Maringá, 18 de Agosto de 2018
GLOBAL BENEFÍCIOS Black Bull Steak House
 
Untitled Document
27.04.2018
Terceirizados do HUM seguem sem salários
Depois de reuniões e promessas por parte do Governo do Paraná nos últimos dois meses, dezenas de trabalhadores terceirizados do Hospital Universitário de Maringá (HUM) permanecem sem o recebimento dos devidos salários.

Após garantia de que a situação seria normalizada até esta semana, os servidores incluídos na classe de credenciados se aproximam do encerramento de mais um mês sem remuneração. Além dos problemas para os trabalhadores, pacientes enfrentam dificuldades com a baixa oferta de serviços.

Em janeiro deste ano, ainda durante discussões sobre a polêmica implementação do Sistema de Recursos Humanos Meta 4, servidores da Universidade Estadual de Maringá (UEM) e do Hospital Universitário tiveram os primeiros problemas referentes a questão salarial. Após normalização para docentes e agentes universitários, trabalhadores terceirizados no hospital, como médicos e enfermeiros, seguem desde o final de fevereiro e o começo de março com pagamentos atrasados ou até mesmo a falta total de remuneração.

Em virtude dos atrasos que se aproximam da marca de três meses, nesta semana, a escala de funcionários teve uma redução significativa em dias variados. Na terça-feira (24), durante o período da manhã, apenas uma enfermeira terceirizada compareceu ao HU, no Pronto Socorro, quantidade considerada insuficiente pela instituição para o funcionamento normal. No último final de semana, a administração do hospital teve dificuldades em fechar a escala de serviço por conta da falta de garantias da presença dos funcionários, afetados pelo comprometimento financeiro.

De acordo com a Secretária Geral do Sindicato dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Ensino de Maringá (Sinteemar), Simone Mancini, esta situação passou a ocorrer com maior frequência nos últimos dias por conta dos problemas gerados pela falta de salário. “Os problemas para fechar escala ocorrem porque muitos credenciados estão ficando sem dinheiro para condução ou para por combustível no carro. Durante a semana muitos pegam carona, mas quando chega sábado ou domingo as caronas diminuem e aí comparecer ao hospital fica mais difícil”, explica.

Diferentemente da categoria formada por servidores concursados da UEM, que dispõem da garantia do direito a greve e a livre manifestação, os trabalhadores terceirizados não possuem a mesma liberdade para cobrar, visto o risco de um cancelamento dos contratos trabalhistas. Em decorrência desta situação, o Sinteemar buscou atuar pelos bastidores para que os pagamentos fossem priorizados neste mês, entretanto, até o momento sem sucesso.

Desta forma, funcionários e pacientes ficam sem garantia dos direitos básicos, como o salário, e a atendimentos adequados, respectivamente.

“Nos reunimos com os credenciados e conversamos sobre a necessidade de uma paralisação e de protestar pelos salários, mas como quase todos ficam com receio de um prejuízo ainda maior, como o encerramento dos contratos, um ato organizado ainda não foi possível. Para esta categoria o mais difícil é a organização. Se realizar uma greve, há muitas chances dos participantes terem os contratos cancelados logo na sequência. É uma situação bem delicada. Conversamos com a reitoria para agilizar o processo”, garante Simone.

Ainda neste mês, com o agravamento da situação, o reitor da UEM, Mauro Baesso, recebeu a diretoria do Sinteemar para discutir sobre os pagamentos da HU, entre outros temas. Por conta dos atrasos desde fevereiro, a instituição de classe foi informada que conversas com a governadora Cida Borghetti foram realizadas, mas não há um prazo específico para o encerramento do problema causado, segundo o Governo do Paraná, por uma “questão orçamentária”. Há cerca de 10 dias, os funcionários foram informados que até quarta-feira (25) tudo estaria resolvido, entretanto, até o final da tarde de ontem (26), não havia confirmação do recebimento dos pagamentos.

