Maringá, 17 de Janeiro de 2018
GLOBAL BENEFÍCIOS NUTRIGENES
 
Untitled Document
ADEMAR SCHIAVONE
Memórias de um bom sujeito
 

NÃO IMPORTA O TAMANHO DO ARQUIVO, MAS A QUALIDADE DO CONTEUDO.

CONCURSO LITERARIO CIDADE DE MARINGÁ|
O Concurso Literário Cidade de Maringá, a maior festa literária do Paraná e uma das melhores do Brasil, premiou no final do mês passado, crônicas, poesias, trovas e contos de escritores de todo o Brasil.

Dentre as crônicas premiadas, gostei muito da do escritor Sebas Sundfeld de Tambaú, SP.

A Ajuda:
Zeca, moço simples, da roça, trabalhador e religioso, herdara umas terrinhas do avô.  Para lá se tocou com a mulher, a tomar posse da propriedade e botar mãos à obra.

Com seu trabalho já rendendo alguma coisa e bom cristão que era, convidou o vigário da vila para benzer o fruto do seu esforço honesto e suado.

Após o almoço, suculento servido na cozinha da casa de chão de terra-batida e teto de telha-vã, saiu ao sol, o vigário de barrete e o Zeca com seu chapéu de banda.

Com justo orgulho, o roceiro ia mostrando, rindo e gesticulando, o produto resultante do seu esforço rude.

 - Seu padre, aqui era só mato. Carpi tudu no cabu da inxada, adubei e prantei. Óia agora o mio imbonecando.. os cacho do arrois... e ali, óia, o fejão nos carreadô.

O vigário benzeu e ponderou:  -  é, meu filho, mas tudo foi com a ajuda de Deus.

Passaram perto do pasto, onde um matungo tordilho descansava do arado, à sombra de um jatobazeiro nativo.  Uma vaquinha leiteira e um bezerro completavam a cena bucólica.

  -  aqui, seu padre, - o Zeca continuava mostrando – fofei a terra e óia só que beleza de hortinha!

E o vigário contrito, alegou novamente: - Muito bom, meu filho, mas veja bem, com a ajuda de Deus.

Assim foi, o Zeca mostrando o fruto do seu trabalho e o vigário lembrando a ajuda de Deus..

Por ultimo o roceiro já meio encabulado mostrou o pequeno celeiro e comentou: - tá abarrotado.

Outra vez o padre repetiu:  - Bonito meu filho, mas com a ajuda de Deus. Não se esqueça.

Desenxabido, coçando o cocoruto, o Zeca desabafou:

-  tá certo, seu vigário, tá certo. Mas, porém, o sinhor precisava era vê comu tava tudo aqui, quando Deus trabaiava suzinho... 

OSSO DURO DE ROER
Quando se armou a oposição ao presidente do PMDB local, com o objetivo de derrubá-lo do poder, escrevi, há alguns meses, que o Humberto Crispim de Araujo é imbatível e iria ganhar de novo.

Não deu outra.

Mario Hossokawa que queria a presidência do partido, afinal merece por ser o maior conquistador de votos para a legenda, bem que tentou.  Até arquitetou apoios e acertos com a situação.

Crispim quando não ganha no voto ganha no tapetão.

Sempre foi assim.

O PMDB pertence a ele, faz o que ele quer, apóia quem ele desejar e não tem prá ninguém.

Nem mesmo Said Ferreira, no auge da liderança, prefeito reeleito pelo partido conseguiu ganhar do Crispim.

BOM PARA O PT
O apoio dos quadros peemedebistas ao candidato do PT não representam nada em termos de votos diretos.

Mario Hossokawa e João Alves Correia, os que têm votos na legenda, estão compostos com o grupo do prefeito. Os demais não têm votos nem para fazer mais uma cadeira no legislativo.

O que conta mesmo é o espaço gratuito no horário eleitoral.

Esse vale um montão de dinheiro e pode representar muitos votos indiretos.

