Maringá, 25 de Setembro de 2018
GLOBAL BENEFÍCIOS Black Bull Steak House
 
Untitled Document
12.03.2018
PM registra queda da criminalidade na região
Em primeiro balanço parcial realizado pelo 4º Batalhão de Polícia Militar (4º BPM) sobre os índices de criminalidade na Cidade, as autoridades registraram queda acentuada no número de roubos e diminuição significativa em casos de furtos.

Em análise dos dois primeiros meses do ano, 2018 teve a metade do número de casos contra o patrimônio que em relação a 2017.

Referente aos crimes contra a vida, até o momento os registros estão próximos ao primeiro bimestre do ano passado.

A divulgação dos números por parte da equipe de comunicação da Polícia Militar também contou com as ocorrências de Sarandi e Paiçandu. Com análise dos casos de furto, roubo, homicídios e prisões pro tráfico, todos os índices foram considerados positivos por parte das autoridades.

Relatório sobre redução será encaminhado e discutido em reuniões sobre a proposta de integração entre prefeituras e entidades de segurança pública para combater a criminalidade em toda a região de Maringá.

Com dados entre o dia 1º de janeiro e 28 de fevereiro, a Polícia Militar de Maringá verificou diminuição de 48% nos casos de roubos na Cidade. Em comparação direta com o mesmo período de 2017, onde 240 registros foram feitos, neste ano 124 casos foram confirmados em boletins. Em furtos, a diminuição de 582 registros há um ano para 489 neste primeiro bimestre também constatou redução significativa para as autoridades, próximo a 20%. Nestas situações específicas, que se configuram como crimes contra o patrimônio, o 4º Batalhão creditou o resultado positivo em virtude do aumento de prisões por tráfico de drogas.

A partir de maior efetivo policial nas ruas, rondas em locais específicos e denúncias por parte da população, nestes dois primeiros meses de 2018 o número de prisões por venda de entorpecentes, segundo o 4º BPM, aumentou em 22% com relação ao último período. Com mais detenções, a polícia acredita que grupos criminosos são desarticulados parcialmente, ao mesmo tempo em que situações de cobranças por dívidas e outros causos que motivam a violência entre traficantes têm as chances reduzidas. As medições dos crimes patrimoniais e prisões por narcóticos terão continuidade ao longo de todo o ano.

Números também foram analisados em Sarandi e Paiçandu durante os dois primeiros meses. No município conurbado a Maringá os casos de furto reduziram de 104 para 84, com redução de 20% entre 2017 e 2018, e redução de 23 para 12 casos de roubos, queda de quase 50% entre os dois anos. As apreensões por tráfico de drogas subiram de sete para 17 casos, fato que para os policiais ajudou a culminar na redução pela metade dos crimes contra a vida, de oito há um ano para quatro neste último bimestre.

Em Paiçandu, a metodologia utilizada para medição dos crimes e visualização dos boletins de ocorrência foram feitas de forma diferente das outras duas cidades. Na localidade, os índices foram comparados a partir da chegada das Rondas Ostensivas Tático Móvel (Rotam), em novembro do ano passado. Com o aumento do efetivo policial, o município registrou queda de 75 casos de furtos para 43, 40% a menos, enquanto em roubos a diminuição foi ainda maior, 53% em relação ao mesmo período de 2017. Com apoio da Rotam, o número de pessoas presas pelo crime de tráfico subiu de sete para 11.

Na última sexta-feira (9) autoridades das polícias civil e militar, além de prefeitos, como o de Maringá, Ulisses Maia (PDT), secretários municipais, como o de Segurança Pública, Coronel Antônio dos Anjos Padilha, entre outras figuras da região participaram da primeira reunião para debater integração na área de segurança. Ainda não delimitado de forma precisa, a iniciativa pretende criar um consórcio para abranger as 30 cidades que fazem parte da Associação dos Municípios do Setentrião Paranaense (Amusep).

Por meio de estudos sobre a integralidade das forças de segurança da região e como base a regionalização do serviço de saúde para a Amusep, iniciada em 2016 com o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) Regional do Norte Novo, um dos primeiros objetivos é obter o acesso aos boletins de ocorrência da Polícia Civil e Militar para organizar um banco de dados.

