Maringá, 17 de Novembro de 2018
GLOBAL BENEFÍCIOS Black Bull Steak House
 
Untitled Document
03.08.2018
Audiências para discutir descriminalização do aborto
Dos 53 expositores, entre pessoas físicas e organizações, que discutirão, hoje (3) e na próxima segunda-feira (6), a descriminalização do aborto no país, em uma audiência pública no Supremo Tribunal Federal (STF), 33 apresentarão argumentos favoráveis à legalização do procedimento. Atualmente, no país, a interrupção da gravidez é considerada legal somente em casos de estupro, de fetos anencéfalos ou caso a gestante esteja correndo risco de vida.

A organização Global Health Strategies, que antecipou o teor das falas da sessão, também apurou que 42% das arguições em defesa da liberação do aborto serão articuladas a partir de dados científicos. Do lado contrário, essa estratégia de persuasão será adotada por 1,9% dos participantes e mais da metade deles (55%) fará apresentações baseadas em princípios religiosos.

O levantamento constatou também que quase metade (43,7%) dos palestrantes é formada por especialistas da área jurídica, sendo que a maioria deles (82%) é a favor da descriminalização. A mesma opinião prevalece entre os especialistas da área da saúde.

No total, o STF recebeu 187 inscrições de interessados em participar da audiência, pedida pela ministra Rosa Weber, relatora da Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF) 442, ajuizada pelo Partido Socialismo e Liberdade (PSOL), que entende que o aborto voluntário deve ser permitido até a 12ª semana de gestação. A justificativa da ministra para a realização da audiência é de que o evento consiste em "um método efetivo de discussão e de construção da resposta jurisdicional".

Distribuídos em dois turnos, ao longo das duas datas, os candidatos habilitados poderão defender sua posição durante 20 minutos. Ao final de cada bloco, eles poderão ser questionados pelos ministros da Corte, a fim de esclarecer algum ponto de sua manifestação, no chamado espaço deliberativo, que terá duração máxima de meia hora. Participarão ainda das audiências autoridades da Organização Mundial da Saúde (OMS), do Ministério da Saúde, do Congresso Nacional e representantes de outras instâncias governamentais.

Segundo o STF, os critérios utilizados na escolha dos expositores foram a representatividade técnica na área e atuação ou expertise com relação ao assunto. Além disso, o tribunal destaca que buscou garantir equilíbrio entre os perfis de apoiadores da legalização do aborto e opositores.

Entre os selecionados, estão um bispo e um padre da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), que se coloca contra a legalização do procedimento abortivo, e Debora Diniz, da Anis - Instituto de Bioética, organização que já realizou duas edições da Pesquisa Nacional do Aborto, em 2010 e 2016, e que protocolou, com o PSOL, a ADPF 442, que questiona a constitucionalidade dos artigos 124 e 126 do Código Penal.

Em entrevista concedida à Agência Brasil, Lusmarina Campos Garcia, que representará, na audiência, o Instituto de Estudos da Religião, diz que o aborto não deve ser encarado apenas no âmbito do direito penal, e sim como uma questão de saúde pública, que está atrelada a uma carga moral que recai, sobretudo, sobre as mulheres. "Não é uma questão de direito penal e não deve ser decidida sob esse ângulo, considerando a realidade de mulheres que abortam e que, por não ter condições de acesso a um serviço de saúde pública de qualidade, acabam, muitas vezes, morrendo", afirmou.

Teóloga e mestre em direito, ela esclarece que, na unidade da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil (IECLB) onde é pastora, as figuras de autoridade são orientadas a acolher as mulheres que optam por interromper a gestação.

"Na minha igreja - não posso falar pela IECLB como um todo -, a gente não apoia o aborto enquanto método contraceptivo, mas entende que todas as pessoas que vão tomar essa decisão precisam ser respeitadas, porque são adultas, autônomas e precisam ser respeitadas na sua autonomia. E, como é uma decisão que vem com muita dor, a posição dos pastores deve ser de acompanhamento para essas pessoas, não é de ficar utilizando discurso religioso para culpabilizá-las", explicou.

"A decisão de abortar nunca é leviana, é uma decisão sofrida, e as pessoas, no seu sofrimento, precisam ser acompanhadas com carinho e amor, não julgamento, e não só diante desse sofrimento, mas de qualquer sofrimento humano", completou.

