Esportes

Palmeiras e Inter empatam com pênalti polêmico e VAR

O jogador Zé Rafael, da SE Palmeiras, disputa bola com o jogador Nonato, do SC Internacional, durante partida válida pela sétima rodada, do Campeonato Brasileiro, Série A, na arena Allianz Parque. (Foto: Cesar Greco)

O Palmeiras defendia uma invencibilidade de 10 jogos na temporada, com cinco vitórias e cinco empates, e entrou em campo querendo uma vaga no G4. Já o Inter foi a São Paulo para pontuar e defender a liderança, mesmo com apenas quatro titulares começando a partida: Marcelo Lomba, Cuesta, Moisés e Patrick.

O primeiro tempo foi bastante disputado, mas com poucas chances de gol. O melhor lance foi do Inter, aos 13 minutos. Após cobrança de escanteio, Patrick tentou uma meia bicicleta. A bola desviou em Mayke e passou com perigo pela meta de Weverton. Na segunda etapa, o Palmeiras assustou o goleiro Marcelo Lomba. Rony cobrou falta e Gustavo Gómez subiu para cabecear. A bola passou tirando tinta da trave direita do Internacional.

O jogo ficou morno até os 42 minutos do segundo tempo. Bola alçada na área do Palmeiras. Luan tentou aliviar o perigo, desviou mal e a bola bateu no braço do zagueiro. Wilton Pereira Sampaio consultou o VAR (árbitro de vídeo) e marcou o polêmico pênalti. Thiago Galhardo foi para a bola e chutou forte, sem chances para Weverton. Galhardo chegou a cinco gols e é o artilheiro isolado do Brasileirão.

Quando a vitória do Inter parecia inevitável, o Palmeiras reagiu. Aos 48 minutos, Rony tentou jogada e a bola sobrou para Gustavo Gómez. O zagueiro fez cruzamento perfeito para Luiz Adriano, de cabeça, empatar a partida. Com o resultado, o Colorado soma 16 pontos e segue na liderança do Brasileirão. O Palmeiras chegou a 10 pontos na classificação, na sétima posição.

Agência Brasil
Foto – Reprodução

PUBLICIDADES E PARCEIROS