Maringá, 17 de Junho de 2019
GLOBAL BENEFÍCIOS Black Bull Steak House
 
Untitled Document
18.09.2018
Combate às drogas
É muito difícil combater as drogas no Brasil, onde os traficantes e o crime organizado desafiam o policiamento até jocosamente; onde a televisão e a mídia, em boa parte, comandadas por pessoas problemas ditando normas de comportamento; onde religiosos apoiam invasores de propriedades e conflitos sociais; onde as famílias têm que viver cercadas de grades e onde os jovens, vivendo online, em meio à inteligência artificial, copiam grandes mudanças dos costumes e da sexualidade.

Tudo isso é decepcionante e assim, não se pode esperar tantas famílias e pessoas equilibradas. Então as drogas se põem de pronto oferecendo falsas soluções e caminhos nas viagens enganosas.

Erradicar as drogas no Brasil seria mudar a sociedade e as pessoas, isto equivaleria mudar o próprio Brasil, ilusório sonho.

Se isso é impossível, pelo menos é possível reduzir o seu uso, além do trabalho de PREVENÇÃO, também o combate quanto ao Plantio, à Fabricação e ao Tráfico, que é o meu tema de hoje.

COMBATE QUANTO NO PLANTIO
Plantio da cocaína
Embora já tenha sido utilizada como anestésico, hoje não é mais usada na medicina. Os países produtores da coca como o Peru, Bolívia, Colômbia e outros da América e Europa, têm na sua comercialização uma das maiores rendas. São milhares de famílias que cultivam tradicionalmente a coca há centenas de anos e dependem diretamente para sua sobrevivência.

Em países produtores, mormente na Bolívia as folhas de coca são vendidas livremente nas feiras, são contidas numa espécie de saco que chamam de “canastos”. O hábito de mascar as folhas eles chamam de “acullinar” e o bolo de folhas formado na boca chamam de “pijcho”. Assim, tradicionalmente usada oferece conforto ao usuário e não é considerada droga. Há também produtos derivados da coca à venda nos mercados, como exemplo o sachê “Coca Mate” cujo efeito é muito singelo e também não é considerado droga.

Portanto proibir o “acullinar”, a comercialização e o plantio da coca é impossível. Porém, quando transformada em pasta ou pó vem o jogo financeiro com milhões de dólares e os traficantes fazendo a festa.

Plantio da maconha
Embora seja propalada como importante na medicina, seus efeitos ficam muito aquém dos fármacos existentes na terapêutica usual. É produzida hoje em quase todo mundo, seu cultivo é simples e em regiões clandestinas, o que dificulta seu combate. É barata porque não precisa de processo industrial para o uso, vai da planta ao consumidor e é de fácil aquisição.

Sua legalização, insistida por tantos dependentes, estimularia o uso, não traria benefício algum para a sociedade e sim, com seus efeitos maléficos, muitos transtornos.

Plantio da Papoula
Ela produz o ópio e seus derivados que são chamados de opioides e os principais são: Morfina é um analgésico e anestésico potente muito usado nas dores extremas e em cirurgias. Codeína é um analgésico e antitussígeno. Meperidina é também analgésico.

São medicamentos imprescindíveis no meio médico e são fartamente usados diariamente. Por isso os derivados do ópio têm convivência pacífica no meio científico. A Heroína, derivada da morfina, somente é usada como droga.

A papoula é cultivada em quase toda na Ásia, Europa e África. Na Tailândia o cultivo é estimulado pelo governo. O combate ao plantio fica impossível.

COMBATE QUANTO A FABRICAÇÃO
Produtos farmacêuticos, comerciais e bebidas alcoólicas.

A fabricação de fármacos usados como drogas que são os estimulantes, calmantes, analgésicos, inibidores de apetite, está diretamente ligada ao uso médico, de maneira que a sua proibição fica impossível. Também não há como barrar a fabricação de produtos comerciais usados como drogas, como a cola de sapateiro, benzina, solventes, inalantes, sprays, éter. Também, não há como proibir a fabricação das bebidas alcoólicas e cigarros.

O que se deve fazer seria um aumento do controle e uso destes produtos, de maneira dificultar a aquisição.

COMBATE QUANTO AO TRÁFICO
O tráfico, considerando nossa sociedade, fica difícil seu controle, mesmo porque o poder econômico dos traficantes das drogas ilícitas é muito grande, sem falar no conluio com dirigentes nacionais. São detentores de carros, barcos e aviões. Eles são infratores das leis e cabe, unicamente à polícia fazer a contensão. Pra mim são comerciantes ilícitos, eles não obrigam ninguém usar drogas. Usa quem quer.

E os vendedores das drogas lícitas como, a cola de sapateiro, as bebidas alcoólicas e os cigarros são traficantes?

