Maringá, 21 de Setembro de 2019
GLOBAL BENEFÍCIOS Black Bull Steak House
 
Untitled Document
24.05.2019
Francês Press
Os funcionários públicos do Paraná não estão conseguindo engolir o governador Ratinho Jr. O governo dele tem algo de talk show: presente nas luzes das feiras agropecuárias; nas propostas que pipocam na mídia como o corte de secretarias, dos salários de ex-governadores, distribuição – por atacado - de dinheiro para municípios, a aproximação com o presidente da República que garante mídia nacional, etc.


À vista de tudo isso continua latejante a insatisfação dos servidores que no ano passado tinham no deputado Ratinho Jr. um aliado que defendia maior percentual de aumento de salários, estimulando uma briga na qual a categoria acabou a ver navios. E o imbróglio está agora nas mãos dele, que se revela mais duro ainda que o governo anterior.


O funcionalismo escalonou datas para eclodir a revolta latente. O Fórum das Entidades Sindicais do Paraná, representante de 23 sindicatos de servidores do Paraná, espera proposta satisfatória de aumento salarial por parte do governo até a próxima segunda-feira, 27.


O fórum não vai aceitar alegação nenhuma além de percentual e prazo – a data-base venceu no dia 1o. de maio - quando promover manifestação, dois dias depois, na Assembleia Legislativa. Na sequência haverá assembleia geral do funcionalismo para definir se para ou não a partir do dia 14 de junho. A pedida é 4,5% de reajuste para cobrir a inflação de um ano, mais escalonamento de reposição de perdas que acumulam 16% desde o ano de 2016.


A Prefeitura de Maringá levanta o primeiro caso de Chicungunya este ano na cidade. A infectada é uma mulher de 30 anos, e seis outras pessoas estão sendo examinadas para confirmar ou não a doença que ocorre principalmente por que os maringaenses não cuidam de seus quintais transformados em criadouros do mosquito transmissor.


A doença é “distribuída” pelo mesmo mosquito Aedes Aegypti que transmite a dengue e seus sintomas principais são febre alta, dores intensas nas articulações, às vezes acompanhadas de dor de cabeça, nos músculos e manchas vermelhas na pele. Não existe medicamento específico, mas podem ser aliviados por remédios prescritos por médicos.


Amanhã haverá a marcha dos olhos vermelhos, digo, Marcha da Maconha em Maringá. A partir de 14 horas, “largando” na praça ao lado da prefeitura. Os vereadores Jean Marques e Alex Chaves pretendiam requerer do prefeito o acompanhamento do evento pela Polícia Militar, Guarda Municipal e Conselho Tutelar.


Na matéria que foi rejeitada em plenário, os vereadores proponentes reconhecem que a manifestação dos maconheiros e de seus apoiadores é legal. Mas consideravam a presença policial importante para evitar incitação, incentivo ou estímulo mediante o uso ostensivo de maconha durante o evento.


Os vereadores aprovaram, em primeira discussão, projeto do vereador Flávio Mantovani autorizando a utilização da calçada por estabelecimentos comerciais do segmento pet, para feiras de adoção de animais. Facilita esse tipo de promoção em todos os pontos da cidade, aumentando a ação que visa minimizar o número de cães e gatos abandonados em vias públicas.


Os vereadores deram o primeiro passo para homenagear um médico pioneiro, João Batista Leonardo. Na cidade desde 1949, prestando relevantes serviços especializados em ginecologia, obstetrícia e oncologia, vai receber o título de Cidadão Benemérito de Maringá, qualificado também por ser proposto pelo presidente da Câmara, Mário Hossokawa.


Líder dos caminhoneiros, Dedéco, Wanderley Alves, de Curitiba,“vai participar da manifestação de apoio ao presidente Jair Bolsonaro, domingo em Curitiba. Ele está irritado com informação de que a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados aprovou a reforma tributária proposta pelo líder do MDB, Baleia Rossi.


Para Dedéco, “o economista do país é Paulo Guedes, e não a Câmara”. O que está ocorrendo é o agravamento da situação através das contradições e dificuldades políticas que impedem os avanços pretendidos pelo governo. Na verdade, quem está atuante mesmo é a esquerda com seus partidos e movimentos que visam barrar tudo o que é reforma ou mudança, mesmo que para o bem do país.
 
21.09.2019
Maringá recebe atrações da Semana Literária Sesc
21.09.2019
Maringá tem ações no ‘Dia da Limpeza’
21.09.2019
Banco de Olhos suspende serviço em Maringá
21.09.2019
MP da liberdade econômica é sancionada
21.09.2019
Homem assassinado a facadas enquanto dormia
21.09.2019
Saúde confirma dois casos de sarampo em Maringá
Nipo Brasileiro Contabilidade
Asia Sushi Beer
SINCONFEMAR
Della Pizza
B1
Centro Comercial Tiradentes
Avenida Store
MAPA - Venda de Ônibus
Oliver Media
Garage Motors
OdontoAtual