manter o motor em funcionamento.

Meu pai comprou um cavalo PSI para participar das raias que aconteciam aos domingos na Vila Sete. Era um garanhão muito grande e alto.  Prá montar a gente precisava subir nos tocos existentes.

Como era reprodutor o animal a cada vez que cruzava com uma égua fazia um tropel danado.  Quantos tombos por causa disso.

Um tempo bom e divertido.

Tempo de criança que viveu a historia de fazer uma cidade.

O Irivaldo é hoje um dos melhores advogados do Paraná.

Fui seu aluno no curso de direito.

Ele continua sendo, até hoje, um dos melhores sujeitos que conheci.

 

 

TROVAS  -  de Eliana Palma

Traz cada ano a esperança

de recomeço de vidas.

O tempo nunca se cansa

de propor novas saídas.

 

 

Com projeto ainda incerto

confesso, me entristeci

ao ver dezembro de perto!

O ano acabou, e nem vi!

 

Com champanhe, água ou café,

Brindemos: ano a surgir!

mantendo saúde e fé,

Mãos à massa! É só agir!

 
  
Os artigos, conceitos e opiniões pessoais são de inteira responsabilidade do autor.
14.02.2016
Memórias de um bom sujeito
10.02.2016
Memórias de um bom sujeito
31.01.2016
Memórias de um bom sujeito
24.01.2016
Memórias de um bom sujeito
07.12.2015
Memórias de um bom sujeito
29.11.2015
Memórias de um bom sujeito
23.11.2015
Memórias de um bom sujeito
15.11.2015
Memórias de um bom sujeito
08.11.2015
Memórias de um bom sujeito
01.11.2015
Memórias de um bom sujeito
26.10.2015
Memórias de um bom sujeito
17.10.2015
Memórias de um bom sujeito
12.10.2015
Memórias de um bom sujeito
05.10.2015
Memórias de um bom sujeito
28.09.2015
Memórias de um bom sujeito
21.09.2015
Memórias de um bom sujeito
13.09.2015
Memórias de um bom sujeito
08.09.2015
Memórias de um bom sujeito
23.08.2015
Memórias de um bom sujeito
31.05.2015
Memórias de um bom sujeito
24.05.2015
Memórias de um sujeito
10.05.2015
Memórias de um bom sujeito
03.05.2015
Memórias de um bom sujeito
18.04.2015
Memórias de um bom sujeito
12.04.2015
Memórias de um bom sujeito
30.03.2015
Memórias de um bom sujeito
30.03.2015
Memórias de um bom sujeito
22.03.2015
Memórias de um bom sujeito
15.03.2015
Memórias de um bom sujeito
08.03.2015
Memórias de um bom sujeito
01.03.2015
Memórias de um bom sujeito
12.01.2015
Memórias de um bom sujeito
03.01.2015
Memórias de um bom sujeito
21.12.2014
Memórias de um bom sujeito
14.12.2014
Memórias de um bom sujeito
07.12.2014
Memórias de um bom sujeito
30.11.2014
Memórias de um bom sujeito
23.11.2014
Memórias de um bom sujeito
16.11.2014
Memórias de um bom sujeito
09.11.2014
Memórias de um bom sujeito
02.11.2014
Memórias de um bom sujeito
19.10.2014
Memórias de um bom sujeito
14.10.2014
Memórias de um bom sujeito
05.10.2014
Memórias de um bom sujeito
29.09.2014
Memórias de um bom sujeito
14.09.2014
Memórias de um bom sujeito
07.09.2014
Memórias de um bom sujeito
31.08.2014
Memórias de um bom sujeito
26.08.2014
Memórias de um bom sujeito
17.08.2014
Memórias de um bom sujeito
11.08.2014
Memórias de um bom sujeito
03.08.2014
Memórias de um bom sujeito
20.07.2014
Memórias de um bom sujeito
12.07.2014
Memórias de um bom sujeito
06.07.2014
Memórias de um bom sujeito
30.06.2014
Memórias de um bom sujeito
22.06.2014
Memórias de um bom sujeito
17.06.2014
Memórias de um bom sujeito
10.06.2014
Memórias de um bom sujeito
