Maringá

Livro conta a trajetória do segundo prefeito de Maringá

O livro “Américo Dias Ferraz – A saga do caboclo violeiro” conta a história do segundo prefeito eleito em Maringá. A obra biográfica será lançada neste sábado entre 9h15 e 12 horas na sede da Associação Comercial e Empresarial de Maringá (Acim). Os jornalistas Dirceu Herrero e Donizete Oliveira assinam a obra de 224 páginas que revelam fatos históricos do município.

A produção é dividida em cinco partes contando fatos como o ocorrido em 1956, quando o fazendeiro Aníbal Goulart, adversário político de Ferraz, mandou o capanga Santo Ribeiro bater no prefeito enquanto estava em um salão de barbeiro próximo à rodoviária. Também fala sobre o toque de recolher e a confusão que gerou no município ao ser aplicado; além da vida e trajetória do homem público.

Américo Dias Ferraz fez fortuna em Maringá com compra em venda de café. Por diversas vezes tentou fazer parte da elite da sociedade e não teve sucesso, inclusive abrindo um bar considerado o mais chique do Brasil na década de 1950. Ele perdeu a fortuna, foi acusado de ter matado um francês de uma empresa multinacional, ficou preso por vários anos e morreu em Campo Grande, Mato Grosso do Sul, depois de liberto.

Na administração de Maringá, Ferraz teve problemas com os vereadores, alguns tentaram cassá-lo. Para chegar ao cargo mais alto do Poder Público enfrentou adversários fortes.

Victor Cardoso
Foto – Reprodução

PUBLICIDADES E PARCEIROS