Maringá, 11 de Dezembro de 2018
GLOBAL BENEFÍCIOS Black Bull Steak House
 
Untitled Document
ADEMAR SCHIAVONE
Memórias de um bom sujeito
 

EMBORA NINGUEM POSSA VOLTAR ATRÁS E FAZER UM NOVO COMEÇO, QUALQUER UM PODE COMEÇAR AGORA A FAZER UM NOVO FIM.

GALO VELHO
Um galo novo foi colocado no terreiro.  Jovem, forte, faceiro, cheio de pose e de gogó.  Falava alto e cantava de galo mesmo. O terreiro tinha 15 galinhas. O galo velho acostumado a ser dono do terreiro, foi logo dizendo: olha meu jovem: aqui tem 10 frangas e 5 galinhas bem idosas.  Você fica com as frangas e eu  com as galinhas. É uma boa proposta.
O jovem galo respondeu cheio de pose: nada disso meu velho. Eu fico com todas.  Sou forte e dou conta do recado sozinho.
O galo velho, cheio de moral, propôs: olhe pelo menos me dá uma chance. Aposte uma corrida comigo.
O frangão responde: mas você vai perder mesmo.
- eu sei, mas pelo menos perdi e não fui escorraçado.
Resolveram correr de uma trave à outra no campo de futebol defronte a sede da propriedade.  Na hora da saída, o galo jovem estava rindo a toa. O velho foi logo propondo: como você é jovem e muito rápido, dê uma pequena vantagem: eu largo da marca da grande área.
- é pouco: pode largar do meio  do campo, diz o frangão.
Em poucos minutos o galo velho já estava sendo alcançado, quando se houve um tiro e o frangão cai mortinho no chão.
- Esse é o quinto galo que trago para a fazenda. Era igual aos outros.  Ao invés de correr atrás das galinhas, tenta cobrir o galo velho – diz o fazendeiro para a sua mulher.
Moral: confie mais na inteligência do que na audácia da força.

SAFADEZA LEGAL
O que o congresso nacional está tentando fazer com os credores de precatórios, é uma safadeza sem limites.  Aprovar uma lei que permita que o calote seja oficializado.  O estado como governo, em todos os setores, federal, governos estaduais e prefeituras, deixam de pagar as suas dividas oriundas de precatórios, sendo obrigados a destinar apenas zero seis por cento para essa finalidade.  Uma coisa inimaginável para qualquer mortal.  E o que é pior: todos os partidos estão empenhados em aprovar essa canalhice.  É o calote e a desmoralização do judiciário.
Quem manda pagar os precatórios é exatamente o judiciário, depois que os credores não conseguem receber seus direitos.
Agora através de uma lei o calote será oficializado.
Coisas do Brasil.

SAFADEZA OFICIAL
A conduta do senador José Sarney como presidente do senado, demonstrou mais uma vez, que estamos ou continuamos nas mãos de gente sem nenhum escrúpulo em se apropriar do dinheiro publico.
A culpa não é dele, brada em alto som.
É a desculpa mais safada que já vi.  Aprendeu com o Luizinho:  não sabia de nada.  Nem dos parentes nomeados por ato secreto – seis no total que recebem mais de trinta e nove mil por mês – como não sabia que o senado creditava em sua conta, todos os meses, há mais de cinco anos,  mais de três mil reais, a titulo de auxilio moradia a que não tinha direito.
É hora de a sociedade se movimentar. De dizer que não concorda com isso. Que é preciso abrir as contas do senado, da câmara, das assembléias, das câmaras municipais, para que a promotoria publica, a policia federal, examinem e digam o que é certo e o que é errado.  Conta secreta é para bandido, mafioso, sonegador, traficante. Não é para senador, deputado, vereador, prefeito, ministro. Ninguém que ocupe cargo público. 

