Maringá, 16 de Janeiro de 2018
GLOBAL BENEFÍCIOS NUTRIGENES
 
Untitled Document
ADEMAR SCHIAVONE
Memórias de um bom sujeito
 




NUM TEMPO EM QUE TANTA GUERRA



ENCHE O MUNDO DE TERROR,



BENDITOS OS QUE NA TERRA,



FAZEM TROVAS DE AMOR!



a.a. de assis



 



 



A trova do escritor e poeta Antonio Augusto de
Assis, o mais premiado dos trovadores do Brasil, na atualidade, retrata com
exatidão o que ocorre hoje no mundo inteiro.



Os grupos radicais praticam, em nome de Alá, os
mais hediondos crimes contra pessoas
inocentes.



Na França nesta semana, mais um atentado horrendo,
onde doze jornalistas foram mortos e outros vinte ficaram feridos.



Não é aceitável, de modo algum, a justificativa
apresentada pelos muçulmanos assassinos e covardes para cometer a barbárie que
fizeram.



A atuação dos terroristas muçulmanos contraria todos
os princípios ensinados por Maomé e pela religião.



A gravidade da atuação criminosa dessa gente pode
levar a que se cometam crimes maiores ainda contra muçulmanos no mundo inteiro
e que, com absoluta certeza, jamais aprovaram a atuação dos extremistas.



O ataque em si, provocou uma reação em todas as
partes do planeta, com todos revoltados com o que se fez não só a um grupo de
jornalistas que usavam da sátira para informar, mas a todos os que defendem a
liberdade de expressão.



A imprensa livre é quem fiscaliza com rigor os atos
dos que dirigem os povos em todos os cantos.



Cercear a liberdade de expressão através da imprensa
é cercear o mais lídimo dos direitos humanos: saber para onde vai o dinheiro
que pagamos de impostos para aqueles que, eleitos por nós, gastam em nosso
nome.



 



Essa é a grande preocupação de todos os que fazem trovas, versos, poesias de amor que
amenizam as preocupações do viver cotidianamente em clima de guerra pela
conquista de objetivos nem sempre ou nunca aceitáveis e que só interessam aos
grupelhos de insensatos e irresponsáveis dirigentes em muitas partes do mundo.



 



Tomara que os islâmicos, que defendem a paz e que é
a maioria absoluta dos membros da religião, consigam deter essa onda de
idiotismo e de radicalismo que se espalha pelo mundo.



 



Afinal, somos todos filhos de um mesmo Deus – que
recebe vários nomes: Jesus, Mahatma, Buda, Alá e vai por ai.



Que consigamos buscar a paz com a sabedoria dos que
escrevem frases, versos, trovas e livros de amor.



Como faz sempre o nosso poeta, orgulho de Maringá,
Antonio Augusto de Assis.



 



 



COMEÇOU MUITO MAL



 



Quando a presidente Dilma anunciou a equipe
econômica, tive uma surpresa agradável.



Quando candidata a reeleição, Dilma bateu na tecla
de que o seu adversário entregaria a economia do país a banqueiros.



Ela mesma entregou chamando Joaquim Levy para o
Ministério da Fazenda e Nelson Barbosa para o Planejamento.



Fiquei esperançoso de que finalmente teríamos uma
equipe econômica muito melhor que a comandada por Mantega e Paulo Bernardo.



Sendo homens independentes e de alta
respeitabilidade, criaram a expectativa de que a coisa iria mudar e teríamos um
ajuste para salvar o país do estado lastimável em que se encontra nesse governo
demagogo.



Infelizmente não aconteceu.



Na primeira entrevista de Barbosa como Ministro,
entendendo que estava no cargo para colaborar oferecendo seu serviço e sua
capacidade empresarial para salvar o país da crise atual, a presidente
determinou que se retratasse por que ela não aceitava mudança na regra do
salário mínimo.



Tomou um pito público e dado pelo porta-voz da
presidência.



Honestamente, naquela hora e naquele momento, Nelson
Barbosa, desautorizado publicamente, deveria deixar o cargo e voltar prá casa.



Foi uma indelicadeza da presidente e uma curvatura
de espinha desnecessária do ministro. Perdeu-se
o respeito por ele.



 



 



SALARIO DOS PROFESSORES



 



O novo Ministro da Educação, Cid Gomes, tomou uma
atitude que  causou um reboliço nos meios
políticos, ao anunciar o aumento de mais de treze por cento no salário mínimo
dos professores em todo o país: um pouco mais de mil e novecentos reais.



Justíssimo. Afinal, para se construir um grande país, é preciso muito trabalho.



E só se constrói uma grande nação com livros e professores.



Políticos em todas as cidades do Brasil sabem disso
e na campanha prá se elegerem a qualquer cargo, prometem mundos e fundos para
pagar com dignidade aos professores.