A aliança PT-PMDB dá à coligação quase cinqüenta por cento do tempo total no rádio e na TV.  E campanha hoje se faz basicamente nos meios de comunicação de massa.

É por isso que a eleição do diretório municipal do PMDB envolveu tantas forças em todos os níveis.

Deputados, ministros, secretários, prefeitos, vereadores.

Forças insuficientes para ganhar do único e poderoso dono do maior partido da cidade. 

DE NOVO O PT
A cada inicio de governo o PT se esbugalha por causa da corrupção.

Com Lula caíram dois ministros: José Dirceu e Antonio Palocci.

Isso demorou pouco mais de ano.

Estourou com o maior escândalo da historia da republica, o chamado “mensalão”.

Com Dilma nem seis meses depois da posse, caem dois ministros.

De novo Antonio Palocci e o ministro dos transportes.

Muito pouco tempo para acontecer.

O que quer dizer que a corrupção vinha acontecendo antes. Muito antes.

E por trás de tudo os mesmos de sempre: Valdemar da Costa Neto, eleito deputado federal por São Paulo graças aos votos de legenda do Tiririca, era o líder dos desvios milionários no ministério dos transportes.

A coisa não mudou em nada. A corrupção continua solta em Brasília. 

CONTRA MÃO
Os vereadores que apóiam o aumento do numero de cadeiras para vinte e três estão na contra mão da historia. Vão se ralar se permanecerem com  o objetivo de aumentar o numero de vereadores.

A sociedade civil está organizada e bem coordenada na campanha para manter os quinze atuais vereadores.

A iniciativa do presidente da ACIM, Adilson Emir dos Santos e que conta com o maior apoio popular já visto na cidade, deixou de ser uma exigência de entidades e passou a ser uma exigência da sociedade como um todo.

Ficar contra essa vontade popular é ter a certeza de que a sociedade vai marcar a cada um dos que votarem a favor do aumento.

Podem estar certos: essa teimosia é estar na contra mão da historia.

DEFENDEM A QUEM?
A posição dos vereadores em estar a favor do aumento do numero de cadeiras é muito mais do que defender a própria reeleição: estão defendendo a posição dos que os mantêm na política, financiam suas campanhas e empregam seus apadrinhados nos quadros do poder.

Cada candidato a vereador – eleito ou não – é um super-cabo eleitoral a serviço do partido, do deputado, do prefeito, do esquema.

É isso que os vereadores defendem.

No entanto, dessa vez, a manifestação das entidades têm o apoio do povo.

Os vereadores que conseguem ver as conseqüências futuras do ato de agora irão votar pela manutenção das atuais quinze cadeiras.

Que cá prá nós, está bom demais como está.

Mesmo porque os atuais vereadores conseguiram resgatar um pouco da dignidade do legislativo com a redução drástica das despesas correntes, com a diminuição do numero de assessores, com atitudes mais coerentes e corretas.

Perder isso agora será um duro golpe para os nossos representantes. 

O QUE FICA?
De tudo isso ai, uma coisa fica marcada: a liderança inconteste do presidente da ACIM, Adilson Emir dos Santos.

O moço que é um exemplo de como assumir a liderança de um empreendimento familiar e fazer esse empreendimento crescer de forma segura e coerente como aconteceu com ele ao assumir a empresa da família, tem dado exemplos de liderança e de coerência.

Tem sido assim na Associação Comercial.

Bem que o Adilson poderia se interessar por política, ingressar num partido e  candidatar-se a prefeito de Maringá.

Teria meu apoio incondicional.

A cidade está precisando de uma renovação nos seus quadros políticos.

Bem que poderia começar com ele.

Todos só teríamos a ganhar.

 

O Adilson se enquadra bem nos três erres:
Respeito a si mesmo
Respeito aos outros
Responsabilidade nas suas ações.

