Maringá, 18 de Agosto de 2018
GLOBAL BENEFÍCIOS Black Bull Steak House
 
Untitled Document
ADEMAR SCHIAVONE
Memórias de um bom sujeito
 



A PÁTRIA SOMOS TODOS NÓS

MEMORIAS DE UM BOM SUJEITO
“Manhê: tô com dor de barriga”. Era o grito da criançada quase sempre.  O remédio vinha daí a alguns minutos: chá de losna.  Meu Deus: como era amargo o tal do chá.   Quando não era losna, era boldo,  arruda, alecrim ou outro qualquer que resolvia qualquer dor:   de cabeça, de barriga, de garganta, etecetera  e tal.
Chá de camomila prá acalmar e dormir tranquilo.
Quando alguém tinha febre era obrigado a tomar banho frio e um chá  que  baixava a temperatura e dava uma sensação de alívio.
Ah, quando tinha dor de ouvido, o remédio era outro: um pouco de azeite aquecido e que se derramavam algumas gotas,  ouvido abaixo e que, como por mágica, acabava com a dor.
E dor de estomago, azia, má digestão:  folhas de arnica  mascadas e  engolida. Ruim prá burro.
Para as machucaduras, arranhões e cortes, mesmo os mais profundos, arnica, rubi, e outras plantas que existiam pelos quintais e quiçaças.
Até chá de picão se usava para indisposições em geral.  Pedra  no rim era curada com chá de quebra-pedra.

E quando havia inflamação com inchaço e muita dor, e que normalmente aparecia quando a gente furava o pé com prego enferrujado, ou cortava com caco de vidro sujo, uma infusão de fumo com urina, que aplicado quente, aliviava e liquidava o problema. A infecção sumia.

Meu irmão Adilson, quando tinha  três anos de idade, quebrou o braço,  lá em Jaguapitã.  Não sei se havia médico na cidade. O farmacêutico resolveu: colocou os ossos no prumo,  fez uma tala de bambu, enfaixou firme e quarenta dias depois, ele estava curado e sem nenhum problema.

Havia poucos médicos a disposição e o que imperava eram os costumes herdados dos antepassados, sempre acostumados a viver por conta própria. E a resolver seus problemas.
Prá começar, os bebês nasciam em casa e as mães eram assistidas por parteiras, mulheres que se dedicavam a colaborar na hora do nascimento da criançada.
Minha mãe teve oito filhos, todos nascidos em casa, apenas com auxilio de uma parteira e nunca fez acompanhamento pré-natal.
E ela morreu com mais de oitenta anos.
A medicina preventiva caseira era aplicada a cada três meses: um laxante para limpar os intestinos e melhorar o sangue que éramos obrigados a ingerir.
E como era ruim o tal do sal amargo, do óleo de rícino e não lembro quais outros minha mãe obrigava a gente a tomar.
E prá fortalecer músculos e mente, uma colher diária de óleo de fígado de bacalhau – a Emulsão de Scot – que tinha um gosto diferente e ninguém gostava.
Andávamos descalços, corríamos pelas ruas, comíamos frutas silvestres com as mãos sujas, tomávamos água de rios e de poço comum e nem por isso ficávamos doentes.
 
Ninguém usava óleo para cozinhar.  Era banha de porco. Verdura cada um produzia a sua.  Sem agrotóxico. O pão era feito em casa, em forno de lenha e em quantidade sempre considerável.
Em casa de italiano, o vinho fazia parte das refeições. Mas, criança não podia beber nem para experimentar. Só depois dos dezoito anos.

Mas, os tempos eram outros.
Prá começar a  vida média do brasileiro era de pouco mais de cinquenta anos.
Aliás, quem tinha cinquenta já era considerado velho e em fim de vida.

