Maringá, 21 de Outubro de 2018
GLOBAL BENEFÍCIOS Black Bull Steak House
 
Untitled Document
17.05.2018
Danos por temporal são reparados
Diversas entidades municipais passaram a madrugada e a manhã de ontem (16) em atendimentos a ocorrências geradas pela chuva que atingiu Maringá na noite de terça-feira (15).

Após pouco mais de 1h30 de temporal, especialmente na Zona Norte da Cidade, dezenas de árvores foram arrancadas, postes quebrados, fiações danificadas e quase 30 mil residências e lojas sem energia elétrica. Apesar dos prejuízos causados, não houve registro de feridos.

Segundo o Sistema Meteorológico do Paraná (Simepar), durante a chuva que teve início às 21h30, rajadas de vento detectadas se aproximaram da casa dos 80 quilômetros por hora. Acompanhado de mais de 15 milímetros de precipitação, danos foram registrados com maior intensidade em bairros como a Vila Morangueira, Jardim Oásis e em regiões localizadas no final da Avenida Guaiapó e Tuiuti. Diversas equipes revezaram os atendimentos a ocorrências até por volta do meio-dia dessa quarta-feira.

Desde o começo da chuva, equipes da Defesa Civil de Maringá, da Secretaria de Serviços Públicos (Semusp) e da Companhia Paranaense de Energia (Copel) foram acionadas por dezenas de moradores sobre quedas de energia, prejuízos causados pela queda de árvores e postes, entre outras situações. Diante dos fortes ventos, incontáveis galhos, de todos os tamanhos, bloquearam ruas e avenidas, além do trancamento de moradores dentro das próprias residências.

Segundo o diretor da Defesa Civil, Adílson Costa, até o começo da tarde de ontem 15 árvores de grandes proporções foram arrancadas pela raiz. Ao menos duas caíram sobre postes por conta do rompimento da fiação, gerou a interrupção do fornecimento de energia elétrica. Houve o registro de sobrecarga em pelo menos quatro transformadores em bairros variados, fato que também levou ao corte imediato de luz. Por sorte, ninguém foi atingido por descargas elétricas.

Mesmo com os prejuízos causados pela chuva, o diretor da entidade garante que o trabalho de remoção de árvores condenadas nos últimos meses faz com que os danos sejam amenizados progressivamente. “Pela chuva que tivemos nessa terça-feira, se isso ocorresse há dois anos teríamos mais prejuízos, umas 50 árvores teriam caído, além dos postes danificados. Com mais de 4 mil remoções de árvores comprometidas, em tempestades como estas os danos são reduzidos”, explica.

Ainda de acordo com Costa, o trabalho em conjunto da Defesa Civil, Semusp e Copel amplia o atendimento à população e reduz os problemas gerados. “Não tivemos o caso de destelhamentos ou danos graves em residências, porém, estávamos preparados para atender ocorrências deste tipo. Os casos mais urgentes foram a desobstrução de vias e o trabalho para retornar a energia o quanto antes. Infelizmente pelos rompimentos de cabos, muitas pessoas ficaram sem energia até o final da manhã, mas é algo que demanda mais tempo. Nestes casos tentamos auxiliar da forma possível, especialmente comerciantes que podem ter grandes prejuízos com a falta de luz por um período”.

A Defesa Civil alerta a população para que em dias de chuva forte evitem se abrigar embaixo de marquises e árvores, além de não estacionar os veículos nestes locais. Ao mesmo tempo, há o risco do rompimento de cabos de alta tensão, fato que pode levar a descargas elétricas fatais.

Para ter maior conhecimento sobre as condições meteorológicas de Maringá, o órgão recomenda o cadastro gratuito no sistema via SMS, que informa sobre alertas de temporais. Para se cadastrar basta enviar uma mensagem de texto para o número 40199 com o CEP da residência onde mora, ou outro local de interesse, que ao menos duas horas antes da tempestade a Defesa Civil encaminha um aviso.

ÁREAS DE RISCO
Nesta quarta-feira a Defesa Civil estadual informou o encaminhamento de drones para Maringá e outros 18 municípios do Paraná. A iniciativa visa o mapeamento de áreas de risco em todo o Estado como forma de ampliar a cobertura da entidade, fato que irá reduzir o tempo de resposta em caso de desastres naturais, especialmente enchentes. Com capacitação de servidores ao longo desta semana, o intuito da Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil é diminuir os riscos de ferimentos ou até mesmo mortes causadas principalmente após fortes temporais.

