Maringá, 16 de Julho de 2018
GLOBAL BENEFÍCIOS Black Bull Steak House
 
Untitled Document
WALTER POPPI
O nome que nos persegue...
 

                               
O fantasma GREMIO nos persegue. É assim no futebol maringaense. Vira e mexe e lá estamos nos às voltas com o passado. E o passado lembra Grêmio. Não que tenha de ser assim. Mas é uma sina. Um passado às vezes glorioso, às vezes nefasto, dependendo de que forma você olha.
   
O Metropolitano quer mudar de sigla. É um nome esquisito, convenhamos. Parece que só tem mais um no Brasil, o de Blumenau. O motivo até que é plausível, pois do jeito que estamos, aparece muito pouco a marca MARINGÁ. E o que isso tem a ver com o time?  Com o time nada, mas do lado de fora tem importância fundamental. Afinal, como estamos cansados de dizer, o futebol de hoje não se resume apenas às quatro linhas. Há o lado de fora, tão importante como lá dentro. É ele que vai dar o sustentáculo financeiro. Senão a engrenagem emperra.
    
E para funcionar do lado de fora, o nome Maringá é imprescindível. Soa mais ou menos como foi o Gremio de outrora.
A imprensa local, em trabalho sugestivo e oportuno, colheu as impressões do povo e a maioria optou por MARINGÁ FUTEBOL CLUBE. Outros dois nomes: Maringá Atlético Clube e Maringá Esporte Clube. Primeiro os dois últimos. Ambos já tem dono.

O primeiro disputou na década de 80 ,rivalizando-se com o Grêmio. Pertencia a Elnio Polhman. O outro, apelidado de MEC, foi uma fusão com o Vale Azul. É do tempo de Álvaro Fernandes. Parece que depois virou Grêmio. Por último, o Maringá Futebol Clube, como todos querem. Nos parece perigoso. A diretoria precisa averiguar com muito cuidado para não cair em armadilha.

Este é o famoso "Time do Said". Sim, o Maringá Futebol Clube, criado na gestão do saudoso Prefeito Said Ferreira, em represália a desentendimentos com diretores do Grêmio, ainda em atividade. Foi presidido inicialmente por Domingos Trevizan, e tinha as cores vermelho, branco e preto. Por último era presidido por Walter Guerlles, e se não estivermos errados, acabou virando Grêmio Maringá, que é este aí do Aurélio Almeida.
    
Não basta consultar a Federação Paranaense. É preciso investigar junto ao Instituto de Marcas e Patentes, e também se a razão social deste Maringá Futebol Clube ainda esteja em aberto. Se estiver, haverá problemas com possíveis dívidas, mesmo que prescritas, e o pior de todos os males: a sucessão em cargas trabalhistas.
    
A Federação Paranaense não vai garantir tais informações com total garantia, mesmo porquê somente cuida da área esportiva, e não interfere nas atividades administrativas de seus filiados.
    
Como se vê, o passado está sempre presente em nosso futebol. Mesmo assim, todos estão torcendo para que dê certo este nome Maringá Futebol Clube. Se não der, basta apenas acrescentar antes do nome "Metropolitano" e tudo se resolve. "Maringá Metropolitano", soa meio esdrúxulo, mas o que importa é o primeiro nome, ou seja o infalível 'MARINGÁ", nome que ecoa por todos os ventos.

Walter Poppi

 
  
Os artigos, conceitos e opiniões pessoais são de inteira responsabilidade do autor.
23.05.2017
Trimestralidade. Não é somente isso
08.05.2017
Maringá nasceu com preconceito de classe?
09.04.2015
Mais vereadores sim
18.09.2013
Mensalão: De volta ao inferno?
11.09.2013
E não é que a UMES existe?
28.08.2013
Futebol: Maringá na Série A e agora?
21.08.2013
Porque mexer com as Apaes?
14.08.2013
Quem vai cuidar das escolas?
07.08.2013
Trimestralidade: Agora ou Nunca!
31.07.2013
Que lições o Papa nos deixou?
23.07.2013
O trem Pé Vermelho vem aí
17.07.2013
Walter Poppi
10.07.2013
Samu pede socorro!
03.07.2013
Primeiro a Cozinha, Depois a Copa...
26.06.2013
A voz das ruas
19.06.2013
Circular e vaias
12.06.2013
Aeroporto pisou na bola
05.06.2013


PADRE EDUARDO BELOTTI
Momento de Espiritualidade
WALTER POPPI
Trimestralidade. Não é somente isso
WALDEMAR ALLEGRETTI
Já passou da hora
COLUNISMO SOCIAL
Eventos e Personalidades
DOM ANUAR BATTISTI
Arquidiocese de Maringá
EM DEFESA DO CONSUMIDOR
Confira seus direitos
TIAGO VALENCIANO
Política e Sociedade
OSWALDO FREIRE
Capital Federal
FRANCISCO JOSÉ DE SOUZA
A Lógica do Espiritismo
TATTÁ CABRAL
Ensaio
HENRI JEAN VIANA
Francês Press
ROSE LEONEL
Notícia e Cia.
ORLANDO GONZALEZ
Dois Toques
CARMEM RIBEIRO
Colunista Social
JUAREZ FIRMINO
Balanço Geral
ADEMAR SCHIAVONE
Memórias de um bom sujeito
VERDELÍRIO BARBOSA
Fatos Políticos