Maringá

Semob garante radares de velocidade da Colombo a partir de outubro

A previsão é que nesta semana os técnicos da empresa contratada pela Secretaria de Mobilidade Urbana de Maringá (Semob) finalizem os ajustes dos 10 radares fixos de velocidade instalados na Avenida Colombo. Objetivo é que todos estejam funcionando ema té 20 dias. Os equipamentos que registram avanço de sinal foram instalados em agosto e já registram multas.

O acordo entre a Prefeitura e a Polícia Rodoviária Federal (PRF) prevê que o município fique com 65% do valor das autuações, a PRF com 30% e o Fundo Nacional de Segurança e Educação de Trânsito (Funset), 5% restantes.

Um levantamento feito pela Polícia Rodoviária Federal apontou que o número de acidentes com vítimas no trecho urbano da BR-376 em Maringá, reduziu 70% entre os dias 20 de agosto e 16 de setembro de 2020, foram 10 acidentes. No mesmo período do ano passado foram 32 acidentes. Para a Semob, isso já é reflexo da instalação dos equipamentos de fiscalização dos avanços de sinais.

“Já existia a expectativa nesse sentido. A gente acreditava nessa redução e pelo menos inicialmente materializou a expectativa do convênio. E o mais importante é a redução dos acidentes. A PRF trabalha intensamente para o benefício da sociedade. Trabalhamos na tentativa de reduzir acidentes e diminuir criminalidade. Esperamos que essa redução se intensifique cada vez mais”, disse o inspetor da PRF, Pedro Faria, em entrevista para rádio CBN Maringá.

Victor Cardoso
Foto – Reprodução

PUBLICIDADES E PARCEIROS