 
  
Os artigos, conceitos e opiniões pessoais são de inteira responsabilidade do autor.
14.02.2016
Memórias de um bom sujeito
10.02.2016
Memórias de um bom sujeito
31.01.2016
Memórias de um bom sujeito
24.01.2016
Memórias de um bom sujeito
07.12.2015
Memórias de um bom sujeito
29.11.2015
Memórias de um bom sujeito
23.11.2015
Memórias de um bom sujeito
15.11.2015
Memórias de um bom sujeito
08.11.2015
Memórias de um bom sujeito
01.11.2015
Memórias de um bom sujeito
26.10.2015
Memórias de um bom sujeito
17.10.2015
Memórias de um bom sujeito
12.10.2015
Memórias de um bom sujeito
05.10.2015
Memórias de um bom sujeito
28.09.2015
Memórias de um bom sujeito
21.09.2015
Memórias de um bom sujeito
13.09.2015
Memórias de um bom sujeito
08.09.2015
Memórias de um bom sujeito
23.08.2015
Memórias de um bom sujeito
31.05.2015
Memórias de um bom sujeito
24.05.2015
Memórias de um sujeito
10.05.2015
Memórias de um bom sujeito
03.05.2015
Memórias de um bom sujeito
18.04.2015
Memórias de um bom sujeito
12.04.2015
Memórias de um bom sujeito
30.03.2015
Memórias de um bom sujeito
30.03.2015
Memórias de um bom sujeito
22.03.2015
Memórias de um bom sujeito
15.03.2015
Memórias de um bom sujeito
08.03.2015
Memórias de um bom sujeito
01.03.2015
Memórias de um bom sujeito
12.01.2015
Memórias de um bom sujeito
03.01.2015
Memórias de um bom sujeito
21.12.2014
Memórias de um bom sujeito
14.12.2014
Memórias de um bom sujeito
07.12.2014
Memórias de um bom sujeito
30.11.2014
Memórias de um bom sujeito
23.11.2014
Memórias de um bom sujeito
16.11.2014
Memórias de um bom sujeito
09.11.2014
Memórias de um bom sujeito
02.11.2014
Memórias de um bom sujeito
19.10.2014
Memórias de um bom sujeito
14.10.2014
Memórias de um bom sujeito
05.10.2014
Memórias de um bom sujeito
29.09.2014
Memórias de um bom sujeito
14.09.2014
Memórias de um bom sujeito
07.09.2014
Memórias de um bom sujeito
31.08.2014
Memórias de um bom sujeito
26.08.2014
Memórias de um bom sujeito
17.08.2014
Memórias de um bom sujeito
11.08.2014
Memórias de um bom sujeito
03.08.2014
Memórias de um bom sujeito
20.07.2014
Memórias de um bom sujeito
12.07.2014
Memórias de um bom sujeito
06.07.2014
Memórias de um bom sujeito
30.06.2014
Memórias de um bom sujeito
22.06.2014
Memórias de um bom sujeito
17.06.2014
Memórias de um bom sujeito
10.06.2014
Memórias de um bom sujeito
01.06.2014
Memórias de um bom sujeito
25.05.2014
Memórias de um bom sujeito
14.05.2014
Memórias de um bom sujeito
04.05.2014
Memórias de um bom sujeito
27.04.2014
Memórias de um bom sujeito
20.04.2014
Memórias de um bom sujeito
13.04.2014
Memórias de um bom sujeito
06.04.2014
Memórias de um bom sujeito
30.03.2014
Memórias de um bom sujeito
25.03.2014
Memórias de um bom sujeito
20.03.2014
Memórias de um bom sujeito
17.02.2013
Memórias de um bom sujeito
30.12.2012
Memórias de um bom sujeito
18.11.2012
Memórias de um bom sujeito
11.11.2012
Memórias de um bom sujeito
06.11.2012
Memórias de um bom sujeito
28.10.2012
