Maringá, 20 de Agosto de 2019
GLOBAL BENEFÍCIOS Black Bull Steak House
 
Untitled Document
14.08.2019
Ministério da Justiça aponta redução do número de homicídios
Nos primeiros quatro meses de 2019, o Brasil registrou 3.528 homicídios dolosos a menos que no mesmo período do ano passado. Segundo o Ministério da Justiça e Segurança Pública, nos primeiros quatro meses deste ano, 13.142 pessoas foram mortas por alguém que agiu intencionalmente ou assumiu o risco consciente de matar. É um resultado 21,2% inferior aos 16.670 casos registrados entre janeiro e abril do ano passado.

A melhora também foi constatada em indicadores de outros nove tipos de crimes acompanhados pelo Sistema Nacional de Informações de Segurança Pública, Prisionais, de Rastreabilidade de Armas e Munições, de Material Genético, de Digitais e de Drogas (Sinesp) – plataforma de informações integradas criada em 2012 e que está a cargo da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp). A base de dados é alimentada pelos estados e pelo Distrito Federal, responsáveis por lançar os boletins de ocorrência.

Segundo o balanço parcial que o Ministério da Justiça e Segurança Pública divulgou nest terça-feira (13), a maior variação percentual (-38,5%) foi observada na redução do número de roubos a instituições financeiras, que caiu de 325 para 200 ocorrências na comparação entre o primeiro quadrimestre de 2018 e o de 2019.

O total de latrocínios (roubo seguido de morte) teve redução de 23,8% em comparação com o mesmo período do ano anterior. Já as tentativas de homicídio caíram 8,6%, enquanto o roubo de veículo teve queda de 27,5%.

Os dados do Sinesp também apontam para uma redução de 13,6% nos estupros e uma queda de 5,3% no número de crimes de lesão corporal seguida de morte. Ainda segundo o Ministério da Justiça e Segurança Pública, o furto de veículos diminui 11,1% e o roubo de carga 27,3%.

Para o diretor-executivo da ong Sou da Paz, Ivan Contente Marques, os resultados reforçam uma tendência que já vem sendo observada há algum tempo. “De fato, temos visto uma redução nos índices de criminalidade que vem do ano passado. Outros indicadores como o Atlas da Violência, do Ipea e do Fórum Brasileiro de Segurança Pública já apontavam esta tendência de queda nos principais indicadores de violência, mas sabemos que ainda há uma dificuldade enorme na obtenção de dados fidedignos”, disse Marques à Agência Brasil, destacando a importância do ministério assumir a atribuição de organizar as informações fornecidas pelos governos estaduais, sistematizá-las e divulgá-las.

“Temos visto com bastante esperança e alegria esta possibilidade do governo assumir o papel de, periodicamente, divulgar informações sobre segurança pública. Sabemos o quanto é problemático a construção de indicadores por meio de boletins de ocorrência. Daí a importância de que todas as unidades federativas estejam integradas ao Sinesp. Que todas as ocorrências policiais registradas nas delegacias das 27 unidades da federação sejam sistematizadas. Isto sim será uma evolução”, acrescentou Marques.

O diretor da Sou da Paz atribui a redução dos números da violência a uma série de fatores, entre os quais ações adotadas em nível estadual. “Somamo-nos aos que atribuem estes recentes resultados a uma soma de fatores. A causa da criminalidade, principalmente do homicídio, é multifatorial. Ou seja, tem várias razões. Logo, enfrentá-la [exige] políticas de médio e longo prazo. E, nos últimos tempos, alguns estados têm apostado com maior intensidade na execução de programas de governança e segurança pública, com investimentos diretos em suas polícias e em programas estaduais que começam a apresentar resultados efetivos. Há ainda um esforço de coordenação nacional e de maior cooperação interestadual”, concluiu o especialista.