Com o anuncio do novo mínimo, uma chiadeira em todos
os municípios que alegam falta de dinheiro para aguentar as despesas com
educação.



Na verdade, professor deveria ser tratado como um ser
especial.



 



No Japão, professor é o único ser que não precisa
fazer reverencia ao Príncipe. Professor
é considerado um ser superior pela importância que o japonês dá àquele que
ensina seu filho.



 



Pagar um salário digno ao professor é uma obrigação
do estado.



Aliás, professor deveria ganhar salário igual ao que
ganham os políticos.



Professor primário ganharia em cada cidade salário
igual ao de vereador.



Por exemplo: em Maringá ganharia perto de sete mil
reais por mês.



Professor universitário ganharia igual a um deputado
estadual: vinte e seis mil por mês.



Professor com mestrado e doutor, ganharia igual a
senador e deputado federal: mais de trinta e cinco mil por mês.



Não precisava nem das mordomias que os políticos recebem
e que multiplicam seus salários por quatro, cinco e até seis vezes.



 



 



E A VACA DO ALVORADA TOSSIU.....



 



Nem que a
vaca tussa
” é uma expressão muito usada em nosso país e serve para acabar
com polêmicas e que quer dizer, exatamente, que nada vai mudar.



A presidente Dilma, candidata à reeleição, afirmou
isso uma quantidade enorme de vezes, principalmente para combater as mudanças
que eram propagadas pelo seu adversário maior, o senador Aécio Neves.



Prometeu em entrevistas, em debates, fez sua
campanha sem mostrar o que faria se reeleita.



Mas, repetiu a frase publicamente mais de uma
centena de vezes.



Conseguiu a reeleição e nem bem acabou de reassumir
o seu posto, fez exatamente ao contrario do que pregava.



Primeiro, enganou a todos ao nomear banqueiros para gerir a economia – coisa que
ela afirmava que nunca faria, porque seria “entregar o país aos capitalistas,
banqueiros que vivem de explorar as pessoas”.



Depois prometeu de pés juntos que jamais iria
modificar ou alterar direitos trabalhistas.



 



E vaca tossiu com força.



E pelo jeito continua tossindo muito forte dentro
dos corredores do Palácio Alvorada.



E vai caminhando celeremente pro brejo.



 



BOM DOMINGO A TODOS



 
  