Memórias de um bom sujeito
23.10.2012
Memórias de um bom sujeito
14.10.2012
Memórias de um bom sujeito
30.09.2012
Memórias de um bom sujeito
25.09.2012
Memórias de um bom sujeito
16.09.2012
Memórias de um bom sujeito
09.09.2012
Memórias de um bom sujeito
02.09.2012
Memórias de um bom sujeito
26.08.2012
Memórias de um bom sujeito
19.08.2012
Memórias de um bom sujeito
12.08.2012
Memórias de um bom sujeito
06.08.2012
Memórias de um sujeito
29.07.2012
Memórias de um bom sujeito
22.07.2012
Memórias de um bom sujeito
15.07.2012
Memórias de um bom sujeito
08.07.2012
Memórias de um bom sujeito
01.07.2012
Memórias de um bom sujeito
24.06.2012
Memórias de um bom sujeito
17.06.2012
Memórias de um bom sujeito
03.06.2012
Memórias de um bom sujeito
26.05.2012
Memórias de um bom sujeito
29.04.2012
Memórias de um bom sujeito
22.04.2012
Memórias de um bom sujeito
24.03.2012
Memórias de um bom sujeito
18.03.2012
Memórias de um bom sujeito
13.03.2012
Memórias de um bom sujeito
04.03.2012
Memórias de um bom sujeito
25.12.2011
Memórias de um bom sujeito
14.12.2011
Memórias de um bom sujeito
13.11.2011
Memórias de um bom sujeito
05.11.2011
Memórias de um bom sujeito
01.11.2011
Memórias de um sujeito
18.10.2011
Memórias de um bom sujeito
11.10.2011
Memórias de um bom sujeito
25.09.2011
Memórias de um bom sujeito
03.09.2011
Memórias de um bom sujeito
20.08.2011
Memórias de um bom sujeito
06.08.2011
Memórias de um bom sujeito
01.08.2011
Memórias de um bom sujeito
24.07.2011
Memórias de um bom sujeito
16.07.2011
Memórias de um bom sujeito
02.07.2011
Memórias de um bom sujeito
19.06.2011
Memórias de um bom sujeito
12.06.2011
Memórias de um bom sujeito
04.06.2011
Memórias de um bom sujeito
28.05.2011
Memórias de um bom sujeito
03.04.2011
Memórias de um bom sujeito
27.03.2011
Memórias de um bom sujeito
20.03.2011
Memórias de um bom sujeito
13.03.2011
Memórias de um bom sujeito
06.03.2011
Memórias de um bom sujeito
20.02.2011
Memórias de um bom sujeito
13.02.2011
Memórias de um bom sujeito
06.02.2011
Memórias de um bom sujeito
04.01.2011
Memórias de um bom sujeito
12.12.2010
Memórias de um bom sujeito
05.12.2010
Memórias de um bom sujeito
28.11.2010
Memórias de um bom sujeito
21.11.2010
Memórias de um bom sujeito
14.11.2010
Memórias de um bom sujeito
07.11.2010
Memórias de um bom sujeito
31.10.2010
Memórias de um bom sujeito
24.10.2010
Memórias de um bom sujeito
17.10.2010
Memórias de um bom sujeito
10.10.2010
Memórias de um bom sujeito
03.10.2010
Memórias de um bom sujeito
19.09.2010
Memórias de um bom sujeito
12.09.2010
Memórias de um bom sujeito
29.08.2010
Memórias de um bom sujeito
15.08.2010
Memórias de um bom sujeito
08.08.2010
Memórias de um bom sujeito
25.07.2010
Memórias de um bom sujeito
18.07.2010
Memórias de um bom sujeito
11.07.2010
Memórias de um bom sujeito
04.07.2010
Memórias de um bom sujeito
27.06.2010
Memórias de um bom sujeito
20.06.2010
Memórias de um bom sujeito
13.06.2010
Memórias de um bom sujeito
