Maringá, 22 de Junho de 2018
GLOBAL BENEFÍCIOS Black Bull Steak House
 
Untitled Document
ADEMAR SCHIAVONE
Memórias de um bom sujeito
 

AS PESSOAS PODEM DUVIDAS DO QUE VOCE FALA, MAS ACREDITAM NO QUE VOCE FAZ

SEMANA DECISIVA
Esta é a semana final da campanha para a eleição do próximo prefeito da cidade.
Carlos Roberto Pupim e Enio Verri chegam à semana decisiva jogando todas as cartas de que dispõem e até blefando para conquistar os votos que faltaram no primeiro turno.
Pupim conquistou o apoio de seis candidatos derrotados no primeiro turno.
Enio ficou sozinho.  “Melhor só que mal acompanhado” diz ele.
Não é bem assim.  O apoio dos que disputaram a eleição é sempre importante na reta final.  É claro que não se transfere todos os votos recebidos, mas uma boa quantidade é transferida.  E tem mais: é o apoio moral na hora agá.
Beto Richa veio à cidade e foi decisivo na obtenção desses apoios o que, aliás, era considerado como certo.
Apenas Débora do PSOL ficou de fora e sem apoiar ninguém.
No comício realizado na quinta-feira, Beto Richa e Silvio Barros comandaram a orquestra de apoios, num palanque cheio de estrelas e de votos.

IMPUGNAÇÃO
A impugnação da candidatura de Roberto Pupim foi feita pelo PT.
O juiz eleitoral de Maringá não tomou conhecimento e aceitou o registro da candidatura.
O PT recorreu e o TRE do Paraná aceitou por unanimidade.
O caso foi para o TSE onde, monocraticamente o Ministro Marco Aurélio Melo, baseado em decisões anteriores do mesmo TSE e do STF reconheceu que a impugnação era inconsistente, aceitando o registro da candidatura.
O Ministério Público aceitou a decisão do Ministro e não entrou com embargos.
O PT que baseou sua campanha em Maringá, apenas na divulgação dessa impugnação, apelou da decisão.
Acho que fez isso só para ter o que falar na campanha do segundo turno.
Tanto é verdade que o mote da campanha petista tem sido apenas o de informar - ou desinformar - a população sobre o fato.
A falta de propostas viáveis e consistentes levou os vermelhos a essa condição de divulgadores de uma situação já resolvida, mas que teimam em contradizer baseados somente na sua própria interpretação.

A GUERRA É MAIOR
A condenação sistemática dos dirigentes nacionais do PT no julgamento do processo do mensalão no STF nos dá uma certeza: a guerra política pela conquista de cidades onde o PT disputa o segundo turno é muito maior que a simples disputa citadina.
Ela se estende a conquista de representação política capaz de satisfazer às diretrizes petistas, coordenadas ainda pelo José Dirceu e que se destinam a ter uma representação tão grande, que seja capaz de amordaçar a imprensa e de influenciar as decisões nos tribunais de justiça.
É por isso que os ministros, os deputados e senadores petistas estão empenhados em ganhar nas cidades maiores do país inteiro.
Em Maringá não é diferente.
O PT nacional está empenhado ferozmente em ganhar.
A cidade tem força eleitoral e econômica capaz de dar resguardo às pretensões petistas de continuar influenciando no judiciário e de se possível, amordaçar a imprensa para que possam continuar conquistando seus objetivos.
Nesta semana a guerra se intensifica.
Centenas de militantes de todas as partes do país, coordenados pela Ministra da Casa Civil, Gleisi Hofmann, estarão em Maringá para fazer campanha pela vitória do PT.
É a luta pela própria sobrevivência.

