Maringá, 23 de Abril de 2018
GLOBAL BENEFÍCIOS NUTRIGENES
 
Untitled Document
16.04.2018
Cidade terá 36 km de ciclovias até dezembro
Como forma de incentivar o uso de meios de transporte alternativos ao mesmo tempo em que preparar a Cidade na questão da mobilidade, a Prefeitura de Maringá, através da Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob), entregam até o final deste ano duas novas obras cicloviárias. Dentro do plano de interligação entre as ciclovias, seguem dentro do cronograma inicial as intervenções nas pistas das Avenidas Horácio Raccanello e Gastão Vidigal.

Intensificadas a partir de janeiro deste ano, as obras de continuidade nos dois trechos resultarão em mais 5 mil metros de ciclovias para Maringá, que irá ultrapassar a casa dos 35 quilômetros de faixas exclusivas para bicicletas e outros meios semelhantes. Durante fase de planejamento, participação de ativistas e entidades garante projetos desenvolvidos com ampla participação e de forma estruturada, para uma rede interligada entre o limite com Sarandi e saída para Paiçandu.

Implementadas em maior intensidade há cerca de cinco anos, as ciclovias maringaenses promoveram modificações significativas na mentalidade e cultura da população. Sendo a principal organização em defesa do modal, a Associação dos Ciclistas do Noroeste do Paraná (Ciclonoroeste) mobiliza usuários para a discussão e participação de encontros com o enfoque na cobrança do poder público por alternativas aos veículos motorizados.

Através de um estudo científico realizado por um dos membros do grupo, constatou-se que o uso de bicicletas na Avenida Brasil, após a inauguração da ciclovia no local, cresceu aproximadamente 400%.

A via em questão segue paralela ao novo trecho iniciado há três meses, na Avenida Horácio Raccanello, entre as Avenidas Pedro Taques e Paraná, com aproximadamente 1,5 quilômetro de extensão. Após a conclusão desta obra, usuários terão acesso ao espaço exclusivo de meios alternativos a partir da via lateral da Avenida Guaiapó, no cruzamento com a Rua Mitsuzo Taguchi, próximo a Sarandi, até a Avenida 19 de Dezembro, do outro lado do município. Ao chegar na Zona Seis, inclusive, há a possibilidade da continuidade do trajeto até a Praça Sete de Setembro, conhecida como do “Peladão”, ou em direção a Zona Norte, por meio da ciclovia na Avenida Mandacaru, com quase quatro quilômetros de pistas.

Ao mesmo tempo em que há ligação entre os trechos das duas avenidas, as obras também contemplam a Avenida Gastão Vidigal, que funciona como uma continuidade da Avenida Brasil, próximo ao antigo aeroporto. No local, as obras também já tiveram início e vão contemplar mais de 3,5 mil metros. Ambas as intervenções tem um prazo de aproximadamente 300 dias para ser finalizadas, com um custo que se aproxima dos R$ 2 milhões, oriundos de recursos do próprio município, para o Plano Municipal de Mobilidade Urbana.

Por parte da diretora da Semob, Vera Oliveira, antes do início das obras, diversos estudos foram desenvolvidos, inclusive mediante participação popular, para que os locais exatos, com maior fluxo de usuários recebessem as vias exclusivas. Para a diretora, a iniciativa é importante como uma forma de garantir a segurança de ciclistas ao mesmo tempo em que as pistas construídas há mais tempo sejam uma espécie de referência dentro do plano, para que a interligação entre as vias seja prioridade.

Sendo assim, uma pessoa que iniciar o percurso de bicicleta próximo a Sarandi, terá totais condições de transitar por diversas regiões de Maringá sem a necessidade de dividir o espaço com carros, motos e caminhões.

Outra ciclovia construída no ano passado e com expectativa de ampliação, porém ainda sem um prazo concreto, se deve a da Avenida Cerro Azul, que liga a Catedral até a Praça Pedro Álvares Cabral, conhecida como Praça de Patinação. Após processo de revitalização completa, a via ainda não tem ligação direta com as outras pistas da Cidade, entretanto, com base no projeto principal desenvolvido pela Semob, o objetivo é que após a conclusão ela consiga ligar trechos do entorno da Universidade Estadual de Maringá até a Praça de Todos os Santos, ao lado do Cemitério Municipal.

