Destaques do Dia Maringá

Setor de eventos realiza carreata contra decreto municipal

Uma das reivindicações do setor é que os eventos possam ter até 200 pessoas

Na manhã desta segunda-feira (17), empresários do setor de eventos foram às ruas numa carreata para mostrar a insatisfação em relação ao último decreto municipal. O documento autoriza eventos com até 30 pessoas. Mas os trabalhadores pedem que o Prefeito, Ulisses Maia, reveja essa determinação que passou a valer.

“Não da mais para esperar. Esperamos seis meses para o Prefeito organizar hospitais e preparar para nossa retomada. Porém, todos os projetos apresentados foram empurrados para debaixo do tapete, fomos vistos como nada na sociedade. Como se não precisássemos trabalhar. Ainda pediram para que a gente mude de ramo, teve secretário que disse isso. É impossível fazer uma festa com 30 pessoas, um casamento por exemplo, então essa proposta é ruim”, disse o empresário Marcos Vinícius dos Santos

Os profissionais passaram em frente a Prefeitura e também pela Avenida Brasil. Ao longo do trajeto foram apoiados por comerciantes. Na carreata, um carro de som foi utilizado por representantes do setor que iam explicando as reivindicações e solicitações. Uma delas é que os eventos tenham até 200 pessoas, de acordo com um plano de retomada.

A Assessoria de Comunicação da Prefeitura informou que as regras permanecem. Ou seja, os eventos com até 30 pessoas poderão acontecer de segunda a domingo, das oito às 22 horas, com duração de até três horas consecutivas. É obrigatório o uso de máscaras e os convidados devem permanecer sentados. Além disso, crianças, idosos e pessoas que pertencem aos grupos de risco não devem participar de nenhum evento.

Victor Cardoso
Foto – Reprodução

PUBLICIDADES E PARCEIROS