A CNBB, por sua vez, tem mobilizado autoridades de todo o país em uma campanha contra a legalização do aborto. Bispos da Bahia, de Sergipe e Santa Catarina se pronunciaram em conjunto, na última quarta-feira (1º), quanto à causa, sustentando que o direito à vida é inviolável e deve ser preservado.

Conclamando "a todas as pessoas de boa vontade", o bispo de Joinville (SC), dom Francisco Carlos Bach, lembrou que, em 11 de abril do ano passado, a instituição já argumentava que o aborto jamais deve ser considerado um direito de uma mulher ou de um homem, uma vez que se sobrepõe ao direito à vida do nascituro.

O bispo de Chapecó (SC), dom Odelir José Magri, afirma que o direito à vida é o mais fundamental dos direitos e, por isso, deve ser protegido. “Ele é um direito intrínseco à condição humana e não uma concessão do Estado. Os poderes da República têm obrigação de garanti-lo e defendê-lo”, afirmou.

EBC Notícias
 
16.11.2018
Natal Encantada 2018
16.11.2018
Corinthians perde e se complica
16.11.2018
Aquisição de pistolas completa armamento da GM
16.11.2018
PC encontra suposta ossada humana na Operária
14.11.2018
Corinthians joga na pressão
14.11.2018
População de rua aumenta em Maringá, diz pesquisa
14.11.2018
Prefeito firma compromissos durante audiência pública
14.11.2018
Prefeitura começa mutirão de prevenção a escorpiões
14.11.2018
Mulher tenta incendiar casa onde estavam seus filhos
14.11.2018
PRF inicia Operação República em todo o País
13.11.2018
Stan Lee morre aos 95 anos
13.11.2018
A prática da medicina e religião
13.11.2018
Prefeitura entrega 20 novos veículos para o transporte escolar
13.11.2018
STJ manda soltar Joesley e executivos da J&F
13.11.2018
Jovem que atropelou motociclistas está preso
11.11.2018
Hamilton vence o GP Brasil
11.11.2018
Boca e River ficam no empate
11.11.2018
Reforma trabalhista completa um ano
12.11.2018
Homem é assassinado ao tentar evitar briga
11.11.2018
Audiência pública discute melhorias no Contorno Sul
10.11.2018
Jovem confessa que esfaqueou estudante
10.11.2018
Aplicativo auxiliará na busca de desaparecidos
10.11.2018
Governo libera recursos para cirurgias de cataratas
09.11.2018
Viadutos do Contorno Norte só em dezembro de 2019
09.11.2018
Ataque de abelhas deixa três feridos em Maringá
09.11.2018
Menina abandonada pela mãe será cuidada pelos tios
09.11.2018
PF cumpre mandados contra vice-governador de Minas e 3 empresários
09.11.2018
Mulher foge depois de causar capotamento
09.11.2018
Audiência debate queima de fogos com barulho em Maringá
08.11.2018
Começa última etapa de vacinação contra Dengue
08.11.2018
Mãe abandona filha de quatro anos em Cmei de Maringá
08.11.2018
Senado aprova reajuste para ministros do STF
08.11.2018
Polícia Civil cria o Zap Denúncia
08.11.2018
Prefeitura atendeu mais de 2 mil denúncias de maus-tratos a animais
07.11.2018
Campanha Papai Noel dos Correios
07.11.2018
Avenidas que ligam bairros de Maringá já estão prontas
07.11.2018
Empresários pedem melhorias no Parque Industrial
07.11.2018
Bolsonaro e Temer iniciam governo de transição
07.11.2018
Número de ocorrências policiais cai no feriadão
07.11.2018
Projeto piloto da TCCC traz ônibus elétricos para Maringá
06.11.2018
Paraná Clube é rebaixado
06.11.2018
Semob interdita trechos para instalar estruturas de Natal
06.11.2018
Senac de Maringá agora é faculdade
06.11.2018
Seis pessoas morrem em acidentes no Paraná
06.11.2018
Homem esfaqueado morre no HU
06.11.2018
Dnit não aprova anteprojeto para viadutos do Contorno Norte
05.11.2018
Cocamar recebe premiações importantes
04.11.2018
Horário de verão começou à 0h deste domingo