Hoje se tem a expectativa de viver mais de setenta anos.  Um aumento considerável e que reflete a melhora da população em sua qualidade de vida. E claro, a atuação da medicina como um elemento indispensável nesse contexto.
Mas, mesmo assim, se as pessoas deixassem de procurar médicos, postos de saúde, hospitais, por qualquer indisposição, se usassem chás e remédios caseiros mais amiúde, com certeza, o atendimento do SUS e dos planos de saúde particular seria mais rápidos, mais eficientes e satisfariam a todos.

Cuidar da saúde e da qualidade de vida ficou muito caro.  Oneroso demais.  O governo, ineficiente e com uma máquina emperrada e grande demais, não dá conta. É incompetente para gerir eficientemente o sistema. 

Planos de saúde viraram grandes empresas, patrocinadoras de atletas de alto nível, de equipes de futebol, de vôlei, de tudo, com um só objetivo: aumentar ainda mais a arrecadação com novos associados.
Como empresas, estão certos. Como planos atendentes de saúde, não sei avaliar.

Os chás e as  ervas que curam e, a medicina popular aprendida ao longo dos tempos e ensinada pelos nossos avós,  ainda são um santo remédio que, se bem aplicados diminuiriam consideravelmente as filas em hospitais e postos de saúde por esse Brasil afora.

GREVE JUSTA - JUSTISSIMA
A greve de professores no Paraná é absolutamente justa.
O governo oferece um reajuste ridículo diante da inflação, que ele mesmo contribuiu para aumentar desmedidamente.
É só ver o preço de remédios, da luz, da água, do transporte, do telefone, que são controlados pelo governo.
É só ir ao supermercado e sentir o aumento que se pratica em todas as prateleiras.
E os professores, os servidores públicos como um todo, também são consumidores.  Pagam luz, água, telefone, gás, combustível, remédios, comida e roupas, com o aumento provocado ou autorizado pelo governo.
E tem ainda os aumentos dos custos do preço governamental: IPVA, ISS, ICMS, PIS, COFINS, tudo aumentou demais.
A inflação é medida oficialmente pelo governo.  E, sem medo de errar, sabemos que o índice apresentado é artificial e  muito aquém do aumento real.
O mínimo decente que o governo deve pagar aos seus servidores deve ser a reposição da inflação. Que ele mesmo calcula.
E mais: de uma só vez.  Sem essa frescura de pagar parcelado e lá na frente se  houver arrecadação.

Ademais o governo de Beto Richa não fez a sua parte na economia de despesas desnecessárias.
Está igualzinho ao governo da Dilma.
Ninguém pode pedir aperto no cinto dos outros se não apertar o próprio.
Não houve corte de um único ministério no federal.  Continuam trinta e nove, quando vinte já seria demais.
Aqui, Richa continua com vinte e nove secretarias. A metade desnecessária.

E mais: o salário da  presidente e o do governador foi aumentado e, em muito.

São só eles que têm necessidade de pagar contas?  O servidor público vive de brisa?

Os servidores da educação continuam em greve e, o povo que está sendo prejudicado, principalmente os  alunos e seus pais, apoia essa greve.
Acho que é hora das entidades organizadas: igrejas, clubes de serviço, OAB. ACIM, sindicatos, apoiarem a greve, manifestando-se publicamente.
Político só entende uma linguagem: a manifestação do povo na rua, exigindo seus direitos.
Chega de sustentar uma maquina política corruPTa e que apenas vê o lado deles próprios.
Afinal, político eleito pelo povo tem de ouvir o povo que é quem paga seu salário.
Suas mordomias também.  Até os desvios bilionários que praticam.

TERMINA HOJE: FINALMENTE
Hoje, trinta e um de maio, é o último dia em que eu, você, o povo inteiro trabalha só para pagar impostos.
O cálculo é feito pelo IBGE, FGV, Dieese, Ibope, Datafolha e etc.
Até hoje só trabalhamos para pagar impostos mal aplicados em todos os cantos e por todos os governantes.
Isso se os mesmos institutos não refizerem as contas depois do aumento desenfreado de impostos nos municípios, nos estados e na união.
Impostos diretos e indiretos que são embutidos nos preços dos produtos.
Tomara que fique só até hoje.
Graças a Deus se ficar.

