Maringá, 22 de Junho de 2018
GLOBAL BENEFÍCIOS Black Bull Steak House
 
Untitled Document
ADEMAR SCHIAVONE
Memórias de um bom sujeito
 



A VIDA É UMA VIAGEM.  O PENSAMENTO O ITINERÁRIO.

O TREM DA VIDA
Quando nascemos embarcamos no Trem da Vida, numa viagem longa ou não, assistindo a embarques e desembarques, parando em cada estação onde muitos descem e outros mais sobem e nos acompanham.

Ao nascer, acostumados com a escuridão, abrimos os olhos e ficamos sem entender nada.
A mãe sorri e chora ao mesmo tempo.  O Pai fica preocupado com o jeito de pegar na gente. E você sem entender nada.
Com o passar dos dias você se acostuma com a claridade e passa a ver com mais clareza as coisas ao seu lado.
E o trem não para, está sempre em movimento constante.

E você começa a entender que  quando as pessoas à sua volta  estão sorrindo, estão alegres e você  sorri também,  provoca uma enorme manifestação de alegria dos que estão perto.
Mais um pouco e a gente à sua volta e que o acompanha na viagem, aumenta: avós, tios, primos, amigos dos seus pais.
Você está crescendo e começa a engatinhar provocando manifestações de alegria em todos.
Quando você chora muitos vem ver o que está acontecendo.  Pegam você no colo, coloca a chupeta em sua boca, embala e entoa canções de ninar.   Você se acomoda e mesmo sem falar, agradece o carinho recebido.
Todos querem ensiná-lo a andar.  O trem dá umas chacoalhadas e você tem uma dificuldade danada.  Mas, com o passar das estações, você dá o primeiro passo.
Alegria de todos que se espraia para os amigos.  Foi seu primeiro passo.
A vovó, as tias, a mãe, todos querem ensiná-lo a falar.   Repetem, insistem, teimam até você balbuciar a primeira palavra.
Mãe.

Mãe: É sempre a primeira palavra de qualquer um de nós.
Nasce seu irmão...  Você perdeu o colo da mãe e o peito  para mamar.
Um drama...  Uma tragédia... Um caso difícil de resolver.
Mas, com o passar do tempo, o irmão cresce e torna-se seu amigo de todas as horas.

A medida que você vai crescendo, começa a ver mais gente no trem da vida.
Gente estranha, diferente que enche os vagões, canta, chora,  brinca.
Na estação de parada todos descem e correm e se divertem o quanto podem.
Seu avô ensina você a fazer um estilingue, uma pipa, um carrinho de rolimã e você, acredita em Papai Noel e espera pelo velhinho em todo final  de ano.

Jovem tem que parar por tempo maior na estação para poder frequentar a escola, aprender a ler, a escrever e tomar conhecimento das coisas. Vem a universidade e você conquista pontos no seu trem da vida.
A juventude é uma época maravilhosa.  Você se apaixona inúmeras vezes.  Você conquista amigos  leais e sinceros que o acompanham por uma jornada feliz na vida.
Numa estação sua avó desce e não sobe mais.  Noutra mais adiante, é seu avô que desce e do mesmo jeito não retorna.
Parece que você perdeu uma parte da sua vida.

E o trem continua seu caminho na mesma batida de sempre. 
Um minuto tem sessenta segundos, uma hora sessenta minutos e um dia vinte e quatro horas, que passam sempre no mesmo ritmo que, para uns é lerdo demais, para outros,  longo... muito longo...
Um dia sobe no mesmo trem uma jovem que desperta algo nunca sentido em seu coração.
É o amor que surge com uma força estranha que leva você a uma união feliz.
O caminho dos trilhos leva sua parceira à maternidade numa das paradas.  Nasce o seu primeiro filho. Uma alegria indescritível.  Você é a pessoa mais feliz do mundo.
Na parada seguinte, seu pai desce e não mais volta.

O que fazer?
Apenas lamentar. É a sequencia natural da vida.
E nessa sequencia sua mãe também desce para não mais voltar.
A viagem continua no mesmo ritmo de sempre.

Nascem seus outros filhos, você muda de vagão, pessoas desconhecidas aparecem em sua vida, contam historias diferentes e você agora faz parte de um novo universo.
À medida que o tempo vai passando, os filhos crescendo, muitos amigos descendo para não mais voltar, você sente que o tempo é o senhor da razão.  
Os cabelos estão brancos e caindo.  As articulações doendo. O cansaço aumenta a cada dia.
Você continua no mesmo trem.