Cobrado pela Ciclonoroeste, entre outros cicloativistas, ao mesmo tempo em que a extensão da malha cicloviária de Maringá é expandida, o Plano Municipal de Mobilidade Urbana é uma das prioridades para os próximos meses. Também defendida pela Prefeitura, a iniciativa vem sendo construída para que além do aumento da participação popular na discussão e na compreensão da importância destas obras, a conscientização sobre o uso de meios alternativos de transporte avance para que, aos poucos, ocorra uma substituição, ao menos parcial, dos motorizados para os não-motorizados.

Matheus Gomes
Foto - PMM
 
19.04.2018
Sônia Abrão critica Tiago Leifert
19.04.2018
Semulher inicia cursos de capacitação
19.04.2018
Corinthians vence na Argentina
19.04.2018
Denarc prende manicure por tráfico de drogas
19.04.2018
Aumenta a pena para motorista embriagado
19.04.2018
Prefeitura renova contrato do vale-alimentação
18.04.2018
Timão encara o Independiente
18.04.2018
Prova Rústica Tiradentes
18.04.2018
Radares geram discussões entre vereadores
18.04.2018
Delegado impede golpe de falso sequestro contra idosa
18.04.2018
Maringá registra R$ 14 mil em multas por maus tratos em animais
18.04.2018
Aécio Neves vira réu em processo
17.04.2018
Palmeiras empata com Botafogo
17.04.2018
Aos 97 anos, morre no Rio a sambista Dona Ivone Lara
17.04.2018
Prefeitura libera remoção de árvores por empresas
17.04.2018
Novo Contorno Sul - Anteprojeto de reformas é finalizado
17.04.2018
Eleição presidencial já tem 16 pré-candidatos oficializados
17.04.2018
Maringaense morre afogado em represa
16.04.2018
Justiça determina matrículas em CMEI’s
16.04.2018
Corinthians vence o Fluminense
16.04.2018
Prefeitura e Instituto estudam revitalização de praças
16.04.2018
Atividade econômica cresce 0,09% em fevereiro
16.04.2018
Mulher morre em colisão contra barranco
13.04.2018
Fátima Bernardes surpreende com boa forma
13.04.2018
Supremo nega pedido de habeas corpus de Palocci
13.04.2018
HU alerta sobre cobranças no SUS
13.04.2018
Sigmar Navachi é escolhido secretário de Planejamento
13.04.2018
Colisão mata maringaense em Marialva
13.04.2018
Câmara aprova fim dos contêineres de metal
12.04.2018
Tévez marca, Palmeiras empata e sai vaiado
12.04.2018
Regulação do comércio fica para o dia 19
12.04.2018
META 4 - STF nega recurso do Estado
12.04.2018
Prefeitura acata solicitação de moradores
12.04.2018
Sindicato da PF pede transferência de Lula
12.04.2018
Mulher no comando da PM do Paraná
11.04.2018
J Balvin causa polêmica ao falar de Anitta
11.04.2018
Roma dá aula e goleia o Barça
11.04.2018
João Amoêdo em Maringá
11.04.2018
Avião militar cai na Argélia e deixa mais de 250 mortos
11.04.2018
Agentes evitam fuga da PEM
11.04.2018
Obras do Terminal Intermodal completam um ano
10.04.2018
Novo técnico do PSG não agrada Neymar
10.04.2018
Abril Verde alerta sobre a prevenção de acidentes de trabalho
10.04.2018
Maringá e o Campeonato Secreto
10.04.2018
Temer dá posse hoje a novos ministros
10.04.2018
Câmara vota hoje regulamentação para abertura de mercados
10.04.2018
Homem morre e quatro ficam feridos em acidente
08.04.2018
Corinthians é bicampeão paulista
08.04.2018
A grande final, 19 anos depois
08.04.2018
Datena cai e quebra duas costelas
08.04.2018
Polícia Civil investiga vandalismo na Acim
08.04.2018
Cida anuncia primeiros nomes do secretariado no seu governo
08.04.2018
Primeira noite de Lula na cadeia é tranquila
08.04.2018
Espancamento termina em atropelamento por trem
Nipo Brasileiro Contabilidade
Hotel Internacional
SINCONFEMAR
Della Pizza
B1
Centro Comercial Tiradentes
Paraná Banco
MAPA - Venda de Ônibus
Oliver Media
Garage Motors
OdontoAtual