BOM DOMINGO A TODOS

 
  
Os artigos, conceitos e opiniões pessoais são de inteira responsabilidade do autor.
14.02.2016
Memórias de um bom sujeito
10.02.2016
Memórias de um bom sujeito
31.01.2016
Memórias de um bom sujeito
24.01.2016
Memórias de um bom sujeito
07.12.2015
Memórias de um bom sujeito
29.11.2015
Memórias de um bom sujeito
23.11.2015
Memórias de um bom sujeito
15.11.2015
Memórias de um bom sujeito
08.11.2015
Memórias de um bom sujeito
01.11.2015
Memórias de um bom sujeito
26.10.2015
Memórias de um bom sujeito
17.10.2015
Memórias de um bom sujeito
12.10.2015
Memórias de um bom sujeito
05.10.2015
Memórias de um bom sujeito
28.09.2015
Memórias de um bom sujeito
21.09.2015
Memórias de um bom sujeito
13.09.2015
Memórias de um bom sujeito
08.09.2015
Memórias de um bom sujeito
23.08.2015
Memórias de um bom sujeito
24.05.2015
Memórias de um sujeito
10.05.2015
Memórias de um bom sujeito
03.05.2015
Memórias de um bom sujeito
18.04.2015
Memórias de um bom sujeito
12.04.2015
Memórias de um bom sujeito
30.03.2015
Memórias de um bom sujeito
30.03.2015
Memórias de um bom sujeito
22.03.2015
Memórias de um bom sujeito
15.03.2015
Memórias de um bom sujeito
08.03.2015
Memórias de um bom sujeito
01.03.2015
Memórias de um bom sujeito
12.01.2015
Memórias de um bom sujeito
03.01.2015
Memórias de um bom sujeito
21.12.2014
Memórias de um bom sujeito
14.12.2014
Memórias de um bom sujeito
07.12.2014
Memórias de um bom sujeito
30.11.2014
Memórias de um bom sujeito
23.11.2014
Memórias de um bom sujeito
16.11.2014
Memórias de um bom sujeito
09.11.2014
Memórias de um bom sujeito
02.11.2014
Memórias de um bom sujeito
19.10.2014
Memórias de um bom sujeito
14.10.2014
Memórias de um bom sujeito
05.10.2014
Memórias de um bom sujeito
29.09.2014
Memórias de um bom sujeito
14.09.2014
Memórias de um bom sujeito
07.09.2014
Memórias de um bom sujeito
31.08.2014
Memórias de um bom sujeito
26.08.2014
Memórias de um bom sujeito
17.08.2014
Memórias de um bom sujeito
11.08.2014
Memórias de um bom sujeito
03.08.2014
Memórias de um bom sujeito
20.07.2014
Memórias de um bom sujeito
12.07.2014
Memórias de um bom sujeito
06.07.2014
Memórias de um bom sujeito
30.06.2014
Memórias de um bom sujeito
22.06.2014
Memórias de um bom sujeito
17.06.2014
Memórias de um bom sujeito
10.06.2014
Memórias de um bom sujeito
01.06.2014
Memórias de um bom sujeito
25.05.2014
Memórias de um bom sujeito
14.05.2014
Memórias de um bom sujeito
04.05.2014
Memórias de um bom sujeito
27.04.2014
Memórias de um bom sujeito
20.04.2014
Memórias de um bom sujeito
13.04.2014
Memórias de um bom sujeito
06.04.2014
Memórias de um bom sujeito
30.03.2014
Memórias de um bom sujeito
25.03.2014
Memórias de um bom sujeito
20.03.2014
Memórias de um bom sujeito
17.02.2013
Memórias de um bom sujeito
30.12.2012
Memórias de um bom sujeito
18.11.2012
Memórias de um bom sujeito
11.11.2012
Memórias de um bom sujeito
06.11.2012
Memórias de um bom sujeito
28.10.2012
Memórias de um bom sujeito