Nas últimas semanas, mediante intermediação doSinteemar com os terceirizados, conselhos regionais para as categorias dos profissionais afetados, como o de medicina e de enfermagem, entre outros, foram acionados para que as providências legais fossem tomadas. Também até o final da tarde dessa quinta-feira, nenhum órgão havia conseguido um instrumento legal para o pagamento imediato dos salários. Caso o impasse não seja solucionado até o fim desta tarde, o sindicato irá novamente se reunir com os trabalhadores prejudicados, que preferem não aparecer publicamente. Os credenciados não correspondem a funcionários do setor administrativo.

LONDRINA
A falta de pagamentos no Hospital Universitário de Maringá também ocorre, e da mesma forma, na instituição de Londrina, vinculada à Universidade Estadual de Londrina (UEL). Por meio de nota, o Sindicato dos Servidores Públicos Técnico-Administrativos da UEL (Assuel) denunciou a falta de pagamento no hospital local, também há quase três meses. Com resolução parcial de alguns funcionários, também credenciados, a entidade se reuniu com representantes do Ministério Público para que o Governo do Paraná fosse cobrado formalmente.

Matheus Gomes
Foto - Reprodução
 
17.08.2018
São Paulo fora da Sulamericana
17.08.2018
Natal de Maringá deve custar até R$ 5,6 milhões
17.08.2018
Câmara discute publicidade em estabelecimentos de ensino
17.08.2018
Campanha orienta o descarte correto de medicamentos
17.08.2018
Sistema de Vigilância da UEM deve funcionar em setembro
17.08.2018
Mulher capota veículo e morre na BR-376
16.08.2018
Porquê as mulheres estão morrendo?
16.08.2018
Flamengo vence Grêmio e avança
16.08.2018
Corinthians vence a Chape
16.08.2018
Hospital Psiquiátrico de Maringá tem projeto aprovado pelo MS
16.08.2018
TSE registra mais de 23 mil candidatos às eleições
16.08.2018
Pedestre é a 30ª vítima fatal de acidente
14.08.2018
Ações em prol do meio ambiente têm bons resultados
14.08.2018
Vagas em creches não atendem demanda
13.08.2018
Aretha Franklin gravemente doente
13.08.2018
Transporte Coletivo - CPI é vitrine eleitoral
13.08.2018
Antes de compartilhar
13.08.2018
Corinthians perde e complica o Santos
13.08.2018
Estimativa para inflação sobe para 4,15%
13.08.2018
Trio executa homem com doze facadas
13.08.2018
Contorno Sul deve receber melhorias em setembro
10.08.2018
Palmeiras vence Cerro Porteño
10.08.2018
Elevador da catedral de Maringá fica pronto este mês
10.08.2018
Bota Fora nos bairros
10.08.2018
321 mortes confirmadas por terremoto na Indonésia
10.08.2018
PM prende casal de traficantes
09.08.2018
Cruzeiro vence Fla no Maracanã
09.08.2018
Corinthians perde no Chile
09.08.2018
STF aprova reajuste de salário de ministros em 16%
09.08.2018
Prefeitura quer transferir antenas irregulares
09.08.2018
TJ veta solicitação da Prefeitura em processo contra Sanepar
09.08.2018
Jovem motociclista morre atropelado
08.08.2018
Estudo reelege Maringá a melhor cidade brasileira
08.08.2018
Começa a liberação de saques do PIS/Pasep
08.08.2018
Motociclista morre em colisão no Contorno Norte
07.08.2018
Pink passa mal em turnê na Austrália
07.08.2018
Transferências movimentam quase R$ 1 bi
07.08.2018
Procon inicia fiscalização do Dia dos Pais
07.08.2018
Liminar autoriza supermercado abrir aos domingos e feriados
07.08.2018
Sanções dos EUA contra o Irã passam a valer
07.08.2018
Atropelador é agredido e amarrado por populares
06.08.2018
Felipão fala em final de Libertadores
06.08.2018
Amusep promove encontro
06.08.2018
São Paulo vence e lidera
06.08.2018