Matheus Gomes
Foto - Reprodução
 
19.10.2018
Hamilton pode se tornar pentacampeão
19.10.2018
Lei que autoriza compra de vagas em creches é debatida
19.10.2018
Pagamento do 13º salário injeta R$ 211,2 bilhões na economia
19.10.2018
Temporal atinge Maringá e provoca diversos estragos
18.10.2018
Trenzinho do Parque do Ingá volta a funcionar
18.10.2018
Pintor maringaense morre eletrocutado
18.10.2018
Nova taxa deve substituir o Funrebom
17.10.2018
O diferente começa pelo voto
17.10.2018
“Há terrorismo no Brasil”, diz ministro da Justiça
17.10.2018
Homem abusava sexualmente do filho
17.10.2018
Vereador pede câmeras apenas fora das salas de aula
17.10.2018
‘Business As Mission’ será realizado em Maringá
17.10.2018
Vereadores criticam promessas feitas por prefeito Ulisses Maia
16.10.2018
Prefeitura inicia construção de 49 casas em Iguatemi
16.10.2018
Horário de verão começa dia 4 de novembro
16.10.2018
Milhares ficam sem energia após temporal em Maringá
16.10.2018
Mais de 75% dos partos da rede pública são cesáreas
16.10.2018
Homem morre em colisão no Contorno Norte
15.10.2018
Semop segue com obras na Avenida Carlos Borges
15.10.2018
Bolsonaro usa redes sociais para desmentir Haddad
15.10.2018
Rotam prende traficante com 116 quilos de drogas
15.10.2018
Maringá é destaque em Logística Reversa no Paraná
11.10.2018
PT muda de cor para enganar o eleitor
11.10.2018
Bolsonaro lidera no segundo turno com 54%
11.10.2018
Homem que morreu em motel foi vítima de causas naturais
11.10.2018
Ulisses Maia volta atrás e suspende projeto de novo imposto
11.10.2018
Movimento na região de Maringá deve aumentar 20% no feriadão
10.10.2018
Cidade de Sarandi comemora 37 anos
10.10.2018
Câmara aprova projeto de segurança e fiscalização de combustíveis
10.10.2018
Maia assina projeto para implantar o “botão do pânico”
10.10.2018
“Gatorade” de cocaína é usado para matar presos
10.10.2018
Prefeitura faz projeto para cobrar novo tributo
09.10.2018
Partidos devem anunciar apoio no segundo turno
09.10.2018
Calçadas irregulares rendem quase 2 mil notificações
09.10.2018
Maringá elege oito deputados e aumenta representatividade
09.10.2018
Universidade inaugura sistema de monitoramento
09.10.2018
MP denuncia homem por feminicídio
08.10.2018
Vídeos com problemas nas urnas eletrônicas viralizam
08.10.2018
Haddad está em Curitiba pedindo conselho na prisão
08.10.2018
Briga termina em assassinato no Ebenezer
07.10.2018
Ratinho Júnior é eleito governador do Paraná
07.10.2018
Bolsonaro e Haddad disputam o segundo turno
06.10.2018
“Operações Eleitorais” unem órgãos de segurança de Maringá
07.10.2018
Prefeitura abre licitação para agência de publicidade
07.10.2018
Mais de 147 milhões de eleitores devem ir às urnas neste domingo
06.10.2018
Plano de mobilidade urbana será elaborado em 2019
06.10.2018
Presos libertam reféns e encerram rebelião
05.10.2018
Eleitor pode consultar local de votação por telefone
05.10.2018
Polícia Militar monta esquema para as Eleições 2018
05.10.2018
Depen controla rebelião na Penitenciária Estadual
04.10.2018
Agentes de trânsito vão receber adicional por periculosidade
04.10.2018
Festa das Nações
04.10.2018
Candidato a governo de São Paulo sofre ataque a tiros
04.10.2018
Maringá terá reajuste de 4,2% no IPTU em 2019
03.10.2018
Prefeitura abre licitação para novos jazidos
03.10.2018
Projeto “Trânsito em Sala de Aula”
03.10.2018
Bolsonaro dispara a 32% segundo Datafolha
03.10.2018
João Gordo relembra saída da MTV
03.10.2018
Maringá atingiu a maior arrecadação do ISSQN da história
03.10.2018
Mulher atropela e fere ex-marido
02.10.2018
Problema de umidade em solo da Catedral
02.10.2018
Maringá tem R$ 2,1 bi em poupança
02.10.2018
Palocci diz que houve desonestidade em toda a estrutura do PT
02.10.2018
Paraná não terá lei seca nas eleições 2018
02.10.2018
Atirador mata jovem pelas costas
01.10.2018
Manifestantes vão às ruas em apoio a Jair Bolsonaro
01.10.2018
Terremoto e tsunami na Indonésia causam mais de 800 mortes
01.10.2018
Atividades diversas marcam a Semana do Idoso
01.10.2018
Sanepar é proibida de cobrar taxa mínima de água e esgoto
01.10.2018
Professor denuncia ação durante eleições da UEM
Nipo Brasileiro Contabilidade
Asia Sushi Beer
SINCONFEMAR
Della Pizza
B1
Centro Comercial Tiradentes
Paraná Banco
MAPA - Venda de Ônibus
Oliver Media
Garage Motors
OdontoAtual