Maringá, 25 de Setembro de 2018
GLOBAL BENEFÍCIOS Black Bull Steak House
 
Untitled Document
03.03.2018
Fachin inclui Temer em inquérito que investiga Odebrecht
O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), acatou pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR) e incluiu o presidente Michel Temer como investigado em um inquérito da Lava Jato no qual já são investigados os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil) e Moreira Franco (Secretaria-Geral da Presidência).

O caso envolve o suposto favorecimento da empresa Odebrecht durante o período em que Padilha e Moreira Franco foram ministros da Secretaria da Aviação Civil, entre os anos de 2013 e 2015. O Palácio do Planalto informou que não vai comentar a decisão de Fachin.

De acordo com depoimento de delação premiada do ex-executivo da Odebrecht Claudio Melo Filho, houve um jantar no Palácio do Jaburu, em maio de 2014, para tratativas de um repasse de R$ 10 milhões como forma de ajuda de campanha para o PMDB, atualmente MDB.

Na última terça-feira (27), a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, enviou a manifestação ao STF em que pediu a inclusão de Temer no inquérito. Para isso, ela discordou do entendimento do ex-procurador Rodrigo Janot, que, no ano passado, decidiu não incluir Temer na investigação, por entender que o presidente tem imunidade constitucional enquanto estiver no cargo.

Para a procuradora, a Constituição impede somente o oferecimento de uma eventual denúncia contra os investigados, mas não a investigação em si, sob pena da perda ou ocultamento de provas. Em decisão desta sexta-feira, Fachin acatou os argumentos.

“Com efeito, a imunidade temporária vertida no texto constitucional se alça a obstar a responsabilização do presidente da República por atos estranhos ao exercício das funções; mesmo nessa hipótese (a de atos estranhos ao exercício das funções) caberia proceder a investigação a fim de, por exemplo, evitar dissipação de provas, valendo aquela proteção constitucional apenas contra a responsabilização, e não em face da investigação criminal em si”, escreveu Fachin.

Na mesma decisão, Fachin também autorizou a prorrogação das investigações por mais 60 dias, a pedido da Polícia Federal e da PGR.

No último dia 27, quando a procuradora apresentou o pedido a Fachin, o ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, questionou a possibilidade de continuidade de uma investigação contra Temer sobre fatos anteriores ao mandato de presidente da República. “Pelo que eu sei, neste momento, o presidente só pode ser efetivamente atingido por qualquer coisa acontecida no exercício do seu mandato”.

O ministro também disse que não há fatos contra o presidente. “Se querem investigar, investiguem. Mais uma vez chegarão à conclusão de que nada efetivamente atinge a pessoa do presidente, que é um homem honrado, com um patrimônio conforme a renda auferida em décadas de trabalho”, disse Marun, em entrevista à imprensa.

Agência Brasil
 
25.09.2018
População em situação de rua é alvo de pesquisa
25.09.2018
Defesa Civil atendeu mais de 700 chamadas este ano
25.09.2018
Semusp atende pedidos de retirada de abelhas
25.09.2018
Lei da Ficha Limpa retira 173 candidatos das eleições
25.09.2018
Jovem morre após atropelar oito e ameaçar PMs
24.09.2018
Cocamar homenageia pioneiros
23.09.2018
Beyoncé acusada de bruxaria
23.09.2018
São Paulo cede empate no Morumbi
23.09.2018
Bairros de Maringá recebem armadilhas contra dengue
23.09.2018
Comitê 9840 recebe 49 denúncias de crimes eleitorais
23.09.2018
TSE disponibilizará aplicativo que mostra apuração em tempo real
23.09.2018
Motorista foge após colisão que matou motociclista
21.09.2018
Forte chuva causa estragos em Maringá
21.09.2018
Contratação para operadores de torre do aeroporto é retomada
21.09.2018
Recuperação do Contorno Sul deve ficar para o ano que vem
21.09.2018
Justiça incentiva cidadão a fiscalizar o processo eleitoral
21.09.2018
Maringaense é preso em São Paulo por tráfico
21.09.2018
Radares multam quase 15 mil na Cidade
20.09.2018
Parque do Ingá terá pista de caminhada emborrachada
20.09.2018
Cruzeiro perde para Boca Juniors
20.09.2018
SRM apresenta tema e logo da Expoingá 2019
20.09.2018
Mais de 10,6 mil brasileiros vão votar em cédula de papel no exterior
20.09.2018
Mais uma professora é denunciada por tortura
20.09.2018
Lei que autoriza compra de vagas em creches é sancionada
19.09.2018
Seduc entrega comunicado e pais ficam preocupados
19.09.2018
Defesa Civil realiza simulação de abandono em escolas
19.09.2018
PM participa da Semana de Trânsito
19.09.2018
Mulher seminua é encontrada amarrada com arame farpado
19.09.2018
Pesquisa Ibope: Jair Bolsonaro lidera com 28%
19.09.2018
População reclama das calçadas dos parques de Maringá
18.09.2018
Combate às drogas
18.09.2018
Reunião busca soluções para o trânsito de Maringá
18.09.2018
Procon de Maringá resolve 95% das reclamações
18.09.2018
CNT/MDA: Bolsonaro lidera com 28,2%
18.09.2018
Mulher esfaqueia marido durante briga
17.09.2018
Ex-Spice Girl passa por exame pela guarda da filha
17.09.2018
Relembrando o Colégio Marista
17.09.2018
Campanha resgata autoestima de pessoas
17.09.2018
Receita e PF apreendem milhões dólares em aeroporto
17.09.2018
Motociclista morre em acidente na Cerro Azul
17.09.2018
DER-PR abre edital para construção de viaduto na Colombo
Nipo Brasileiro Contabilidade
Asia Sushi Beer
SINCONFEMAR
Della Pizza
B1
Centro Comercial Tiradentes
Paraná Banco
MAPA - Venda de Ônibus
Oliver Media
Garage Motors
OdontoAtual