Cultura Unijore: Pelas calçadas...
06.08.2018
Vacinação contra sarampo e pólio começa nesta segunda
06.08.2018
Partidos lançam 13 candidatos à Presidência
06.08.2018
Vereador morre em colisão na BR-376
04.08.2018
Defesa Civil registra diversos atendimentos em dia de chuva
04.08.2018
Podemos lança Álvaro Dias como candidato
04.08.2018
Homem esfaqueia mulher no rosto
03.08.2018
São Paulo perde para Cólon
03.08.2018
Prefeitura suspende licitação na área de TI
03.08.2018
Jovem é executado a tiros no Tarumã
03.08.2018
Audiências para discutir descriminalização do aborto
03.08.2018
Bota Fora nos bairros
03.08.2018
Devolução de dinheiro gera desconforto entre vereadores e Prefeitura
02.08.2018
Corinthians vence a Chape
02.08.2018
Começa a 21ª Expoflor
02.08.2018
Menos da metade dos ambulantes solicitam licença
02.08.2018
Saúde confirma mais dois óbitos por gripe
02.08.2018
BC mantém juros básicos em 6,5% ao ano
02.08.2018
Ex-secretário é condenado por corrupção
01.08.2018
Romero é a aposta contra Chape
01.08.2018
Abertas inscrições para o desfile de sete de setembro
01.08.2018
Mais de 90% dos deputados tentarão a reeleição
01.08.2018
Motorista morre em colisão de caminhões
01.08.2018
4º BPM divulga indicadores criminais do 2º trimestre
31.07.2018
Silvio Santos proíbe atriz de participar do Faustão
31.07.2018
STF discute reajuste de salário de ministros
31.07.2018
Igreja Católica convoca para a "Vigília pela Vida"
31.07.2018
Projeto busca penas alternativas
31.07.2018
Correios do Paraná anunciam greve
30.07.2018
Júri condena Sandra Becker
30.07.2018
Corinthians goleia o Vasco
30.07.2018
Guarda Municipal vai receber 50 pistolas
30.07.2018
Construção do Hospital da Criança vai parar no Ministério Público
30.07.2018
Mercado financeiro espera por manutenção da Selic
30.07.2018
Food trucks de Maringá precisam ser regularizados
27.07.2018
Começa a instalação de empresas no Parque Industrial
27.07.2018
Aumenta o número de mortes por gripe em Maringá
27.07.2018
Grêmio vence o São Paulo
27.07.2018
Eclipse total da Lua ocorre hoje
27.07.2018
Dupla executa jovem com 20 tiros
27.07.2018
Maringá já registou mais de 155 mil multas de trânsito em 2018
26.07.2018
PC apresenta envolvido na morte de farmacêutico
26.07.2018
Palmeiras demite Roger Machado
26.07.2018
Corinthians bate o Cruzeiro
26.07.2018
Secretaria de Saúde reforça ações contra o suicídio
25.07.2018
Brasileiro vence o Oscar dos quadrinhos
25.07.2018
Obra na Avenida Alexandre Rasgulaeff
25.07.2018
Governo vai cortar R$ 5 bi em benefícios irregulares do INSS
25.07.2018
Quadrilha assalta transportadora na Colombo
25.07.2018
AMUSEP e RCD promovem Fórum de Cidades Digitais
24.07.2018
Saúde atende mais de 223 mil usuários por mês
24.07.2018
Prazo final para inscrição no Fies
24.07.2018
Maringá perde 515 postos de trabalho em junho
24.07.2018
Vestibular de inverno da UEM registra 13,6% de desistência
24.07.2018
Maringá é a segunda em número de ataques a instituições financeiras
24.07.2018
Jovem tomba morto com dois tiros nos olhos
22.07.2018
Flamengo segue líder
22.07.2018
Vestibular da UEM movimenta a economia de Maringá
22.07.2018
Veículos do transporte escolar serão vistoriados
22.07.2018
Ação orienta e notifica 60 vendedores irregulares em Maringá
22.07.2018
Eleições presidenciais já têm quatro candidatos
22.07.2018
Criminoso é baleado em tentativa de assalto
Nipo Brasileiro Contabilidade
Asia Sushi Beer
SINCONFEMAR
Della Pizza
B1
Centro Comercial Tiradentes
Paraná Banco
MAPA - Venda de Ônibus
Oliver Media
Garage Motors
OdontoAtual