Maringá, 24 de Junho de 2018
GLOBAL BENEFÍCIOS Black Bull Steak House
 
Untitled Document
ADEMAR SCHIAVONE
Memórias de um bom sujeito
 



ELEIÇÃO: SIMBOLO DA DEMOCRACIA

MEMORIAS DE UM BOM SUJEITO

ODETE ALCANTARA ROSA
No tempo em que quem conseguia cursar o primário já era um ato heroico, fui aluno dela no Grupo Escolar Oswaldo Cruz, que na época, chamava-se Grupo Escolar do Maringá Novo.
Tempo diferente do de hoje.
Professor era respeitado e punia com rigor as faltas cometidas pelos alunos.
Era um auxiliar direto dos pais de família na educação dos filhos.
Do mesmo modo que em casa a gente era corrigida com palmadas e castigos, na escola também.
Cada professora tinha uma régua comprida e que servia para bater nas palmas das mãos quando se errava com gravidade.
E, quando a falha era mais grave ainda, tinha a espiga de milho.
A professora colhia alguns grãos, espalhava pelo chão, num canto da sala de aula e colocava a gente de joelhos sobre eles.
Uma tortura mesmo, no entanto, ninguém reclamava, nem contava em casa, pois se o fizesse, com certeza sofreria um castigo maior ainda dos pais.
Foi nesse tempo diferente do de hoje, que fui aluno da professora Odete Alcântara Rosa, uma mulher franzina, dócil, mas determinada e  que sorria muito pouco.
Extremamente competente como professora e depois diretora do Oswaldo Cruz, mesmo sendo rigorosa nos castigos, que merecíamos, sem dúvida, sempre foi muito querida por todos.
Na semana que passou ela faleceu.
Nunca deixou Maringá prá nada.
Extremamente religiosa, confiante e determinada, sempre é lembrada pelos seus alunos daquela época.
Nesta semana, o Shinitiro Shima, a Eda Planas, o Benivaldo Ramos Ferreira, que junto de muitos outros, fomos colegas da mesma classe e alunos da Dona Odete, falavam sobre suas qualidades extraordinárias como professora e como cidadã integrada à cidade em que escolheu prá permanecer para sempre.
Ainda me lembro de alguns dos colegas de classe daquele tempo: Antonio Francisco Perioto, Irineu Robles Ortega, Alcides Bazotti, Irivaldo Joaquim de Souza, Sadako e Shigueki Andó, Odelando Veronezzi, Jorge Campos, Toninha Sala e tantos outros que, como eu, lamento profundamente a sua morte, mas, com certeza, lembram com alegria da professora que, acima de tudo, foi uma ótima cidadã,  excelente pessoa e querida como educadora.
Uma pioneira que merece ter seu nome na historia fantástica da construção de uma cidade.

PAULO JACOMINI
Nesta semana faleceu o doutor Paulo Jacomini, médico dos mais conceituados e que atuou na cidade desde há muito tempo.
Homem bom, honesto, sempre alegre, corretíssimo como gente e como profissional, fez historia e ajudou a construir a historia da nossa cidade.
Foi o médico que fez nascer minha filha, numa cirurgia delicadíssima e bastante complicada e que, pela sua habilidade  e competência, depois de mais de cinco horas de trabalho cirúrgico, salvou mãe e filha.
Nunca me esquecerei daquela noite.
O médico da Cida era o doutor Galileu Pasquinelli que, naquele dia deveria voltar de uma viagem para acompanhar o parto.
A hora chegou e ele não.
O jeito foi levá-la para o amigo Paulo Jacomini.
Graças a Deus que isso aconteceu.
Convivemos por muitos anos, semanalmente, na Sauna Samuara, que frequentamos desde a fundação.
Era ali que contávamos historias e trocávamos ideias.
Ele era um sujeito diferente.
Como médico, quando alguém falava em fazer exames disso ou daquilo, sem nunca sentir nada, dizia: ”quem procura acha. Melhor ficar sem saber”.
Depois da perda triste da sua mulher, encaramujou-se e modificou-se  drasticamente.
Chegou a mudar de cidade indo para o interior de São Paulo, numa fuga em busca da paz e da tranquilidade que  perdeu.
Tranquilidade que só retornou depois do segundo casamento.
Paulo Jacomini era participativo da vida comunitária e gostava demais de Maringá.
Era um ótimo sujeito.
Desses que a história guardará como líder de sua época e construtor, sobretudo de gente.
Como diz o Assis: Jacomini era gente muito gente.