AS PODEROSAS
Tem mulheres que por sua atuação em varias áreas e, na sua vida particular, desenvolvem um extraordinário trabalho de efeito social nem sempre reconhecido. A história da nossa cidade foi feita pelos homens de coragem e destemidos.  Mas não fosse a participação das suas mulheres e quase nada teriam feito de importante ou que merecesse reconhecimento.
Já imaginaram o João Paulino sem a dona Branca ou o dr. Adriano sem a dona Puri.  Jamais chegariam aonde chegaram.
Pois bem:  procurando fazer justiça a essas mulheres poderosas, a partir de hoje, vou homenagear a essas  mulheres maravilhas que fizeram  e as que ainda fazem a historia de Maringá.
Vou começar por uma mulher de muita fibra.
Aqui chegou junto dos pais e dos irmãos quando ainda era tudo mato.
Jovem, bonita, sensível, inteligente, influenciou homens de varias gerações.
Bárbara Barros, era Bárbara Bueno, filha do Odwaldo Bueno Neto, um pioneiro que chegou ao inicio e foi participativo em tudo: ajudou a fundar a ACIM, a Cocamar, a instalar o banco do Brasil, construiu o primeiro, o segundo, o terceiro e o quarto cinemas da cidade.
Bárbara era uma moça de muita fibra.
Os irmãos Carlinhos e Peter eram pilotos. Aprendeu a voar e tornou-se a primeira aviadora comercial do Paraná.
Casou-se muito cedo com Silvio Barros também pioneiro e jovem como ela.
Silvio virou político. Foi vereador, deputado estadual, deputado federal, prefeito da cidade.  A Bárbara sempre junto. Sempre atuante. Sempre decidida e ativa. Sua vida em Maringá sempre foi marcante. Em todos os sentidos.  Principalmente na política. Quando ficou viúva, casou-se novamente com um cidadão vegetariano. Virou também e influenciou a família. Quase todos seguem seus ensinamentos. Até na religião.
Depois do marido, o filho mais novo, Ricardo Barros, tornou-se prefeito. Muito jovem, seguiu os conselhos da mãe.  Recebeu a ajuda da mãe.
Na campanha da eleição do Ricardo ela foi decisiva e incisiva. Metade da eleição ele deve a mãe.
O filho mais velho, Silvio II também virou prefeito. Reeleito.
Bárbara passou a exercer influencia enorme na vida pessoal e política  do filho.
Como sempre fez: com carinho, com conselhos, com sugestões, com o enorme amor que só uma mãe sabe dar.
Bárbara Barros é uma mulher poderosa. Das mais poderosas que a cidade tem.
Seu lugar na historia da nossa  cidade, é bem no alto e na primeira fila.
Uma mulher decidida, competente, atuante. Sabe o que quer. Continua esbelta e bonita como sempre foi. Desde os tempos do inicio da colonização. Que ela ajudou a fazer. E continua ajudando, influenciando, orientando espiritualmente. Ela é poderosa mesmo. A Bárbara é bárbara...

NESTA SEMANA, segunda, dia 22, Emilio Germani e no dia 23, Joaquim Romero Fontes, fizeram aniversário.  Ambos 93 anos. Uma dádiva de Deus chegar a uma idade avançada com sabedoria e com o respeito que têm da sociedade, dos parentes, dos amigos.
Dois homens que marcaram de forma indelével a historia da nossa cidade. Foram  participativos. Fizeram a historia. Construíram a sociedade em que vivemos. Maringá deve muito a eles.  Pelo que são e pelo que representam como homens íntegros e respeitáveis.  Parabéns a ambos.  Merecem.

TRANSITO CAOTICO
O transito na cidade está cada dia pior. Mais complicado. Mais difícil de engrenar.  É natural: o numero de veículos aumenta todos os dias. As ruas e avenidas continuam as mesmas.  As providencias oficiais para que se possa ter uma melhoria, também. Nenhuma. Meu Deus: tem coisas que precisam ser feitas e devem ser feitas e pronto.  Transformar as avenidas Duque de Caxias e Herval em mão única,  custam menos dinheiro do que a prefeitura arrecada com as multas num único mes.
Aumentar a pista de rolamento das vias que tem congestionamentos constantes – avenidas Morangueira, 19 de Dezembro, Cerro Azul, Tiradentes, XV de Novembro, São Paulo e ruas como Santos Dumont, Neo Martins, Piratininga, Basílio Saltchuck e outras -  requer providencias administrativas que custam muito menos que o valor arrecadado em uma semana das multas aplicadas. É só estabelecer o estacionamento em apenas um dos lados das vias e, em alguns casos, nos dois.
A solução é simples. Fácil. De custo baixíssimo. O que está faltando é vontade de fazer. Ou é competência?

DOR DE CABEÇA
Quem sofre de dor de cabeça crônica ou eventual, precisa ler a reportagem da revista IstoÉ da semana passada.  Sexo e exercícios físicos são os melhores remédios naturais para curar a doença. O estudo publicado na revista é, deveras, interessante.  Confiram.

