Policial

Câmera registra momento da execução de um mecânico em Maringá

E foi devido às imagens de câmeras de segurança que a Polícia Civil chegou à identidade do homem que no final da manhã do último dia 9 disparou a queima roupa vários tiros contra Lucas Alves Batista, de 22 anos, em uma funilaria da Avenida Carlos Borges, Zona Sul de Maringá.

A Divisão de Homicídios da 9ª. SDP não revelou o nome completo do suspeito, ainda sendo procurado, mas disse que ele é conhecido no mundo do crime como Juninho, de 26 anos de idade.

A identificação foi feita após exaustivas análises das imagens registradas por câmeras de segurança, que captaram o momento em que o criminoso aponta a arma para a vítima e depois mostra ele saindo do local com a pistola 380 na mão. A identificação foi difícil porque o atirador usava máscara. Segundo o delegado Diego Elias Almeida, da Divisão de Homicídios, a vítima contava com uma passagem pela polícia. Lucas era natural de Nova Londrina e estava morando há poucos meses em Maringá.

Fazia apenas dois dias que trabalhava no local onde foi morto.

Redação JP
Foto – Reprodução

PUBLICIDADES E PARCEIROS

Advertisement