Maringá, 16 de Julho de 2018
GLOBAL BENEFÍCIOS Black Bull Steak House
 
Untitled Document
04.01.2018
Eleições e Copa do Mundo devem afetar votações no Congresso
As articulações para as eleições e a Copa do Mundo na Rússia devem afetar este ano o andamento das votações no Congresso Nacional, principalmente das propostas consideradas mais polêmicas que, para não atrapalhar o resultado das urnas, devem ser deixadas de lado.

Até agora, além de provocar uma reestruturação de quase todos os partidos políticos, o pleito de outubro tem motivado mudanças em várias bancadas e aproximado parlamentares que buscam reeleição de suas bases eleitorais.

Considerada fundamental pelo governo para o equilíbrio das contas públicas, na retomada dos trabalhos legislativos, a reforma da Previdência deve dominar a pauta primeiramente na Câmara e, se aprovada lá, no Senado.

De acordo com o cronograma estabelecido pelo presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia, o início dos debates sobre a proposta de emenda à Constituição (PEC) - que altera as regras de acesso à aposentadoria - está previsto para 5 de fevereiro e a votação foi marcada para começar na semana seguinte ao feriado de carnaval, que este ano terminará no dia 13 de fevereiro, terça-feira.

Aprovada em maio de 2017 pela Comissão Especial, a PEC 287/2016 ainda enfrenta muita resistência para ser analisada em plenário, onde precisa ser aprovada com o apoio mínimo de 308 dos 513 deputados. Desde o início de sua tramitação, o texto é contestado por diferentes grupos, como agentes penitenciários, trabalhadores rurais e servidores públicos que se posicionaram de forma contrária à PEC.

Outro assunto que deve agitar 2018 na Câmara tem a ver com a decisão do ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal, que determinou a perda do mandato do deputado Paulo Maluf.

Até o fechamento desta reportagem, o presidente da Câmara ainda não tinha apresentado recurso ao STF contra a decisão. Caso esse recurso seja apresentado e acatado pelo Supremo, os deputados terão que decidir em votação aberta no plenário da Câmara o futuro de Maluf.

O ex-prefeito de São Paulo foi condenado em maio pelo STF por lavagem de dinheiro, após ser acusado de usar contas no exterior para lavar valores desviados da prefeitura de São Paulo entre 1993 e 1996. O deputado se entregou à Polícia Federal no dia seguinte à decisão e foi transferido para o Complexo Penitenciário da Papuda, em Brasília, na última sexta-feira.

Ainda em fevereiro, a Câmara pode começar a votação da medida provisória que altera alguns pontos da reforma trabalhista, aprovada no ano passado pelos parlamentares.Outras MPs estão na fila para análise, como a que trata do saque do PIS/Pasep (Programa de Integração Social/Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público) por idosos, além da medida que estabelece os termos da renegociação das dívidas de estados e municípios com a União.

Reforma tributária
Outra reforma que tem sido defendida pela equipe econômica do governo é a da simplificação tributária. A proposta - que prevê a extinção e substituição de alguns impostos, a adoção da cobrança eletrônica de tributos e outras alterações no regime de tributação do país - ainda está sendo discutida em comissão da Câmara e pode avançar neste semestre.

Fim dos supersalários
Também pode ser discutida no primeiro semestre a proposta que prevê limitação dos salários de agentes públicos, aposentados e pensionistas. O projeto de lei que estabelece um teto remuneratório aguarda parecer do relator na comissão especial antes de ser analisado pelo plenário.

Autonomia da Polícia Federal
Na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), os deputados podem retomar a análise da PEC 412/09 que trata da autonomia da Polícia Federal (PF). A proposta permite a edição de lei complementar com normas que garantam a autonomia funcional e administrativa da PF, nos moldes do Ministério Público. A partir dessa possibilidade, a instituição ganharia independência para elaborar sua proposta orçamentária.

Ano passado, a discussão em torno da PEC foi acalorada e agora deve movimentar a comissão no primeiro semestre deste ano. Por se tratar de uma mudança constitucional, o parecer aprovado pela CCJ ainda deverá ser analisado por uma comissão especial que deverá emitir outro parecer sobre o teor da matéria. Só então a PEC poderá seguir para apreciação do plenário da Câmara.

Foro privilegiado
Outra PEC polêmica que deve ser destaque na pauta da Câmara é a que determina o fim do foro privilegiado para autoridades públicas. A proposta já foi aprovada pelos senadores e pela CCJ da Câmara, mas para avançar, ainda precisa ser analisada por uma comissão especial, já criada pela presidência da Câmara. O colegiado aguarda a indicação de membros, presidente e relator. Encerrada esta etapa, a PEC poderá seguir para plenário.

