Maringá, 23 de Fevereiro de 2019
GLOBAL BENEFÍCIOS Black Bull Steak House
 
Untitled Document
03.07.2018
Meninos presos em caverna na Tailândia
Os 12 meninos e seu treinador de futebol que estão presos em uma rede de cavernas na Tailândia podem precisar aprender a mergulhar ou ter de esperar meses até que as cheias retrocedam, segundo o Exército do país, envolvido na operação de resgate. O risco adicional de mais chuvas torrenciais, no entanto, podem elevar ainda mais o nível da água no local onde encontraram abrigo, e forçar um resgate urgente.

O grupo foi encontrado com vida por mergulhadores nesta segunda-feira, depois de ficar 9 dias desaparecido.

Eles continuam refugiados em uma pequena área elevada dentro do complexo de cavernas, que não foi inundada. Mas não foi possível retirá-los do local, já que os acessos estão cheios de água. A estação de chuvas na Tailândia vai até outubro e há previsão de mais chuvas nos próximos dias.

Agora que os 13 foram encontrados, o primeiro objetivo das operações de resgate é levar comida e suprimentos médicos para dentro das cavernas.

Ao serem encontrados por mergulhadores britânicos, que faziam parte do esforço internacional de resgate, um dos meninos teria dito: "Comer, comer, comer, fale para eles que estamos com fome". Não se sabe exatamente como o pequeno suprimento de comida que o grupo levava foi consumido no período, mas, considerando-se indivíduos saudáveis, é possível sobreviver sem comida e sem água por uma semana e apenas com água por cerca de um mês.

Segundo os militares, a comida que será entregue seria suficiente para pelo menos quatro meses. No entanto, o risco de elevação do nível da água pode forçar equipes a um resgate mais apressado, em que, com o equipamento de mergulho, os meninos seriam conduzidos para a superfície acompanhados de mergulhadores profissionais. Um dos desafios seriam trechos estreitos do percurso por onde apenas um indivíduo consegue passar.

"Nossa missão é buscar, resgatar e retornar. Até agora, nós apenas os encontramos. A próxima missão é retirá-los da caverna e mandá-los para casa", disse o governador da província de Chiang Rai, no norte da Tailândia, onde fica a rede de cavernas.

O correspondente da BBC Jonathan Head, que está no local, relatou que as forças armadas tailandesas contam com médicos com habilidades de mergulho necessárias para alcançar o grupo.

"Mas mesmo quando eles tiverem recuperado as forças, conduzi-los por um longo caminho de túneis será um desafio muito difícil. Além disso, a estação de chuvas acaba de começar - e o nível da água vai subir", disse o jornalista.

O vice-presidente do Conselho Britânico de Resgate em Cavernas, Bill Whitehouse, disse ter sido informado pelos mergulhadores britânicos que encontraram o grupo que o mergulho até o local onde os 13 haviam se refugiado foi "complicado e problemático". Foram três horas de ida e volta, que envolveram 1,5 quilômetros de trajeto parcialmente inundado", disse Whitehouse à BBC.

Como eles ficaram presos nas cavernas?

No dia 24 de junho, os rapazes adentraram a rede de cavernas para um passeio. Logo depois, começou a chover. Com isso, a entrada principal ficou bloqueada. Isso pode ter impedido o grupo de voltar e feito com que buscassem uma área mais alta, protegida das águas.

O complexo de cavernas, chamado de Tham Luan Nang, costuma ficar inundado durante o período de chuvas, de setembro a outubro.

Caso seja preciso retirar os 13 rapazes da caverna antes do fim da temporada de chuvas, eles podem precisar a aprender técnicas básicas de mergulho, para conseguirem passar com um mínimo de segurança pelos perigosos corredores subterrâneos, cheios de águas lamacentas, com visibilidade zero e partes estreitas por onde apenas uma pessoa consegue passar.

Já a tentativa de bombear a água para fora das cavernas, permitindo a passagem do grupo, não foi bem sucedida até agora.