Vai conhecendo pessoas, compreendendo a humanidade e usando seu livre arbítrio para decidir que rumo deve ensinar aos que o cercam.
O trem da vida não para nunca.
Quando nascemos ele está andando pelos trilhos...  no mesmo ritmo de sempre...
A hora de desembarcar  ninguém sabe.
Mas, todos sabem que, não viemos fazer parte dessa viagem por acaso.
Estamos todos no mesmo trem.

Trem que jamais deixará de existir e seguirá para todo o sempre, na mesma marcha, no mesmo ritmo, na mesma velocidade em busca... ninguém sabe do que...
Feliz quem sabe aproveitar a viagem para fazer amigos... para compreender as diferenças... para perdoar... principalmente,  o sucesso alheio... para construir paradas seguras e confortáveis para seus descendentes.

BOM DOMINGO A TODOS.

 
  
Os artigos, conceitos e opiniões pessoais são de inteira responsabilidade do autor.
14.02.2016
Memórias de um bom sujeito
10.02.2016
Memórias de um bom sujeito
31.01.2016
Memórias de um bom sujeito
24.01.2016
Memórias de um bom sujeito
07.12.2015
Memórias de um bom sujeito
29.11.2015
Memórias de um bom sujeito
23.11.2015
Memórias de um bom sujeito
15.11.2015
Memórias de um bom sujeito
08.11.2015
Memórias de um bom sujeito
01.11.2015
Memórias de um bom sujeito
17.10.2015
Memórias de um bom sujeito
12.10.2015
Memórias de um bom sujeito
05.10.2015
Memórias de um bom sujeito
28.09.2015
Memórias de um bom sujeito
21.09.2015
Memórias de um bom sujeito
13.09.2015
Memórias de um bom sujeito
08.09.2015
Memórias de um bom sujeito
23.08.2015
Memórias de um bom sujeito
31.05.2015
Memórias de um bom sujeito
24.05.2015
Memórias de um sujeito
10.05.2015
Memórias de um bom sujeito
03.05.2015
Memórias de um bom sujeito
18.04.2015
Memórias de um bom sujeito
12.04.2015
Memórias de um bom sujeito
30.03.2015
Memórias de um bom sujeito
30.03.2015
Memórias de um bom sujeito
22.03.2015
Memórias de um bom sujeito
15.03.2015
Memórias de um bom sujeito
08.03.2015
Memórias de um bom sujeito
01.03.2015
Memórias de um bom sujeito
12.01.2015
Memórias de um bom sujeito
03.01.2015
Memórias de um bom sujeito
21.12.2014
Memórias de um bom sujeito
14.12.2014
Memórias de um bom sujeito
07.12.2014
Memórias de um bom sujeito
30.11.2014
Memórias de um bom sujeito
23.11.2014
Memórias de um bom sujeito
16.11.2014
Memórias de um bom sujeito
09.11.2014
Memórias de um bom sujeito
02.11.2014
Memórias de um bom sujeito
19.10.2014
Memórias de um bom sujeito
14.10.2014
Memórias de um bom sujeito
05.10.2014
Memórias de um bom sujeito
29.09.2014
Memórias de um bom sujeito
14.09.2014
Memórias de um bom sujeito
07.09.2014
Memórias de um bom sujeito
31.08.2014
Memórias de um bom sujeito
26.08.2014
Memórias de um bom sujeito
17.08.2014
Memórias de um bom sujeito
11.08.2014
Memórias de um bom sujeito
03.08.2014
Memórias de um bom sujeito
20.07.2014
Memórias de um bom sujeito
12.07.2014
Memórias de um bom sujeito
06.07.2014
Memórias de um bom sujeito
30.06.2014
Memórias de um bom sujeito
22.06.2014
Memórias de um bom sujeito
17.06.2014
Memórias de um bom sujeito
10.06.2014
Memórias de um bom sujeito
01.06.2014
Memórias de um bom sujeito
25.05.2014
Memórias de um bom sujeito
14.05.2014
Memórias de um bom sujeito
04.05.2014
Memórias de um bom sujeito
