Maringá, 20 de Novembro de 2018
GLOBAL BENEFÍCIOS Black Bull Steak House
 
Untitled Document
06.10.2018
“Operações Eleitorais” unem órgãos de segurança de Maringá
Com o objetivo de combater crimes eleitorais e garantir a segurança de eleitores, servidores públicos e voluntários, os órgãos de segurança de Maringá iniciaram a campanha “Operações Eleições”.

É um trabalho em conjunto entre a Guarda Municipal, Fórum Eleitoral de Maringá e 4º Batalhão de Polícia Militar para manter em ordem os 151 locais de votação no município.

A Guarda Municipal vai reforçar a atuação nas unidades de ensino municipais, apoiará a Justiça Eleitoral com efetivo de 60 agentes e 12 viaturas, além de coibir possíveis confrontos entre manifestantes. São esperados 315 mil eleitores, neste domingo, no município.

“As ações serão realizadas na véspera, durante e após o resultado das eleições. Unidades de ensino que requerem mais segurança, conforme orientação da Justiça Eleitoral, receberão uma atenção especial. Acompanharemos manifestações, a Secretaria de Mobilidade Urbana interditará vias e controlará o fluxo de trânsito, e a Secretaria de Serviços Públicos atuará na limpeza dos locais”, ressaltou o secretário de Segurança Pública, coronel Antônio Padilha.

O capitão da Polícia Militar, José Renato Mildemberger Júnior, ressaltou que a intenção principal da operação é orientar a população.

“Isso tudo vem antes da repressão as ações, só iremos agir dessa forma se for necessário e não tiver outro meio. O comando recebeu todas orientações da Justiça Eleitoral que são repassadas aos policiais para esse período”, lembrou Júnior.

Todas as 934 urnas estão prontas para a votação de domingo e serão despachadas hoje para os locais de votação. De acordo com o juiz diretor do Fórum Eleitoral de Maringá, Frederico Mendes Júnior, tudo está acontecendo dentro da normalidade e foram registradas poucas ocorrências de propaganda irregular.

“Nós pedimos muita cautela para os eleitores. As eleições acontecem das oito e 17 horas e o voto é obrigatório para brasileiros entre 18 e 70 anos e facultativo para analfabetos e jovens entre 16 e 18 anos. O acirramento de ânimos existe, só que é preciso lembrar que após as eleições, a vida continua”, disse ele.

Para a votação é necessário levar um documento oficial com foto: carteira de identidade, passaporte, carteira de categoria profissional reconhecida por lei, certificado de reservista, carteira de trabalho, Documento Nacional de Identidade (DNI) ou carteira nacional de habilitação.

Victor Cardoso
 
20.11.2018
Hospital Universitário precisa contratar 38 médicos
20.11.2018
Defesa Civil de Maringá eleita a melhor do Estado
20.11.2018
Moro coordenará grupo de combate à corrupção
20.11.2018
PRF registra 15 mortes na Operação República no Paraná
20.11.2018
Acidente na avenida Colombo faz mais uma vítima fatal
19.11.2018
Filhas saem em defesa de Silvio Santos
19.11.2018
Problema com ambulâncias no HU
19.11.2018
Festa Literária de Maringá começa quarta-feira
19.11.2018
SRM promove 10ª Agrocampo
19.11.2018
Hospital do Câncer precisa de doadores de sangue
19.11.2018
Prefeitura cobra do DER adequações para fechar cruzamentos
Nipo Brasileiro Contabilidade
Asia Sushi Beer
SINCONFEMAR
Della Pizza
B1
Centro Comercial Tiradentes
Paraná Banco
MAPA - Venda de Ônibus
Oliver Media
Garage Motors
OdontoAtual