Maringá, 20 de Setembro de 2018
GLOBAL BENEFÍCIOS Black Bull Steak House
 
Untitled Document
28.06.2018
Servidores da Educação não querem câmeras em salas
O projeto de lei que propõe a instalação de câmeras de segurança dentro das salas de aula em Maringá está em pauta na Câmara Municipal.

A Secretaria de Educação fez a proposta, mas muitos servidores são contrários à instalação, como mostra a pesquisa realizada pelo Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente.

O relatório apontou que dos 3.384 servidores da educação que responderam ao questionário apenas 556 foram favoráveis ao monitoramento dentro das salas de aula. 1.938 servidores são de CMEI’s e 1.211 de escolas municipais.

Os votos a favor somaram 230, entre as 51 escolas pesquisadas e 321 entre os servidores dos centros de educação infantil.

Dos 15 vereadores, apenas cinco marcaram presença na importante discussão: Carlos Mariucci (PT), Mário Verri (PT), BelinoBravin (PP), Sidnei Telles (PSD) e Alex Chaves (PHS). Participaram também, os representantes da Secretaria Municipal de Educação, o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, o Sismmar, o Conselho Municipal de Educação e da Universidade Estadual de Maringá (UEM).

O advogado do Sindicato dos Servidores, Silvio Januário, defendeu o posicionamento da entidade. “Infelizmente, o projeto foi feito para monitorar o professor, pressupondo que o professor é o grande vilão da sala de aula e pode colocar os filhos dos cidadãos e cidadãs maringaenses em perigo. A violência não está dentro das salas de aula, a violência não está nos corredores, a violência está subindo os muros das escolas.
Nós temos que evitar que o crime ocorra. Então tem que discutir a segurança total e não apenas em sala de aula”, argumentou.

Os conselheiros tutelares presentes também foram contrários à instalação. A professora Ivana Veraldo, pesquisadora da UEM na área da educação infantil, disse que a instalação de câmeras nas salas fere o aprendizado do próprio aluno. “Nossa educação, principalmente a educação pública, está sofrendo ataques constantes e eu considero que esse projeto de lei de introduzir câmeras de vigilância nas salas de aula nas escolas públicas municipais é mais um ataque a nossa educação pública”.

Maria Inez Benites, diretora de Gestão Educacional da Secretaria de Educação de Maringá, explica que o espaço foi importante para que o município possa tomar a melhor decisão sobre o assunto. “Isso é um ato democrático, as discussões estão evoluindo e nesse sentido, enquanto educadores, nós temos que evoluir nas discussões. Nós temos que fazer as nossas leituras, e ter a certeza daquilo que a gente vai decidir”.

Segundo o vereador Alex Chaves, os parlamentares irão analisar os argumentos contrários e favoráveis à instalação, para depois tomar a melhor decisão sobre a lei. Ainda há possibilidade de apresentação de emendas ao projeto. “Quero dizer pra vocês que estou de coração aberto, pra tentar aprender e para construir um projeto adequado, que possa em primeiro lugar, proteger nossas crianças, mas também possa salvaguardar os servidores, e manter nossa comunidade unida, com os pais felizes e os nossos servidores também”, afirma Chaves.

Melaine Nabas
Foto - Reprodução
 
20.09.2018
Parque do Ingá terá pista de caminhada emborrachada
20.09.2018
Cruzeiro perde para Boca Juniors
20.09.2018
SRM apresenta tema e logo da Expoingá 2019
20.09.2018
Mais de 10,6 mil brasileiros vão votar em cédula de papel no exterior
20.09.2018
Mais uma professora é denunciada por tortura
20.09.2018
Lei que autoriza compra de vagas em creches é sancionada
19.09.2018
Seduc entrega comunicado e pais ficam preocupados
19.09.2018
Defesa Civil realiza simulação de abandono em escolas
19.09.2018
PM participa da Semana de Trânsito
19.09.2018
Mulher seminua é encontrada amarrada com arame farpado
19.09.2018
Pesquisa Ibope: Jair Bolsonaro lidera com 28%
19.09.2018
População reclama das calçadas dos parques de Maringá
18.09.2018
Combate às drogas
18.09.2018
Reunião busca soluções para o trânsito de Maringá
18.09.2018
Procon de Maringá resolve 95% das reclamações
18.09.2018
CNT/MDA: Bolsonaro lidera com 28,2%
18.09.2018
Mulher esfaqueia marido durante briga
17.09.2018
Ex-Spice Girl passa por exame pela guarda da filha
17.09.2018
Relembrando o Colégio Marista
17.09.2018
Campanha resgata autoestima de pessoas
17.09.2018
Receita e PF apreendem milhões dólares em aeroporto
17.09.2018
Motociclista morre em acidente na Cerro Azul
17.09.2018
DER-PR abre edital para construção de viaduto na Colombo
Nipo Brasileiro Contabilidade
Asia Sushi Beer
SINCONFEMAR
Della Pizza
B1
Centro Comercial Tiradentes
Paraná Banco
MAPA - Venda de Ônibus
Oliver Media
Garage Motors
OdontoAtual