Saúde
Depois de várias reuniões marcadas pelo embate entre a bancada religiosa e deputadas feministas, a comissão especial que analisa a PEC que considera a vida inviolável desde a concepção deve tentar concluir a votação da matéria. A essência desta PEC é a consensual ampliação da licença maternidade para mães de bebês prematuros, mas um artigo incluído com o objetivo de reforçar a criminalização do aborto impede o avanço da proposta.

O projeto que pretende mudar a legislação que trata dos planos de saúde também deve voltar à pauta na terceira semana de fevereiro. O relator Rogério Marinho (PSDB-RN) apresentou um novo relatório no fim do ano passado depois da polêmica em torno da proposta de parcelamento do reajuste das mensalidades dos planos para idosos.

Senado
Com as principais matérias de 2018 dependendo de votação na Câmara, o Senado deve ficar em compasso de espera. A votação de matérias polêmicas que não tiveram acordo para serem concluídas em 2017 - como a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que prevê a redução da maioridade penal de 18 para 16 anos, que está na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Casa - e a do projeto que legaliza a união civil homoafetiva (PLS 612/11), que começou a ser debatida no plenário, mas não foi concluída, por resistência da bancada evangélica, deve ser deixada de lado em 2018.

AG Brasil
 
16.07.2018
Comediante posta foto e polemiza
16.07.2018
França vence a Copa do Mundo
16.07.2018
Modric é eleito o craque da Copa
16.07.2018
Maringá realiza campanha ‘Coração Azul’ contra o tráfico de pessoas
15.07.2018
Mbappé e Modric buscam glória na final
15.07.2018
GM apreende carro recordista em multas
14.07.2018
90% dos moradores de rua são de outras cidades
14.07.2018
Saúde atende mais de 1,2 mil gestantes em Maringá
14.07.2018
Vítima de agressão morre no HU
14.07.2018
Universidade Estadual de Maringá volta a discutir cotas raciais
13.07.2018
Trio argentino apita a final
13.07.2018
ANATEL quer aumentar concorrência nas telecomunicações
13.07.2018
Capitão da PM salva adolescente de suicídio
13.07.2018
Procura por passaportes teve aumento
13.07.2018
Multas geradas pelo Estacionamento Rotativo não serão retiradas
12.07.2018
Nota de esclarecimento da TCCC
12.07.2018
Colisão frontal entre veículos deixa três feridos
12.07.2018
Premiê do Japão visita zona atingida por enchentes no país
12.07.2018
Sindicato prejudica usuários do transporte coletivo
12.07.2018
Consumidores aproveitam ofertas da Feira Ponta de Estoque
11.07.2018
Projeto do Contorno Sul é apresentado
11.07.2018
Maringá já teve 353 incêndios este ano
11.07.2018
Sasc intensifica ações de abordagem
11.07.2018
George Clooney sofre acidente de moto
11.07.2018
PRF registra 31% menos mortes no Paraná
10.07.2018
Maringá será sede do Fórum de Cidades Digitais
10.07.2018
Licitação para segurança na Câmara de Maringá
10.07.2018
Mais três são resgatados da caverna
10.07.2018
Idosa é a 22ª vítima fatal no trânsito urbano
10.07.2018
Ponta de Estoque começa nesta quarta-feira
08.07.2018
Moro rebate desembargador e manda PF não soltar Lula
08.07.2018
Sebastian Vettel vence na Inglaterra
08.07.2018
Começa resgate de meninos presos em caverna na Tailândia
07.07.2018
E o nosso futuro?
07.07.2018
TCCC tem aumento da tarifa para R$ 3,90
07.07.2018
Tite lamenta gols perdidos
07.07.2018
Resgate na Tailândia: mergulho ainda não é possível
07.07.2018
Motociclista morre atropelada na BR-376
06.07.2018
Brasil gasta 6% do PIB em educação
06.07.2018
Brasil aposta em ataque para vencer
06.07.2018
Idosos são maioria em atropelamentos
06.07.2018
Taxa de mortalidade infantil aumenta 66% nos municípios da 15ª Regional de Saúde
06.07.2018
Leandro Hassum causa polêmica em post
06.07.2018
Imprudência causa acidente com morte na BR-376
05.07.2018
Dois cruzamentos da BR-376 serão fechados em Sarandi
05.07.2018
Expo Imin 110
05.07.2018