04.11.2018
Palmeiras bate o Santos
04.11.2018
MP quer esclarecimentos sobre loteamentos
04.11.2018
Começou processo de matrícula em creches de Maringá
04.11.2018
PM estuda policiamento com bicicletas
04.11.2018
Morre motociclista vítima de acidente na Colombo
01.11.2018
Moro aceita convite para ser ministro da Justiça
01.11.2018
Temporal derruba 13 árvores em Maringá
01.11.2018
Câmara propõe legislativo com 23 vereadores
01.11.2018
Boca elimina o Palmeiras
01.11.2018
Cemitérios de Maringá devem receber 180 mil pessoas
01.11.2018
Veículo avança sinal e provoca grave acidente
31.10.2018
Estatuto do Desarmamento pode voltar à pauta
31.10.2018
River Plate elimina o Grêmio-RS
31.10.2018
Porto Seco de Maringá fechado definitivamente
31.10.2018
Halloween em Maringá tem tour pelo Cemitério Municipal
31.10.2018
Motorista morre carbonizado em acidente
31.10.2018
Licitação vai cercar Câmara de Maringá com grades de ferro
30.10.2018
Nossas vidas: da pretensão à razão
30.10.2018
Semob interdita mais um trecho da Avenida São Paulo
30.10.2018
Aumento do limite de financiamento de imóveis
30.10.2018
Motorista continua preso por morte de empresário
30.10.2018
Especialistas e políticos falam sobre eleição de Bolsonaro
28.10.2018
Jair Bolsonaro é eleito presidente do Brasil
28.10.2018
Falcão se despede da seleção
28.10.2018
Verstappen vence e Hamilton é pentacampeão
28.10.2018
Maringá fica entre as 10 melhores cidades para investir
28.10.2018
Sanepar ignora lei municipal e mantém tarifa mínima
28.10.2018
Containers chegam com estrutura do Hospital da Criança
28.10.2018
Jovem confessa assassinato de travesti
26.10.2018
Propaganda eleitoral no rádio e tv termina hoje
26.10.2018
Vereadores pedem explicações de Ulisses Maia
26.10.2018
Jovem simula a própria morte e acaba preso
26.10.2018
Segundo turno deve ter menos fila nas seções eleitorais
25.10.2018
GM intensifica ações
25.10.2018
Palmeiras perde para o Boca Juniors
25.10.2018
Defesa Civil dá dicas para se proteger de temporais
25.10.2018
Maringá e região têm mais de 1.450 armas registradas
25.10.2018
Motociclista atropela idoso na Colombo
25.10.2018
Horto Florestal segue fechado e sem previsão de reabertura
24.10.2018
Espanha inicia julgamento de brasileiro que matou tios e primos
24.10.2018
Grêmio vence o River Plate
24.10.2018
Palmeiras diz que não é favorito
24.10.2018
5ª Festa Literária de Maringá
24.10.2018
GM autua motorista por crime ambiental
24.10.2018
MP recebe denúncia de Caixa 2 de Ulisses Maia
23.10.2018
Empresários que somam 32% do PIB nacional apoiam Bolsonaro
23.10.2018
13º salário deve injetar R$ 543 milhões em Maringá
23.10.2018
Câmara discute lei para coibir festas clandestinas
23.10.2018
Maringá vai ter Núcleo de Práticas Integrativas
23.10.2018
Maringá tem 71 pessoas na lista de desaparecidos
23.10.2018
Travesti é executada em estrada rural
22.10.2018
Palmeiras vence o Ceará
22.10.2018
Empório Criativo em Maringá
22.10.2018
Bancos já podem receber boletos vencidos acima de R$ 100
22.10.2018
Vendedores de combustíveis adulterados vão ter licença cassada
21.10.2018
PM apreende droga em carro abandonado
19.10.2018
Hamilton pode se tornar pentacampeão
19.10.2018
Lei que autoriza compra de vagas em creches é debatida
19.10.2018
Pagamento do 13º salário injeta R$ 211,2 bilhões na economia
19.10.2018
Temporal atinge Maringá e provoca diversos estragos
18.10.2018
Trenzinho do Parque do Ingá volta a funcionar
18.10.2018
Pintor maringaense morre eletrocutado
18.10.2018
Nova taxa deve substituir o Funrebom
17.10.2018
O diferente começa pelo voto
17.10.2018
