Maringá

Setor de eventos promove velório simbólico para pedir socorro

Empresários ligados ao setor de eventos protestaram, na manhã desta terça-feira (22), em frente à Prefeitura de Maringá. Uma noiva de luto puxava um cortejo fúnebre e um caixão simbolizaram, segundo eles, o sepultamento do decreto ‘sem lógica’ da administração municipal. Durante o ato, os trabalhadores disseram que a permissão de eventos com até 100 pessoas, a partir do dia 28 deste mês, não satisfaz a categoria.

Os profissionais questionam porque não são tratados igualmente. Comparam que, assim como um restaurante pode trabalhar com 50%, o mesmo vale para eventos e espaços como teatros e cinemas. O que eles querem é a liberação de acordo com a capacidade do local; já são 190 dias com restrições da atividade.

Lembrando que, desde 17 de agosto, está autorizado a realização de eventos com até 30 pessoas. Fizeram parte da manifestação, empresários de buffet, salões de festas, fotógrafos, assessoria de imprensa, aluguel de carro, tendas e roupas, entre outros. A Prefeitura não comentou o ato dos trabalhadores.

Victor Cardoso
Foto – GMC OnLine

PUBLICIDADES E PARCEIROS