COMPARAÇÃO INEVITAVEL
Neste momento da campanha é inevitável a comparação entre os governos últimos da cidade.
O PT foi governo de 2001 a 2004 e o seu candidato agora, era um dos comandantes daquele governo, primeiro como secretário da fazenda e depois como secretário de governo.
O PP é governo desde 2005 e o seu candidato é desde então o vice-prefeito.
Os dois – Enio e Pupin – não podem se esquivar disso.
Fizeram parte e foram preponderantes nesses governos. 
Logo, têm que assumir essa responsabilidade.
A comparação entre os dois governos faz parte da historia da cidade.
O PT assumiu depois de uma desastrada administração onde o prefeito acabou cassado.
A prefeitura devia 56 milhões de reais.
Quatro anos depois, entregou com uma divida de 46 milhões e com a folha de pagamento funcional atrasada o que elevava a divida para mais de dos 56 milhões herdados.
Hoje a PMM está com muito dinheiro em caixa e com todas as suas contas em dia.
A administração petista foi um desastre maior ainda que o anterior.  Não fez uma única obra.  Era tão bagunçada que as contas não eram aprovadas e, por isso mesmo, não tinha certidões do Tribunal de Contas que permitissem receber recursos federais ou estaduais.
Hoje tudo está em dia.
A cidade mudou completamente.
As escolas são modelo para o país.
Os centros de saúde são modernos e o atendimento melhorou em mil por cento.
Os investimentos públicos e privados crescem a cada dia e a cidade é a que mais gera empregos em proporção à população em todo o Paraná.
O prefeito Silvio Barros tem uma aprovação de mais de 70% junto à população graças à sua maneira inteligente de administrar e sua conduta transparente.  Alcançou uma posição de destaque no país inteiro que o respeita e admira.
Enfim: a comparação é inevitável e necessária.
A troca do certo pelo duvidoso é sempre maléfica para todos.

O GRANDE COMANDANTE
Ricardo Barros é, reconhecidamente, o melhor estrategista político do Paraná.
Beto Richa reconheceu isso muitas vezes, inclusive nesta semana quando aqui esteve.
Ele tem um feeling especial e é um ser político por excelência.  Pensa política 30 horas por dia.  24 é pouco.
Nunca vi ninguém tão ligado quanto ele.
Comanda tudo em todos os setores e dificilmente erra. E quando erra reconhece, muda o rumo
 e toca prá frente.
Tem uma gama enorme de qualidades de liderança.
A ascensão do Pupim saindo dos 6% de preferência para a liderança absoluta é resultado da estratégia elaborada e comandada pelo Ricardo.
Sabe como ninguém tirar proveito de todas as situações e jamais desperdiça uma oportunidade.
E tem mais: sabe como tratar as pessoas.  Jamais ofende a alguém.  Está sempre de bem consigo mesmo. É um super comandante.
E continua fiel ao seu principio político básico:  não se fala mal de ninguém. Fala-se bem de si mesmo.

DUAS VERDADES
O julgamento do mensalão, o maior escândalo da república em todos os tempos, está levando muita gente a se posicionar contra o ministro Ricardo Lewandowisk que, como revisor tem votado contra a posição do ministro Joaquim Barbosa.
Nada mais natural que isso aconteça.
Um ministro vota de acordo com sua convicção pessoal dentro das provas que fazem parte do processo.
Acontece que o Brasil inteiro – ou a maioria do povo brasileiro – é favor da condenação de todos os réus, por todos os crimes denunciados.
O país se sente mais leve e reconfortado quando vê que criminosos de gravata e de posição política são condenados.
É por isso que Joaquim Barbosa é hoje o homem mais popular do Brasil.
Tomou a posição que a maioria queria que tomasse.
Lewandowisk de outro lado tomou a decisão que desagrada ao povo.
Num tribunal onde não cabe mais recurso depois da sua decisão, é natural essa conduta.

REGULAÇÃO
O secretário geral do PT André Vargas, em entrevista ao estadão, afirma que PT após a eleição em segundo turno, vai retomar a luta pela regulação dos meios de comunicação no país.  É um desejo do partido e das esquerdas que querem amordaçar a imprensa, mormente depois do julgamento do mensalão.
É a posição do partido que nunca foi democrático e que quer continuar no comando nacional da política.