Retirada por mergulho é muito perigosa

"A opção de retirá-los das cavernas pelo mergulho é a mais rápida. Mas também é a mais perigosa", afirmou Anmar Mirza, coordenador da Comissão de Resgate em Cavernas dos Estados Unidos.

Trabalharam nas buscas mergulhadores da Marinha da Tailândia, três grandes especialistas britânicos em mergulho em cavernas e mergulhadores militares americanos. Todos são altamente capacitados em mergulho. Mesmo assim, precisaram de diversas horas de trabalho até encontrarem os 13 rapazes. Tiveram que atravessar passagens estreitas, com o auxílio de esforços de bombeamento de água.

Já os 13 rapazes não têm treinamento de mergulho.

Edd Sorenson, membro da Organização Internacional de Resgate em Cavernas Subaquáticas, desaconselha retirar o grupo das cavernas pelo mergulho. "Isso é extremamente perigoso e arriscado. Eu só consideraria essa possibilidade como uma última opção", afirmou.

"(Ao) colocar alguém que não esteja familiarizado a condições extremas, em uma situação de visibilidade zero, é provável que essa pessoa entre em pânico" e coloque sua vida e dos mergulhadores em risco, completou.

Perfurações nas rochas são muito difíceis de serem feitas

Autoridades tailadesas também tentaram perfurar buracos nas cavernas, para ajudar a drenar parte da água das cheias. Mas, a espessura das rochas inviabilizou os esforços.

Também foi sugerido que essas perfurações pudessem funcionar como um caminho alternativo de saída para os rapazes - já que o local por onde entraram inundou. Porém, para iniciar esse processo, seria necessário construir novas estradas sob as cavernas, para transportar os pesados equipamentos de perfuração.

Além disso, seria preciso conhecer a estrutura das cavernas por completo - caso contrário, seria pequena a chance de perfurar em um local que de fato permitisse a saída do grupo. "Parece fácil, mas é muito difícil", afirma Mirza, da Comissão de Resgate em Cavernas dos EUA.

Suprimento de alimento pode manter os jovens vivos até água baixar

Segundo Narongsak Osottanakorn, governador da província onde fica o complexo de cavernas, médicos e enfermeiros seriam enviados até os rapazes junto com os mergulhadores. "Se os médicos disserem que a saúde dos meninos está forte o suficiente para serem retirados, é isso que vai acontecer", disse o político. "Nós vamos cuidar deles, até que possam voltar para a escola".

Mas, de acordo com Mirza, a saúde é uma preocupação muito séria. "Depois de nove dias sem comida, é preciso observar com cuidado a dieta alimentar". Pessoas que não se alimentaram por muito tempo podem apresentar graves problemas de saúde se não tiverem uma reintrodução alimentar correta - como um ataque cardíaco ou coma.

"Por isso, a essa altura, eu acho que seria melhor levar comida, água, sistemas de filtragem e oxigênio, se necessário. E esperar", afirma Sorenson, da Organização Internacional de Resgate em Cavernas Subaquáticas.

Segundo o governador de Chiang Rai, Narongsak Osotthanakon , equipes estão tentando instalar conexão telefônica dentro da caverna para permitir que as crianças falem com seus pais enquanto esperam pelo resgate.

Parentes dos integrantes do grupo estão acampados do lado de fora da entrada principal da caverna desde o dia 23, quando o grupo desapareceu.

O júbilo com a descoberta dos meninos e do técnico com vida foi seguida da angústia com os próximos passos desta complicada missão de resgate.