Desde a aplicação há um ano e meio, com descentralização em sete bases, a iniciativa segue considerada como positiva em virtude de uma cobertura mais efetiva para a população da região, entorno de 800 mil pessoas.

Pelo fato da divulgação da redução da criminalidade em Maringá, Sarandi e Paiçandu dessa semana, muito pelo trabalho unificado de civis e militares da região, a compilação dos dados será encaminhada para as reuniões no Consórcio Público Intermunicipal de Saúde do Setentrião Paranaense (Cisamusep). Com resultados concretos sobre a importância de atuação na área de segurança pública de forma unificada e integrada entre várias gestões e batalhões, a iniciativa será a principal medida contra a criminalidade por parte do serviço operacional e de inteligência na região do norte do Estado.

Matheus Gomes
Foto - Reprodução
 
25.09.2018
População em situação de rua é alvo de pesquisa
25.09.2018
Defesa Civil atendeu mais de 700 chamadas este ano
25.09.2018
Semusp atende pedidos de retirada de abelhas
25.09.2018
Lei da Ficha Limpa retira 173 candidatos das eleições
25.09.2018
Jovem morre após atropelar oito e ameaçar PMs
24.09.2018
Cocamar homenageia pioneiros
23.09.2018
Beyoncé acusada de bruxaria
23.09.2018
São Paulo cede empate no Morumbi
23.09.2018
Bairros de Maringá recebem armadilhas contra dengue
23.09.2018
Comitê 9840 recebe 49 denúncias de crimes eleitorais
23.09.2018
TSE disponibilizará aplicativo que mostra apuração em tempo real
23.09.2018
Motorista foge após colisão que matou motociclista
21.09.2018
Forte chuva causa estragos em Maringá
21.09.2018
Contratação para operadores de torre do aeroporto é retomada
21.09.2018
Recuperação do Contorno Sul deve ficar para o ano que vem
21.09.2018
Justiça incentiva cidadão a fiscalizar o processo eleitoral
21.09.2018
Maringaense é preso em São Paulo por tráfico
21.09.2018
Radares multam quase 15 mil na Cidade
20.09.2018
Parque do Ingá terá pista de caminhada emborrachada
20.09.2018
Cruzeiro perde para Boca Juniors
20.09.2018
SRM apresenta tema e logo da Expoingá 2019
20.09.2018
Mais de 10,6 mil brasileiros vão votar em cédula de papel no exterior
20.09.2018
Mais uma professora é denunciada por tortura
20.09.2018
Lei que autoriza compra de vagas em creches é sancionada
19.09.2018
Seduc entrega comunicado e pais ficam preocupados
19.09.2018
Defesa Civil realiza simulação de abandono em escolas
19.09.2018
PM participa da Semana de Trânsito
19.09.2018
Mulher seminua é encontrada amarrada com arame farpado
19.09.2018
Pesquisa Ibope: Jair Bolsonaro lidera com 28%
19.09.2018
População reclama das calçadas dos parques de Maringá
18.09.2018
Combate às drogas
18.09.2018
Reunião busca soluções para o trânsito de Maringá
18.09.2018
Procon de Maringá resolve 95% das reclamações
18.09.2018
CNT/MDA: Bolsonaro lidera com 28,2%
18.09.2018
Mulher esfaqueia marido durante briga
17.09.2018
Ex-Spice Girl passa por exame pela guarda da filha
17.09.2018
Relembrando o Colégio Marista
17.09.2018
Campanha resgata autoestima de pessoas
17.09.2018
Receita e PF apreendem milhões dólares em aeroporto
17.09.2018
Motociclista morre em acidente na Cerro Azul
17.09.2018
DER-PR abre edital para construção de viaduto na Colombo
Nipo Brasileiro Contabilidade
Asia Sushi Beer
SINCONFEMAR
Della Pizza
B1
Centro Comercial Tiradentes
Paraná Banco
MAPA - Venda de Ônibus
Oliver Media
Garage Motors
OdontoAtual