Maringá, 19 de Novembro de 2018
GLOBAL BENEFÍCIOS Black Bull Steak House
 
Untitled Document
05.07.2018
Dois cruzamentos da BR-376 serão fechados em Sarandi
A pedido do procurador do Ministério Público Federal (MPF), Adrian Pereira Ziemba, uma decisão liminar de segunda-feira (2), estabeleceu 60 dias para o fechamento e o desligamento dos semáforosnos cruzamentos das avenidas Rio de Janeiro e Inglaterra com a BR-376, em Sarandi.

A decisão federal também fixou multa diária de R$ 5 mil caso a ordem não seja cumprida no prazo estabelecido. A assessoria de imprensa da Prefeitura de Sarandi informou na terça-feira (3), que o prefeito Walter Volpato ainda não foi notificado: “Apenas depois de receber a intimação e estudar a decisão, vamos emitir uma nota de esclarecimento”.

A luta da prefeitura para manter abertos os cruzamentos das avenidas Rio de Janeiro e Inglaterra com a rodovia federal, nos quilômetros 182,7 e 183, vem sendo resistente desde o final de 2017. Em novembro, a pedido do Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER-PR) e da Polícia Rodoviária Federal (PRF), a Viapar fechou os cruzamentos.

O prefeito Walter Volpato recorreu às instâncias políticas e, por interferência da governadora Cida Borghetti, o DER-PR voltou atrás e os cruzamentos foram reabertos em dezembro. No entanto, o MPF interferiu no processo e, por questões de segurança, aconselhouo DER-PR que fechasse os cruzamentos, o que ocorreu em 28 de março.

Mesmo com o procurador prevenindo o prefeito
para que evitasse interferir politicamente no processo, por se tratar de uma questão técnica, Volpato novamente conseguiu, a pedido de Cida Borghetti, que o DER-PR recuasse e reabrisse os dois cruzamentos, até que uma audiência pública para tratar do tema, no dia 11 de abril, fosse realizada.

Até então, o abre e fecha dos dois cruzamentos vinham acontecendo por meio de negociações políticas e administrativas. No entanto, ainda que liminar, a decisão agora é judicial e caso não seja alterada por meio de recursos legais, os cruzamentos deverão ser fechados, como desejam os órgãos técnicos diretamente envolvidos, PRF e DER-PR e concessionária.

Na emissão, o juiz federal escreveu que concedia parcialmente a liminar “para determinar aos réus que, no prazo máximo de 60 dias, contados da intimação desta decisão, adotem as providências necessárias ao fechamento dos cruzamentos e desligamento dos semáforos localizados nos km 182,7 e 183 da BR-376”.

Estudos apresentados pela PRF que,basearam a decisão judicial, mostram que os dois cruzamentos são os trechos urbanos da BR-376 com os maiores índices de acidentes. Apenas nos dois primeiros meses deste ano, foram 11 acidentes com vítimas. Já a prefeitura afirma que, sem os cruzamentos, regiões da cidade ficarão isoladas e sem equipamentos públicos.

Melaine Nabas
Foto - Reprodução
 
19.11.2018
Filhas saem em defesa de Silvio Santos
19.11.2018
Problema com ambulâncias no HU
19.11.2018
Festa Literária de Maringá começa quarta-feira
19.11.2018
SRM promove 10ª Agrocampo
19.11.2018
Hospital do Câncer precisa de doadores de sangue
19.11.2018
Prefeitura cobra do DER adequações para fechar cruzamentos
Nipo Brasileiro Contabilidade
Asia Sushi Beer
SINCONFEMAR
Della Pizza
B1
Centro Comercial Tiradentes
Paraná Banco
MAPA - Venda de Ônibus
Oliver Media
Garage Motors
OdontoAtual