BBC Brasil
Foto - Reprodução
 
22.02.2019
Ator forja ataque racista e vai responder processo
22.02.2019
GTFoods é multada em R$ 2 milhões pela Prefeitura
22.02.2019
Vestibulares da UEM serão realizados em dois dias
22.02.2019
Maringá Liquida 2019
22.02.2019
Obras do Eixo Monumental deve começar no segundo semestre
22.02.2019
Em fuga, marginais batem numa árvore e morrem queimados
21.02.2019
Corinthians goleia o Avenida-RS
21.02.2019
Maringá Liquida começa em todo comércio
21.02.2019
Jovem leva 5 tiros em frente de casa
21.02.2019
Programa Vida no Trânsito apresenta dados de 2018 em Maringá
20.02.2019
Prefeitura abre licitação para vale-alimentação
20.02.2019
Maria Iraclézia assume o Convention Bureau
20.02.2019
Procon de Maringá tem novo diretor
20.02.2019
Bolsonaro entrega reforma da Previdência ao Congresso
20.02.2019
Maringá Liquida começa amanhã
20.02.2019
Polícia prende suspeitos com armas e carro clonado
19.02.2019
Rodeio tradicional na Expoingá 2019
19.02.2019
Procon não encontra irregularidades em combustíveis
19.02.2019
PF deflagra 60ª fase da Lava Jato
19.02.2019
Marginal reage à prisão e se dá mal
19.02.2019
Maringá tem média de 712 CNHs suspensas por mês
18.02.2019
TCCC entrega ônibus elétrico para transporte coletivo
18.02.2019
Meningite matou criança em Maringá
18.02.2019
Corinthians bate São Paulo
18.02.2019
Coluna sindical
18.02.2019
Bolsonaro diz que governo quer mudar o rumo do País
18.02.2019
UEM pune professores acusados de assédio
16.02.2019
Horário de verão termina neste domingo
16.02.2019
Professor acusado de abusar de alunas apanha na cadeia
16.02.2019
Obras de reforma e modernização do aeroporto são autorizadas
15.02.2019
Gustagol salva Corinthians
15.02.2019
Alabari Alves é o novo secretário de Obras Públicas
15.02.2019
Carnaval será no Novo Centro
15.02.2019
Atividade econômica cresce 1,15% em 2018
15.02.2019
PM desmonta quadrilha suspeita de roubar e remarcar chassi de carros
15.02.2019
Vereadores aprovam nova multa para maus tratos de animais
14.02.2019
Banco de Leite de Maringá precisa de doadoras
14.02.2019
São Paulo eliminado da pré-Libertadores
14.02.2019
Maringá terá Cejusc na área do consumidor
14.02.2019
Último dia de matrícula do ProUni
14.02.2019
Polícia deflagra “Operação Persistência” e prende traficantes
14.02.2019
Procon inicia fiscalização em postos de combustíveis
13.02.2019
São Paulo tem que vencer
13.02.2019
Patrocínios da Petrobras estão sob revisão, diz Bolsonaro
13.02.2019
Aeroporto deve atrair empresas e mais voos
13.02.2019
Promotoria abre inquérito da Lei Sopa de Letrinhas
13.02.2019
Carro suspeito em garagem de prédio era “cabrito”
13.02.2019
Infestação da Dengue em Maringá é de alto risco
12.02.2019
Aeroporto de Maringá abre concurso
12.02.2019
Saúde investiga suposta morte por meningite
12.02.2019
Guaidó convoca manifestação em favor de ajuda humanitária
12.02.2019
Hospital do Câncer precisa de doações de sangue
12.02.2019
Francês Press
12.02.2019
Ricardo Boechat é velado no MIS
11.02.2019
Caminhe na direção da felicidade
11.02.2019
Projeto de Lei proíbe canudos plásticos em Maringá
11.02.2019
Corinthians perde mais uma
11.02.2019
Bolsonaro destaca ações dos primeiros dias de governo
11.02.2019
Denarc não dá trégua ao tráfico
11.02.2019
Vacina antirrábica começa a ser distribuída em Maringá
09.02.2019
Trump e Kim Jong-un reúnem-se no fim do mês
09.02.2019
Coluna do Verde
09.02.2019
IPTU com 7% de desconto só até segunda-feira
09.02.2019
Poucos alunos solicitaram Passe Livre para 2019
09.02.2019
