Maringá, 19 de Janeiro de 2018
GLOBAL BENEFÍCIOS NUTRIGENES
 
Untitled Document
09.01.2018
Inflação na Venezuela pode superar 10.000%
A inflação na Venezuela fechou 2017 em 2.616% e pode chegar a 10.000% este ano, segundo dados apresentados nessa segunda-feira (8) pela Assembleia Nacional (AN, Parlamento), de maioria opositora, diante da ausência de informações sobre esses indicadores por parte do Banco Central (BCV).

O presidente da Comissão de Finanças da AN, o opositor José Guerra, afirmou, em entrevista, que a inflação do país está fora de controle pela "impressão de dinheiro do Banco Central para financiar o déficit do governo" de Nicolás Maduro.

Segundo Guerra, 70% do déficit do governo venezuelano para o ano de 2017 foram financiados com impressão de dinheiro. "A inflação é diferente da hiperinflação, pois a inflação é normal em tudo. Uma hiperinflação é insuportável. É a ruína de um país", afirmou.

"Estamos falando de uma inflação que pode passar dos 10.000% se o BCV seguir financiando o governo", acrescentou o deputado - economista e com longa trajetória no Banco Central.

Ele disse à Agência EFE que, apenas em dezembro, a inflação foi de 85% e que, em comparação com outros casos de hiperinflação registrados no século passado no continente, a venezuelana ainda "não é o caso mais forte", mas "este ano pode ser". Além disso, lembrou que a Câmara ainda não publicou a taxa de queda no Produto Interno Bruto (PIB).

O deputado Rafael Guzmán, membro da Comissão de Finanças do Parlamento, desprezou os constantes aumentos salariais anunciados pelo Executivo para tentar neutralizar a explosão de preços, uma "guerra econômica" segundo o chavismo.

"Não há aumento de salário que possa combater essa situação", ressaltou Guzmán, também opositor, que projetou em 14.000% o índice de inflação para 2018.

Ele também se referiu à queda do bolívar em relação ao dólar no mercado paralelo como uma das causas do aumento dos preços quase diário no país. Atribuiu essa depreciação ao controle de câmbio, imposto pelo governo chavista desde 2003.

"O governo mantém o controle do câmbio, ou seja, continua entregando dólares a um pequeno grupo para que continue colocando esses dólares no mercado negro: enquanto houver controle de câmbio, haverá um mercado negro", disse Guzmán.

Por outro lado, o presidente do BCV, Ramón Lobo, evitou comentar o índice de inflação apresentado pela Câmara, o único poder nas mãos da oposição e que foi declarado em desacato pelo Supremo Tribunal. As ações do Parlamento são consideradas nulas por todas as instituições próximas ao governo.

"Isso ainda existe?", disse Lobo, referindo-se ao Parlamento - ao ser abordado sobre a média de inflação apresentada pela Câmara -, durante uma reunião entre as autoridades do órgão emissor e representantes do Executivo.

O encontro serviu para que os titulares da Economia da Revolução Bolivariana entregassem ao BCV a proposta de Maduro para reativar o sistema de leilões de Moedas Complementares (Dicom), que deixou de funcionar em agosto e que acentuou a escassez de dólares no país.

"Essa proposta discutiremos no BCV o mais rápido possível, pela necessidade de estabelecer um novo sistema de câmbio que resista aos embates da guerra econômica", disse o funcionário chavista.

Ele explicou que o objetivo é reativar o sistema "nos próximos dias" e adaptá-lo "às circunstâncias econômicas impostas pela agressão do governo americano e do bloqueio financeiro internacional".

O vice-presidente da Economia, Wilmar Castro, disse que o novo modelo de dotação de moedas "procura ser crível e transparente". Assegurou que o setor privado participará de maneira aberta e terá controles facilmente previsíveis. "O novo método de câmbio terá outros elementos que o tornarão mais flexível para facilitar o investimento de moedas produtivas", acrescentou.

O BCV não publica desde 2015 dados oficiais sobre a inflação e o PIB, que fecharam esse período em 180,9% e com uma contração de 5,7%, respectivamente.

