Maringá

Câmara aprova Fundo Municipal de Segurança Pública

Por 14 votos favoráveis, a Câmara Municipal aprovou o projeto de lei 15.681/2020 criando o Fundo Municipal de Segurança Pública. Objetivo é, por meio de arrecadação em multas aplicadas pela Guarda Municipal, dar suporte financeiro para projetos, convênios, programas, termos de cooperação e ações de segurança pública de combate à violência.

“Tem muita coisa que precisa ser feita, será bom para nós, temos que investir. A segurança pública não é só investir em pessoal, mas na iluminação pública, viaturas, etc. Em 18 anos já aplicamos mais de R$ 16 milhões em segurança, mas não é dinheiro do Conseg é da Sociedade Organizada, Ministério Público do Trabalho, Justiça Federal; o trabalho voluntário é para ajudar toda Cidade. espero que esse fundo seja aplicado na segurança, fiquei curioso e vou estudar melhor sobre o assunto”, disse o presidente do Conselho Comunitário de Segurança, Antônio Tadeu Rodrigues, em entrevista para rádio CBN Maringá.

A Procuradoria Jurídica e Comissão de Constituição e Justiça haviam dado parecer contrário, no ano passado, para um projeto semelhante. Agora houve uma revisão no conteúdo para voltar à discussão.

Redação JP
Foto – Reprodução

PUBLICIDADES E PARCEIROS