Maringá, 20 de Agosto de 2018
GLOBAL BENEFÍCIOS Black Bull Steak House
 
Untitled Document
19.04.2018
Semulher inicia cursos de capacitação
A Prefeitura de Maringá, por meio da Secretaria da Mulher (Semulher), realiza nesta noite a aula inaugural de 13 cursos profissionalizantes voltados para mulheres da Cidade e que buscam capacitação em diversas áreas. Sem qualquer tipo de custo, a iniciativa desenvolvida anualmente oferece uma oportunidade para o ingresso em uma nova profissão, além de ampliar os conhecimentos em um trabalho. A aula ocorre às 19h, no Auditório Hélio Moreira.

Para este primeiro semestre, a Prefeitura disponibilizou aproximadamente 300 vagas para os cursos de capacitação, fato que gerou o encerramento das inscrições na primeira semana deste mês. Com a convocação, nesta semana se deu o início das atividades que se estendem até o final de junho.

Por conta da alta procura e da demanda exigida pelo mercado, para este ano, ao todo, a Semulher irá disponibilizar 575 vagas para 17 cursos. As inscrições para o segundo semestre serão abertas no dia 16 de julho.

Com início nesta semana e atividades pelos próximos dois meses e meio, os cursos são de eletricista instaladora residencial, pedreira de alvenaria, costureira de máquina reta e overloque, cuidadora de idoso, manicure e pedicure, pintora de obras imobiliárias, bordado em fita, educação em direitos, auxiliar de costura industrial, modelagem industrial malharia, técnicas em feltro e preparação de pães e bolachas.

Nessa segunda-feira (16), a confeiteira de Maringá, Paula Mello, ministrou curso de “bolo e confeitaria”, como aula inaugural.

Pela ampla variedade de possibilidades de capacitação ou ingresso no mercado de trabalho, a Semulher promove ações desta natureza em diversas épocas do ano. Em nota, a diretora de Políticas Gerais da secretaria, Rosângela Panucci, garante que a ampliação para quase 600 vagas anuais em dezenas de cursos se deu pena necessidade de qualificar a população feminina em áreas que o próprio mercado demanda uma mão de obra mais capacitada.

Além do oferecimento dos cursos, a Semulher também obtém informações das participantes após a finalização da etapa de capacitação. Desta forma, ao mesmo tempo em que a mão de obra feminina se qualifica, há a possibilidade de se analisar a efetividade das aulas ministradas, áreas de abrangência e a receptividade do mercado maringaense, ou de outras regiões. Segundo a secretaria, de aproximadamente 300 mulheres que concluíram os cursos em 2017, quase a metade conquistou um trabalho na área capacitada, com carteira assinada ou na informalidade.

Matheus Gomes
Foto - Reprodução
 
19.08.2018
Celibato clerical
19.0.2018
Mara Maravilha briga com Léo Dias
19.08.2018
Prefeito destaca 89 obras em andamento
19.08.2018
Antiga Estrada Venda 200 será caminho turístico
19.08.2018
Samu ganha ambulância doada por empresário
19.08.2018
Temer convoca reunião para discutir ataque a venezuelanos
Nipo Brasileiro Contabilidade
Asia Sushi Beer
SINCONFEMAR
Della Pizza
B1
Centro Comercial Tiradentes
Paraná Banco
MAPA - Venda de Ônibus
Oliver Media
Garage Motors
OdontoAtual