FESTA DE GENTE GRANDE
No final da semana que passou, a Academia de Letras de Maringá promoveu a entrega dos prêmios aos vencedores do Quarto Concurso Literário Cidade de Maringá.  Mais de mil e duzentos trabalhos, de mais de seiscentos escritores, de mais de vinte estados da federação e de escritores de Portugal.
Dezenas vieram a Maringá.  Outras dezenas de escritores participaram do Quarto encontro das Academias de Letras do Paraná. No mesmo evento.
Um grande sucesso comandado pela poderosa Olga Agulhon, mulher de grande fibra, escritora de méritos e presidente da Academia de Letras de Maringá.
Esse é o maior acontecimento cultural do Paraná.
Maringá, graças a atuação marcante da ALM é hoje conhecida em todo o Brasil, como uma cidade culturalmente evoluída e que sabe, como ninguém, receber com dignidade aos visitantes.
O prefeito Silvio Barros participou do evento de premiação e encantou, como sempre, pela cultura e facilidade de comunicação.
Um grande evento cultural. Que se repete a cada dois anos. Sempre com um sucesso absoluto e cada vez maior.


A preocupação olha em volta.
A tristeza olha para trás.
A fé olha para cima.

 
  
Os artigos, conceitos e opiniões pessoais são de inteira responsabilidade do autor.
14.02.2016
Memórias de um bom sujeito
10.02.2016
Memórias de um bom sujeito
31.01.2016
Memórias de um bom sujeito
24.01.2016
Memórias de um bom sujeito
07.12.2015
Memórias de um bom sujeito
29.11.2015
Memórias de um bom sujeito
23.11.2015
Memórias de um bom sujeito
15.11.2015
Memórias de um bom sujeito
08.11.2015
Memórias de um bom sujeito
01.11.2015
Memórias de um bom sujeito
26.10.2015
Memórias de um bom sujeito
17.10.2015
Memórias de um bom sujeito
12.10.2015
Memórias de um bom sujeito
05.10.2015
Memórias de um bom sujeito
28.09.2015
Memórias de um bom sujeito
21.09.2015
Memórias de um bom sujeito
13.09.2015
Memórias de um bom sujeito
08.09.2015
Memórias de um bom sujeito
23.08.2015
Memórias de um bom sujeito
31.05.2015
Memórias de um bom sujeito
24.05.2015
Memórias de um sujeito
10.05.2015
Memórias de um bom sujeito
03.05.2015
Memórias de um bom sujeito
18.04.2015
Memórias de um bom sujeito
12.04.2015
Memórias de um bom sujeito
30.03.2015
Memórias de um bom sujeito
30.03.2015
Memórias de um bom sujeito
22.03.2015
Memórias de um bom sujeito
15.03.2015
Memórias de um bom sujeito
08.03.2015
Memórias de um bom sujeito
01.03.2015
Memórias de um bom sujeito
12.01.2015
Memórias de um bom sujeito
03.01.2015
Memórias de um bom sujeito
21.12.2014
Memórias de um bom sujeito
14.12.2014
Memórias de um bom sujeito
07.12.2014
Memórias de um bom sujeito
30.11.2014
Memórias de um bom sujeito
23.11.2014
Memórias de um bom sujeito
16.11.2014
Memórias de um bom sujeito
09.11.2014
Memórias de um bom sujeito
02.11.2014
Memórias de um bom sujeito
19.10.2014
Memórias de um bom sujeito
14.10.2014
Memórias de um bom sujeito
05.10.2014
Memórias de um bom sujeito
29.09.2014
Memórias de um bom sujeito
14.09.2014
Memórias de um bom sujeito
07.09.2014
Memórias de um bom sujeito
31.08.2014
Memórias de um bom sujeito
26.08.2014
Memórias de um bom sujeito
17.08.2014
Memórias de um bom sujeito
11.08.2014
Memórias de um bom sujeito
03.08.2014
Memórias de um bom sujeito
20.07.2014
Memórias de um bom sujeito
12.07.2014
Memórias de um bom sujeito
06.07.2014
Memórias de um bom sujeito
30.06.2014
