Maringá, 22 de Maio de 2018
GLOBAL BENEFÍCIOS Black Bull Steak House
 
Untitled Document
05.12.2017
Indústria cresce 5,3% em outubro
A produção industrial brasileira fechou o mês de outubro deste ano com crescimento de 5,3% em relação a outubro do ano passado, registrando a sexta taxa consecutiva de crescimento nesta base de comparação. Foi a taxa mais elevada nesta base de comparação desde os 9,8% de abril de 2013. Os veículos automotores, reboques e carrocerias foram a atividade que mais influenciou a alta.

Os dados fazem parte da Pesquisa Industrial Mensal – Produção Física Brasil, divulgada hoje (5), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Em relação a setembro deste ano, o crescimento da indústria em outubro foi de 0,2%, o segundo resultado positivo consecutivo na série livre de influências sazonais. Nos últimos dois meses, a alta acumulada é de 0,6%.

Com o resultado de outubro, a indústria tem alta acumulada em 2017 de 1,9%, em comparação com primeiros dez meses do ano passado. Já o acumulado nos últimos doze meses avançou 1,5%. Foi o segundo resultado positivo consecutivo para o acumulado dos últimos doze meses e o mais elevado desde os 2,1% de março de 2014.

Apesar da relativa estabilidade entre setembro e outubro, o crescimento de 0,2% se deu de forma disseminada, com aumento da produção em 15 das 24 atividades pesquisadas. Em setembro, apesar do crescimento revisado de 0,3%, a expansão se deu em apenas oito das atividades pesquisadas.

Categorias econômicas
Em outubro, houve taxas positivas em duas das quatro grandes categorias econômicas. O grupo bens de consumo semi e não-duráveis cresceu 2% e registrou a expansão mais acentuada em outubro, interrompendo dois meses consecutivos de queda na produção - período em que acumulou redução de 2,8%. A categoria bens de capital teve crescimento de 1,1% e manteve o comportamento positivo iniciado em abril, período em que acumulou alta de 11,6%.

Já o setor de bens de consumo duráveis recuou 2% e o de bens intermediários teve redução de 0,8%. No caso de bens de consumo duráveis, foi interrompida uma série de de três altas consecutivas, período em que acumulou ganho de 9,7%. Já o crescimento de bens intermediários eliminou o avanço de 0,7% verificado em setembro.

Ramos de atividades
O avanço de 15 dos 24 ramos de atividades pesquisados tem como destaque as influências positivas verificadas em farmoquímicos e farmacêuticos, que chegou a crescer 20,3%; e bebidas, com 4,8%. Ambos revertem os resultados negativos registrados no mês anterior: -19,7% e -0,7% respectivamente.

De acordo com o gerente da pesquisa, André Macedo, é preciso, no entanto, relativizar o crescimento dos farmoquímicos e farmacêuticos, que têm apresentado um comportamento oscilante: “A produção farmacêutica está entre as atividades que mais influenciaram negativamente a indústria. No acumulado do ano, ela caiu 7,4% e, em setembro, a queda foi de 19,7%”, ressaltou.

Também contribuíram positivamente a confecção de artigos de vestuário e acessórios (4,3%), a metalurgia (1,6%), as máquinas e equipamentos (1,3%) e os artefatos de couro, artigos para viagem e calçados (3,8%).

Entre os nove ramos que reduziram a produção nesse mês, o ramo produtos alimentícios (-5,7%) obteve o desempenho de maior relevância para a média global, eliminando a expansão de 3,7% verificada em setembro.

Outros impactos negativos foram registrados nos setores de coque, produtos derivados do petróleo e biocombustíveis (-2,6%) e de perfumaria, sabões, produtos de limpeza e de higiene pessoal (-3,2%).

Comparação com outubro de 2016
Na comparação com outubro do ano passado, em que se verificou crescimento de 5,3%, houve resultados positivos em todas as quatro grandes categorias econômicas, em 22 dos 26 ramos, em 61 dos 79 grupos e em 61,9% dos 805 produtos pesquisados.

