Maringá, 21 de Abril de 2018
GLOBAL BENEFÍCIOS NUTRIGENES
 
Untitled Document
06.01.2018
Temer veta integralmente Refis das micro e pequenas empresas
O presidente Michel Temer vetou integralmente o projeto que instituía o programa de refinanciamento para micro e pequenas empresas – o Refis das micro e pequenas empresas. A justificativa é que a medida fere a Lei de Responsabilidade Fiscal ao não prever a origem dos recursos que cobririam os descontos aplicados a multas e juros com o parcelamento das dívidas.

A decisão foi tomada nesta sexta-feira (5) pelo Palácio do Planalto e comunicada diretamente por Temer ao presidente do Sebrae, Guilherme Afif Domingos, com quem se encontrou em São Paulo, em agenda privada. O objetivo da instituição, porém, é trabalhar para que o Congresso Nacional derrube o veto presidencial enquanto o ministério da Fazenda estuda uma solução para o impasse econômico da medida.

“O Refis foi aprovado com ampla maioria. O veto não é por questões políticas, mas um veto por questões técnicas. Sanado o problema, a vontade política continua”, argumentou Afif Domingos, em comunicado enviado pela assessoria de imprensa do Sebrae. Em dezembro, após se reunir com Temer, o empresário garantiu que o projeto seria sancionado.

Segundo Afif, a equipe econômica do governo vai estudar os impactos orçamentários do chamado Programa Especial de Regularização Tributária das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte.

Projeto
Aprovado em dezembro pela Câmara e pelo Senado, o programa concede descontos de juros, multas e encargos com o objetivo de facilitar e parcelar o pagamento dos débitos de micro e pequenas empresas, desde que 5% do valor total seja pago em espécie, sem desconto, em até cinco parcelas mensais.

O restante da dívida poderia ser pago em até 15 anos. A adesão incluía débitos vencidos até novembro de 2017. Se não fosse vetado, os empresários poderiam participar do programa em até três meses após entrada em vigor da lei.

Condições atuais
Como a decisão sobre a derrubada do veto ocorrerá somente após o fim do recesso parlamentar, em fevereiro, o Sebrae orienta as micro e pequenas empresas a procurarem a Receita Federal, até o fim deste mês, para negociar o parcelamento de débitos tributários, para que não sejam eliminadas do Simples Nacional.

“As empresas têm até o dia 31 de janeiro para solicitar o refinanciamento nas condições antigas, que não são tão favoráveis. E precisam aguardar o mês de fevereiro, quando o Congresso deverá derrubar esse veto. Com isso, as empresas poderão migrar para uma condição mais favorável de parcelamento e continuar no regime”, afirmou o presidente do Sebrae.

Segundo o órgão, o Refis deve beneficiar cerca de 600 mil empresas brasileiras que devem cerca de R$ 20 bilhões à União.

Agencia Brasil
 
19.04.2018
Sônia Abrão critica Tiago Leifert
19.04.2018
Semulher inicia cursos de capacitação
19.04.2018
Corinthians vence na Argentina
19.04.2018
Denarc prende manicure por tráfico de drogas
19.04.2018
Aumenta a pena para motorista embriagado
19.04.2018
Prefeitura renova contrato do vale-alimentação
18.04.2018
Timão encara o Independiente
18.04.2018
Prova Rústica Tiradentes
18.04.2018
Radares geram discussões entre vereadores
18.04.2018
Delegado impede golpe de falso sequestro contra idosa
18.04.2018
Maringá registra R$ 14 mil em multas por maus tratos em animais
18.04.2018
Aécio Neves vira réu em processo
17.04.2018
Palmeiras empata com Botafogo
17.04.2018
Aos 97 anos, morre no Rio a sambista Dona Ivone Lara
17.04.2018
Prefeitura libera remoção de árvores por empresas
17.04.2018
Novo Contorno Sul - Anteprojeto de reformas é finalizado
17.04.2018
Eleição presidencial já tem 16 pré-candidatos oficializados
17.04.2018
Maringaense morre afogado em represa
16.04.2018
Justiça determina matrículas em CMEI’s
16.04.2018
Corinthians vence o Fluminense
16.04.2018
Prefeitura e Instituto estudam revitalização de praças
16.04.2018
Atividade econômica cresce 0,09% em fevereiro
16.04.2018
Mulher morre em colisão contra barranco
16.04.2018
Cidade terá 36 km de ciclovias até dezembro
13.04.2018
Fátima Bernardes surpreende com boa forma
13.04.2018
Supremo nega pedido de habeas corpus de Palocci
13.04.2018
HU alerta sobre cobranças no SUS
13.04.2018
Sigmar Navachi é escolhido secretário de Planejamento
13.04.2018
Colisão mata maringaense em Marialva
13.04.2018
Câmara aprova fim dos contêineres de metal
12.04.2018
Tévez marca, Palmeiras empata e sai vaiado
12.04.2018
Regulação do comércio fica para o dia 19
12.04.2018
META 4 - STF nega recurso do Estado
12.04.2018
Prefeitura acata solicitação de moradores
12.04.2018
Sindicato da PF pede transferência de Lula
12.04.2018
Mulher no comando da PM do Paraná
11.04.2018
J Balvin causa polêmica ao falar de Anitta
11.04.2018
Roma dá aula e goleia o Barça
11.04.2018
João Amoêdo em Maringá
11.04.2018
Avião militar cai na Argélia e deixa mais de 250 mortos
11.04.2018
Agentes evitam fuga da PEM
11.04.2018
Obras do Terminal Intermodal completam um ano
10.04.2018
Novo técnico do PSG não agrada Neymar
10.04.2018
Abril Verde alerta sobre a prevenção de acidentes de trabalho
10.04.2018
Maringá e o Campeonato Secreto
10.04.2018
Temer dá posse hoje a novos ministros
10.04.2018
Câmara vota hoje regulamentação para abertura de mercados
10.04.2018
Homem morre e quatro ficam feridos em acidente
08.04.2018
Corinthians é bicampeão paulista
08.04.2018
A grande final, 19 anos depois
08.04.2018
Datena cai e quebra duas costelas
08.04.2018
Polícia Civil investiga vandalismo na Acim
08.04.2018
Cida anuncia primeiros nomes do secretariado no seu governo
08.04.2018
Primeira noite de Lula na cadeia é tranquila
08.04.2018
Espancamento termina em atropelamento por trem
Nipo Brasileiro Contabilidade
Hotel Internacional
SINCONFEMAR
Della Pizza
B1
Centro Comercial Tiradentes
Paraná Banco
MAPA - Venda de Ônibus
Oliver Media
Garage Motors
OdontoAtual