Maringá, 22 de Junho de 2018
GLOBAL BENEFÍCIOS Black Bull Steak House
 
Untitled Document
10.03.2018
Ricardo Barros repassa verba de R$ 82 milhões a Tecpar
O ministro da Saúde Ricardo Barros e o governador do Estado, Beto Richa e a vice-governadora Cida Borghetti, estiveram ontem na Associação Comercial e Empresarial de Maringá (Acim), onde assinaram contrato entre o Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar) e o Ministério da Saúde para repasse de R$ 82 milhões.

Os recursos serão destinados à obra do Centro de Desenvolvimento e Produção de Medicamentos Biológicos. A unidade do Tecpar será construída no município e voltada ao desenvolvimento de pesquisas e produção de medicamentos biológicos.

Existe ainda a previsão de mais R$ 80 milhões de investimentos para a compra de equipamentos e o início das atividades de um centro de desenvolvimento e produção de medicamentos. Maringá produzirá seis medicamentos que, hoje, precisam ser importados sob um alto custo
A nova unidade do instituto será instalada em um terreno transferido pela prefeitura de Maringá ao Tecpar – o instituto já atua na cidade há mais de trinta anos. No ano passado, o Ministério da Saúde assumiu o Termo de Compromisso com o Tecpar para o fornecimento de seis medicamentos usados no tratamento de câncer e de artrite reumatóide.

No decorrer da parceria, explica o diretor-presidente do Tecpar,Júlio Felix, a empresa detentora da tecnologia realiza a transferência de tecnologia total ao Tecpar para que o instituto passe então a produzir os medicamentos. \"Esse novo centro em Maringá é importante para o Tecpar, por constituir a nova plataforma tecnológica de produtos biológicos do instituto, para o SUS, que será abastecido com produtos estratégicos para o país por laboratório público, e para a cidade, que se torna um pólo farmacêutico, com atração de empregos qualificados\", destaca.

A unidade de fill and finish em Maringá contará, em um primeiro momento, com uma fábrica de finalização de medicamentos biológicos, um centro de distribuição e o laboratório de Controle da Qualidade. Essa unidade, financiada pelo Ministério da Saúde, tem como objetivo realizar a formulação, envase, embalagem e armazenamento de medicamentos produzidos pelo instituto. Nos próximos anos, novas plantas biológica sserão instaladas.

Felix destaca que, com o campus de Maringá, o instituto passa a contar com três plataformas tecnológicas na área da saúde. As outras duas unidades estão em Curitiba, onde está o Centro de Desenvolvimento e Produção de Medicamentos Imunológicos, e em Ponta Grossa, onde está o Centro de Desenvolvimento e Produção de Medicamentos Sintéticos.


Cláudio Santos
Foto - Reprodução
 
21.06.2018
Trump assina ordem para impedir separação familiar
21.06.2018
CR7 pode quebrar recorde
21.06.2018
Vacinação é liberada para todos os profissionais da educação de Maringá
21.06.2018
Mulher tenta matar marido por causa de drogas
20.06.2018
Operação Marquise 2018
20.06.2018
Cocamar implanta Canal de Ética
20.06.2018
Escolas municipais e CMEI’s serão dispensados para jogos da Copa
20.06.2018
Sasc promove a Semana de Prevenção sobre Drogas
20.06.2018
Já está tudo armado para soltar Lula
20.06.2018
PC continua investigando a morte de Beatriz
19.06.2018
Semulher prepara implantação do botão do pânico
19.06.2018
Os momentos mais vergonha alheia dos repórteres
19.06.2018
Prefeitura e Sanepar não entram em acordo
19.06.2018
Prefeitura de Maringá pretende aumentar o quadro de funcionários
19.06.2018
EXPO IMIN 2018 será realizada pela primeira vez na cidade de Maringá
19.06.2018
Lei Seca soma dados positivos após 10 anos
Nipo Brasileiro Contabilidade
Asia Sushi Beer
SINCONFEMAR
Della Pizza
B1
Centro Comercial Tiradentes
Paraná Banco
MAPA - Venda de Ônibus
Oliver Media
Garage Motors
OdontoAtual