Preço do gás de cozinha aumenta 4,4%
05.07.2018
Pai e filho sofrem acidente em rodovia
05.07.2018
Terminal intermodal está em uma nova fase da obra
05.07.2018
TCCC tem aumento negado pela prefeitura
03.07.2018
Maringá é a 29ª do Brasil e 5ª do Paraná em desenvolvimento municipal
03.07.2018
14 mil candidatos não prestam concurso da prefeitura
03.07.2018
A campanha é curta, mas a responsabilidade é a mesma
03.07.2018
Contra a Bélgica, Brasil pode se vingar
03.07.2018
Professora maringaense morre atropelada
03.07.2018
Meninos presos em caverna na Tailândia
02.07 2018
Brasil vence México por 2 a 0
02.07.2018
Mercado financeiro aumenta estimativa de inflação
02.07.2018
Expediente diferenciado para a Copa
02.07.2018
Elevador da Catedral de Maringá
02.07.2018
Mulheres sofrem assédio constantemente nos ônibus
02.07.2018
Colisão entre dois veículos no Centro
29.06.2018
Duas mortes registradas por gripe em Maringá e região
29.06.2018
Termina hoje o prazo para vacinação contra a dengue
29.06.2018
Líderes europeus chegam a um acordo sobre refugiados
29.06.2018
Homem agride amásia e tenta matar criança
28.06.2018
Brasil vence e enfrenta o México
28.06.2018
Aeroporto de Maringá apresenta lucro acima de R$ 1 milhão
28.06.2018
Servidores da Educação não querem câmeras em salas
28.06.2018
Alistamento militar
28.06.2018
Infrações de trânsito caem entre o mês de abril e maio em Maringá
28.06.2018
Greve dos caminhoneiros fará inflação acelerar este mês, diz BC
27.06.2018
CMN fixa em 3,75% meta de inflação para 2021
27.06.2018
Prefeito recebe Plano de Políticas Públicas para o Migrante
27.06.2018
Prefeitura revela primeiras armas da GM
27.06.2018
Brasil pode pegar Alemanha
27.06.2018
Argentina ressuscita na Copa
27.06.2018
PC apresenta acusados pela morte de professora
26.06.2018
Iraniano apitará partida do Brasil
26.06.2018
MP-PR quer acabar com a fila por vaga em creches de Maringá
26.06.2018
Vacina contra gripe para todos
26.06.2018
Erro em lote de concurso faz oito candidatos abandonarem as provas
26.06.2018
Vice-presidente americano visita Manaus
26.06.2018
Polícia Civil procura assassinos de professora
25.06.2018
Primeira fase entra na reta final
25.06.2018
Projeto ‘Mutirão do bem’ orienta para guarda responsável de animais
25.06.2018
Argentina: greve geral atinge vários setores
25.06.2018
Rocam persegue e prende jovens criminosos
25.06.2018
Prefeitura assina convênio com a Copel para Plano Gestor
22.06.2018
Prefeitura vai recriar a Codemar
22.06.2018
Sasc quer “Selo Social” para empresas que oferecem vagas
22.06.2018
Paraná e HUM são destaque na captação de órgãos para transplante
22.06.2018
Brasil vence nos acréscimos
22.06.2018
OAB anuncia novo recurso contra cobrança de bagagem
22.06.2018
Empresário capota carro e morre na PR-317
21.06.2018
Trump assina ordem para impedir separação familiar
21.06.2018
CR7 pode quebrar recorde
21.06.2018
Vacinação é liberada para todos os profissionais da educação de Maringá
21.06.2018
Mulher tenta matar marido por causa de drogas
20.06.2018
Operação Marquise 2018
20.06.2018
Cocamar implanta Canal de Ética
20.06.2018
Escolas municipais e CMEI’s serão dispensados para jogos da Copa
20.06.2018
Sasc promove a Semana de Prevenção sobre Drogas
20.06.2018
Já está tudo armado para soltar Lula
20.06.2018
PC continua investigando a morte de Beatriz
19.06.2018
Semulher prepara implantação do botão do pânico
19.06.2018
Os momentos mais vergonha alheia dos repórteres
19.06.2018
Prefeitura e Sanepar não entram em acordo
19.06.2018
Prefeitura de Maringá pretende aumentar o quadro de funcionários
19.06.2018
EXPO IMIN 2018 será realizada pela primeira vez na cidade de Maringá
19.06.2018
Lei Seca soma dados positivos após 10 anos
Nipo Brasileiro Contabilidade
Asia Sushi Beer
SINCONFEMAR
Della Pizza
B1
Centro Comercial Tiradentes
Paraná Banco
MAPA - Venda de Ônibus
Oliver Media
Garage Motors
OdontoAtual