JAMAIS TOME UMA ATITUDE COM RAIVA. FAZ MAL PRÁ VOCE.

 
  
Os artigos, conceitos e opiniões pessoais são de inteira responsabilidade do autor.
14.02.2016
Memórias de um bom sujeito
10.02.2016
Memórias de um bom sujeito
31.01.2016
Memórias de um bom sujeito
24.01.2016
Memórias de um bom sujeito
07.12.2015
Memórias de um bom sujeito
29.11.2015
Memórias de um bom sujeito
23.11.2015
Memórias de um bom sujeito
15.11.2015
Memórias de um bom sujeito
08.11.2015
Memórias de um bom sujeito
01.11.2015
Memórias de um bom sujeito
26.10.2015
Memórias de um bom sujeito
17.10.2015
Memórias de um bom sujeito
12.10.2015
Memórias de um bom sujeito
05.10.2015
Memórias de um bom sujeito
28.09.2015
Memórias de um bom sujeito
21.09.2015
Memórias de um bom sujeito
13.09.2015
Memórias de um bom sujeito
08.09.2015
Memórias de um bom sujeito
23.08.2015
Memórias de um bom sujeito
31.05.2015
Memórias de um bom sujeito
24.05.2015
Memórias de um sujeito
10.05.2015
Memórias de um bom sujeito
03.05.2015
Memórias de um bom sujeito
18.04.2015
Memórias de um bom sujeito
12.04.2015
Memórias de um bom sujeito
30.03.2015
Memórias de um bom sujeito
30.03.2015
Memórias de um bom sujeito
22.03.2015
Memórias de um bom sujeito
15.03.2015
Memórias de um bom sujeito
08.03.2015
Memórias de um bom sujeito
01.03.2015
Memórias de um bom sujeito
12.01.2015
Memórias de um bom sujeito
03.01.2015
Memórias de um bom sujeito
21.12.2014
Memórias de um bom sujeito
14.12.2014
Memórias de um bom sujeito
07.12.2014
Memórias de um bom sujeito
30.11.2014
Memórias de um bom sujeito
23.11.2014
Memórias de um bom sujeito
16.11.2014
Memórias de um bom sujeito
09.11.2014
Memórias de um bom sujeito
02.11.2014
Memórias de um bom sujeito
19.10.2014
Memórias de um bom sujeito
14.10.2014
Memórias de um bom sujeito
05.10.2014
Memórias de um bom sujeito
29.09.2014
Memórias de um bom sujeito
14.09.2014
Memórias de um bom sujeito
07.09.2014
Memórias de um bom sujeito
31.08.2014
Memórias de um bom sujeito
26.08.2014
Memórias de um bom sujeito
17.08.2014
Memórias de um bom sujeito
11.08.2014
Memórias de um bom sujeito
03.08.2014
Memórias de um bom sujeito
20.07.2014
Memórias de um bom sujeito
12.07.2014
Memórias de um bom sujeito
06.07.2014
Memórias de um bom sujeito
30.06.2014
Memórias de um bom sujeito
22.06.2014
Memórias de um bom sujeito
17.06.2014
Memórias de um bom sujeito
10.06.2014
Memórias de um bom sujeito
01.06.2014
Memórias de um bom sujeito
25.05.2014
Memórias de um bom sujeito
14.05.2014
Memórias de um bom sujeito
04.05.2014
Memórias de um bom sujeito
27.04.2014
Memórias de um bom sujeito
20.04.2014
Memórias de um bom sujeito
13.04.2014
Memórias de um bom sujeito
06.04.2014
Memórias de um bom sujeito
30.03.2014
Memórias de um bom sujeito
25.03.2014
Memórias de um bom sujeito
20.03.2014
Memórias de um bom sujeito
17.02.2013
Memórias de um bom sujeito
30.12.2012
Memórias de um bom sujeito
18.11.2012
Memórias de um bom sujeito
11.11.2012
Memórias de um bom sujeito
06.11.2012