23.10.2012
Memórias de um bom sujeito
14.10.2012
Memórias de um bom sujeito
30.09.2012
Memórias de um bom sujeito
25.09.2012
Memórias de um bom sujeito
16.09.2012
Memórias de um bom sujeito
09.09.2012
Memórias de um bom sujeito
02.09.2012
Memórias de um bom sujeito
26.08.2012
Memórias de um bom sujeito
19.08.2012
Memórias de um bom sujeito
12.08.2012
Memórias de um bom sujeito
06.08.2012
Memórias de um sujeito
29.07.2012
Memórias de um bom sujeito
22.07.2012
Memórias de um bom sujeito
15.07.2012
Memórias de um bom sujeito
08.07.2012
Memórias de um bom sujeito
01.07.2012
Memórias de um bom sujeito
24.06.2012
Memórias de um bom sujeito
17.06.2012
Memórias de um bom sujeito
03.06.2012
Memórias de um bom sujeito
26.05.2012
Memórias de um bom sujeito
29.04.2012
Memórias de um bom sujeito
22.04.2012
Memórias de um bom sujeito
24.03.2012
Memórias de um bom sujeito
18.03.2012
Memórias de um bom sujeito
13.03.2012
Memórias de um bom sujeito
04.03.2012
Memórias de um bom sujeito
25.12.2011
Memórias de um bom sujeito
14.12.2011
Memórias de um bom sujeito
13.11.2011
Memórias de um bom sujeito
05.11.2011
Memórias de um bom sujeito
01.11.2011
Memórias de um sujeito
18.10.2011
Memórias de um bom sujeito
11.10.2011
Memórias de um bom sujeito
25.09.2011
Memórias de um bom sujeito
03.09.2011
Memórias de um bom sujeito
20.08.2011
Memórias de um bom sujeito
06.08.2011
Memórias de um bom sujeito
01.08.2011
Memórias de um bom sujeito
24.07.2011
Memórias de um bom sujeito
16.07.2011
Memórias de um bom sujeito
12.07.2011
Memórias de um bom sujeito
02.07.2011
Memórias de um bom sujeito
19.06.2011
Memórias de um bom sujeito
12.06.2011
Memórias de um bom sujeito
04.06.2011
Memórias de um bom sujeito
28.05.2011
Memórias de um bom sujeito
03.04.2011
Memórias de um bom sujeito
27.03.2011
Memórias de um bom sujeito
20.03.2011
Memórias de um bom sujeito
13.03.2011
Memórias de um bom sujeito
06.03.2011
Memórias de um bom sujeito
20.02.2011
Memórias de um bom sujeito
13.02.2011
Memórias de um bom sujeito
06.02.2011
Memórias de um bom sujeito
04.01.2011
Memórias de um bom sujeito
12.12.2010
Memórias de um bom sujeito
05.12.2010
Memórias de um bom sujeito
28.11.2010
Memórias de um bom sujeito
21.11.2010
Memórias de um bom sujeito
14.11.2010
Memórias de um bom sujeito
07.11.2010
Memórias de um bom sujeito
31.10.2010
Memórias de um bom sujeito
24.10.2010
Memórias de um bom sujeito
17.10.2010
Memórias de um bom sujeito
10.10.2010
Memórias de um bom sujeito
03.10.2010
Memórias de um bom sujeito
19.09.2010
Memórias de um bom sujeito
12.09.2010
Memórias de um bom sujeito
29.08.2010
Memórias de um bom sujeito
15.08.2010
Memórias de um bom sujeito
08.08.2010
Memórias de um bom sujeito
25.07.2010
Memórias de um bom sujeito
18.07.2010
Memórias de um bom sujeito
11.07.2010
Memórias de um bom sujeito
04.07.2010
Memórias de um bom sujeito
27.06.2010
Memórias de um bom sujeito
20.06.2010
Memórias de um bom sujeito
13.06.2010
Memórias de um bom sujeito