27.04.2014
Memórias de um bom sujeito
20.04.2014
Memórias de um bom sujeito
13.04.2014
Memórias de um bom sujeito
06.04.2014
Memórias de um bom sujeito
30.03.2014
Memórias de um bom sujeito
25.03.2014
Memórias de um bom sujeito
20.03.2014
Memórias de um bom sujeito
17.02.2013
Memórias de um bom sujeito
30.12.2012
Memórias de um bom sujeito
18.11.2012
Memórias de um bom sujeito
11.11.2012
Memórias de um bom sujeito
06.11.2012
Memórias de um bom sujeito
28.10.2012
Memórias de um bom sujeito
23.10.2012
Memórias de um bom sujeito
14.10.2012
Memórias de um bom sujeito
30.09.2012
Memórias de um bom sujeito
25.09.2012
Memórias de um bom sujeito
16.09.2012
Memórias de um bom sujeito
09.09.2012
Memórias de um bom sujeito
02.09.2012
Memórias de um bom sujeito
26.08.2012
Memórias de um bom sujeito
19.08.2012
Memórias de um bom sujeito
12.08.2012
Memórias de um bom sujeito
06.08.2012
Memórias de um sujeito
29.07.2012
Memórias de um bom sujeito
22.07.2012
Memórias de um bom sujeito
15.07.2012
Memórias de um bom sujeito
08.07.2012
Memórias de um bom sujeito
01.07.2012
Memórias de um bom sujeito
24.06.2012
Memórias de um bom sujeito
17.06.2012
Memórias de um bom sujeito
03.06.2012
Memórias de um bom sujeito
26.05.2012
Memórias de um bom sujeito
29.04.2012
Memórias de um bom sujeito
22.04.2012
Memórias de um bom sujeito
24.03.2012
Memórias de um bom sujeito
18.03.2012
Memórias de um bom sujeito
13.03.2012
Memórias de um bom sujeito
04.03.2012
Memórias de um bom sujeito
25.12.2011
Memórias de um bom sujeito
14.12.2011
Memórias de um bom sujeito
13.11.2011
Memórias de um bom sujeito
05.11.2011
Memórias de um bom sujeito
01.11.2011
Memórias de um sujeito
18.10.2011
Memórias de um bom sujeito
11.10.2011
Memórias de um bom sujeito
25.09.2011
Memórias de um bom sujeito
03.09.2011
Memórias de um bom sujeito
20.08.2011
Memórias de um bom sujeito
06.08.2011
Memórias de um bom sujeito
01.08.2011
Memórias de um bom sujeito
24.07.2011
Memórias de um bom sujeito
16.07.2011
Memórias de um bom sujeito
12.07.2011
Memórias de um bom sujeito
02.07.2011
Memórias de um bom sujeito
19.06.2011
Memórias de um bom sujeito
12.06.2011
Memórias de um bom sujeito
04.06.2011
Memórias de um bom sujeito
28.05.2011
Memórias de um bom sujeito
03.04.2011
Memórias de um bom sujeito
27.03.2011
Memórias de um bom sujeito
20.03.2011
Memórias de um bom sujeito
13.03.2011
Memórias de um bom sujeito
06.03.2011
Memórias de um bom sujeito
20.02.2011
Memórias de um bom sujeito
13.02.2011
Memórias de um bom sujeito
06.02.2011
Memórias de um bom sujeito
04.01.2011
Memórias de um bom sujeito
12.12.2010
Memórias de um bom sujeito
05.12.2010
Memórias de um bom sujeito
28.11.2010
Memórias de um bom sujeito
21.11.2010
Memórias de um bom sujeito
14.11.2010
Memórias de um bom sujeito
07.11.2010
Memórias de um bom sujeito
31.10.2010
Memórias de um bom sujeito
24.10.2010
Memórias de um bom sujeito
17.10.2010
Memórias de um bom sujeito
10.10.2010
Memórias de um bom sujeito
03.10.2010
Memórias de um bom sujeito
19.09.2010
Memórias de um bom sujeito
12.09.2010
Memórias de um bom sujeito
29.08.2010
Memórias de um bom sujeito
15.08.2010
Memórias de um bom sujeito
08.08.2010
Memórias de um bom sujeito
25.07.2010