Entre as atividades, a de veículos automotores, reboques e carrocerias, cujo crescimento chegou a 27,4%, exerceu a maior influência positiva sobre a média da indústria, “impulsionada, em grande parte, pela maior fabricação dos itens automóveis, caminhão-trator para reboques e semirreboques, caminhões, veículos para transporte de mercadorias e autopeças”, segundo a publicação.

Outras contribuições positivas relevantes vieram de equipamentos de informática, produtos eletrônicos e ópticos(crescimento de 22%), de indústrias extrativas (3,1%), de máquinas e equipamentos (8,3%), de metalurgia (6,5%), de produtos de borracha e de material plástico (9,9%), de bebidas (8,3%) e de artigos do vestuário e acessórios (11,8%), entre outros.

Por outro lado, entre as quatro atividades que apontaram redução na produção no período, a principal influência no total da indústria foi registrada por coque, produtos derivados do petróleo e biocombustíveis (-1,5%).

Entre as categorias econômicas, bens de consumo duráveis (17,6%) e bens de capital (14,9%) assinalaram os avanços mais acentuados entre as grandes categorias econômicas em outubro de 2017, em comparação com o mesmo mês do ano anterior.

Os segmentos de bens de consumo semi e não-duráveis (4,9%) e de bens intermediários (3,1%) também mostraram taxas positivas nesse mês, mas ambos com crescimento abaixo da média nacional (5,3%).

Os bens de comsumo duráveis tiveram em outubro de 2017 a 12ª taxa positiva consecutiva nesta base de comparação. Os 17,6% registrados foram 0,6 pontos percentuais acima do mês anterior.

Nesse mês, o setor foi particularmente impulsionado pelo crescimento na fabricação de automóveis (23,7%) e de eletrodomésticos da linha marrom (televisores e aparelhos de som e vídeo, com 19,7%). Vale citar também as expansões assinaladas por eletrodomésticos da linha branca (de maior porte, como geladeiras, fogões e lavadoras, com 5,9%), móveis (11,5%), outros eletrodomésticos (6,6%) e motocicletas (10,2%).

Já o setor de bens de capital mostrou crescimento de 14,9% no índice mensal de outubro de 2017, sexto resultado positivo consecutivo nesse tipo de comparação e o mais intenso desde dezembro de 2016 (16,3%).

Recuperação gradual
Segundo o gerente da Pesquisa Industrial Mensal, “o que se observa ao longo do ano é uma predominância de resultados positivos, mas sempre com a ressalva de que a recuperação se dá de forma gradual. Até porque as perdas do passado recente são muito intensas. É claro que há uma melhora do ritmo em relação a este passado, mas ainda está longe de zerar as perdas todas verificadas nos anos de 2014, 2015 e 2016”, disse Macedo. Neste ano, foram oito altas em dez meses – as exceções foram março e agosto, que tiveram taxas negativas.

André Macedo ressaltou também que, apesar do resultado positivo, a produção brasileira ainda permanece no nível do início de 2009. "Sem contar que estamos mais de 17% abaixo do ponto mais alto da série, que foi em junho de 2013”.