Memórias de um bom sujeito
22.06.2014
Memórias de um bom sujeito
17.06.2014
Memórias de um bom sujeito
10.06.2014
Memórias de um bom sujeito
01.06.2014
Memórias de um bom sujeito
25.05.2014
Memórias de um bom sujeito
14.05.2014
Memórias de um bom sujeito
04.05.2014
Memórias de um bom sujeito
27.04.2014
Memórias de um bom sujeito
20.04.2014
Memórias de um bom sujeito
13.04.2014
Memórias de um bom sujeito
06.04.2014
Memórias de um bom sujeito
30.03.2014
Memórias de um bom sujeito
25.03.2014
Memórias de um bom sujeito
20.03.2014
Memórias de um bom sujeito
17.02.2013
Memórias de um bom sujeito
30.12.2012
Memórias de um bom sujeito
18.11.2012
Memórias de um bom sujeito
11.11.2012
Memórias de um bom sujeito
06.11.2012
Memórias de um bom sujeito
28.10.2012
Memórias de um bom sujeito
23.10.2012
Memórias de um bom sujeito
14.10.2012
Memórias de um bom sujeito
30.09.2012
Memórias de um bom sujeito
25.09.2012
Memórias de um bom sujeito
16.09.2012
Memórias de um bom sujeito
09.09.2012
Memórias de um bom sujeito
02.09.2012
Memórias de um bom sujeito
26.08.2012
Memórias de um bom sujeito
19.08.2012
Memórias de um bom sujeito
12.08.2012
Memórias de um bom sujeito
06.08.2012
Memórias de um sujeito
29.07.2012
Memórias de um bom sujeito
22.07.2012
Memórias de um bom sujeito
15.07.2012
Memórias de um bom sujeito
08.07.2012
Memórias de um bom sujeito
01.07.2012
Memórias de um bom sujeito
24.06.2012
Memórias de um bom sujeito
17.06.2012
Memórias de um bom sujeito
03.06.2012
Memórias de um bom sujeito
26.05.2012
Memórias de um bom sujeito
29.04.2012
Memórias de um bom sujeito
22.04.2012
Memórias de um bom sujeito
24.03.2012
Memórias de um bom sujeito
18.03.2012
Memórias de um bom sujeito
13.03.2012
Memórias de um bom sujeito
04.03.2012
Memórias de um bom sujeito
25.12.2011
Memórias de um bom sujeito
14.12.2011
Memórias de um bom sujeito
13.11.2011
Memórias de um bom sujeito
05.11.2011
Memórias de um bom sujeito
01.11.2011
Memórias de um sujeito
18.10.2011
Memórias de um bom sujeito
11.10.2011
Memórias de um bom sujeito
25.09.2011
Memórias de um bom sujeito
03.09.2011
Memórias de um bom sujeito
20.08.2011
Memórias de um bom sujeito
06.08.2011
Memórias de um bom sujeito
01.08.2011
Memórias de um bom sujeito
24.07.2011
Memórias de um bom sujeito
16.07.2011
Memórias de um bom sujeito
12.07.2011
Memórias de um bom sujeito
02.07.2011
Memórias de um bom sujeito
19.06.2011
Memórias de um bom sujeito
12.06.2011
Memórias de um bom sujeito
04.06.2011
Memórias de um bom sujeito
28.05.2011
Memórias de um bom sujeito
03.04.2011
Memórias de um bom sujeito
27.03.2011
Memórias de um bom sujeito
20.03.2011
Memórias de um bom sujeito
13.03.2011
Memórias de um bom sujeito
06.03.2011
Memórias de um bom sujeito
20.02.2011
Memórias de um bom sujeito
13.02.2011
Memórias de um bom sujeito
06.02.2011
Memórias de um bom sujeito
04.01.2011
Memórias de um bom sujeito
12.12.2010
Memórias de um bom sujeito
05.12.2010
Memórias de um bom sujeito
28.11.2010
Memórias de um bom sujeito
21.11.2010
Memórias de um bom sujeito
14.11.2010
Memórias de um bom sujeito
07.11.2010
Memórias de um bom sujeito
31.10.2010
Memórias de um bom sujeito
24.10.2010
Memórias de um bom sujeito
17.10.2010
Memórias de um bom sujeito
10.10.2010
Memórias de um bom sujeito
03.10.2010
Memórias de um bom sujeito
19.09.2010
Memórias de um bom sujeito