SILVIO NA CAMPANHA
O prefeito Silvio Barros II que poderia ter sido candidato a governador pelo PHS – seu partido – entrou prá valer na campanha deste ano.
Já estava engajado na de Beto Richa, do Ricardo e da Maria Victória.
Agora, atendendo pedido do partido, está coordenando a campanha de Marina Silva à presidência da república em Maringá e região.
Com a força que tem politicamente – sua avaliação, como prefeito, ainda é superior a 80% - vai aumentar ainda mais a vantagem da oposição sobre a candidatura da presidente Dilma e, com certeza, vai fazer a diferença, principalmente em nossa cidade.
  
PELO JEITO
“Se jeito regula” – como dizia o João Paulino – a Marina vai ganhar a eleição até com facilidade.
Pode até ganhar no primeiro turno, o que seria ótimo para o Brasil inteiro, sem  necessidade de novos desgastes financeiros e morais para os candidatos.
A presidente Dilma está desesperada com as ultimas pesquisas.
Aécio Neves, também.
Quando isso acontece e começam os ataques desnecessários e idiotas, quem é atacado, se tem um currículo como o da Marina, cresce e muito no conceito do povo.
E tem mais: tem muita gente que não quer perder o voto de jeito nenhum.
Vai votar nela por estar na frente.

O QUE FAZ UMA MORTE
A história se repete a cada trinta anos.
É só lembrar.
Em 1954 Getulio Vargas mudou a própria historia e a do Brasil quando se suicidou. Acabou por permitir a eleição de Juscelino em 1956.
Em 1985, Tancredo Neves, como sua morte, mudou outra vez a história política do país, infelizmente prá pior, quando alçou José Sarney para a presidência.
Agora, a morte do Eduardo Campos muda outra vez o curso de uma historia que se apresentava como escrita por antecipação com a reeleição da Dilma.
A Marina uma vencedora na vida, radical, mas sensível, beneficiou-se com sabedoria do acontecimento infausto.
Teve um mérito: escolheu com sensatez o seu candidato à vice e está mantendo-se serena e conservadora nas entrevistas e no horário eleitoral.
Parece até que um acontecimento desses está fadado a ocorrer a cada trinta anos: 1954, 1985 e 2014.
E isso muda o curso da história.
Acho que prá melhor. 
Afinal, qualquer coisa é melhor que o PT no poder.

FEDERAIS
Maringá tem hoje quatro deputados federais.
Odílio não mais concorre. Aposentou-se.
Cida deixa a câmara para ser vice-governadora de Beto Richa.
Uma troca segura.
Luiz Nishimori e Edmar Arruda disputam reeleição com enormes chances de reelegerem-se.
São dois homens organizados, dedicados, trabalhadores e que sabem o que querem.
Têm tudo para conseguir.
As outras duas vagas serão de Ricardo Barros e de Enio Verri.
Ricardo fez mais de dois milhões de votos prá senador na ultima eleição.  Depois foi secretário de indústria e comércio, percorreu o Paraná inteiro e tem uma base de apoios em todos os municípios.
Enio disputou todas as ultimas eleições, como candidato a prefeito duas vezes e como deputado estadual outras tantas.
Além disso, é presidente estadual do PT e está herdando os votos do seu amigo André Vargas, que acusado de envolvimento com a lavagem de mais de dez bilhões de reais pelo doleiro Alberto Youssef, não é candidato.
Os dois devem ser os mais votados, na cidade com certeza e podem ser de todo o Paraná.
Têm cacife eleitoral prá isso.