Agência Brasil
Foto - Agência Brasil
 
22.05.2018
Fifa nega perdão a Guerrero
22.05.2018
Cras abre 260 vagas
22.05.2018
Operação Inverno realiza 140 abordagens
22.05.2018
Greve de caminhoneiros tem início em todo o Brasil
22.05.2018
Estacionamento do WD ficará fechado após confusão
22.05.2018
Pastor morre em acidente na Cerro Azul
21.05.2018
Convocados de Tite começam a chegar
21.05.2018
Violência na Zona 06
21.05.2018
Eterno solteirão, Hugh Grant finalmente vai casar
21.05.2018
Procon fiscaliza postos de combustíveis
21.05.2018
Moro: não há prazo para fim da Lava Jato
21.05.2018
Táxis serão vistoriados pela Prefeitura
17.05.2018
Palmeiras vence com três gols de Borja
17.05.2018
Trump chama imigrantes ilegais de animais
17.05.2018
Dupla tenta matar pastor em Maringá
17.05.2018
Danos por temporal são reparados
16.05.2018
Briga entre vereador e PM será investigada
16.05.2018
Nova denúncia contra Joesley Batista
16.05.2018
Cowboy pisoteado por touro é sepultado em Minas
16.05.2018
Diretor de fiscalização apresenta dados na Câmara
15.05.2018
Será? Jennifer Aniston e Brad Pitt voltaram
15.05.2018
Os convocados de Tite
15.05.2018
Palmeiras o freguês da vez
15.05.2018
Hortas Comunitárias é tema de encontro
15.05.2018
Moro condena ex-diretor da Petrobras e outros 12
15.05.2018
71 anos de Maringá
11.05.2018
Romero brilha e Corinthians avança
11.05.2018
Vacinação contra a dengue
11.05.2018
Cida Borghetti anuncia vagas no sistema prisional
11.05.2018
Casal furtava celulares e dinheiro
11.05.2018
Serviços de arborização estarão no Portal da Transparência
10.05.2018
Os astros mais bem pagos de Hollywood
10.05.2018
Sindicância analisa horas extras na Prefeitura
10.05.2018
Prédio do antigo aeroporto irá receber museu
10.05.2018
Ministros votam contra recurso para soltar Lula
10.05.2018
Estelionatárias devolvem R$ 20 mil
10.05.2018
Maringá comemora 71 anos
08.05.2018
Infestação por dengue tem queda em Maringá
08.05.2018
Mais de 80 mil brasileiros migram para Portugal
08.05.2018
Criminoso morre baleado em tentativa de assalto
08.05.2018
Contorno Sul registra queda de acidentes
08.05.2018
Prefeito autoriza obras na Carlos Borges
07.05.2018
Grêmio goleia Santos por 5 a 1
07.05.2018
Morreu Walber Guimarães
07.05.2018
UEM instala câmeras de segurança
07.05.2018
Saúde esclarece reações à vacina
07.05.2018
Lotéricas voltam a receber contas de luz
07.05.2018
Jovem morre em colisão no Contorno Norte
04.05.2018
Palmeiras vence o Alianza
04.05.2018
Abertura oficial da Expoingá
04.05.2018
Homem é algemado, torturado e assassinado
04.05.2018
Evento põe mulheres no protagonismo
04.05.2018
Descarte ilegal é investigado pelo Meio Ambiente
03.05.2018
Filha de Jackie Chan mora embaixo de ponte
03.05.2018
Assaltantes invadem e roubam lotérica no Centro
03.05.2018
Corinthians perde em casa
01.05.2018
Redução de homicídios em Maringá
01.05.2018
Defesa Civil alerta sobre queimadas
01.05.2018
Prefeitura facilita transporte escolar
30.04.2018
Flamengo bate o Ceará e é líder
30.04.2018
Artistas que querem ser políticos
30.04.2018
A emenda ficou pior que o soneto
30.04.2018
Segurança remove delegados na região
30.04.2018
Maringá adere campanha \"De olho na validade\"
27.04.2018
Bill Cosby é condenado por abuso sexual
27.04.2018
Motocicleta atropela mulher na Pedro Taques
27.04.2018
Governo envia viaturas ao 4º BPM
27.04.2018
Terceirizados do HUM seguem sem salários
