Maringá, 19 de Fevereiro de 2018
GLOBAL BENEFÍCIOS NUTRIGENES
 
Untitled Document
21.11.2017
Jornalista tem site invadido e conversas divulgadas
O jornalista e blogueiro de Maringá, Ângelo Rigon, teve o blog invadido na madrugada dessa segunda-feira (20). Possivelmente sob posse do celular roubado há quase dois meses, um hacker divulgou um documento de 112 páginas com conversas entre Rigon e o prefeito Ulisses Maia (PDT).

Durante sessão na Câmara que aprovou a abertura de Comissão Processante (CP) contra Homero Marchese (PV), o jornalista foi agredido pelo irmão do parlamentar e teve o aparelho celular levado.

Por volta das 2h30 de ontem, postagens com a troca de mensagens entre Rigon e Maia foram divulgadas no próprio blog, com o título “todo fim tem um começo”. O fato causou estranheza a leitores que informaram o jornalista a situação. Ainda de madrugada, o site foi retirado do ar. Em virtude de estar no Rio de Janeiro (RJ), Rigon acionou o advogado Paulo Vidigal para que as providências fossem tomadas. Um boletim de ocorrências foi registrado e, diante do cenário, a pessoa identificada como a responsável pelo furto do celular, reconhecida em imagens da Câmara, irá prestar depoimento na 9ª Subdivisão Policial nesta quinta-feira (23).

De acordo com Paulo Vidigal, a invasão ao blog e a divulgação de conversas do aplicativo Whatsapp está, no próprio entendimento, diretamente ligada ao furto do aparelho pessoal do jornalista. Para o advogado, em virtude de senhas estarem disponíveis pelo celular, a pessoa que obteve a posse tinha totais condições de entrar e realizar postagens ou trocas de mensagens no blog ou qualquer aplicativo. Desta forma, a partir do depoimento desta semana mais informações sobre o caso poderão ser esclarecidas. O nome da pessoa acusada do crime já foi repassado para as autoridades, porém, não tem a identidade revelada como forma de segurança.

Segundo o advogado, as mensagens trocadas entre o prefeito e o blogueiro não possuem nenhum teor comprometedor e são de 2014 até o começo deste ano. Apesar disso, pelo fato das conversas serem de cunho pessoal, o indivíduo responsável pelo agrupamento e compartilhamento do arquivo irá responder por invasão de dispositivo informático, passível de prisão ou multa.

O compilado de 112 páginas foi encaminhado para diversas pessoas de Maringá que até agora não se manifestaram sobre o recebimento do documento. “O ideal é que ninguém propague este tipo de informação por ser uma série de conversas pessoais e privadas. Mesmo sem nada comprometedor, trata-se de um crime que o responsável irá ter de arcar”, explica. Por parte da Prefeitura, o gabinete informou que Maia não irá se manifestar sobre a divulgação das conversas.

Matheus Gomes
Foto - Reprodução
 
19.02.2018
Reforma e revitalização da Praça de Patinação
19.02.2018
Comércio de Maringá registrou queda de faturamento
19.02.2018
Ator é vítima de comentários racistas
19.02.2018
Edital para frota de coleta seletiva tem apenas uma empresa
19.02.2018
Detentos do RJ fazem rebelião com reféns
19.02.2018
PM apreende mais de meio milhão de reais e maconha
Nipo Brasileiro Contabilidade
Hotel Internacional
SINCONFEMAR
Della Pizza
B1
Centro Comercial Tiradentes
Paraná Banco
MAPA - Venda de Ônibus
Oliver Media
Garage Motors
OdontoAtual