BOM DOMINGO A TODOS.

 
  
Os artigos, conceitos e opiniões pessoais são de inteira responsabilidade do autor.
14.02.2016
Memórias de um bom sujeito
10.02.2016
Memórias de um bom sujeito
31.01.2016
Memórias de um bom sujeito
24.01.2016
Memórias de um bom sujeito
07.12.2015
Memórias de um bom sujeito
29.11.2015
Memórias de um bom sujeito
23.11.2015
Memórias de um bom sujeito
15.11.2015
Memórias de um bom sujeito
08.11.2015
Memórias de um bom sujeito
01.11.2015
Memórias de um bom sujeito
26.10.2015
Memórias de um bom sujeito
17.10.2015
Memórias de um bom sujeito
12.10.2015
Memórias de um bom sujeito
05.10.2015
Memórias de um bom sujeito
28.09.2015
Memórias de um bom sujeito
21.09.2015
Memórias de um bom sujeito
13.09.2015
Memórias de um bom sujeito
08.09.2015
Memórias de um bom sujeito
23.08.2015
Memórias de um bom sujeito
31.05.2015
Memórias de um bom sujeito
24.05.2015
Memórias de um sujeito
10.05.2015
Memórias de um bom sujeito
03.05.2015
Memórias de um bom sujeito
18.04.2015
Memórias de um bom sujeito
12.04.2015
Memórias de um bom sujeito
30.03.2015
Memórias de um bom sujeito
30.03.2015
Memórias de um bom sujeito
22.03.2015
Memórias de um bom sujeito
15.03.2015
Memórias de um bom sujeito
08.03.2015
Memórias de um bom sujeito
01.03.2015
Memórias de um bom sujeito
12.01.2015
Memórias de um bom sujeito
03.01.2015
Memórias de um bom sujeito
21.12.2014
Memórias de um bom sujeito
14.12.2014
Memórias de um bom sujeito
07.12.2014
Memórias de um bom sujeito
30.11.2014
Memórias de um bom sujeito
23.11.2014
Memórias de um bom sujeito
16.11.2014
Memórias de um bom sujeito
09.11.2014
Memórias de um bom sujeito
02.11.2014
Memórias de um bom sujeito
19.10.2014
Memórias de um bom sujeito
14.10.2014
Memórias de um bom sujeito
05.10.2014
Memórias de um bom sujeito
29.09.2014
Memórias de um bom sujeito
14.09.2014
Memórias de um bom sujeito
31.08.2014
Memórias de um bom sujeito
26.08.2014
Memórias de um bom sujeito
17.08.2014
Memórias de um bom sujeito
11.08.2014
Memórias de um bom sujeito
03.08.2014
Memórias de um bom sujeito
20.07.2014
Memórias de um bom sujeito
12.07.2014
Memórias de um bom sujeito
06.07.2014
Memórias de um bom sujeito
30.06.2014
Memórias de um bom sujeito
22.06.2014
Memórias de um bom sujeito
17.06.2014
Memórias de um bom sujeito
10.06.2014
Memórias de um bom sujeito
01.06.2014
Memórias de um bom sujeito
25.05.2014
Memórias de um bom sujeito
14.05.2014
Memórias de um bom sujeito
04.05.2014
Memórias de um bom sujeito
27.04.2014
Memórias de um bom sujeito
20.04.2014
Memórias de um bom sujeito
13.04.2014
Memórias de um bom sujeito
06.04.2014
Memórias de um bom sujeito
30.03.2014
Memórias de um bom sujeito
25.03.2014
Memórias de um bom sujeito
20.03.2014
Memórias de um bom sujeito
17.02.2013
Memórias de um bom sujeito
30.12.2012
Memórias de um bom sujeito
18.11.2012
Memórias de um bom sujeito
11.11.2012
Memórias de um bom sujeito
06.11.2012
Memórias de um bom sujeito
28.10.2012
Memórias de um bom sujeito
