Maringá, 11 de Dezembro de 2017
GLOBAL BENEFÍCIOS NUTRIGENES
 
Untitled Document
06.11.2017
Evento na UEM debate sobre cotas raciais
O Coletivo Yalodê-Badá promove a partir desta segunda-feira (6) o evento “Por que a UEM não tem cotas raciais?”. Como forma de ampliar o debate a respeito da ação afirmativa presente em diversas universidades em todo o Brasil, a iniciativa conta com a presença de graduandos, mestrandos e doutores que pesquisam e estudam a política de ação afirmativa e assuntos relacionados à população negra. Grupo iniciou neste ano campanha de coleta de assinaturas para pressionar a adoção da reserva de vagas na Universidade Estadual de Maringá.

Entre amanhã e terça-feira (7), aproximadamente 500 pessoas devem participar das palestras e discussões referentes ao tema que divide opiniões na sociedade. Sob a análise por diversas frentes, todas com o mesmo enfoque, proposta visa conscientizar a população sobre a necessidade das discussões sobre a desigualdade racial em Maringá e em diversas partes do País, principalmente na questão educacional. De acordo com a reitoria da UEM, aproximadamente 2% dos alunos da instituição são autodeclarados negros.

O evento de extensão se inicia às 19h no auditório do Programa de Desenvolvimento Educacional (PDE), no bloco B33, com entrada livre. No primeiro dia, estão confirmadas as presenças do professor doutor do departamento de história da UEM, Delton Felipe, a graduanda em história, Eloá Lamin da Gama, e a graduanda em história da Universidade Estadual de Londrina (UEL), Natália Cordeiro Lisboa. Por meio da discussão sobre os antecedentes históricos e os modos os quais as ações afirmativas ajudam a reparar cenários de discrepâncias aparentes, Jenifer Silva fará a mediação dos debates.

No segundo e último dia, compõem a mesa a professora doutora do departamento de ciências sociais e representante da reitoria da UEM, Marivânia Conceição Araújo o professor doutor, também de ciências sociais, Hilton Costa, e o mestrando em psicologia, Paulo Vitor Navasconi. As duas chapas que concorrem ao Diretório Central dos Estudantes (DCE), Acelera (Chapa 1) e Construção Coletiva (Chapa 2), encerram a participação do evento. De acordo com Navasconi, a proposta é fazer com que o evento esteja aberto ao contraditório e que a população, estudantes e comunidade externa, contrária às cotas compreendam o significado desta política pública.

“Se a gente for ver, há mais de 10 anos que não se discute de forma séria e aprofundada sobre as cotas na UEM. Queremos fazer um evento deste jeito para que mais pessoas compreendam a luta pela implementação desta ação afirmativa. O intuito não é que seja um monólogo ou que apenas pessoas favoráveis as cotas compareçam. Queremos que pessoas contrárias e interessadas no debate participem e que ambos os lados debatam sobre o tema. Até o momento temos 2 mil assinaturas para o abaixo-assinado que será entregue para a reitoria como forma de pressionar a concretização das cotas raciais na UEM”, explica. Nos dois dias a entrega é gratuita e terá certificado de 10 horas aos estudantes participantes.

Matheus Gomes
Foto - Reprodução
 
07.12.2017
Polícia prende rapaz por tentativa de homicídio
07.12.2017
Flamengo perde fora de casa
07.12.2017
Copom reduz juros básicos para 7% ao ano
07.12.2017
IPTU terá reajuste de 2,77%
07.12.2017
MP decide pela continuação da Comissão Processante
05.12.2017
Indústria cresce 5,3% em outubro
05.12.2017
Ritmo de obras na UEM é normalizado
05.12.2017
Câmara discute abertura do comércio aos domingos
05.12.2017
Comunidade Apoio à Vida inaugura Farmácia do Trabalhador
04.12.2017
Mulher apanha do marido e é internada na UTI
04.12.2017
Zé Aldo perde revanche para Holloway
04.12.2017
Aumenta projeção para crescimento da economia
04.12.2017
Paranaense: Afinal que tabela é essa?
04.12.2017
Agência tem vagas de emprego
04.12.2017
Escola Sem Partido é debatido na Câmara
02.12.2017
Suspeitos de terem praticado homicídio são presos
02.12.2017
Veja os grupos para a Copa da Rússia
02.12.2017
Gilmar Mendes manda soltar empresário pela terceira vez
02.12.2017
Prefeitura busca a posse do Cine Plaza
01.12.2017
CP contra Marchese
01.12.2017
Farmácia Popular em Maringá é fechada
01.12.2017
Flamengo na final da Sul-Americana
01.12.2017
PIB cresce 0,1% no 3º trimestre
01.12.2017
Sobe número de mortes por atropelamento
01.12.2017
Começam as festividades da Maringá Encantada
30.11.2017
Grêmio é Tri na Libertadores
30.11.2017
Natal no Parque do Japão
30.11.2017
Claudia Leitte perde R$ 370 mil para músico
30.11.2017
País tem 12,7 milhões de desempregados
30.11.2017
Maringá registra mais uma vítima fatal no trânsito
30.11.2017
Viagem de férias no Paraná vai ficar mais cara
27.11.2017
Como vamos salvar nossas árvores?
27.11.2017
Massa se despede da F1
27.11.2017
Observatório debate temas da cidade
27.11.2017
Assalto termina com ladrão baleado
27.11.2017
Mercado financeiro reduz projeção da inflação
27.11.2017
Agência do Trabalhador tem 121 vagas de emprego
25.11.2017
Lutador é preso por aceitar propina no UFC
25.11.2017
Mega-Sena vai sortear R$ 60 milhões neste sábado
25.11.2017
Três atropelamentos são registrados em três horas
25.11.2017
Mulheres promovem “Pedalada” contra violência
24.11.2017
Cocamar recebe prêmio Excelência de Gestão
24.11.2017
Flamengo vence de virada
24.11.2017
Terminal Intermodal
24.11.2017
Anatel começa a bloquear celulares piratas em maio de 2018
24.11.2017
Homicídio é registrado no Jardim Ipanema
24.11.2017
Defesa Civil fiscaliza marquises de comércios
23.11.2017
Quem ofereceu a Marchese senhas de acesso?
23.11.2017
O Dia de Doar - Doa Maringá
23.11.2017
Cida Borghetti é homenageada
23.11.2017
Galisteu pode emplacar na Globo
23.11.2017
Temer anuncia liberação de R$ 2 bilhões para os municípios
23.11.2017
Portal Maringá Mais comemora 9 anos
Nipo Brasileiro Contabilidade
Casa e Escritório
Martiflex
HYGIECORP
khouri imóveis
Ortoplus
MAPA - Venda de Ônibus
Oliver Media
Cartão Passe Fácil
ACOUSTIC HOME SYSTEM
Rima