Agencia Brasil
 
19.01.2018
Robô "Agro" na Safratec
19.01.2018
Santos quer a volta de Gabigol
19.01.2018
Saúde alerta sobre sífilis e hanseníase
19.01.2018
Paraná registrou 275 mortes em confrontos policiais em 2017
19.01.2018
Morador de rua é agredido ao tenta furtar moto
19.01.2018
Novo Restaurante Popular será construído em Maringá
18.01.2018
Corinthians perde na estreia do Paulistão
18.01.2018
Prefeitura orienta cadastrados no Acesso Cidadão
18.01.2018
Balanço da PRF aponta para redução de acidentes em 2017
18.01.2018
Traficante reage, agride policiais e efetua tiros
18.01.2018
Chuvas constantes geram alerta da Defesa Civil
17.01.2018
Seal acusado de abuso sexual
17.01.2018
Prefeitura orienta vacinação contra febre amarela
17.01.2018
Ladrão tenta roubar residência e acaba morto
17.01.2018
Balança comercial tem superávit recorde em 2017
16.01.2018
Sheik retorna ao Corinthians
16.01.2018
Ministério da Saúde garante recursos para Maringá
16.01.2018
Justiça mantém suspensão da posse de Cristiane Brasil
16.01.2018
Trânsito faz a primeira vítima fatal no ano
16.01.2018
IPTU 2018 - Maioria escolhe pagamento à vista
15.01.2018
Real quer CR7 como troca por Neymar
15.01.2018
Belfort sai do UFC sem última luta
15.01.2018
Waack se defende de acusações
15.01.2018
Trump diz na Flórida que não é racista
15.01.2018
Manifestações ocorrem sem violência
15.01.2018
Cocamar investiu mais de meio bilhão
13.01.2018
Cursos de idiomas são oferecidos em escolas
13.01.2018
Belfort vai se despedir do UFC
13.01.2018
EUA impõem mais sanções contra o Irã
13.01.2017
Homem é preso por estupro
12.01.2018
Ronaldo fala sobre erro de Neymar
12.01.2018
Expoingá será de 3 a 14 de maio
12.01.2018
Procon orienta pesquisa de preços de material escolar
12.01.2018
BNDES pretende devolver R$130 bilhões ao Tesouro Nacional
12.01.2018
Jovens são presos trocando placas de carro furtado
12.01.2018
Segurança será reforçada na Câmara
11.01.2018
Corinthians bate o PSV
11.01.2018
PRF apreendeu 277 armas e 42 mil munições no Paraná
11.01.2018
Detran esclarece diferenças entre IPVA, DPVAT e Licenciamento
10.10.2018
População em situação de rua é tema de reunião
10.01.2018
PC prende suspeitos de roubarem Uningá
10.01.2018
Inflação oficial pelo IPCA em 2017 é de 2,95%
10.01.2018
Militantes lançam Comitê em Maringá
09.01.2018
Dois rapazes são presos por assassinato
09.01.2018
Edson Abrão da Silveira é sepultado
08.01.2018
Campanha Janeiro Branco é lançada em Maringá
08.01.2018
Vagas de emprego
08.01.2018
Firmino é acusado de racismo na Inglaterra
08.01.2018
Love e Imperador no Flamengo?
08.01.2018
The Voice Kids começa emocionando
08.01.2018
Prefeitura orienta sobre o Passe do Estudante
06.01.2018
Temer veta integralmente Refis das micro e pequenas empresas
06.01.2018
Tarifa de ônibus é reajustada para R$ 3,60
05.01.2018
Lívia Andrade e suas polêmicas
05.01.2018
Prefeitura abre inscrições para bolsas de estudos
05.01.2018
Coreia do Norte aceita se reunir com o Sul
05.01.2018
PC esclarece primeiro homicídio do ano
04.01.2018
Casos de dengue aumentam em Maringá
04.01.2018
Eleições e Copa do Mundo devem afetar votações no Congresso
04.01.2018
Acidente é registrado no Jardim Pinheiros
04.01.2018
Radares de velocidade são instalados em Maringá
03.01.2018
Temer sanciona Orçamento de 2018
03.01.2018
Maringá registra primeiro homicídio do ano
03.01.2018
Tempestade causa estragos em Maringá
03.01.2018
Ulisses projeta ano positivo em 2018
02.01.2018
André Bovo toma posse na Amusep
02.01.2018
Defesa Civil termina ano com 1,2 mil atendimentos
02.01.2018
Neymar e Bruna Marquezine reatam namoro
02.01.2018
Jovem morre afogado no Parque do Ingá
02.01.2018
Tarifa branca pode baratear conta de luz
02.01.2018
Começa a entrega do IPTU 2018
Nipo Brasileiro Contabilidade
Hotel Internacional
SINCONFEMAR
Della Pizza
B1
Centro Comercial Tiradentes
Paraná Banco
MAPA - Venda de Ônibus
Oliver Media
Garage Motors
OdontoAtual