23.10.2012
Memórias de um bom sujeito
14.10.2012
Memórias de um bom sujeito
30.09.2012
Memórias de um bom sujeito
25.09.2012
Memórias de um bom sujeito
16.09.2012
Memórias de um bom sujeito
09.09.2012
Memórias de um bom sujeito
02.09.2012
Memórias de um bom sujeito
26.08.2012
Memórias de um bom sujeito
19.08.2012
Memórias de um bom sujeito
12.08.2012
Memórias de um bom sujeito
06.08.2012
Memórias de um sujeito
29.07.2012
Memórias de um bom sujeito
22.07.2012
Memórias de um bom sujeito
15.07.2012
Memórias de um bom sujeito
08.07.2012
Memórias de um bom sujeito
01.07.2012
Memórias de um bom sujeito
24.06.2012
Memórias de um bom sujeito
17.06.2012
Memórias de um bom sujeito
03.06.2012
Memórias de um bom sujeito
26.05.2012
Memórias de um bom sujeito
29.04.2012
Memórias de um bom sujeito
22.04.2012
Memórias de um bom sujeito
24.03.2012
Memórias de um bom sujeito
18.03.2012
Memórias de um bom sujeito
13.03.2012
Memórias de um bom sujeito
04.03.2012
Memórias de um bom sujeito
25.12.2011
Memórias de um bom sujeito
14.12.2011
Memórias de um bom sujeito
13.11.2011
Memórias de um bom sujeito
05.11.2011
Memórias de um bom sujeito
01.11.2011
Memórias de um sujeito
18.10.2011
Memórias de um bom sujeito
11.10.2011
Memórias de um bom sujeito
25.09.2011
Memórias de um bom sujeito
03.09.2011
Memórias de um bom sujeito
20.08.2011
Memórias de um bom sujeito
06.08.2011
Memórias de um bom sujeito
01.08.2011
Memórias de um bom sujeito
24.07.2011
Memórias de um bom sujeito
16.07.2011
Memórias de um bom sujeito
12.07.2011
Memórias de um bom sujeito
02.07.2011
Memórias de um bom sujeito
19.06.2011
Memórias de um bom sujeito
12.06.2011
Memórias de um bom sujeito
04.06.2011
Memórias de um bom sujeito
28.05.2011
Memórias de um bom sujeito
03.04.2011
Memórias de um bom sujeito
27.03.2011
Memórias de um bom sujeito
20.03.2011
Memórias de um bom sujeito
13.03.2011
Memórias de um bom sujeito
06.03.2011
Memórias de um bom sujeito
20.02.2011
Memórias de um bom sujeito
13.02.2011
Memórias de um bom sujeito
06.02.2011
Memórias de um bom sujeito
04.01.2011
Memórias de um bom sujeito
12.12.2010
Memórias de um bom sujeito
05.12.2010
Memórias de um bom sujeito
28.11.2010
Memórias de um bom sujeito
21.11.2010
Memórias de um bom sujeito
14.11.2010
Memórias de um bom sujeito
07.11.2010
Memórias de um bom sujeito
31.10.2010
Memórias de um bom sujeito
24.10.2010
Memórias de um bom sujeito
17.10.2010
Memórias de um bom sujeito
10.10.2010
Memórias de um bom sujeito
03.10.2010
Memórias de um bom sujeito
19.09.2010
Memórias de um bom sujeito
12.09.2010
Memórias de um bom sujeito
29.08.2010
Memórias de um bom sujeito
15.08.2010
Memórias de um bom sujeito
08.08.2010
Memórias de um bom sujeito
25.07.2010
Memórias de um bom sujeito
18.07.2010
Memórias de um bom sujeito
11.07.2010
Memórias de um bom sujeito
04.07.2010
Memórias de um bom sujeito
27.06.2010
Memórias de um bom sujeito
20.06.2010
Memórias de um bom sujeito
13.06.2010
Memórias de um bom sujeito