06.06.2010
Memórias de um bom sujeito
30.05.2010
Memórias de um bom sujeito
23.05.2010
Memórias de um bom sujeito
16.05.2010
Memórias de um bom sujeito
09.05.2010
Memórias de um bom sujeito
25.04.2010
Memórias de um bom sujeito
18.04.2010
Memórias de um bom sujeito
11.04.2010
Memórias de um bom sujeito
04.04.2010
Memórias de um bom sujeito
28.03.2010
Memórias de um bom sujeito
21.03.2010
Memórias de um bom sujeito
14.03.2010
Memórias de um bom sujeito
07.03.2010
Memórias de um bom sujeito
27.02.2010
Memórias de um bom sujeito
21.02.2010
Memórias de um bom sujeito
16.02.2010
Memórias de um bom sujeito
14.02.2010
Memórias de um bom sujeito
20.12.2009
Memórias de um bom sujeito
13.12.2009
Memórias de um bom sujeito
06.12.2009
Memórias de um bom sujeito
29.11.2009
Memórias de um bom sujeito
22.11.2009
Memórias de um bom sujeito
15.11.2009
Memórias de um bom sujeito
08.11.2009
Memórias de um bom sujeito
18.10.2009
Memórias de um bom sujeito
11.10.2009
Memórias de um bom sujeito
04.10.2009
Memórias de um bom sujeito
06.09.2009
Memórias de um bom sujeito
30.08.2009
Memórias de um bom sujeito
23.08.2009
Memórias de um bom sujeito
15.08.2009
Memórias de um bom sujeito
09.08.2009
Memórias de um bom sujeito
02.08.2009
Memórias de um bom sujeito
26.07.2009
Memórias de um bom sujeito
12.07.2009
Memórias de um bom sujeito
05.07.2009
Memórias de um bom sujeito
28.06.2009
Memórias de um bom sujeito
21.06.2009
Memórias de um bom sujeito
07.06.2009
Memórias de um bom sujeito
31.05.2009
Memórias de um bom sujeito
17.05.2009
Memórias de um bom sujeito
10.05.2009
Memórias de um bom sujeito
03.05.2009
Memórias de um bom sujeito
26.04.2009
Memórias de um bom sujeito
19.04.2009
Memórias de um bom sujeito
12.04.2009
Memórias de um bom sujeito
05.04.2009
Memórias de um bom sujeito
29.03.2009
Memórias de um bom sujeito
22.03.2009
Memórias de um bom sujeito
08.03.2009
Memórias de um bom sujeito
01.03.2009
Memórias de um bom sujeito
22.02.2009
Memórias de um bom sujeito
15.02.2009
Memórias de um bom sujeito
28.12.2008
Memórias de um bom sujeito
25.12.2008
Memórias de um bom sujeito
21.12.2008
Memórias de um bom sujeito
07.12.2008
Memórias de um bom sujeito
30.11.2008
Memórias de um bom sujeito
23.11.2008
Memórias de um bom sujeito


PADRE EDUARDO BELOTTI
Momento de Espiritualidade
WALTER POPPI
Trimestralidade. Não é somente isso
WALDEMAR ALLEGRETTI
Já passou da hora
COLUNISMO SOCIAL
Eventos e Personalidades
DOM ANUAR BATTISTI
Arquidiocese de Maringá
EM DEFESA DO CONSUMIDOR
Confira seus direitos
TIAGO VALENCIANO
Política e Sociedade
OSWALDO FREIRE
Capital Federal
FRANCISCO JOSÉ DE SOUZA
A Lógica do Espiritismo
TATTÁ CABRAL
Ensaio
HENRI JEAN VIANA
Francês Press
ROSE LEONEL
Notícia e Cia.
ORLANDO GONZALEZ
Dois Toques
CARMEM RIBEIRO
Colunista Social
JUAREZ FIRMINO
Balanço Geral
ADEMAR SCHIAVONE
Memórias de um bom sujeito
VERDELÍRIO BARBOSA
Fatos Políticos
Clicompre
Aroma Ingá
Agropecuária Hélio
Rima Seguros
MaringáMais
Click do Gato