Mãe exige que filho limpe as pichações que fez
09.02.2019
Prefeitos da Amusep definem prioridades para 2019
08.02.2019
Coluna do Verde
08.02.2019
HU é pioneiro e referência estadual em nutrição parenteral
08.02.2019
Receita abre consulta a lote da malha fina do IR
08.02.2019
Tragédia no Flamengo
08.02.2019
Polícia aperta o cerco contra assalto a ônibus
08.02.2019
Vereadores denunciam situação de escola municipal
07.02.2019
Cine Teatro Plaza deve ser desapropriado
07.02.2019
São Paulo perde para Talleres
07.02.2019
Erasmo Carlos aprova seu filme "Minha Fama de Mau"
07.02.2019
Coleta seletiva distribui sacolas
07.02.2019
Polícia prende dois suspeitos da morte do empresário do setor de vigilância
07.02.2019
Obras no Contorno Sul devem começar imediatamente
06.02.2019
Governo projeta economia de R$ 1 trilhão com reforma
06.02.2019
Oito creches se credenciam para vagas temporárias
06.02.2019
Ratinho Júnior em Maringá
06.02.2019
Novo delegado toma posse em Maringá
06.02.2019
Homem foge com carro de concessionária
06.02.2019
Prefeitura vai distribuir 50 botões do pânico em Maringá
05.02.2019
Francês Press
05.02.2019
Procon notifica abatedouro com multa de R$ 1 milhão
05.02.2019
Barroso envia denúncia contra Temer para primeira instância
05.02.2019
Homem mata mulher grávida de 4 meses
05.02.2019
Guarda Municipal em nova sede
05.02.2019
Alunos da rede municipal iniciam ano letivo na quinta-feira
04.02.2019
Santos é goleado pelo Ituano
04.02.2019
Fiscalização de mau cheiro continua
04.02.2019
Sema alerta sobre venda irregular de animais
04.02.2019
Mensagem de Bolsonaro para o legislativo
04.02.2019
Briga entre mulheres termina com homem baleado
04.02.2019
Primeiros reparos no Contorno Sul devem começar este mês
01.02.2019
Cerimônia de posse de deputados começa na Câmara
01.02.2019
São Paulo ainda não se encontrou
01.02.2019
Terminal Intermodal tem 98% do mezanino instalado
01.02.2019
PM apreende drogas e cumpre mandado de prisão
01.02.2019
Câmara retoma atividades nesta sexta-feira
31.01.2019
Corinthians perde para o RB Brasil
31.01.2019
Petrobras vende Pasadena e país perde quase R$ 2 bi
31.01.2019
Jovem que esfaqueou homem disse ter agido em legítima defesa
31.01.2019
Vacina contra febre amarela é permanente em Maringá
31.01.2019
UEM divulga resultado do Vestibular e PAS
31.01.2019
Sema registra reclamação de mau cheiro na área central
30.01.2019
Coluna do Verde
30.01.2019
Área do antigo Kairós vai virar centro de educação ambiental
30.01.2019
Containers do Hospital da Criança seguem fechados
30.01.2019
Primo de Beto Richa tinha importante papel no esquema de corrupção
30.01.2019
Homem esfaqueia irmão em Maringá
30.01.2019
Empresários de Maringá recuperam confiança
29.01.2019
MPF denuncia Beto Richa por corrupção nos contratos de concessão de pedágio
29.01.2019
Suspeito de tentativa de homicídio é identificado
29.01.2019
Revitalização da praça Rocha Pombo
29.01.2019
Maringá registra primeiros casos de dengue em 2019
29.01.2019
UEM divulga resultado do vestibular
29.01.2019
Festa de Carnaval na Zona 10 é cancelada em Maringá
28.01.2019
Coluna do Verde
28.01.2019
Prefeitura investe em ciclovias para o município
28.01.2019
Maringaense será assessor especial em Brasília
28.01.2019
Semusp deve mudar modelo de lixeiras no centro de Maringá
28.01.2019
Beto Richa é preso por corrupção
28.01.2019
Número de mortos em Brumadinho chega a 58
Nipo Brasileiro Contabilidade
Asia Sushi Beer
SINCONFEMAR
Della Pizza
B1
Centro Comercial Tiradentes
Avenida Store
MAPA - Venda de Ônibus
Oliver Media
Garage Motors
OdontoAtual