01.06.2014
Memórias de um bom sujeito
25.05.2014
Memórias de um bom sujeito
14.05.2014
Memórias de um bom sujeito
04.05.2014
Memórias de um bom sujeito
27.04.2014
Memórias de um bom sujeito
20.04.2014
Memórias de um bom sujeito
13.04.2014
Memórias de um bom sujeito
06.04.2014
Memórias de um bom sujeito
30.03.2014
Memórias de um bom sujeito
25.03.2014
Memórias de um bom sujeito
20.03.2014
Memórias de um bom sujeito
17.02.2013
Memórias de um bom sujeito
30.12.2012
Memórias de um bom sujeito
18.11.2012
Memórias de um bom sujeito
11.11.2012
Memórias de um bom sujeito
06.11.2012
Memórias de um bom sujeito
28.10.2012
Memórias de um bom sujeito
23.10.2012
Memórias de um bom sujeito
14.10.2012
Memórias de um bom sujeito
30.09.2012
Memórias de um bom sujeito
25.09.2012
Memórias de um bom sujeito
16.09.2012
Memórias de um bom sujeito
09.09.2012
Memórias de um bom sujeito
02.09.2012
Memórias de um bom sujeito
26.08.2012
Memórias de um bom sujeito
19.08.2012
Memórias de um bom sujeito
12.08.2012
Memórias de um bom sujeito
06.08.2012
Memórias de um sujeito
29.07.2012
Memórias de um bom sujeito
22.07.2012
Memórias de um bom sujeito
15.07.2012
Memórias de um bom sujeito
08.07.2012
Memórias de um bom sujeito
01.07.2012
Memórias de um bom sujeito
24.06.2012
Memórias de um bom sujeito
17.06.2012
Memórias de um bom sujeito
03.06.2012
Memórias de um bom sujeito
26.05.2012
Memórias de um bom sujeito
29.04.2012
Memórias de um bom sujeito
22.04.2012
Memórias de um bom sujeito
24.03.2012
Memórias de um bom sujeito
18.03.2012
Memórias de um bom sujeito
13.03.2012
Memórias de um bom sujeito
04.03.2012
Memórias de um bom sujeito
25.12.2011
Memórias de um bom sujeito
14.12.2011
Memórias de um bom sujeito
13.11.2011
Memórias de um bom sujeito
05.11.2011
Memórias de um bom sujeito
01.11.2011
Memórias de um sujeito
18.10.2011
Memórias de um bom sujeito
11.10.2011
Memórias de um bom sujeito
25.09.2011
Memórias de um bom sujeito
03.09.2011
Memórias de um bom sujeito
20.08.2011
Memórias de um bom sujeito
06.08.2011
Memórias de um bom sujeito
01.08.2011
Memórias de um bom sujeito
24.07.2011
Memórias de um bom sujeito
16.07.2011
Memórias de um bom sujeito
12.07.2011
Memórias de um bom sujeito
02.07.2011
Memórias de um bom sujeito
19.06.2011
Memórias de um bom sujeito
12.06.2011
Memórias de um bom sujeito
04.06.2011
Memórias de um bom sujeito
28.05.2011
Memórias de um bom sujeito
03.04.2011
Memórias de um bom sujeito
27.03.2011
Memórias de um bom sujeito
20.03.2011
Memórias de um bom sujeito
13.03.2011
Memórias de um bom sujeito
06.03.2011
Memórias de um bom sujeito
20.02.2011
Memórias de um bom sujeito
13.02.2011
Memórias de um bom sujeito
06.02.2011
Memórias de um bom sujeito
04.01.2011
Memórias de um bom sujeito
05.12.2010
Memórias de um bom sujeito
28.11.2010
Memórias de um bom sujeito
21.11.2010
Memórias de um bom sujeito
14.11.2010
Memórias de um bom sujeito
07.11.2010
Memórias de um bom sujeito
31.10.2010
Memórias de um bom sujeito
24.10.2010
Memórias de um bom sujeito
17.10.2010
Memórias de um bom sujeito
10.10.2010
Memórias de um bom sujeito
03.10.2010
Memórias de um bom sujeito
19.09.2010
Memórias de um bom sujeito
12.09.2010
Memórias de um bom sujeito
29.08.2010
Memórias de um bom sujeito
15.08.2010
Memórias de um bom sujeito