27.04.2018
Multas em trecho criticado no Contorno Sul não serão canceladas
26.04.2018
Posse da diretoria da ACIM
26.04.2018
Flamengo empata com Santa Fé
26.04.2018
Palmeiras vence o Boca
26.04.2018
Dupla executa jovem no Santa Felicidade
26.04.2018
Abertura de mercados deve ser decidida na Justiça
24.04.2018
Nasce mais um herdeiro da família real
24.04.2018
Samu Regional recebe cinco novas ambulâncias
24.04.2018
Vacinação contra gripe
24.04.2018
Maringá recebe Fórum de Controle Social
24.04.2018
Advogado sofre acidente no Aeroporto
23.04.2018
Semulher inicia cursos profissionalizantes
23.04.2018
Bahia vence o Santos
23.04.2018
Corinthians goleia o Paraná
23.04.2018
MP recebe duas denúncias contra Prefeitura
23.04.2018
Homem é preso por invadir casa no Olímpico
19.04.2018
Sônia Abrão critica Tiago Leifert
19.04.2018
Semulher inicia cursos de capacitação
19.04.2018
Corinthians vence na Argentina
19.04.2018
Denarc prende manicure por tráfico de drogas
19.04.2018
Prefeitura renova contrato do vale-alimentação
18.04.2018
Timão encara o Independiente
18.04.2018
Prova Rústica Tiradentes
18.04.2018
Radares geram discussões entre vereadores
18.04.2018
Delegado impede golpe de falso sequestro contra idosa
18.04.2018
Maringá registra R$ 14 mil em multas por maus tratos em animais
17.04.2018
Palmeiras empata com Botafogo
17.04.2018
Aos 97 anos, morre no Rio a sambista Dona Ivone Lara
17.04.2018
Prefeitura libera remoção de árvores por empresas
17.04.2018
Novo Contorno Sul - Anteprojeto de reformas é finalizado
17.04.2018
Maringaense morre afogado em represa
16.04.2018
Justiça determina matrículas em CMEI’s
16.04.2018
Corinthians vence o Fluminense
16.04.2018
Prefeitura e Instituto estudam revitalização de praças
16.04.2018
Mulher morre em colisão contra barranco
16.04.2018
Cidade terá 36 km de ciclovias até dezembro
13.04.2018
Fátima Bernardes surpreende com boa forma
13.04.2018
HU alerta sobre cobranças no SUS
13.04.2018
Sigmar Navachi é escolhido secretário de Planejamento
13.04.2018
Colisão mata maringaense em Marialva
13.04.2018
Câmara aprova fim dos contêineres de metal
12.04.2018
Tévez marca, Palmeiras empata e sai vaiado
12.04.2018
Regulação do comércio fica para o dia 19
12.04.2018
META 4 - STF nega recurso do Estado
12.04.2018
Prefeitura acata solicitação de moradores
12.04.2018
Mulher no comando da PM do Paraná
11.04.2018
J Balvin causa polêmica ao falar de Anitta
11.04.2018
Roma dá aula e goleia o Barça
11.04.2018
João Amoêdo em Maringá
11.04.2018
Agentes evitam fuga da PEM
11.04.2018
Obras do Terminal Intermodal completam um ano
10.04.2018
Novo técnico do PSG não agrada Neymar
10.04.2018
Abril Verde alerta sobre a prevenção de acidentes de trabalho
10.04.2018
Maringá e o Campeonato Secreto
10.04.2018
Câmara vota hoje regulamentação para abertura de mercados
10.04.2018
Homem morre e quatro ficam feridos em acidente
08.04.2018
Corinthians é bicampeão paulista
08.04.2018
A grande final, 19 anos depois
08.04.2018
Datena cai e quebra duas costelas
08.04.2018
Polícia Civil investiga vandalismo na Acim
08.04.2018
Cida anuncia primeiros nomes do secretariado no seu governo
08.04.2018
Espancamento termina em atropelamento por trem
Nipo Brasileiro Contabilidade
Asia Sushi Beer
SINCONFEMAR
Della Pizza
B1
Centro Comercial Tiradentes
Paraná Banco
MAPA - Venda de Ônibus
Oliver Media
Garage Motors
OdontoAtual