Os artigos, conceitos e opiniões pessoais são de inteira responsabilidade do autor.
14.02.2016
Memórias de um bom sujeito
10.02.2016
Memórias de um bom sujeito
31.01.2016
Memórias de um bom sujeito
24.01.2016
Memórias de um bom sujeito
07.12.2015
Memórias de um bom sujeito
29.11.2015
Memórias de um bom sujeito
23.11.2015
Memórias de um bom sujeito
15.11.2015
Memórias de um bom sujeito
08.11.2015
Memórias de um bom sujeito
01.11.2015
Memórias de um bom sujeito
26.10.2015
Memórias de um bom sujeito
17.10.2015
Memórias de um bom sujeito
12.10.2015
Memórias de um bom sujeito
05.10.2015
Memórias de um bom sujeito
28.09.2015
Memórias de um bom sujeito
21.09.2015
Memórias de um bom sujeito
13.09.2015
Memórias de um bom sujeito
08.09.2015
Memórias de um bom sujeito
23.08.2015
Memórias de um bom sujeito
31.05.2015
Memórias de um bom sujeito
24.05.2015
Memórias de um sujeito
10.05.2015
Memórias de um bom sujeito
03.05.2015
Memórias de um bom sujeito
18.04.2015
Memórias de um bom sujeito
12.04.2015
Memórias de um bom sujeito
30.03.2015
Memórias de um bom sujeito
30.03.2015
Memórias de um bom sujeito
22.03.2015
Memórias de um bom sujeito
15.03.2015
Memórias de um bom sujeito
08.03.2015
Memórias de um bom sujeito
01.03.2015
Memórias de um bom sujeito
03.01.2015
Memórias de um bom sujeito
21.12.2014
Memórias de um bom sujeito
14.12.2014
Memórias de um bom sujeito
07.12.2014
Memórias de um bom sujeito
30.11.2014
Memórias de um bom sujeito
23.11.2014
Memórias de um bom sujeito
16.11.2014
Memórias de um bom sujeito
09.11.2014
Memórias de um bom sujeito
02.11.2014
Memórias de um bom sujeito
19.10.2014
Memórias de um bom sujeito
14.10.2014
Memórias de um bom sujeito
05.10.2014
Memórias de um bom sujeito
29.09.2014
Memórias de um bom sujeito
14.09.2014
Memórias de um bom sujeito
07.09.2014
Memórias de um bom sujeito
31.08.2014
Memórias de um bom sujeito
26.08.2014
Memórias de um bom sujeito
17.08.2014
Memórias de um bom sujeito
11.08.2014
Memórias de um bom sujeito
03.08.2014
Memórias de um bom sujeito
20.07.2014
Memórias de um bom sujeito
12.07.2014
Memórias de um bom sujeito
06.07.2014
Memórias de um bom sujeito
30.06.2014
Memórias de um bom sujeito
22.06.2014
Memórias de um bom sujeito
17.06.2014
Memórias de um bom sujeito
10.06.2014
Memórias de um bom sujeito
01.06.2014
Memórias de um bom sujeito
25.05.2014
Memórias de um bom sujeito
14.05.2014
Memórias de um bom sujeito
04.05.2014
Memórias de um bom sujeito
27.04.2014
Memórias de um bom sujeito
20.04.2014
Memórias de um bom sujeito
13.04.2014
Memórias de um bom sujeito
06.04.2014
Memórias de um bom sujeito
30.03.2014
Memórias de um bom sujeito
25.03.2014
Memórias de um bom sujeito
20.03.2014
Memórias de um bom sujeito
17.02.2013
Memórias de um bom sujeito
30.12.2012
Memórias de um bom sujeito
18.11.2012
Memórias de um bom sujeito
11.11.2012
Memórias de um bom sujeito
06.11.2012
Memórias de um bom sujeito
28.10.2012
Memórias de um bom sujeito
23.10.2012
Memórias de um bom sujeito
14.10.2012
Memórias de um bom sujeito
30.09.2012
Memórias de um bom sujeito
25.09.2012
Memórias de um bom sujeito
16.09.2012
Memórias de um bom sujeito
09.09.2012
Memórias de um bom sujeito
02.09.2012
Memórias de um bom sujeito
26.08.2012
Memórias de um bom sujeito
19.08.2012
Memórias de um bom sujeito
12.08.2012
Memórias de um bom sujeito
06.08.2012
Memórias de um sujeito
29.07.2012
Memórias de um bom sujeito
22.07.2012
Memórias de um bom sujeito
15.07.2012
Memórias de um bom sujeito
08.07.2012
Memórias de um bom sujeito
01.07.2012
Memórias de um bom sujeito
24.06.2012
Memórias de um bom sujeito
17.06.2012
Memórias de um bom sujeito
03.06.2012
Memórias de um bom sujeito
26.05.2012
Memórias de um bom sujeito
29.04.2012
Memórias de um bom sujeito
22.04.2012
Memórias de um bom sujeito
24.03.2012
Memórias de um bom sujeito
18.03.2012
Memórias de um bom sujeito
13.03.2012
Memórias de um bom sujeito
04.03.2012
Memórias de um bom sujeito
25.12.2011
Memórias de um bom sujeito
14.12.2011
Memórias de um bom sujeito
13.11.2011
Memórias de um bom sujeito
05.11.2011
Memórias de um bom sujeito
01.11.2011
Memórias de um sujeito
18.10.2011
Memórias de um bom sujeito
11.10.2011
Memórias de um bom sujeito
25.09.2011
Memórias de um bom sujeito
03.09.2011
Memórias de um bom sujeito
20.08.2011
Memórias de um bom sujeito
06.08.2011
Memórias de um bom sujeito
01.08.2011
Memórias de um bom sujeito
24.07.2011
Memórias de um bom sujeito
16.07.2011