Agência Brasil
 
20.08.2019
Felipão tenta acabar com série negativa
20.08.2019
Coluna do Verde
20.08.2019
Vestibular de Verão e PAS da UEM
20.08.2019
Sequestrador de ônibus no Rio é morto
20.08.2019
Justiça federal julga hoje acusados de matar auditor fiscal
20.08.2019
Hospital Municipal vai atender cirurgias pediátricas
20.08.2019
Operação em postos de combustíveis lacra bomba
19.08.2019
Coluna do Verde
19.08.2019
Daniel Alves marca na estreia
19.08.2019
Corinthians vence o Botafogo
19.08.2019
Audiência para revisão do Plano Diretor
19.08.2019
Previsão de crescimento econômico aumenta; estimativa de inflação cai
19.08.2019
Jovem assassinado quando caminhava
16.08.2019
Maringá se despede de Divanir Braz Palma
16.08.2019
UEM retoma rotina após suspensão de greve
16.08.2019
Expoflor segue até dia 20
16.08.2019
Licitação vai definir administradora das lojas no Terminal
16.08.2019
PRF retira radares móveis das rodovias federais
16.08.2019
Acusados do assassinato de auditor fiscal vão a julgamento
14.08.2019
Coluna do Verde
14.08.2019
‘Botão do Pânico’ para Maringá está na justiça
14.08.2019
Recadastramento biométrico termina dia 30
14.08.2019
Polícia identifica autores do crime da "Paranavaí"
13.08.2019
Desfile de 7 de Setembro será na avenida Carlos Borges
13.08.2019
Neymar vira piada mundial
13.08.2019
Acidentes com fogo em Maringá reforçam cuidados
13.08.2019
FBI procura no Brasil, suposto membro da Al-Qaeda
13.08.2019
O álcool e o alcoolismo
13.08.2019
Medicamento para Alzheimer é testado em Maringá
13.08.2019
Preso colega que estava com o colombiano morto a tiros
12.08.2019
Coluna do Verde
12.08.2019
Colégio militar abre processo classificatório
12.08.2019
Secretário de Segurança é empossado
12.08.2019
Mortes por chuvas na Índia sobe para 147
12.08.2019
Brasil faz seu melhor Pan
12.08.2019
Mulher resgatada de cárcere privado
12.08.2019
Prefeitura não vê prioridade em teleférico, diz projetista
09.08.2019
Coluna do Verde
09.08.2019
Motoristas de aplicativos podem se cadastrar como MEI
09.08.2019
Preso suspeito de maltratar animal e estuprar a filha
09.08.2019
Vereadores discutem ocupação de calçadas em Maringá
08.08.2019
Mostra tradicional de teatro precisa de ajuda
08.08.2019
Câmara aprova a Reforma da Previdência
08.08.2019
Coluna do Verde
08.08.2019
Corinthians vence o Goiás
08.08.2019
Suspeita de latrocínio no Conjunto Guaiapó
08.08.2019
Secretaria da Mulher lança campanha ‘Agosto Lilás’
07.08.2019
Maringá tem 22 pontos de coleta de lâmpadas
07.08.2019
Terrenos lideram contratos de compra e venda
07.08.2019
Coluna do Verde
07.08.2019
Polícia identifica mentor intelectual do roubo de ouro
07.08.2019
Moradores da Zona 7 querem mais segurança
07.08.2019
Briga de trânsito termina em esfaqueamento
06.08.2019
Coluna do Verde
06.08.2019
Votação da reforma da Previdência em segundo turno
06.08.2019
Briga em churrasco tem fim trágico
06.08.2019
Greve na UEM pode acabar
05.08.2019
Val Marchiori processa SBT, Leo Dias e Lívia Andrade
05.08.2019
Empresários estão otimistas para o 2º semestre
05.08.2019
Adesão da UEM ao Meta4 é condição
05.08.2019
Polícia prende dupla horas depois dela matar um jovem e ferir outro
05.08.2019
EUA: autoridades buscam pistas sobre atentados
05.08.2019
Bibliotecas de Maringá têm programação para agosto
Nipo Brasileiro Contabilidade
Asia Sushi Beer
SINCONFEMAR
Della Pizza
B1
Centro Comercial Tiradentes
Avenida Store
MAPA - Venda de Ônibus
Oliver Media
Garage Motors
OdontoAtual