Policial

Bombeiros de Maringá já estão combatendo o fogo no Pantanal

A guarnição maringaense é composta pela 1º Tenente Luisiana, 1º Sargento José Luiz e Cabo Bruno. Segundo dados divulgados pelo Inp houve um aumento de 210% das queimadas no bioma pantaneiro, o que dá bem a ideia do cenário que os bombeiros paranaenses já enfrentam no local. A missão, segundo o comando do CB de Maringá terá duração de 15 dias, mas pode ser prorrogada se for necessário. Todo o Brasil acompanha o noticiário sobre as queimadas com muita apreensão e esperança de que a chuva chegue com intensidade nos próximos dias àquela região para por fim ao flagelo. “Nós do 5°GB desejamos toda sorte para nossos irmãos de farda, ficamos muito orgulhosos de tê-los em nossa equipe”, disse em nota o comando do Corpo de Bombeiros de Maringá.

Os 31 bombeiros militares enviados pelo Paraná ao Mato Grosso do Sul iniciaram ontem os trabalhos de combate às chamas. O grupo chegou a Corumbá no dia anterior e imediatamente se deslocou para a região afetada. Além dos militares, o CB do Paraná enviou sete caminhões-pipa para reforçar os equipamentos de combate às chamas que já estavam lá. “É um momento muito difícil para o Brasil, de uma seca muito severa. E no Pantanal, pelo volume das queimadas, a situação é ainda mais crítica”, afirmou o governador Ratinho Junior.

O governador disse que o auxílio momentâneo não vai prejudicar as ações do Corpo de Bombeiros dentro do Paraná.”A povo paranaense pode ficar tranquilo quanto a isso”, concluiu, ressaltando que os caminhões enviados pelo governo paranaense para o Mato Grosso, vão abastecer as caminhonetes com água. Os bombeiros que estão combatendo o fogo no pantanal, contam também com equipamentos especializados, como abafadores, enxadas e mochilas, além de um drone, que ajuda a localizar os focos de incêndio.

Redação JP
Foto – Reprodução

PUBLICIDADES E PARCEIROS