Memórias de um bom sujeito
28.10.2012
Memórias de um bom sujeito
14.10.2012
Memórias de um bom sujeito
30.09.2012
Memórias de um bom sujeito
25.09.2012
Memórias de um bom sujeito
16.09.2012
Memórias de um bom sujeito
09.09.2012
Memórias de um bom sujeito
02.09.2012
Memórias de um bom sujeito
26.08.2012
Memórias de um bom sujeito
19.08.2012
Memórias de um bom sujeito
12.08.2012
Memórias de um bom sujeito
06.08.2012
Memórias de um sujeito
29.07.2012
Memórias de um bom sujeito
22.07.2012
Memórias de um bom sujeito
15.07.2012
Memórias de um bom sujeito
08.07.2012
Memórias de um bom sujeito
01.07.2012
Memórias de um bom sujeito
24.06.2012
Memórias de um bom sujeito
17.06.2012
Memórias de um bom sujeito
03.06.2012
Memórias de um bom sujeito
26.05.2012
Memórias de um bom sujeito
29.04.2012
Memórias de um bom sujeito
22.04.2012
Memórias de um bom sujeito
24.03.2012
Memórias de um bom sujeito
18.03.2012
Memórias de um bom sujeito
13.03.2012
Memórias de um bom sujeito
04.03.2012
Memórias de um bom sujeito
25.12.2011
Memórias de um bom sujeito
14.12.2011
Memórias de um bom sujeito
13.11.2011
Memórias de um bom sujeito
05.11.2011
Memórias de um bom sujeito
01.11.2011
Memórias de um sujeito
18.10.2011
Memórias de um bom sujeito
11.10.2011
Memórias de um bom sujeito
25.09.2011
Memórias de um bom sujeito
03.09.2011
Memórias de um bom sujeito
20.08.2011
Memórias de um bom sujeito
06.08.2011
Memórias de um bom sujeito
01.08.2011
Memórias de um bom sujeito
24.07.2011
Memórias de um bom sujeito
16.07.2011
Memórias de um bom sujeito
12.07.2011
Memórias de um bom sujeito
02.07.2011
Memórias de um bom sujeito
19.06.2011
Memórias de um bom sujeito
12.06.2011
Memórias de um bom sujeito
04.06.2011
Memórias de um bom sujeito
28.05.2011
Memórias de um bom sujeito
03.04.2011
Memórias de um bom sujeito
27.03.2011
Memórias de um bom sujeito
20.03.2011
Memórias de um bom sujeito
13.03.2011
Memórias de um bom sujeito
06.03.2011
Memórias de um bom sujeito
20.02.2011
Memórias de um bom sujeito
13.02.2011
Memórias de um bom sujeito
06.02.2011
Memórias de um bom sujeito
04.01.2011
Memórias de um bom sujeito
12.12.2010
Memórias de um bom sujeito
05.12.2010
Memórias de um bom sujeito
28.11.2010
Memórias de um bom sujeito
21.11.2010
Memórias de um bom sujeito
14.11.2010
Memórias de um bom sujeito
07.11.2010
Memórias de um bom sujeito
31.10.2010
Memórias de um bom sujeito
24.10.2010
Memórias de um bom sujeito
17.10.2010
Memórias de um bom sujeito
10.10.2010
Memórias de um bom sujeito
03.10.2010
Memórias de um bom sujeito
19.09.2010
Memórias de um bom sujeito
12.09.2010
Memórias de um bom sujeito
29.08.2010
Memórias de um bom sujeito
15.08.2010
Memórias de um bom sujeito
08.08.2010
Memórias de um bom sujeito
25.07.2010
Memórias de um bom sujeito
18.07.2010
Memórias de um bom sujeito
11.07.2010
Memórias de um bom sujeito
04.07.2010
Memórias de um bom sujeito
27.06.2010
Memórias de um bom sujeito
20.06.2010
Memórias de um bom sujeito
13.06.2010
Memórias de um bom sujeito