06.06.2010
Memórias de um bom sujeito
30.05.2010
Memórias de um bom sujeito
23.05.2010
Memórias de um bom sujeito
16.05.2010
Memórias de um bom sujeito
09.05.2010
Memórias de um bom sujeito
25.04.2010
Memórias de um bom sujeito
18.04.2010
Memórias de um bom sujeito
11.04.2010
Memórias de um bom sujeito
04.04.2010
Memórias de um bom sujeito
28.03.2010
Memórias de um bom sujeito
21.03.2010
Memórias de um bom sujeito
14.03.2010
Memórias de um bom sujeito
07.03.2010
Memórias de um bom sujeito
27.02.2010
Memórias de um bom sujeito
21.02.2010
Memórias de um bom sujeito
16.02.2010
Memórias de um bom sujeito
14.02.2010
Memórias de um bom sujeito
20.12.2009
Memórias de um bom sujeito
13.12.2009
Memórias de um bom sujeito
06.12.2009
Memórias de um bom sujeito
29.11.2009
Memórias de um bom sujeito
22.11.2009
Memórias de um bom sujeito
15.11.2009
Memórias de um bom sujeito
08.11.2009
Memórias de um bom sujeito
18.10.2009
Memórias de um bom sujeito
11.10.2009
Memórias de um bom sujeito
04.10.2009
Memórias de um bom sujeito
06.09.2009
Memórias de um bom sujeito
30.08.2009
Memórias de um bom sujeito
23.08.2009
Memórias de um bom sujeito
15.08.2009
Memórias de um bom sujeito
09.08.2009
Memórias de um bom sujeito
02.08.2009
Memórias de um bom sujeito
26.07.2009
Memórias de um bom sujeito
12.07.2009
Memórias de um bom sujeito
05.07.2009
Memórias de um bom sujeito
28.06.2009
Memórias de um bom sujeito
21.06.2009
Memórias de um bom sujeito
07.06.2009
Memórias de um bom sujeito
31.05.2009
Memórias de um bom sujeito
17.05.2009
Memórias de um bom sujeito
10.05.2009
Memórias de um bom sujeito
03.05.2009
Memórias de um bom sujeito
26.04.2009
Memórias de um bom sujeito
19.04.2009
Memórias de um bom sujeito
12.04.2009
Memórias de um bom sujeito
05.04.2009
Memórias de um bom sujeito
29.03.2009
Memórias de um bom sujeito
22.03.2009
Memórias de um bom sujeito
08.03.2009
Memórias de um bom sujeito
01.03.2009
Memórias de um bom sujeito
22.02.2009
Memórias de um bom sujeito
15.02.2009
Memórias de um bom sujeito
28.12.2008
Memórias de um bom sujeito
25.12.2008
Memórias de um bom sujeito
21.12.2008
Memórias de um bom sujeito
07.12.2008
Memórias de um bom sujeito
30.11.2008
Memórias de um bom sujeito
23.11.2008
Memórias de um bom sujeito


PADRE EDUARDO BELOTTI
Momento de Espiritualidade
WALTER POPPI
Trimestralidade. Não é somente isso
WALDEMAR ALLEGRETTI
Já passou da hora
COLUNISMO SOCIAL
Eventos e Personalidades
DOM ANUAR BATTISTI
Arquidiocese de Maringá
EM DEFESA DO CONSUMIDOR
Confira seus direitos
TIAGO VALENCIANO
Política e Sociedade
OSWALDO FREIRE
Capital Federal
FRANCISCO JOSÉ DE SOUZA
A Lógica do Espiritismo
TATTÁ CABRAL
Ensaio
HENRI JEAN VIANA
Francês Press
ROSE LEONEL
Notícia e Cia.
ORLANDO GONZALEZ
Dois Toques
CARMEM RIBEIRO
Colunista Social
JUAREZ FIRMINO
Balanço Geral
ADEMAR SCHIAVONE
Memórias de um bom sujeito
VERDELÍRIO BARBOSA
Fatos Políticos
Clicompre
Aroma Ingá
Agropecuária Hélio
Rima Seguros
MaringáMais
Click do Gato