Por tudo que foi explanado a erradicação das drogas é impossível. Sem dúvida o mundo está mudando muito, as pessoas também e as famílias enfraquecendo, o que autoriza afirmar mais uma vez, como tantas vezes já fiz, que o problema das drogas tende aumentar. O comportamento esdrúxulo, quer nos costumes e na sexualidade bem como o uso de drogas, até pouco tempo era combatido, hoje a convivência é pacífica. As escolas cada dia mais tolerantes, as igrejas cheias de idosos e os jovens longe da genuflexão da fé, afirmam um futuro preocupante. É só esperar e ver.

Mais informações vejam no meu livro “DROGAS Perguntas e Respostas”

Maringá 2018
João Batista Leonardo
 
17.06.2019
Francês Press
17.06.2019
Franco Zeffirelli morre aos 96 anos
17.06.2019
Uruguai goleia o Equador
17.06.2019
Uso de simuladores para CNH será facultativo
17.06.2019
Polícia do Paraná começa a reprimir os “rachas”
17.06.2019
Programa renegocia dívidas municipais de contribuintes
14.06.2019
Coluna do Verde
14.06.2019
Ações do Junho Vermelho começam em Maringá
14.06.2019
Câmara discute projeto de criação de casas populares
14.06.2019
Mega-Sena sorteia neste sábado prêmio de R$ 115 milhões
14.06.2019
Assaltantes morrem em confronto com a polícia
13.05.2019
Prefeitura assina convênio com o BB
13.06.2019
Coluna do Verde
13.06.2019
Santos vence Corinthians
13.06.2019
Parque do Japão vai investigar morte de carpas
13.06.2019
Decisão do TRF1 não vê ilegalidades no contingenciamento de recursos
13.06.2019
Desmontada quadrilha de ladrões de carros
12.06.2019
Arquidiocese registra queixa contra suposto padre
12.06.2019
Balanço mostra queda de 23% no número de homicídios
12.06.2019
Procon reúne notas fiscais de postos de combustíveis
12.06.2019
Geison Ferdinandi assuma o Procon
12.06.2019
Dnit analisa projeto de oito viadutos no Contorno Norte
11.06.2019
Acim apresenta pesquisa do Dia dos Namorados
11.06.2019
Neymar perde valor no mercado
11.06.2019
Começam as inscrições para o ProUni
11.06.2019
Advogado formado em Maringá morre esfaqueado em Guaratuba
11.06.2019
Servidores do Sinteemar entram em greve na sexta-feira
10.06.2019
HU de Maringá atendeu mais de 60 mil pessoas em 2018
120.06.201
Coluna sindical
10.06.2019
Brasil goleia Honduras
10.06.2019
Mega-Sena acumula e prêmio para o próximo concurso é R$ 80 milhões
10.06.2019
Preso suspeito de crime macabro
10.06.2019
Restituição do Imposto de Renda está aberta
07.06.2019
Obras de Portinari são disponibilizadas no Google
07.06.2019
Coluna do Verde
07.06.2019
Atlético-MG bate Santos de virada
07.06.2019
Copa do Mundo de Futebol Feminino
07.06.2019
Polícia conclui inquérito do caso Jeniffer
07.06.2019
Provopar inicia Campanha do Agasalho 2019
06.06.2019
Feira de Livros oferece centenas de obras
06.06.2019
Brasil vence Catar
06.06.2019
Coluna do Verde
06.06.2019
Nepal recupera 4 corpos e retira 11 toneladas de lixo no Everest
06.06.2019
Suspeito de pedofilia é preso em Maringá
06.06.2019
Programa Bota-Fora será retomado em Maringá
05.06.2019
Santa Luiza de Marillac precisa de doações de leite
05.06.2019
Francês Press
05.06.2019
MEC não confirma campus da UTFPR em Maringá
05.06.2019
Flamengo avança na Copa do Brasil
05.06.2019
Estados terão de cortar gastos e aumentar receitas
05.06.2019
Venda de refrigerante e chocolate em escolas será proibida
04.06.2019
Guardas municipais iniciam curso para uso de armas
04.06.2019
Jadson e Sornoza em campo
04.06.2019
EUA pedem a solicitantes de visto detalhes sobre redes sociais
04.06.2019
Coluna do Verde
04.06.2019
Morre o comerciante esfaqueado por dívida
04.06.2019
Semana do Meio Ambiente discute assuntos importantes
03.06.2019
Figurinos de Lady Gaga ganham exposição
03.06.2019
Obras do Terminal Intermodal avançam
03.06.2019
Bazar com mercadorias da Receita Federal
03.06.2019
Preços de combustíveis serão investigados
03.06.2019
Bolsonaro pretende dobrar pontos para suspensão de CNH
03.06.2019
Vacina da gripe está liberada a toda população
Nipo Brasileiro Contabilidade
Asia Sushi Beer
SINCONFEMAR
Della Pizza
B1
Centro Comercial Tiradentes
Avenida Store
MAPA - Venda de Ônibus
Oliver Media
Garage Motors
OdontoAtual