Esportes

Com VAR e polêmica, Flamengo vence o Santos

Flamengo leva a melhor sobre o Santos e vence pelo placar de 1 a 0, confronto realizado na Vila Belmiro neste domingo (30) foi válido pela sexta rodada do Brasileirão 2020. Partida marcou encontro entre atual campeão e vice-campeão do Campeonato Brasileiro.

Após terem uma semana sem jogos, Cuca e Torrent conseguiram treinar suas equipes e implantarem novas ideias. A partida contou com um tempero especial onde diversos profissionais já estiveram do lado oposto, entre os principais Pará e o técnico Cuca no Santos e Bruno Henrique e Gabriel Barbosa pelo lado do Flamengo.

Cuca promoveu alterações na equipe, já que o volante Alison foi expulso no clássico diante do Palmeiras. Mesmo assim o treinador santista manteve o esquema 4-3-3 com Lucas Veríssimo e Luan Peres na zaga, Pará e Felipe Jonathan nas laterais fechando o sistema defensivo. No meio Jobson, Diego Pituca e Carlos Sánchez eram os responsáveis por servir o trio ofensivo formado por Marinho, Soteldo e Raniel retornando após lesão.

Domènec Torrent aproveitou a semana sem jogos para conhecer melhor a equipe e fez seis mudanças em relação ao time que empatou com o Botafogo. O esquema tático adotado foi o 4-3-3 com Rodrigo Caio e Gustavo Henrique na zaga, o Renê improvisado e Filipe Luís nas laterais e com o meio de campo sendo formado por Thiago Maia, Gerson e o retorno de Arrascaeta. O trio de ataque contou com Michael, Bruno Henrique e Gabriel Barbosa.

Santos com a bola e Fla nos contra-ataques
A primeira etapa começou agitada e com ambos os clubes buscando o gol. Jogando em casa o Santos tentou se impor e logo nos primeiros minutos arriscou dois chutes de fora da área com Marinho e Soteldo, dando trabalho a Diego Alves. O Flamengo respondeu com perigo, Gabriel Barbosa entrou na área e finalizou para defesa de João Paulo, no rebote Michael sozinho e sem goleiro conseguiu perder o gol e chutou pra fora.

A participação polêmica do VAR começou aos nove minutos, depois que Pará cruzou e Raniel completou para o fundo das redes, gol do Santos. Entretanto após cinco minutos de análise o árbitro de vídeo anulou o gol por impedimento. Logo após o reinicio, Marinho cobra falta direto para o gol, mais um gol do Santos. E novamente o VAR, depois de seis minutos de espera, confirmou mais uma anulação por impedimento.

Durante todo o primeiro tempo o Peixe ficava com a bola e chegava com muito perigo. Raniel em três oportunidades e Diego Pituca fizeram Diego Alves trabalhar. Enquanto o Santos ficava mais com a bola, 58% na primeira etapa, o Flamengo explorava os contra-ataques e foi desta maneira que Gabriel Barbosa abriu o placar. Após cobrança de escanteio do time santista, o artilheiro rubro-negro recuperou a bola e partiu em velocidade, tabelou com Michael e invadiu a área finalizando sem chances para João Paulo.

O panorama se manteve na segunda etapa – Santos com a bola e Flamengo explorando os contra golpes. E o VAR continuou aparecendo. Aos cinco minutos, Marinho recebeu nas costas da marcação e foi em direção a área, Gustavo Henrique cortou o perigo com um carrinho. O juiz mandou seguir, mas o árbitro de vídeo analisou um possível pênalti – após três minutos nada sinalizou e foi marcado impedimento no lance.

Precisando do gol, o Peixe se lançou ao ataque. Pará, Marinho e Raniel levaram perigo a meta de rubro-negra, e após boa defesa no chute de Raniel, o goleiro Diego Alves sentiu e teve que ser substituído por César. Quando o jogo retornou, o Santos cobrou escanteio e Carlos Sánchez perdeu um gol incrível, o que fez o novo arqueiro flamenguista ficar alerta.

Passado metade do segundo tempo, o Flamengo fez mais três substituições. Saíram Gerson, Renê e Bruno Henrique e entraram Arão, Isla e Everton Ribeiro. As mudanças surtiram efeito imediato, e em seu primeiro lance o camisa 7 rubro-negro deixou Gabriel na cara do gol, mas ele chutou pra fora. No lance seguinte, o estreante Isla foi a linha de fundo e fez o cruzamento, Gabriel Barbosa perdeu um gol inacreditável.

O técnico Cuca resolveu mexer na equipe e fez diversas alterações. Sairam Jobson, Carlos Sanchez, Raniel e Felipe Jonathan, para a entrada de Jean Mota, Lucas Braga, Kaio Jorge e Ivonei. O Santos se lançou ao ataque com tudo em busca do gol do empate, mas não conseguiu assustar o goleiro César.

Com o derrota em casa, o Santos fica na décima posição do Campeonato Brasileiro com sete pontos. O próximo compromisso do Peixe será em casa contra o Vasco na quarta-feira (2), às 21h30.

Já o Flamengo ocupa a nona posição com oito pontos. O Rubro-Negro volta a campo também na quarta-feira (2), às 20h30, quando visita o Bahia.

Foto – Reprodução

PUBLICIDADES E PARCEIROS