06.06.2010
Memórias de um bom sujeito
30.05.2010
Memórias de um bom sujeito
23.05.2010
Memórias de um bom sujeito
16.05.2010
Memórias de um bom sujeito
09.05.2010
Memórias de um bom sujeito
25.04.2010
Memórias de um bom sujeito
18.04.2010
Memórias de um bom sujeito
11.04.2010
Memórias de um bom sujeito
04.04.2010
Memórias de um bom sujeito
28.03.2010
Memórias de um bom sujeito
21.03.2010
Memórias de um bom sujeito
14.03.2010
Memórias de um bom sujeito
07.03.2010
Memórias de um bom sujeito
27.02.2010
Memórias de um bom sujeito
21.02.2010
Memórias de um bom sujeito
16.02.2010
Memórias de um bom sujeito
14.02.2010
Memórias de um bom sujeito
20.12.2009
Memórias de um bom sujeito
13.12.2009
Memórias de um bom sujeito
06.12.2009
Memórias de um bom sujeito
29.11.2009
Memórias de um bom sujeito
22.11.2009
Memórias de um bom sujeito
15.11.2009
Memórias de um bom sujeito
08.11.2009
Memórias de um bom sujeito
18.10.2009
Memórias de um bom sujeito
11.10.2009
Memórias de um bom sujeito
04.10.2009
Memórias de um bom sujeito
06.09.2009
Memórias de um bom sujeito
30.08.2009
Memórias de um bom sujeito
23.08.2009
Memórias de um bom sujeito
15.08.2009
Memórias de um bom sujeito
09.08.2009
Memórias de um bom sujeito
02.08.2009
Memórias de um bom sujeito
26.07.2009
Memórias de um bom sujeito
12.07.2009
Memórias de um bom sujeito
05.07.2009
Memórias de um bom sujeito
28.06.2009
Memórias de um bom sujeito
21.06.2009
Memórias de um bom sujeito
07.06.2009
Memórias de um bom sujeito
31.05.2009
Memórias de um bom sujeito
17.05.2009
Memórias de um bom sujeito
10.05.2009
Memórias de um bom sujeito
03.05.2009
Memórias de um bom sujeito
26.04.2009
Memórias de um bom sujeito
19.04.2009
Memórias de um bom sujeito
12.04.2009
Memórias de um bom sujeito
05.04.2009
Memórias de um bom sujeito
29.03.2009
Memórias de um bom sujeito
22.03.2009
Memórias de um bom sujeito
08.03.2009
Memórias de um bom sujeito
01.03.2009
Memórias de um bom sujeito
22.02.2009
Memórias de um bom sujeito
15.02.2009
Memórias de um bom sujeito
28.12.2008
Memórias de um bom sujeito
25.12.2008
Memórias de um bom sujeito
21.12.2008
Memórias de um bom sujeito
07.12.2008
Memórias de um bom sujeito
30.11.2008
Memórias de um bom sujeito
23.11.2008
Memórias de um bom sujeito


PADRE EDUARDO BELOTTI
Momento de Espiritualidade
WALTER POPPI
Trimestralidade. Não é somente isso
WALDEMAR ALLEGRETTI
Já passou da hora
COLUNISMO SOCIAL
Eventos e Personalidades
DOM ANUAR BATTISTI
Arquidiocese de Maringá
EM DEFESA DO CONSUMIDOR
Confira seus direitos
TIAGO VALENCIANO
Política e Sociedade
OSWALDO FREIRE
Capital Federal
FRANCISCO JOSÉ DE SOUZA
A Lógica do Espiritismo
TATTÁ CABRAL
Ensaio
HENRI JEAN VIANA
Francês Press
ROSE LEONEL
Notícia e Cia.
ORLANDO GONZALEZ
Dois Toques
CARMEM RIBEIRO
Colunista Social
JUAREZ FIRMINO
Balanço Geral
ADEMAR SCHIAVONE
Memórias de um bom sujeito
VERDELÍRIO BARBOSA
Fatos Políticos
Clicompre
Aroma Ingá
Agropecuária Hélio
Rima Seguros
MaringáMais
Click do Gato