“Há terrorismo no Brasil”, diz ministro da Justiça
17.10.2018
Homem abusava sexualmente do filho
17.10.2018
Vereador pede câmeras apenas fora das salas de aula
17.10.2018
‘Business As Mission’ será realizado em Maringá
17.10.2018
Vereadores criticam promessas feitas por prefeito Ulisses Maia
16.10.2018
Prefeitura inicia construção de 49 casas em Iguatemi
16.10.2018
Horário de verão começa dia 4 de novembro
16.10.2018
Milhares ficam sem energia após temporal em Maringá
16.10.2018
Mais de 75% dos partos da rede pública são cesáreas
16.10.2018
Homem morre em colisão no Contorno Norte
15.10.2018
Semop segue com obras na Avenida Carlos Borges
15.10.2018
Bolsonaro usa redes sociais para desmentir Haddad
15.10.2018
Rotam prende traficante com 116 quilos de drogas
15.10.2018
Maringá é destaque em Logística Reversa no Paraná
11.10.2018
Bolsonaro lidera no segundo turno com 54%
11.10.2018
Homem que morreu em motel foi vítima de causas naturais
11.10.2018
Ulisses Maia volta atrás e suspende projeto de novo imposto
11.10.2018
Movimento na região de Maringá deve aumentar 20% no feriadão
10.10.2018
Cidade de Sarandi comemora 37 anos
10.10.2018
Câmara aprova projeto de segurança e fiscalização de combustíveis
10.10.2018
Maia assina projeto para implantar o “botão do pânico”
10.10.2018
“Gatorade” de cocaína é usado para matar presos
10.10.2018
Prefeitura faz projeto para cobrar novo tributo
09.10.2018
Partidos devem anunciar apoio no segundo turno
09.10.2018
Calçadas irregulares rendem quase 2 mil notificações
09.10.2018
Maringá elege oito deputados e aumenta representatividade
09.10.2018
Universidade inaugura sistema de monitoramento
09.10.2018
MP denuncia homem por feminicídio
08.10.2018
Haddad está em Curitiba pedindo conselho na prisão
08.10.2018
Briga termina em assassinato no Ebenezer
07.10.2018
Ratinho Júnior é eleito governador do Paraná
07.10.2018
Bolsonaro e Haddad disputam o segundo turno
06.10.2018
“Operações Eleitorais” unem órgãos de segurança de Maringá
07.10.2018
Prefeitura abre licitação para agência de publicidade
07.10.2018
Mais de 147 milhões de eleitores devem ir às urnas neste domingo
06.10.2018
Plano de mobilidade urbana será elaborado em 2019
06.10.2018
Presos libertam reféns e encerram rebelião
05.10.2018
Eleitor pode consultar local de votação por telefone
05.10.2018
Polícia Militar monta esquema para as Eleições 2018
05.10.2018
Depen controla rebelião na Penitenciária Estadual
04.10.2018
Agentes de trânsito vão receber adicional por periculosidade
04.10.2018
Festa das Nações
04.10.2018
Candidato a governo de São Paulo sofre ataque a tiros
04.10.2018
Maringá terá reajuste de 4,2% no IPTU em 2019
03.10.2018
Prefeitura abre licitação para novos jazidos
03.10.2018
Projeto “Trânsito em Sala de Aula”
03.10.2018
Bolsonaro dispara a 32% segundo Datafolha
03.10.2018
Maringá atingiu a maior arrecadação do ISSQN da história
03.10.2018
Mulher atropela e fere ex-marido
02.10.2018
Problema de umidade em solo da Catedral
02.10.2018
Maringá tem R$ 2,1 bi em poupança
02.10.2018
Palocci diz que houve desonestidade em toda a estrutura do PT
02.10.2018
Paraná não terá lei seca nas eleições 2018
02.10.2018
Atirador mata jovem pelas costas
01.10.2018
Terremoto e tsunami na Indonésia causam mais de 800 mortes
01.10.2018
Atividades diversas marcam a Semana do Idoso
01.10.2018
Sanepar é proibida de cobrar taxa mínima de água e esgoto
01.10.2018
Professor denuncia ação durante eleições da UEM
Nipo Brasileiro Contabilidade
Asia Sushi Beer
SINCONFEMAR
Della Pizza
B1
Centro Comercial Tiradentes
Paraná Banco
MAPA - Venda de Ônibus
Oliver Media
Garage Motors
OdontoAtual