Memórias de um bom sujeito
18.07.2010
Memórias de um bom sujeito
11.07.2010
Memórias de um bom sujeito
04.07.2010
Memórias de um bom sujeito
27.06.2010
Memórias de um bom sujeito
20.06.2010
Memórias de um bom sujeito
13.06.2010
Memórias de um bom sujeito
06.06.2010
Memórias de um bom sujeito
30.05.2010
Memórias de um bom sujeito
23.05.2010
Memórias de um bom sujeito
16.05.2010
Memórias de um bom sujeito
09.05.2010
Memórias de um bom sujeito
25.04.2010
Memórias de um bom sujeito
18.04.2010
Memórias de um bom sujeito
11.04.2010
Memórias de um bom sujeito
04.04.2010
Memórias de um bom sujeito
28.03.2010
Memórias de um bom sujeito
21.03.2010
Memórias de um bom sujeito
14.03.2010
Memórias de um bom sujeito
07.03.2010
Memórias de um bom sujeito
27.02.2010
Memórias de um bom sujeito
21.02.2010
Memórias de um bom sujeito
16.02.2010
Memórias de um bom sujeito
14.02.2010
Memórias de um bom sujeito
20.12.2009
Memórias de um bom sujeito
13.12.2009
Memórias de um bom sujeito
06.12.2009
Memórias de um bom sujeito
29.11.2009
Memórias de um bom sujeito
22.11.2009
Memórias de um bom sujeito
15.11.2009
Memórias de um bom sujeito
08.11.2009
Memórias de um bom sujeito
18.10.2009
Memórias de um bom sujeito
11.10.2009
Memórias de um bom sujeito
04.10.2009
Memórias de um bom sujeito
06.09.2009
Memórias de um bom sujeito
30.08.2009
Memórias de um bom sujeito
23.08.2009
Memórias de um bom sujeito
15.08.2009
Memórias de um bom sujeito
09.08.2009
Memórias de um bom sujeito
02.08.2009
Memórias de um bom sujeito
26.07.2009
Memórias de um bom sujeito
12.07.2009
Memórias de um bom sujeito
05.07.2009
Memórias de um bom sujeito
28.06.2009
Memórias de um bom sujeito
21.06.2009
Memórias de um bom sujeito
07.06.2009
Memórias de um bom sujeito
31.05.2009
Memórias de um bom sujeito
17.05.2009
Memórias de um bom sujeito
10.05.2009
Memórias de um bom sujeito
03.05.2009
Memórias de um bom sujeito
26.04.2009
Memórias de um bom sujeito
19.04.2009
Memórias de um bom sujeito
12.04.2009
Memórias de um bom sujeito
05.04.2009
Memórias de um bom sujeito
29.03.2009
Memórias de um bom sujeito
22.03.2009
Memórias de um bom sujeito
08.03.2009
Memórias de um bom sujeito
01.03.2009
Memórias de um bom sujeito
22.02.2009
Memórias de um bom sujeito
15.02.2009
Memórias de um bom sujeito
28.12.2008
Memórias de um bom sujeito
25.12.2008
Memórias de um bom sujeito
21.12.2008
Memórias de um bom sujeito
07.12.2008
Memórias de um bom sujeito
30.11.2008
Memórias de um bom sujeito
23.11.2008
Memórias de um bom sujeito


PADRE EDUARDO BELOTTI
Momento de Espiritualidade
WALTER POPPI
Trimestralidade. Não é somente isso
WALDEMAR ALLEGRETTI
Já passou da hora
COLUNISMO SOCIAL
Eventos e Personalidades
DOM ANUAR BATTISTI
Arquidiocese de Maringá
EM DEFESA DO CONSUMIDOR
Confira seus direitos
TIAGO VALENCIANO
Política e Sociedade
OSWALDO FREIRE
Capital Federal
FRANCISCO JOSÉ DE SOUZA
A Lógica do Espiritismo
TATTÁ CABRAL
Ensaio
HENRI JEAN VIANA
Francês Press
ROSE LEONEL
Notícia e Cia.
ORLANDO GONZALEZ
Dois Toques
CARMEM RIBEIRO
Colunista Social
JUAREZ FIRMINO
Balanço Geral
ADEMAR SCHIAVONE
Memórias de um bom sujeito
VERDELÍRIO BARBOSA
Fatos Políticos
Clicompre
Aroma Ingá
Agropecuária Hélio
Rima Seguros
MaringáMais
Click do Gato