12.09.2010
Memórias de um bom sujeito
29.08.2010
Memórias de um bom sujeito
15.08.2010
Memórias de um bom sujeito
08.08.2010
Memórias de um bom sujeito
25.07.2010
Memórias de um bom sujeito
18.07.2010
Memórias de um bom sujeito
11.07.2010
Memórias de um bom sujeito
04.07.2010
Memórias de um bom sujeito
27.06.2010
Memórias de um bom sujeito
20.06.2010
Memórias de um bom sujeito
13.06.2010
Memórias de um bom sujeito
06.06.2010
Memórias de um bom sujeito
30.05.2010
Memórias de um bom sujeito
23.05.2010
Memórias de um bom sujeito
16.05.2010
Memórias de um bom sujeito
09.05.2010
Memórias de um bom sujeito
25.04.2010
Memórias de um bom sujeito
18.04.2010
Memórias de um bom sujeito
11.04.2010
Memórias de um bom sujeito
04.04.2010
Memórias de um bom sujeito
28.03.2010
Memórias de um bom sujeito
21.03.2010
Memórias de um bom sujeito
14.03.2010
Memórias de um bom sujeito
07.03.2010
Memórias de um bom sujeito
27.02.2010
Memórias de um bom sujeito
21.02.2010
Memórias de um bom sujeito
16.02.2010
Memórias de um bom sujeito
14.02.2010
Memórias de um bom sujeito
20.12.2009
Memórias de um bom sujeito
13.12.2009
Memórias de um bom sujeito
06.12.2009
Memórias de um bom sujeito
29.11.2009
Memórias de um bom sujeito
22.11.2009
Memórias de um bom sujeito
15.11.2009
Memórias de um bom sujeito
08.11.2009
Memórias de um bom sujeito
18.10.2009
Memórias de um bom sujeito
11.10.2009
Memórias de um bom sujeito
04.10.2009
Memórias de um bom sujeito
06.09.2009
Memórias de um bom sujeito
30.08.2009
Memórias de um bom sujeito
23.08.2009
Memórias de um bom sujeito
15.08.2009
Memórias de um bom sujeito
09.08.2009
Memórias de um bom sujeito
02.08.2009
Memórias de um bom sujeito
26.07.2009
Memórias de um bom sujeito
12.07.2009
Memórias de um bom sujeito
05.07.2009
Memórias de um bom sujeito
21.06.2009
Memórias de um bom sujeito
07.06.2009
Memórias de um bom sujeito
31.05.2009
Memórias de um bom sujeito
17.05.2009
Memórias de um bom sujeito
10.05.2009
Memórias de um bom sujeito
03.05.2009
Memórias de um bom sujeito
26.04.2009
Memórias de um bom sujeito
19.04.2009
Memórias de um bom sujeito
12.04.2009
Memórias de um bom sujeito
05.04.2009
Memórias de um bom sujeito
29.03.2009
Memórias de um bom sujeito
22.03.2009
Memórias de um bom sujeito
08.03.2009
Memórias de um bom sujeito
01.03.2009
Memórias de um bom sujeito
22.02.2009
Memórias de um bom sujeito
15.02.2009
Memórias de um bom sujeito
28.12.2008
Memórias de um bom sujeito
25.12.2008
Memórias de um bom sujeito
21.12.2008
Memórias de um bom sujeito
07.12.2008
Memórias de um bom sujeito
30.11.2008
Memórias de um bom sujeito
23.11.2008
Memórias de um bom sujeito


PADRE EDUARDO BELOTTI
Momento de Espiritualidade
WALTER POPPI
Trimestralidade. Não é somente isso
WALDEMAR ALLEGRETTI
Já passou da hora
COLUNISMO SOCIAL
Eventos e Personalidades
DOM ANUAR BATTISTI
Arquidiocese de Maringá
EM DEFESA DO CONSUMIDOR
Confira seus direitos
TIAGO VALENCIANO
Política e Sociedade
OSWALDO FREIRE
Capital Federal
FRANCISCO JOSÉ DE SOUZA
A Lógica do Espiritismo
TATTÁ CABRAL
Ensaio
HENRI JEAN VIANA
Francês Press
ROSE LEONEL
Notícia e Cia.
ORLANDO GONZALEZ
Dois Toques
CARMEM RIBEIRO
Colunista Social
JUAREZ FIRMINO
Balanço Geral
ADEMAR SCHIAVONE
Memórias de um bom sujeito
VERDELÍRIO BARBOSA
Fatos Políticos
Clicompre
Aroma Ingá
Agropecuária Hélio
Rima Seguros
MaringáMais
Click do Gato