Maringá, 21 de Novembro de 2018
GLOBAL BENEFÍCIOS Black Bull Steak House
 
Untitled Document
05.10.2018
Depen controla rebelião na Penitenciária Estadual
O Departamento Penitenciário do Paraná (Depen) informou, através de uma nota oficial, que "o início de motim" na Penitenciária Estadual de Maringá (PEM), na manhã de ontem, foi controlada e isolada na galeria 7.
"Equipes do Serviço de Operações Especiais do Depen (SOE), e policias do Batalhão de Choque da Polícia Militar, realizam a negociação no local. Por ora não há informações sobre feridos", confirma trecho da nota divulgada na tarde desta quinta-feira..
A rebelião foi iniciada por volta das 9h30, quando um agente penitenciário e dois presos foram feitos reféns. O agente, que inalou muita fumaça, já que os rebelados atearam fogo em colchões, passou mal. Uma equipe do Corpo de Bombeiros esteve na PEM para combate às chamas.
O movimento rebelde começou na ala 7, comandado por um grupo que pertence à facção criminosa Primeiro Comando da Capital(PCC). Os presos tentaram fugir pelo telhado, mas foram impedidos por agentes do Setor de Operações Especiais de Maringá. Atualmente, a galeria abriga 90 detentos, de um total de 455 internos, acima da capacidade da PEM, que é de 360 presos.
Conforme a Polícia Militar de Maringá, os demais presos foram levados para uma área segura, pois os rebelados tentaram acessá-los para ampliar a rebelião. O Batalhão de Operações Especiais (Bope) de Curitiba enviou uma equipe para negociar com os detentos em Maringá.
Os rebelados pedem agilidade nos processos e regularização das visitas. Durante a negociação, um dos detentos alegou que as visitas não são frequentes, e enfatizou que há atraso nos processos de vários presos. Eles afirmaram que estavam dispostos a negociar e que não teriam intenção de ferir os reféns.
Até o fechamento desta reportagem, a rebelião havia sido contida, mas alguns detentos continuavam na galeria 7 da penitenciária, onde estão envolvidos com o PCC. No local, um agente penitenciário e dois detentos, ainda estavam reféns dos rebelados.

Tattá Cabral
Foto - PM
 
21.11.2018
Palmeiras pode ser campeão antecipado
21.11.2018
Projeto da pista emborrachada do Parque do Ingá
21.11.2018
Falando sobre Aids
21.11.2018
Idoso desaparecido é encontrado morto
21.11.2018
Moro anuncia delegados paranaenses para PF e DRCI
21.11.2018
Começa a Festa Literária Internacional de Maringá
20.11.2018
Hospital Universitário precisa contratar 38 médicos
20.11.2018
Defesa Civil de Maringá eleita a melhor do Estado
20.11.2018
Moro coordenará grupo de combate à corrupção
20.11.2018
PRF registra 15 mortes na Operação República no Paraná
20.11.2018
Acidente na avenida Colombo faz mais uma vítima fatal
19.11.2018
Filhas saem em defesa de Silvio Santos
19.11.2018
Problema com ambulâncias no HU
19.11.2018
Festa Literária de Maringá começa quarta-feira
19.11.2018
SRM promove 10ª Agrocampo
19.11.2018
Hospital do Câncer precisa de doadores de sangue
19.11.2018
Prefeitura cobra do DER adequações para fechar cruzamentos
Nipo Brasileiro Contabilidade
Asia Sushi Beer
SINCONFEMAR
Della Pizza
B1
Centro Comercial Tiradentes
Paraná Banco
MAPA - Venda de Ônibus
Oliver Media
Garage Motors
OdontoAtual