Memórias de um bom sujeito
12.07.2011
Memórias de um bom sujeito
02.07.2011
Memórias de um bom sujeito
19.06.2011
Memórias de um bom sujeito
12.06.2011
Memórias de um bom sujeito
04.06.2011
Memórias de um bom sujeito
28.05.2011
Memórias de um bom sujeito
03.04.2011
Memórias de um bom sujeito
27.03.2011
Memórias de um bom sujeito
20.03.2011
Memórias de um bom sujeito
13.03.2011
Memórias de um bom sujeito
06.03.2011
Memórias de um bom sujeito
20.02.2011
Memórias de um bom sujeito
13.02.2011
Memórias de um bom sujeito
06.02.2011
Memórias de um bom sujeito
04.01.2011
Memórias de um bom sujeito
12.12.2010
Memórias de um bom sujeito
05.12.2010
Memórias de um bom sujeito
28.11.2010
Memórias de um bom sujeito
21.11.2010
Memórias de um bom sujeito
14.11.2010
Memórias de um bom sujeito
07.11.2010
Memórias de um bom sujeito
31.10.2010
Memórias de um bom sujeito
24.10.2010
Memórias de um bom sujeito
17.10.2010
Memórias de um bom sujeito
10.10.2010
Memórias de um bom sujeito
03.10.2010
Memórias de um bom sujeito
19.09.2010
Memórias de um bom sujeito
12.09.2010
Memórias de um bom sujeito
29.08.2010
Memórias de um bom sujeito
15.08.2010
Memórias de um bom sujeito
08.08.2010
Memórias de um bom sujeito
25.07.2010
Memórias de um bom sujeito
18.07.2010
Memórias de um bom sujeito
11.07.2010
Memórias de um bom sujeito
04.07.2010
Memórias de um bom sujeito
27.06.2010
Memórias de um bom sujeito
20.06.2010
Memórias de um bom sujeito
13.06.2010
Memórias de um bom sujeito
06.06.2010
Memórias de um bom sujeito
30.05.2010
Memórias de um bom sujeito
23.05.2010
Memórias de um bom sujeito
16.05.2010
Memórias de um bom sujeito
09.05.2010
Memórias de um bom sujeito
25.04.2010
Memórias de um bom sujeito
18.04.2010
Memórias de um bom sujeito
11.04.2010
Memórias de um bom sujeito
04.04.2010
Memórias de um bom sujeito
28.03.2010
Memórias de um bom sujeito
21.03.2010
Memórias de um bom sujeito
14.03.2010
Memórias de um bom sujeito
07.03.2010
Memórias de um bom sujeito
27.02.2010
Memórias de um bom sujeito
21.02.2010
Memórias de um bom sujeito
16.02.2010
Memórias de um bom sujeito
14.02.2010
Memórias de um bom sujeito
20.12.2009
Memórias de um bom sujeito
13.12.2009
Memórias de um bom sujeito
06.12.2009
Memórias de um bom sujeito
29.11.2009
Memórias de um bom sujeito
22.11.2009
Memórias de um bom sujeito
15.11.2009
Memórias de um bom sujeito
08.11.2009
Memórias de um bom sujeito
18.10.2009
Memórias de um bom sujeito
11.10.2009
Memórias de um bom sujeito
04.10.2009
Memórias de um bom sujeito
06.09.2009
Memórias de um bom sujeito
30.08.2009
Memórias de um bom sujeito
23.08.2009
Memórias de um bom sujeito
15.08.2009
Memórias de um bom sujeito
09.08.2009
Memórias de um bom sujeito
02.08.2009
Memórias de um bom sujeito
26.07.2009
Memórias de um bom sujeito
12.07.2009
Memórias de um bom sujeito
05.07.2009
Memórias de um bom sujeito
28.06.2009
Memórias de um bom sujeito
21.06.2009
Memórias de um bom sujeito
07.06.2009
Memórias de um bom sujeito
31.05.2009
Memórias de um bom sujeito
17.05.2009
Memórias de um bom sujeito
10.05.2009
Memórias de um bom sujeito
03.05.2009
Memórias de um bom sujeito
26.04.2009
Memórias de um bom sujeito
19.04.2009
Memórias de um bom sujeito
12.04.2009
Memórias de um bom sujeito
05.04.2009
Memórias de um bom sujeito
29.03.2009
Memórias de um bom sujeito
22.03.2009
Memórias de um bom sujeito
08.03.2009
Memórias de um bom sujeito
01.03.2009
Memórias de um bom sujeito
22.02.2009
Memórias de um bom sujeito
15.02.2009
Memórias de um bom sujeito
28.12.2008
Memórias de um bom sujeito
25.12.2008
Memórias de um bom sujeito
21.12.2008
Memórias de um bom sujeito
07.12.2008
Memórias de um bom sujeito
30.11.2008
Memórias de um bom sujeito
23.11.2008
Memórias de um bom sujeito


PADRE EDUARDO BELOTTI
Momento de Espiritualidade
WALTER POPPI
Trimestralidade. Não é somente isso
WALDEMAR ALLEGRETTI
Já passou da hora
COLUNISMO SOCIAL
Eventos e Personalidades
DOM ANUAR BATTISTI
Arquidiocese de Maringá
EM DEFESA DO CONSUMIDOR
Confira seus direitos
TIAGO VALENCIANO
Política e Sociedade
OSWALDO FREIRE
Capital Federal
FRANCISCO JOSÉ DE SOUZA
A Lógica do Espiritismo
TATTÁ CABRAL
Ensaio
HENRI JEAN VIANA
Francês Press
ROSE LEONEL
Notícia e Cia.
ORLANDO GONZALEZ
Dois Toques
CARMEM RIBEIRO
Colunista Social
JUAREZ FIRMINO
Balanço Geral
ADEMAR SCHIAVONE
Memórias de um bom sujeito
VERDELÍRIO BARBOSA
Fatos Políticos
Clicompre
Aroma Ingá
Agropecuária Hélio
Rima Seguros
MaringáMais
Click do Gato