06.06.2010
Memórias de um bom sujeito
30.05.2010
Memórias de um bom sujeito
23.05.2010
Memórias de um bom sujeito
16.05.2010
Memórias de um bom sujeito
09.05.2010
Memórias de um bom sujeito
25.04.2010
Memórias de um bom sujeito
18.04.2010
Memórias de um bom sujeito
11.04.2010
Memórias de um bom sujeito
04.04.2010
Memórias de um bom sujeito
28.03.2010
Memórias de um bom sujeito
21.03.2010
Memórias de um bom sujeito
14.03.2010
Memórias de um bom sujeito
07.03.2010
Memórias de um bom sujeito
27.02.2010
Memórias de um bom sujeito
21.02.2010
Memórias de um bom sujeito
16.02.2010
Memórias de um bom sujeito
14.02.2010
Memórias de um bom sujeito
20.12.2009
Memórias de um bom sujeito
13.12.2009
Memórias de um bom sujeito
06.12.2009
Memórias de um bom sujeito
29.11.2009
Memórias de um bom sujeito
22.11.2009
Memórias de um bom sujeito
15.11.2009
Memórias de um bom sujeito
08.11.2009
Memórias de um bom sujeito
18.10.2009
Memórias de um bom sujeito
11.10.2009
Memórias de um bom sujeito
04.10.2009
Memórias de um bom sujeito
06.09.2009
Memórias de um bom sujeito
30.08.2009
Memórias de um bom sujeito
23.08.2009
Memórias de um bom sujeito
15.08.2009
Memórias de um bom sujeito
09.08.2009
Memórias de um bom sujeito
02.08.2009
Memórias de um bom sujeito
26.07.2009
Memórias de um bom sujeito
12.07.2009
Memórias de um bom sujeito
05.07.2009
Memórias de um bom sujeito
28.06.2009
Memórias de um bom sujeito
21.06.2009
Memórias de um bom sujeito
07.06.2009
Memórias de um bom sujeito
31.05.2009
Memórias de um bom sujeito
17.05.2009
Memórias de um bom sujeito
10.05.2009
Memórias de um bom sujeito
03.05.2009
Memórias de um bom sujeito
26.04.2009
Memórias de um bom sujeito
19.04.2009
Memórias de um bom sujeito
12.04.2009
Memórias de um bom sujeito
05.04.2009
Memórias de um bom sujeito
29.03.2009
Memórias de um bom sujeito
22.03.2009
Memórias de um bom sujeito
08.03.2009
Memórias de um bom sujeito
01.03.2009
Memórias de um bom sujeito
22.02.2009
Memórias de um bom sujeito
15.02.2009
Memórias de um bom sujeito
28.12.2008
Memórias de um bom sujeito
25.12.2008
Memórias de um bom sujeito
21.12.2008
Memórias de um bom sujeito
07.12.2008
Memórias de um bom sujeito
30.11.2008
Memórias de um bom sujeito
23.11.2008
Memórias de um bom sujeito


PADRE EDUARDO BELOTTI
Momento de Espiritualidade
WALTER POPPI
Trimestralidade. Não é somente isso
WALDEMAR ALLEGRETTI
Já passou da hora
COLUNISMO SOCIAL
Eventos e Personalidades
DOM ANUAR BATTISTI
Arquidiocese de Maringá
EM DEFESA DO CONSUMIDOR
Confira seus direitos
TIAGO VALENCIANO
Política e Sociedade
OSWALDO FREIRE
Capital Federal
FRANCISCO JOSÉ DE SOUZA
A Lógica do Espiritismo
TATTÁ CABRAL
Ensaio
HENRI JEAN VIANA
Francês Press
ROSE LEONEL
Notícia e Cia.
ORLANDO GONZALEZ
Dois Toques
CARMEM RIBEIRO
Colunista Social
JUAREZ FIRMINO
Balanço Geral
ADEMAR SCHIAVONE
Memórias de um bom sujeito
VERDELÍRIO BARBOSA
Fatos Políticos
Clicompre
Aroma Ingá
Agropecuária Hélio
Rima Seguros
MaringáMais
Click do Gato