Coluna Francês Press Noticias Gerais

Francês Press

Reclamando da falta de garantias para a negociação dos seus direitos na data-base da categoria, motoristas e empregados das empresas de transporte coletivo urbano e metropolitano – TCCC e Cidade Verde – estão em vias de cruzar os braços. Inclusive definiram indicativo de greve em assembleia realizada quarta-feira na sede do sindicato.

Segundo o Sinttromar, a pauta de reivindicações inclui a renovação do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) e da Participação nos Lucros e/ou Resultados (PLR). O sindicato foi autorizado em assembleia a convocar greve e ajuizar dissídio coletivo no caso de insucesso nas negociações.

De acordo com o presidente da categoria, Ronaldo José da Silva, além das dificuldades decorrentes da pandemia e das perdas provocadas por medidas do governo federal, “também houve redução do vale-alimentação dos funcionários do transporte público e a TCCC e Cidade Verde insistem na não garantia de direitos”.

Ele afirma que o indicativo de greve é uma sinalização que reflete o descontentamento dos trabalhadores com as duas empresas que “não deram qualquer atenção para a data-base, não quiseram renovar o ACT, querem cortar o PLR e o tíquete alimentação, além de não terem dado comum acordo ao dissídio coletivo” que terá reunião a respeito hoje, na Justiça.

Em um processo que visa lançar mão de todas as alternativas para atender as reivindicações dos trabalhadores, a reunião de hoje contará também com a presença de um representante de Ulisses Maia. O prefeito prometeu auxiliar a categoria: “Recebi a pauta de reivindicação do sindicato e pode dizer que estamos juntos, porque ninguém está pedindo aumento”.

Hoje às 20 horas na Paróquia Imaculada Conceição em Floraí o arcebispo Dom Frei Severino Clasen ordena o padre José Antonio N. Pontes. Antes, no dia 5 ele ordenou o padre Vinícius Alves Martins na Paróquia Jesus Bom Pastor, em Paiçandu.

Outros ordenamentos previstos: dia 19 próximo na Paroquia São Mateus Apóstolo, padre Donizeti Pugin Souza; dia 26 na Paróquia Nossa Senhora do Rosário, padre Valdinei Biassi de Oliveira e no dia 2 de outubro na Paróquia São Francisco de Assis, padre Michel Soares Severo dos Santos.

A população da zona rural e dos bairros afastados de Cascavel está evitando sair de casa à noite. Motivo: um cavalo foi morto por uma onça pintada de grande porte. Segundo veterinários, o animal que se esconde em uma área de matas ribeirinhas anda até 25 quilômetros por noite.

Deputados estaduais comemoram publicamente a retirada de projeto que propunha grandes majorações das taxas de cartórios no Paraná. Mas que circo! É visível que apenas retiraram o bode da sala!

Em tempo de cortar excessos cometidos contra a população, o certo seria propor, e aí sim ganhar justos elogios, a diminuição dos valores das taxas praticadas nos cartórios do Paraná. Já vi advogados – de outros Estados – escandalizados com os emolumentos cobrados aqui.

PUBLICIDADES E PARCEIROS