08.08.2010
Memórias de um bom sujeito
25.07.2010
Memórias de um bom sujeito
18.07.2010
Memórias de um bom sujeito
11.07.2010
Memórias de um bom sujeito
04.07.2010
Memórias de um bom sujeito
27.06.2010
Memórias de um bom sujeito
20.06.2010
Memórias de um bom sujeito
13.06.2010
Memórias de um bom sujeito
06.06.2010
Memórias de um bom sujeito
30.05.2010
Memórias de um bom sujeito
23.05.2010
Memórias de um bom sujeito
16.05.2010
Memórias de um bom sujeito
09.05.2010
Memórias de um bom sujeito
25.04.2010
Memórias de um bom sujeito
18.04.2010
Memórias de um bom sujeito
11.04.2010
Memórias de um bom sujeito
04.04.2010
Memórias de um bom sujeito
28.03.2010
Memórias de um bom sujeito
21.03.2010
Memórias de um bom sujeito
14.03.2010
Memórias de um bom sujeito
07.03.2010
Memórias de um bom sujeito
27.02.2010
Memórias de um bom sujeito
21.02.2010
Memórias de um bom sujeito
16.02.2010
Memórias de um bom sujeito
14.02.2010
Memórias de um bom sujeito
20.12.2009
Memórias de um bom sujeito
13.12.2009
Memórias de um bom sujeito
06.12.2009
Memórias de um bom sujeito
29.11.2009
Memórias de um bom sujeito
22.11.2009
Memórias de um bom sujeito
15.11.2009
Memórias de um bom sujeito
08.11.2009
Memórias de um bom sujeito
18.10.2009
Memórias de um bom sujeito
11.10.2009
Memórias de um bom sujeito
04.10.2009
Memórias de um bom sujeito
06.09.2009
Memórias de um bom sujeito
30.08.2009
Memórias de um bom sujeito
23.08.2009
Memórias de um bom sujeito
15.08.2009
Memórias de um bom sujeito
09.08.2009
Memórias de um bom sujeito
02.08.2009
Memórias de um bom sujeito
26.07.2009
Memórias de um bom sujeito
12.07.2009
Memórias de um bom sujeito
05.07.2009
Memórias de um bom sujeito
28.06.2009
Memórias de um bom sujeito
21.06.2009
Memórias de um bom sujeito
07.06.2009
Memórias de um bom sujeito
31.05.2009
Memórias de um bom sujeito
17.05.2009
Memórias de um bom sujeito
10.05.2009
Memórias de um bom sujeito
03.05.2009
Memórias de um bom sujeito
26.04.2009
Memórias de um bom sujeito
19.04.2009
Memórias de um bom sujeito
12.04.2009
Memórias de um bom sujeito
05.04.2009
Memórias de um bom sujeito
29.03.2009
Memórias de um bom sujeito
22.03.2009
Memórias de um bom sujeito
08.03.2009
Memórias de um bom sujeito
01.03.2009
Memórias de um bom sujeito
22.02.2009
Memórias de um bom sujeito
15.02.2009
Memórias de um bom sujeito
28.12.2008
Memórias de um bom sujeito
25.12.2008
Memórias de um bom sujeito
21.12.2008
Memórias de um bom sujeito
07.12.2008
Memórias de um bom sujeito
30.11.2008
Memórias de um bom sujeito
23.11.2008
Memórias de um bom sujeito


PADRE EDUARDO BELOTTI
Momento de Espiritualidade
WALTER POPPI
Trimestralidade. Não é somente isso
WALDEMAR ALLEGRETTI
Já passou da hora
COLUNISMO SOCIAL
Eventos e Personalidades
DOM ANUAR BATTISTI
Arquidiocese de Maringá
EM DEFESA DO CONSUMIDOR
Confira seus direitos
TIAGO VALENCIANO
Política e Sociedade
OSWALDO FREIRE
Capital Federal
FRANCISCO JOSÉ DE SOUZA
A Lógica do Espiritismo
TATTÁ CABRAL
Ensaio
HENRI JEAN VIANA
Francês Press
ROSE LEONEL
Notícia e Cia.
ORLANDO GONZALEZ
Dois Toques
CARMEM RIBEIRO
Colunista Social
JUAREZ FIRMINO
Balanço Geral
ADEMAR SCHIAVONE
Memórias de um bom sujeito
VERDELÍRIO BARBOSA
Fatos Políticos
Clicompre
Aroma Ingá
Agropecuária Hélio
Rima Seguros
MaringáMais
Click do Gato