Maringá, 21 de Abril de 2018
GLOBAL BENEFÍCIOS NUTRIGENES
 
Untitled Document
WALTER POPPI
Walter Poppi
 

O que esperar desta CPI dos pedágios? Esta  é a pergunta que todos fazem, principalmente porque na frente disso tudo está a nossa valorosa Assembléia Legislativa, que não demonstra muito interesse em alterar os rumos atuais. Nós aqui do interior estamos a Mercê, dos cinco membros que compõem a CPI. Quatro são do Sul, e pouco andam por estas bandas, não conhecendo, pois, o problema ao vivo, como nós. Menos mal, que temos o Deputado Wilson Quinteiro, que é de Maringá e integra a Comissão.

Quinteiro poderá, por conseguinte, detalhar aos seus pares as questões mais estranhas do pedágio especialmente na BR-376, que nos liga à Capital e ao Sul, e que é a que mais utilizamos.

Quinteiro falará, por exemplo, que entre os Municípios de Tibagi e Ortigueira do Norte, num trecho de aproximadamente 80 quilometros, existem três praças de pedágios, ou seja, uma para mais ou menos trinta quilômetros.

Enquanto isso, de Ortigueira até Maringá, que são quase 300 quilômetros, existe apenas a praça de Mandaguari. Um estranho contrasenso.

Nosso Deputado poderá relatar o caso mais escabroso, que é a Praça de Pedágio denominada “Witmarsum Norte”. Primeiro que ela fica a apenas 10 quilômetros da praça de São Luiz do Purunã. Segundo, que ela não pertence a nenhum Município, pois lá é uma Colonia Industrial de Holandeses.como a Witmarsum não é Município, o dinheiro ali arrecadado fica integralmente para a Rodanorte. E o que é pior: o preço mais caro pago pelos usuários é justamente nesta praça.

Mesmo que não consiga alterar muita coisa, a Comissão poderia determinar uma recolocação das praças de pedágios, de maneira que a Rodovia fosse atendida em sua íntegra.

Da forma como está, existem trechos de mais de 100 quilômetros, depois da Serra do Cadeado rumo ao Norte, por exemplo, que nem acostamento existe.

Seria uma forma de minimizar nos prejuízos sofridos pelos motoristas, que pagam o preço mais caro do Brasil para ter um atendimento precário, ao longo da rodovia. Sim, porque nos trechos próximos às praças de pedágio, não resta dúvida que o serviço é bom. Todavia, a rodovia não possui somente 100 quilômetros.

Fora isso, temos também os velhos problemas sempre comentados e nunca realizados.

O mais sério deles é a não conclusão das obras, previstas em contratos. A duplicação da Serra do Cadeado por exemplo, é uma delas. Existe apenas um trecho de 7 Km duplicados. O resto não saiu por culpa de uma briga entre Requião e Alvaro Dias, numa das últimas campanhas a governador. Requião falou o que não podia cumprir e as concessionárias, em represália, passaram a prestar apenas os serviços básicos, como vem acontecendo.

O Governo atual esta tentando pegar carona neste débito que as concessionárias têm, para resolver um problema sério que é a PR-323, que liga Maringá a Guaira, ruma ao Paraguai. Esta é imprescindível no momento principalmente porque os acidentes estão cada dia mais freqüentes.

Enfim, com Quinteiro ou sem Quinteiro vamos orar para que a CPI nos guie para um caminho melhor.

WALTER POPPI

 
  
Os artigos, conceitos e opiniões pessoais são de inteira responsabilidade do autor.
23.05.2017
Trimestralidade. Não é somente isso
08.05.2017
Maringá nasceu com preconceito de classe?
09.04.2015
Mais vereadores sim
18.09.2013
Mensalão: De volta ao inferno?
11.09.2013
E não é que a UMES existe?
05.09.2013
O nome que nos persegue...
28.08.2013
Futebol: Maringá na Série A e agora?
21.08.2013
Porque mexer com as Apaes?
14.08.2013
Quem vai cuidar das escolas?
07.08.2013
Trimestralidade: Agora ou Nunca!
31.07.2013
Que lições o Papa nos deixou?
23.07.2013
O trem Pé Vermelho vem aí
10.07.2013
Samu pede socorro!
03.07.2013
Primeiro a Cozinha, Depois a Copa...
26.06.2013
A voz das ruas
19.06.2013
Circular e vaias
12.06.2013
Aeroporto pisou na bola
05.06.2013


PADRE EDUARDO BELOTTI
Momento de Espiritualidade
WALTER POPPI
Trimestralidade. Não é somente isso
WALDEMAR ALLEGRETTI
Já passou da hora
COLUNISMO SOCIAL
Eventos e Personalidades
DOM ANUAR BATTISTI
Arquidiocese de Maringá
EM DEFESA DO CONSUMIDOR
Confira seus direitos
TIAGO VALENCIANO
Política e Sociedade
OSWALDO FREIRE
Capital Federal
FRANCISCO JOSÉ DE SOUZA
A Lógica do Espiritismo
TATTÁ CABRAL
Ensaio
HENRI JEAN VIANA
Francês Press
ROSE LEONEL
Notícia e Cia.
ORLANDO GONZALEZ
Dois Toques
CARMEM RIBEIRO
Colunista Social
JUAREZ FIRMINO
Balanço Geral
ADEMAR SCHIAVONE
Memórias de um bom sujeito
VERDELÍRIO BARBOSA
Fatos Políticos