Esportes

Honda anuncia saída da F1 após a temporada 2021

A Honda, fornecedora de motores da Red Bull e Alpha Tauri, confirmou que deixará a Fórmula 1 após a temporada 2021.

A marca japonesa, que participou da categoria em três ocasiões anteriores e venceu cinco corridas desde seu mais recente retorno em 2015, revelou hoje nas mídias sociais que irá “concluir a participação no Campeonato Mundial de F1”.

Ela voltou originalmente com a McLaren, mas a parceria foi rompida após três anos de fracasso, levando a Honda a se associar à Toro Rosso. Posteriormente, a partir de 2019, ela passou a ser fornecedora também da equipe principal da Red Bull.

Red Bull e Honda conquistaram a primeira de suas quatro vitórias juntas na nona corrida da temporada no Red Bull Ring. Seu sucesso mais recente ocorreu em Silverstone neste ano, e a equipe está em segundo lugar no campeonato de construtores. A Honda também obteve uma surpreendente segunda vitória do ano com sua outra equipe, agora chamada Alpha Tauri, em Monza.

Apesar disso, a Honda decidiu encerrar seu projeto de F1 ao final da próxima temporada. Em uma declaração, a montadora disse que “precisa direcionar seus recursos corporativos em pesquisa e desenvolvimento para áreas de futuras tecnologias de unidades de potência e energia, incluindo células de combustível e baterias, que serão o núcleo das tecnologias livres de carbono”.

A Red Bull comentou: “Nós gostaríamos de agradecê-los por seus esforços excepcionais como fornecedora de unidades de potência e estamos ansiosos para continuar tendo sucesso no restante de 2020 e em 2021”.

Franz Tost, chefe da Alpha Tauri, disse que a equipe “respeita a razão por trás da decisão da Honda de se concentrar em iniciativas ambientais e visar a concretização da neutralidade de carbono”.

“Todos na Scuderia Alpha Tauri desejam que eles tenham sucesso em suas metas e no futuro. Queremos agradecer sinceramente a Honda pela cooperação frutífera, nós realmente apreciamos cada dia em que trabalhamos juntos. Não será fácil encontrar uma parceira de motor como a Honda, mas é claro que vamos começar a analisar todas as possibilidades a fim de encontrar a melhor solução para 2022 e além”.

Foto – Reprodução

PUBLICIDADES E PARCEIROS