Esportes

Kimi Raikkonen comenta sobre a pressão da Ferrari em Vettel

Kimi Raikkonen minimizou a pressão que está sobre os ombros de seu ex-companheiro de equipe na Ferrari.

De acordo com fontes internas, Sebastian Vettel tem sido marginalizado não só por uma equipe agora focada em Charles Leclerc, mas também pela notória imprensa italiana.

Porém, Raikkonen insiste: “A pressão ou a atenção na Ferrari não são diferentes de nenhuma outra equipe. Se você lê todas as notícias, pode parecer pior, mas eu nunca encarei as coisas dessa maneira”.

Raikkonen diz que o maior problema para Vettel não é sua saída iminente da Ferrari, mas o fato de seu carro não ser tão competitivo quanto o esperado.

“Nunca é fácil se as coisas não funcionam como o planejado”, declarou o finlandês à Speed Week. “Aqui na Alfa Romeo, as coisas também não estão correndo bem, mas eu não sinto que é diferente da Ferrari”.

“É claro, a mídia italiana pode ser dura, mas nada pode ser feito em relação a isso. Sempre é fácil para a mídia escrever algo ruim, mas após um bom desempenho no dia seguinte, todos eles voltam a ser seus melhores amigos. É assim que funciona nesse negócio”.

Portanto, Raikkonen aconselha Vettel a não encarar suas dificuldades de modo diferente de muitos outros na Fórmula 1.

“Tenho certeza que ele não está muito feliz com a situação atual, mas o mesmo aconteceria com todos os pilotos na situação dele em qualquer equipe. Ferrari é Ferrari, e os italianos talvez prestem mais atenção, mas isso não muda seu trabalho como piloto. Acho que ele está há tempo suficiente na categoria para saber como sair da situação”.

Foto – Reprodução

 

PUBLICIDADES E PARCEIROS