Maringá, 21 de Fevereiro de 2018
GLOBAL BENEFÍCIOS NUTRIGENES
 
Untitled Document
15.01.2018
Waack se defende de acusações
Depois de ter sua imagem abalada pelo vazamento de um vídeo no qual faz um comentário racista , William Waack acabou sendo demitido da Rede Globo . Em um comunicado no final de 2017, a emissora falou que entrou em um acordo com o jornalista e decidiu por desliga-lo. Menos de um mês depois da decisão, o jornalista desabafou em um artigo publicado na Folha de S.Paulo deste domingo (14).
 
No texto, William Waack se refere aos rapazes que vazaram suas imagens na internet dizendo que, se eles o tivessem procurado teria dito que aquilo foi uma “piada idiota”. Afirmando que eles “roubaram” a imagem, Waack diz que não teve a intenção de ofender ninguém com seu comentário.
 
Ele também não poupou a Rede Globo e, sem citá-la diretamente,
criticou a “capacidade de empresas da dita ‘mídia tradicional’”, afirmando que cedem à “gritaria de grupos organizados” acreditando que isso irá proteger a própria imagem. “Por falta de visão estratégica ou covardia, ou ambas, tornam-se reféns das redes mobilizadas, parte delas alinhadas com o que os ‘donos’ de outras agendas políticas definem como ‘correto’”.
 
Defesa
Waack também citou alguns nomes que o defenderam depois que o vídeo em que diz “cisso é coisa de preto” surgiu na internet. Entre eles, a Presidente do STF, ministra Carmem Lúcia, e a também jornalista Glória Maria : “autorizado por ela, faço aqui uso das palavras da jornalista Glória Maria, que foi bastante perseguida por intolerantes em redes sociais por ter dito em público: ‘Convivi com o William a vida inteira, e ele não é racista. Aquilo foi piada de português’”.
 
William Waack  ainda completou dizendo que combateu a intolerância de qualquer tipo durante toda a sua carreira, sua vida profissional e pessoal é a prova disso. Por fim, ele conclui: “Tenho 48 anos de profissão. Não haverá gritaria organizada e oportunismo covarde capazes de mudar essa história: não sou racista. Tenho como prova a minha obra, os meus frutos. Eles são a minha verdade e a verdade do que produzi até aqui”.
 
Foto - Reprodução

 
21.02.2018
Maia pode sancionar lei do assédio moral
21.02.2018
Semob promove ações para reduzir excesso de velocidade
21.02.2018
Obras no Terminal da Morangueira atrasam
21.02.2018
Senado aprova decreto presidencial de intervenção no RJ
21.02.2018
Denarc de Maringá apreende seis toneladas de maconha
21.02.2018
Onda de violência em Maringá preocupa
20.02.2018
Corinthians empata com RB
20.02.2018
Risco de infestação do mosquito da dengue é alto
20.02.2018
Pagamento do IPTU com 8% de desconto vai até dia 22
20.02.2018
Manifestantes invadem escritório de ministro da Saúde
20.02.2018
Bandidos matam um e ferem duas crianças na Cidade
19.02.2018
Reforma e revitalização da Praça de Patinação
19.02.2018
Comércio de Maringá registrou queda de faturamento
19.02.2018
Ator é vítima de comentários racistas
19.02.2018
Edital para frota de coleta seletiva tem apenas uma empresa
19.02.2018
Detentos do RJ fazem rebelião com reféns
19.02.2018
PM apreende mais de meio milhão de reais e maconha
Nipo Brasileiro Contabilidade
Hotel Internacional
SINCONFEMAR
Della Pizza
B1
Centro Comercial Tiradentes
Paraná Banco
MAPA - Venda de Ônibus
Oliver Media
Garage Motors
OdontoAtual